Game para tratar diabéticos vence competição da Microsoft

Leandro Diehl e Rodrigo de Souza (ao centro) recebem o prêmio de Michel Levy (à esquerda), presidente da Microsoft Brasil
São Paulo – Desenvolvido para ajudar médicos a tratar pacientes com diabetes, o game InsuOnline foi o vencedor da etapa brasileira da Imagine Cup 2013, a Copa do Mundo da Computação da Microsoft. 

O jogo, que também foi o vencedor da categoria “Cidadania Mundial”, surgiu de uma tese de doutorado do médico endocrinologista Leandro Diehl, 35 anos, na Faculdade Pequeno Príncipe. 

A proposta do game é permitir que médicos realizem consultas virtuais com pacientes diabéticos e deem o diagnóstico acertado. O jogo é composto por 16 fases em que o jogador deverá checar o histórico clínico de seus pacientes e prescrever a melhor forma de usar insulina no tratamento.

 

“Aqui os médicos podem errar sem se preocupar. A intenção é intensificar o treinamento, que hoje em dia é falho nas universidades. Além disso, quem não gosta de games, não é? É a linguagem que os estudantes estão falando hoje. Então por qual razão não ensinar neste formato?”, afirma Diehl, que contou com a ajuda de Rodrigo de Souza, 31 anos, da Oniria Games, para desenvolver o jogo. O projeto levou quase três anos para ser concluído.

 

Diehl, que também é professor universitário, pretende agora levar o projeto para faculdades e até mesmo para fornecer treinamento às Unidades Básicas de Saúde (UBS). “A ideia a partir de agora é melhorar esta plataforma para depois também poder ampliá-la a outros tipos de doenças”, disse.

 

Competição - O jogo InsuOnline concorreu com outros dois projetos ao prêmio da Imagine Cup. Na categoria “Games”, os estudantes da equipe “Moscow, Perdeu”, formada por alunos da UNESP, criaram o jogo Twinkle.

 

O jogo, desenvolvido para plataforma Windows e Xbox 360, usa física celeste para ajudar a personagem da história, uma estrelinha perdida, a encontrar seus familiares. O jogador é levado ao espaço, onde controla seus movimentos desviando de cometas e utilizando da gravidade para se locomover.

Na categoria “Inovação”, a equipe Life Up, formada por alunos da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Federal do Pernambuco (UFPE) e alunos da Escola Técnica Estadual Professor Agamenon Magalhães (Etepam), em Recife, apresentou o Can Game, projeto multidisciplinar desenvolvido para ajudar no tratamento de crianças autistas.

O game utiliza o dispositivo Kinect para criar a interação da criança com o computador, estimulando o aprendizado e a capacidade cognitiva, possibilitando uma melhora na interação social com outras pessoas.

 

Agora, Diehl e Souza, os vencedores da etapa brasileira, irão participar da final mundial da Imagine Cup 2013, que será realizada entre os dias 8 e 11 de julho em São Petesburgo, na Rússia.

 

“Eu adoro essa competição. Me dá uma sensação de realização, de fazer algo que deixa um legado. A Imagine Cup tem um significado especial para mim, pois mistura educação, capacitação, inovação e empreendedorismo, que juntos têm o poder de transformar”, disse Michel Levy, presidente da Microsoft Brasil, durante anúncio dos vencedores.

Fontes e Direitos Autorais: 

, de INFO Online 
• Quinta-feira, 11 de abril de 2013 – 22h53
About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s