Anunciando o SQL Server Management Studio – Lançamento de Junho de 2015

Posted on


A Microsoft começa a partir de agora a liberar versões do SQL Server Management Studio, de modo a possibilitar melhorias e correções independentes do ciclo de liberação do SQL Server Engine e do Azure SQL Database.

O passo inicial desta nova forma de atualização da Microsoft teve início com liberação do preview de junho/2015, em paralelo ao lançamento do SQL Server 2016 CTP 2.1.

Detalhes em:

Segundo – SQL Release Services Blog: “This preview release supports the latest capabilities available in Azure SQL Database and SQL Server 2016 and includes several bug fixes and customer requested features. And as you would expect, you can also use this preview release to work with previous versions of SQL Server. 

New Features

  1. New lightweight Web Installer
    We hope that the new SSMS installer is lightweight, fast and better experience for you to get SSMS tools. In particular, if you have already installed certain dependencies (say, .net framework), then the installer will not have to download them. In particular, as we release frequent updates to the tools, the installer should just update the components that have changed.

  1. Automatic Check for Updates
    SSMS will now check online for updates. If an update is available, you will be notified via a toast notification in SSMS. Alternatively, you can manually click on “Tools|Check For Updates…” to see if there are updates available.

  1. Top customer requests addressed
  • ‘Edit Top 200 Rows’ is now enabled for tables and views in Object Explorer
  • Table Designer is now enabled for Azure SQL Database V12
  • Database and Table property dialogs are now enabled for Azure SQL Database V12
  1. New option to skip prompt to save T-SQL files
    We have added a new option under “Tools|Options|Query Execution|SQL Server” to control if a prompt is shown for unsaved T-SQL files.

  1. Updated Import/Export wizards with support for the new Azure SQL Database service tiers (Basic, Standard, Premium)
  2. Bug fixes to provide enhanced support for Azure SQL Database
  • Numerous bug fixes for scripting scenarios
  • Fixed bug when enabling change tracking for Azure SQL Database V12

We invite you to download and install SQL Server Management Studio June 2015 Preview from here.

Fontes e Direitos Autorais: SQL Release Services Blog – SQL Server Engineering Team – 24/06/2015.

http://blogs.msdn.com/b/sqlreleaseservices/archive/2015/06/24/sql-server-management-studio-june-2015-release.aspx

Imagens do Windows 10 Build 10154

Posted on


O grupo russo Wzor divulgou nesta sexta-feira algumas imagens do Windows 10 build 10154. A edição do sistema operacional exibida nas imagens é a Home:

Windows_10_Build_10154_06

Windows 10 build 10154

Este build inclui o navegador Microsoft Edge, efeito de transparência no menu Iniciar e aparentemente foi compilado no dia 21 de junho:

Imagens do Windows 10 Build 10154
Windows_10_Build_10154_02

O Windows 10 build 10154 também traz uma versão funcional do app Phone Companion, que foi anunciado pela Microsoft no dia 26 de maio.

O app, que também virá pré-instalado na versão final do sistema operacional, ajudará você a conectar seu PC com Windows a smartphones com Windows, Android e iOS.

Quando você executar o app Phone Companion para Windows 10 em seu PC, será possível escolher o tipo de smartphone – Windows, Android ou iPhone.

Com um smartphone com Windows, você não precisará fazer nada extra depois de selecionar o tipo. Já para os aparelhos com iOS e Android será necessário definir algumas configurações.

Depois de fazer as configurações necessárias, seus arquivos e outros tipos de conteúdo estarão disponíveis tanto no PC como no smartphone, graças à sincronização com o OneDrive.

Você também poderá trabalhar em seus documentos do Office sem precisar ficar movendo os arquivos entre diferentes dispositivos.

Windows_10_Build_10154_03
Windows_10_Build_10154_04

Como a edição do Windows 10 Build 10154 mostradas nas imagens é a Home, é possível ver também como o upgrade para a versão Pro será oferecido através da Windows Store:

Windows_10_Build_10154_08
Windows_10_Build_10154_09

O Explorador de Arquivos não teve grandes mudanças neste build:

Windows_10_Build_10154_05

Ele também traz novas opções de imagens para a tela de bloqueio:

Windows_10_Build_10154_07

A Microsoft ainda não informou quando um próximo build do sistema operacional será disponibilizado para os participantes registrados no Windows Insider Program.

RUMOR: WINDOWS 10 TAMBÉM SERÁ VENDIDO EM PENDRIVES

Posted on


De acordo com informações do site alemão WinFuture.de, o Windows 10 também será vendido em pendrives contendo as versões 32 e 64 bits.

O Windows 8.1 é vendido atualmente em caixa com dois DVDs, sendo um com a versão 32 bits e um com a versão 64 bits. O mesmo continuará sendo feito com o Windows 10.

Já uma suposta documentação obtida pelo site alemão indica que os pendrives conterão as duas versões do Windows 10 e que neste caso, durante a instalação será exibido um menu para que o usuário escolha a versão correta.

Se isto se confirmar, será uma boa notícia para usuários que precisam instalar o sistema operacional em equipamentos sem drives óticos.

O site afirma que tanto a edição Home como a edição Pro serão oferecidas em pendrives e DVDs.

SUPOSTA INDICAÇÃO DE QUE O WINDOWS 10 TAMBÉM SERÁ VENDIDO EM PENDRIVES:

Rumor: Windows 10 também será vendido em pendrives

WINDOWS 10

O Windows 10 será lançado no dia 29 de julho e entre as novidades trazidas pelo sistema operacional estão o novo menu Iniciar, a assistente pessoal Cortana*, o novo navegador Microsoft Edge, novos aplicativos do Office otimizados parta uso com telas sensíveis ao toque, Xbox LIVE e aplicativo Xbox e novos aplicativos universais Fotos, Vídeos, Música, Mapas, Pessoas, Email e Calendário.

*Disponibilidade na época do lançamento deve variar dependendo da região.

Além disso, o sistema operacional terá o modo Continuum, a nova Windows Store unificada e o sistema de autenticação biométrica Windows Hello.

O modo Continuum foi criado para uso em aparelhos híbridos que combinam tablet e notebook. Com este modo o usuário pode alternar facilmente entre o uso do híbrido como tablet e como notebook, basicamente combinando a simplicidade do tablet com a experiência de uso tradicional.

Em smartphones e tablets pequenos, o modo Continuum permitirá que os usuários conectem teclados sem fio e monitores para maior produtividade. Basicamente, o smartphone se transforma em um PC.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com – SID VICIOUS @ 23 JUN 2015 | 3:43 PM.

Short Script – Junho – 2015

Posted on


Bom dia, Comunidade! Hello Everybody!!!

Estamos começando mais um mês e como diz alguns dos cronistas esportivos durante suas transmissões “O tempo passa….”, realmente passa e temos que procurar aproveitar.

Como já destaquei anteriormente procure diariamente estudar e conhecer cada vez mais sobre o mundo de Banco de Dados, Carreira de DBA, SQL Server e outros elementos que se relacionam com a minha função de Administrador de Banco de Dados, que exerço a muito tempo. Na verdade faço isso por que gosto e principalmente para me manter atualizado neste concorrido mercado de trabalho, seja ele profissional ou acadêmico, neste sentido em muitos momentos algumas informações, dicas, truques e até mesmo códigos de exemplo acabam fazendo parte da minha “Biblioteca de Scripts” que venho nos últimos anos compartilhando com todos vocês.

Seguindo esta escrita e mantendo a tradição, como de costume todo inicio ou final de mês estou compartilhando com vocês novos Shorts Scripts ou Materiais de Apoio, e hoje não será diferente.

Neste Short Script, você vai encontrar pequenos blocos de código ou exemplos relacionados aos seguintes itens:

  • Criação de Jobs e Steps por linha de comando utilizando a opção @subsytem;
  • Criação de função para manipulação de String;
  • Criação de uma User Function Scalar para trabalhar com a Tabela Price;
  • Simulando um Select “*” que não retorna todas as colunas;
  • Trabalhando com XML em conjunto com SP_XML_PrepareDocument;
  • Utilizando a função Count_Big em conjunto com Funções de Agregação;
  • Utilizando o comando Intersect com valores Char e Int; e
  • Utilizando Sparse Columns e Sparse Columns Sets.

Fique a vontade para copiar e compartilhar os Short Scripts apresentados abaixo:

 

— Short Script 1 – Criando Job para substituir o uso do XP_CMDShell –

Create PROCEDURE dbo.usp_ExecCmdShellProcess

AS

BEGIN

DECLARE @job NVARCHAR(100), @BulkCMD Varchar(1000)

SET @job = ‘xp_cmdshell replacement’+Convert(Varchar(10),GetDate()) ;

 

SET @BulkCMD = ‘BULK INSERT ListFiles FROM ‘+”’C:\TEMP\LISTFILES.TXT” ‘+

‘WITH (FIELDTERMINATOR = ”;”, ROWTERMINATOR = ”’+ CHAR(10) +”’, CODEPAGE = ”ACP”)’

 

EXEC msdb..sp_add_job @job_name = @job,

@description = ‘Automated job to execute command shell script’,

@owner_login_name = ‘pedro’, @delete_level = 1 ;

 

EXEC msdb..sp_add_jobstep @job_name = @job, @step_id = 1,

@step_name = ‘Command Shell Execution’, @subsystem = ‘CMDEXEC’,

@command =’dir /b > C:\TEMP\LISTFILES.TXT’, @on_success_action = 1;

 

EXEC msdb..sp_add_jobserver @job_name = @job ;

 

EXEC msdb..sp_start_job @job_name = @job ;

 

Exec(@Bulkcmd)

 

END ;

GO

 

— Short Script 2 – Criando User Function para cortar Strings em partes —

CREATE FUNCTION fncCortaString(@txt VARCHAR(50), @txt_ini VARCHAR(50), @txt_fim VARCHAR(50))

RETURNS VARCHAR(50)

BEGIN

RETURN

(

SUBSTRING(@txt, CHARINDEX(@txt_ini, @txt) + LEN(@txt_ini), (CHARINDEX(@txt_fim, @txt) – CHARINDEX(@txt_ini, @txt)) – LEN(@txt_ini))

)

END

 

Select dbo.fncCortaString(‘SQL Server’, ‘SQL ‘, ‘ver’)

 

— Short Script 3 – Utilizando a função Count_Big para criar índice único em view com função de agregação —

Create Table MySampleTable

(Id1 Int,

Id2 Int,

SomeData Varchar(100))

 

Create View SampleView

With SchemaBinding

As

Select COUNT(*) TableCount,

Id2

From dbo.MySampleTable

Group By Id2

 

— Erro ao criar —

Create Unique Clustered Index [IX_ViewSample]

On [dbo].[SampleView]

(Id2 Asc)

Go

 

— Alterando o tipo de contagem de dados —

Create View SampleView

With SchemaBinding

As

Select COUNT_BIG(*) TableCount,

Id2

From dbo.MySampleTable

Group By Id2

 

— Criando o Índice —

Create Unique Clustered Index [IX_ViewSample]

On [dbo].[SampleView]

(Id2 Asc)

Go

 

— Short Script 4 – Utilizando o comando Intersect com valores Char e Int —

Create Table #A (x Char(2));

 

Insert Into #A Values (‘1′);

Insert Into #A Values (‘6′);

Insert Into #A Values (‘2′);

Insert Into #A Values (‘3′);

Insert Into #A Values (‘5′);

Insert Into #A Values (‘5′);

Insert Into #A Values (‘6′);

Insert Into #A Values (‘9′);

Go

 

Create Table #B (M BigInt);

 

Insert Into #B Values(5);

Insert Into #B Values(5);

Insert Into #B Values(6);

Insert Into #B Values(7);

Insert Into #B Values(7);

Go

 

SELECT x AS ‘Select #1′ FROM #A

INTERSECT SELECT M FROM #B;

 

— (Select #2)

SELECT DISTINCT(x) AS ‘Select #2′

FROM #A

LEFT OUTER JOIN #B

ON #A.x = #B.M

 

— (Select #3)

SELECT DISTINCT(x) AS ‘Select #3′

FROM #A

LEFT OUTER JOIN #B

ON #A.x = #B.M

 

— (Select #4)

SELECT DISTINCT(x) AS ‘Select #4′

FROM #A

INNER JOIN #B

ON #A.x = #B.M

 

— (Select #5)

SELECT x AS ‘Select #5′

FROM #A

INNER JOIN #B

ON #A.x = #B.M

 

— Short Script 5 – Criando User Function com base na Tabela Price —

CREATE FUNCTION CalcPrest (@C money, @i numeric(9,5), @n int)

returns table as return

SELECT Cast(@C *

(Power((1 + (@i / 100)), @n) * (@i / 100)) /

(Power((1 + (@i / 100)), @n) -1)

as money) as Prestação;

go

 

— Short Script 6 – Select “*” não retornando todas as colunas de uma tabela —

— Exemplo 1 —

DROP TABLE #temp;

 

CREATE TABLE #temp (

RowID INT IDENTITY PRIMARY KEY CLUSTERED,

Name VARCHAR(25),

Column1 INT SPARSE,

Column2 INT SPARSE,

Column3 INT SPARSE,

Column4 INT SPARSE,

ColumnSet XML COLUMN_SET FOR ALL_SPARSE_COLUMNS);

 

INSERT INTO #temp (Name, Column1) VALUES (‘Row1′, 1);

INSERT INTO #temp (Name, Column1, Column2) VALUES (‘Row2′, 2, 2);

INSERT INTO #temp (Name, Column1, Column2, Column3) VALUES (‘Row3′, 3, 3, 3);

INSERT INTO #temp (Name, Column1, Column2, Column3, Column4) VALUES (‘Row4′, 4, 4, 4, 4);

INSERT INTO #temp (Name, Column1, Column3) VALUES (‘Row5′, 5, 5);

INSERT INTO #temp (Name, Column3, Column4) VALUES (‘Row6′, 6, 6);

 

SELECT * FROM #temp;

— Exemplo 2 —

DROP TABLE #temp;

 

CREATE TABLE #temp (

RowID INT IDENTITY PRIMARY KEY CLUSTERED,

Name VARCHAR(25),

Column1 INT SPARSE,

Column2 INT SPARSE,

Column3 INT SPARSE,

Column4 INT SPARSE);

 

INSERT INTO #temp (Name, Column1) VALUES (‘Row1′, 1);

INSERT INTO #temp (Name, Column1, Column2) VALUES (‘Row2′, 2, 2);

INSERT INTO #temp (Name, Column1, Column2, Column3) VALUES (‘Row3′, 3, 3, 3);

INSERT INTO #temp (Name, Column1, Column2, Column3, Column4) VALUES (‘Row4′, 4, 4, 4, 4);

INSERT INTO #temp (Name, Column1, Column3) VALUES (‘Row5′, 5, 5);

INSERT INTO #temp (Name, Column3, Column4) VALUES (‘Row6′, 6, 6);

 

SELECT * FROM #temp;

 

— Short Script 7 – Trabalhando com XML em conjunto com SP_XML_PrepareDocument –

Declare @Table As Table (SINo Int, Name Varchar(500), Salary Money)

Declare @XMLIntLog As XML

Declare @IDoc Int

 

Set @XMLIntLog = Null

Insert Into @Table Values(1,’SES’,10000)

Insert Into @Table Values(2,’SRS’,40000)

Insert Into @Table Values(3,’SS’,50000)

Set @XMLIntLog = (Select SINo, Name, Salary from @Table Tab For XML Auto, Root(‘Root’), elements)

 

Exec sp_xml_preparedocument @IDoc Output, @XMLIntLog

 

Select SINo, Name, Salary from OpenXML(@iDoc, ‘/Root/Tab’,7)

With(SINo Int, Name Varchar(500), Salary Money)

 

Exec sp_xml_removedocument @IDoc

 

— Short Script 8 – Utilizando Sparse Columns e Sparse Columns Sets —

CREATE TABLE dbo.Table1 (

RowID INTEGER IDENTITY PRIMARY KEY CLUSTERED,

DateTimeStamp DATETIME DEFAULT GETDATE(),

Col1 INTEGER SPARSE,

Col2 INTEGER SPARSE,

Col3 INTEGER SPARSE,

TblColumnSet XML COLUMN_SET FOR ALL_SPARSE_COLUMNS);

 

INSERT INTO dbo.Table1 (Col1) VALUES (1), (2);

INSERT INTO dbo.Table1 (Col2) VALUES (3), (4);

INSERT INTO dbo.Table1 (Col3) VALUES (5), (6);

INSERT INTO dbo.Table1 (TblColumnSet) VALUES (‘<Col1>1</Col1><Col2>2</Col2><Col3>3</Col3>’);

 

SELECT RowID, DateTimeStamp, Col1, Col2, Col3, TblColumnSet

FROM dbo.Table1;

 

Agradeço a sua visita, espero que este material posso te ajudar, qualquer dúvida, sugestão ou crítica post o seu comentário.

Até mais.

Atualização do Windows 10 utilizará P4P?

Posted on


Quando a Microsoft disponibiliza atualizações importantes ou novas versões do Windows, muitos reclamam da baixa velocidade de download. Isso é algo relativamente esperado pois esses arquivos são baixados por centenas de milhões de computadores ao mesmo tempo.

Com o Windows 10 os usuários terão duas opções adicionais: baixar as atualizações através de computadores da rede local (um computador baixa as atualizações e os demais baixam dele) e também a opção de obter as atualizações de várias fontes da internet, funcionando basicamente como uma rede P2P similar ao Bittorrent. Isso agilizará bastante o download desses arquivos.

Atualização do Windows 10 utilizará P4P?

Há cerca de uma década os usuários corporativos utilizam o WSUS (Windows Server Update Services), que faz algo similar: ele permite que servidores das empresas sejam a fonte principal de download de updates e hotfixes das estações de trabalho, economizando banda e tempo de download desses arquivos. Infelizmente usuários domésticos não podem aproveitar essa tecnologia.

P2P (peer-to-peer) é um conhecido modelo de rede de computadores que compartilham arquivos pela internet sem necessidade de um servidor central e o Bittorrent é o maior exemplo disso. A Microsoft já tinha intenção de incorporar P2P no Windows Vista e depois no Windows 7, mas isso não foi feito.

Atualização do Windows 10 utilizará P4P?

O que é P4P?

Com o Windows 10 aparentemente tudo mudará – e não será via P2P, mas sim P4P. O P4P (Proactive Network Provider Participation for P2P) é um framework proposto há vários anos por pesquisadores da Universidade de Yale e Universidade de Washington, e foi aprimorada pela Pando Networks, empresa adquirida pela Microsoft em 2013. Ele tem por base o P2P.

A Pando criou uma aplicação baseada em P4P para distribuição de conteúdo de mídia digital utilizando a mesma tecnologia do BitTorrent, mas modificada para selecionar peers mais rápidos (e não peers aleatórios), além de também ser otimizada para redes locais de computadores, e tráfego de arquivos grandes (acima de 1GB). Essa tecnologia mostrou ser muito eficiente (mais infos aqui), permitindo integração de servidores de arquivos, CDN e servidores P2P.

O P4P permitiu uma diminuição de até 50% do tráfego da rede e redução de até 8x o tempo de recebimento de arquivos provindos de servidores externos. Essa solução da Pando foi utilizada pela NBC para transmissão de episódios de TV em alta definição, além de ser muito usada para distribuição de jogos multiplayers online, atingindo mais de 30 milhões de usuários.

O estudo proposto pelos pesquisadores mostrou a ineficiência do P2P no site ThePirateBay, aonde 50% da demanda dos arquivos são entregues por apenas 1,22% dos computadores disponíveis.

Isso não aconteceria com o P4P, que trabalha de modo inteligente no compartilhamento dos arquivos entre os computadores disponíveis, permitindo que o computador que esteja enviando parte dos arquivos utilize pouca banda e pouca memória, ao mesmo tempo que computadores que estejam recebendo esses arquivos finalizarão o download mais rapidamente.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo @ 2 jun 2015 | 3:09 pm

Microsoft: Windows 10 será lançado no dia 29 de julho

Posted on


A Microsoft anunciou hoje, dia 1 de junho, no blog oficial da equipe do Windows que o Windows 10 será lançado no dia 29 de julho.

Microsoft: Windows 10 será lançado no dia 29 de julho

A partir deste dia, usuários de PCs, notebooks e tablets poderão tirar vantagem da oferta de upgrade gratuito ou poderão comprar um novo computador já com o Windows 10 pré-instalado.

Sobre o upgrade gratuito, os usuários com Windows 7 e Windows 8.1 com as atualizações mais recentes instaladas já podem fazer sua reserva clicando no pequeno ícone do Windows exibido no lado direito da barra de tarefas como na imagem abaixo:

Microsoft: Windows 10 será lançado no dia 29 de julho

Basta clicar nele para executar o Windows 10 Upgrade Advisor e seguir as instruções. Mais detalhes sobre o upgrade gratuito podem ser encontrados em http://www.microsoft.com/pt-br/windows/windows-10-upgrade.

Os requisitos mínimos de hardware para o Windows 10 podem ser encontrados em http://www.microsoft.com/pt-br/windows/windows-10-specifications.

Opções de upgrade:

w10-up-matrix

Windows 10

Entre as novidades trazidas pelo Windows 10 estão o novo menu Iniciar, a assistente pessoal Cortana*, o novo navegador Microsoft Edge, novos aplicativos do Office otimizados parta uso com telas sensíveis ao toque, Xbox LIVE e aplicativo Xbox e novos aplicativos universais Fotos, Vídeos, Música, Mapas, Pessoas, Email e Calendário.

*Disponibilidade na época do lançamento deve variar dependendo da região.

Além disso, o sistema operacional terá o modo Continuum, a nova Windows Store unificada e o sistema de autenticação biométrica Windows Hello.

O modo Continuum foi criado para uso em aparelhos híbridos que combinam tablet e notebook. Com este modo o usuário pode alternar facilmente entre o uso do híbrido como tablet e como notebook, basicamente combinando a simplicidade do tablet com a experiência de uso tradicional.

Em smartphones e tablets pequenos, o modo Continuum permitirá que os usuários conectem teclados sem fio e monitores para maior produtividade. Basicamente, o smartphone se transforma em um PC.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com – Sid Vicious @ 1 jun 2015 | 7:59 am.

MICROSOFT DETALHA RECURSOS DO WINDOWS 10 PARA DESENVOLVEDORES BRASILEIROS

Posted on Updated on


A Microsoft realizou ontem, em São Paulo, a edição brasileira do BUILD, conferência anual da companhia para desenvolvedores. No Allianz Parque, recém-inaugurado estádio do Palmeiras, a empresa deu detalhes sobre novos recursos do Windows 10 para desenvolvedores.

Também foi apresentado o conjunto de kits de desenvolvimento de software (SDKs, na sigla em inglês) para ajudar desenvolvedores a transportar seus códigos originalmente feitos para plataformas como Android e iOS para o Windows 10.

O BUILD São Paulo fez parte de uma turnê inédita lançada pela Microsoft e reuniu mais de 500 desenvolvedores. Ao todo, 26 cidades receberão edições locais da conferência até o dia 19 de junho, quando Hong Kong encerra a BUILD Tour.

O objetivo das edições locais é que a comunidade de desenvolvedores de cada país tenha a oportunidade de conhecer em detalhes os novos recursos de produtos como Windows, Azure e Office.

Executivos do time da Microsoft nos Estados Unidos foram palestrantes no BUILD São Paulo.

Microsoft detalha recursos do Windows 10 para desenvolvedores brasileiros

RECURSOS DO WINDOWS 10 PARA DESENVOLVEDORES

No evento, a Microsoft detalhou maneiras por meio das quais os desenvolvedores podem criar um único aplicativo que pode ser dimensionado em todos os dispositivos Windows 10, adaptando-se automaticamente aos diferentes tamanhos de tela.

Com a Universal Windows Platform, os desenvolvedores podem ajustar seus aplicativos às capacidades exclusivas de cada dispositivo, além de integrar a Cortana e a Xbox Live a seus aplicativos.

Para os clientes, a Windows Store também oferecerá uma exclusiva experiência unificada em todos os dispositivos, fazendo com que seja ainda mais fácil encontrar conteúdo relevante – em aplicativos, jogos, música, vídeo e outros conteúdos.

Já sob o viés de quem vai desenvolver para a Universal Windows Platform, os palestrantes da Microsoft detalharam os quatro novos kits de ferramentas de desenvolvimento de software que facilitarão que códigos de outras plataformas, como Android e iOS, sejam levados para a Windows Store com o mínimo de modificações. A Windows Store, em qualquer dispositivo, também vai suportar o pagamento de apps através das próprias operadoras.

O Microsoft Edge, o novo navegador da Microsoft para o Windows 10, também foi alvo de painéis realizados durante o BUILD São Paulo.

AZURE E VISUAL STUDIO

Também foram apresentados recursos do Azure SQL Database, que permite que desenvolvedores independentes de software e de software como serviço concentrem suas capacidades em milhares de bases de dados, tirando vantagem do consumo eficiente de recursos e do melhor preço e desempenho na nuvem pública.

Para ajudar desenvolvedores a serem mais produtivos, a Microsoft também deu detalhes sobre as novas ferramentas e tempos de execução para diversas plataformas e dispositivos.

Para Windows, Mac e Linux, o Visual Studio Code é um editor focado em código e otimizado para aplicativos da web e nuvem. Aprofundando seu trabalho com comunidades de código aberto e .NET, a Microsoft lançou uma versão prévia do .NET Core para Windows, Linux e Mac OS X.

A Microsoft também lançou o Visual Studio 2015 Release Candidate, que facilita a criação e a implementação de aplicativos em plataformas Windows, Linux, iOS e Android para os desenvolvedores.

A Microsoft apresentou ainda outras maneiras para que os desenvolvedores alcancem 2, 2 bilhões de usuários Office, incluindo a nova API Office Graph, com capacidades suplementares estendidas para iPad e Outlook, e APIs unificadas.

A API Office Graph permite que clientes e desenvolvedores acessem, acrescentem e criem com o Office Graph, uma loja inteligente de dados de relacionamento, usuários e serviços Office 365.

Fontes e Direitos Autorais: SID VICIOUS @ 22 MAI 2015 | 1:39 PM