Material de Apoio – Março 2015


Salve, salve, bom dia.

Olá você, bordão bastante conhecido dos amantes de futebol!!! Estou retornando minhas atividades após 20 dias de descanso (férias), ainda em um ritmo bem abaixo do normal, mas vamos em frente.

Mesmo de férias, procurei tirar alguns dias para estudar um pouco mais sobre o SQL Server e o fantástico mundo de Banco de Dados, meu deus, a cada dia que passa vejo que precisamos estar sempre atentos as mudanças e pequenos detalhes, pois como todas ás diversas áreas de conhecimento, a área de banco de dados esta passando por transformações fora do comum.

Durantes estes vinte dias, busquei informações e conhecimentos em diversos posts de amigos DBAs aqui do Brasil e principalmente dos EUA, posso dizer que valeu muito a pena, consegui renovar em muito a minha biblioteca de Scripts, bem como, os meus conceitos.

Dentre os quais, gostaria de compartilhar com vocês, alguns dos Scripts que eu brinquei nestes período e que utilizei em alguns exercícios que estou elaborando para meus alunos nas disciplinas de banco de dados.

Neste post, você vai encontrar exemplos e scritps sobre:

– Bitwise;
– Datatype Sysname;
– Diferença entre Select com Schema e Select sem Schema;
– Objetos em uso;
– Operador XOR;
– Relacionamento de Tabelas;
– Sys.dm_io_virtual_file_stats;
– Transações Implícitas; e
– Transactio Log.

Vale ressaltar que todos os scritps estão renomeados com a extensão .docx ao final do seu nome, para garantir a disponibilidade do arquivo na plataforma do WordPress, após fazer o download remova a extensão .docx, mantendo ao final a extensão .sql.

Segue abaixo a relação de Scripts:

Mais uma vez obrigado por sua visita, fique a vontade para compartilhar com seus contatos estes scritps, como também, sugerir ideias, críticas, sugestões ou comentários.

Ate mais.

WINDOWS 10 BUILD 10014 COM O NAVEGADOR SPARTAN VAZA NA WEB


De acordo com diversos relatos na Web, o Windows 10 build 10014 vazou na Web nesta segunda-feira. O detalhe é que este build inclui o navegador Spartan.

O navegador Spartan não está presente no Windows 10 build 10041, que foi disponibilizado recentemente para os participantes registrados no Windows Insider Program.

Windows 10 build 10014 com o navegador Spartan vaza na Web

WINDOWS 10 BUILD 10014 COM O NAVEGADOR SPARTAN VAZA NA WEB

Diferente dos builds anteriores, que vazaram como imagens ISO, apenas o arquivo Install.wim vazou. Outro detalhe é que aparentemente este arquivo Install.wim pode ter sido alterado de alguma forma.

O Windows 10 build 10014 já pode ser encontrado em diversos sites de compartilhamento de arquivos.

Quem já instalou este build afirma que ele é muito instável e embora venha com o navegador Spartan, a versão presente já é bem “velha” e não traz diversos recursos presentes em outros builds internos da Microsoft.

SPARTAN

O novo navegador do Windows 10 está sendo desenvolvido como um app da Windows Store, o que agilizará o processo de atualização para novas versões. Ele foi apresentado oficialmente no evento realizado no dia 21 de janeiro e utilizará um novo mecanismo de renderização de páginas.

O navegador Spartan estará presente tanto no Windows 10 “tradicional” para PCs e laptops como no Windows 10 para smartphones e tablets pequenos. Vale destacar que Spartan é apenas um codinome. O nome oficial do novo navegador ainda não foi definido.

O Internet Explorer continuará sendo oferecido em certas edições do sistema operacional, como a Enterprise, por questões de compatibilidade com sites e aplicações Web.

A Microsoft também já confirmou que o novo navegador terá suporte para extensões.

INFORMAÇÕES SOBRE O UPGRADE PARA WINDOWS 10


A Microsoft divulgou nesta semana durante a conferência WinHEC na China mais informações sobre as opções suportadas de upgrade para Windows 10.

A empresa oferecerá o upgrade via Windows Update e via mídia de instalação para usuários do Windows 7 e Windows 8.1, e via Windows Update para usuários do Windows Phone 8.1.

No caso do Windows 7, a versão sem o SP1 só poderá ser atualizada para o Windows 10 via mídia de instalação. Já a versão com SP1 poderá ser atualizada para o Windows 10 tanto via Windows Update como via mídia de instalação.

Os usuários do Windows 8 e do Windows 8.1 sem o Update 1 lançado no primeiro trimestre de 2014 só poderão fazer o upgrade para Windows 10 usando mídia de instalação.

Quem usa o Windows 8.1 com o Update 1 poderá fazer o upgrade via Windows Update e via mídia de instalação.

O Windows RT/RT 8.1 não será atualizado para o Windows 10. Ao invés disso, o sistema operacional receberá uma atualização que incluirá alguns recursos e funcionalidades do novo sistema operacional.

O Windows Phone 8 não receberá o upgrade para Windows 10. O upgrade só será suportado no Windows Phone 8.1 através do mecanismo de atualizações do sistema operacional.

OPÇÕES SUPORTADAS DE UPGRADE PARA WINDOWS 10:

Informações sobre o upgrade para Windows 10

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com – SID VICIOUS @ 18 MAR 2015 | 10:19 AM

IMAGENS DO WINDOWS 10 BUILD 10031


O grupo russo Wzor divulgou nesta semana algumas imagens do Windows 10 build 10031. A edição do sistema operacional mostrada nas imagens é a Enterprise.

Além disso, eles também divulgaram a documentação com as notas de versão deste build.

É possível notar logo de cara nas imagens do Windows 10 build 10031 que o botão Iniciar nele é menor do que o presente no build 9926. Além disso, o menu Iniciar agora tem um efeito de transparência.

A documentação deste build também lista correções para múltiplos bugs, melhorias no reconhecimento de gestos multitoque e mudanças no processo de criação de conta para execução do Windows 10. Agora este processo é hospedado na nuvem, assim a Microsoft pode fazer as alterações necessárias em tempo real caso seja necessário.

Vale destacar que aparentemente este build não traz o navegador Spartan.

O último build disponibilizado para os participantes registrados no Windows Insider Program foi o 9926 em janeiro. A Microsoft não informou quando o próximo build estará disponível.

CONFIRA ABAIXO AS IMAGENS DO WINDOWS 10 BUILD 10031:

Imagens do Windows 10 build 10031
win10_10031_01
win10_10031_02
win10_10031_03
win10_10031_05

NOVAS IMAGENS DO NAVEGADOR SPARTAN


O blog russo MSWin divulgou novas imagens do navegador Spartan. O novo navegador do Windows 10, que está sendo desenvolvido como um app da Windows Store, o que agilizará o processo de atualização para novas versões, foi apresentado oficialmente no evento realizado no dia 21 de janeiro e utilizará um novo mecanismo de renderização de páginas.

O navegador Spartan estará presente tanto no Windows 10 “tradicional” para PCs e laptops como no Windows 10 para smartphones e tablets pequenos. Vale destacar que Spartan é apenas um codinome. O nome oficial do novo navegador ainda não foi definido.

O Internet Explorer continuará sendo oferecido em certas edições do sistema operacional, como a Enterprise, por questões de compatibilidade com sites e aplicações Web.

A Microsoft também já confirmou que o novo navegador terá suporte para extensões.

O navegador não está presente no build mais recente do Windows 10 disponibilizado para os usuários registrados no Windows Insider Program, o 9926, mas ele foi visto em builds mais recentes como o 10009.

As novas imagens do navegador Spartan destacam recursos como a Lista de Leitura, integração com a assistente pessoal Cortana e também mostram como ele pode se adaptar a diferentes resoluções de tela.

CONFIRA AS NOVAS IMAGENS DO NAVEGADOR SPARTAN:

Novas imagens do navegador Spartan

Integração com a Cortana

Favoritos e Lista de Leitura

Menu de configurações

Menu de opções para as guias de navegação

Zoom, Nova janela e outras opções

Navegador Spartan exibido um site seguro (Twitter) e um site comum

Navegador Spartan pode se adaptar melhor a diferentes resoluções de tela

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com

Imagens do Windows 10 build 10022


O grupo russo Wzor divulgou recentemente no Twitter algumas imagens que supostamente seriam do Windows 10 build 10022.

Além disso, eles também divulgaram um documento com as notas de versão do Windows 10 build 10014, que foi disponibilizado pela Microsoft para seus parceiros algumas semanas atrás.

As notas de versão do build 10014 listam diversas correções de bugs, alguns problemas conhecidos e mudanças no Explorador de arquivos.

Em uma das imagens do Windows 10 build 10022 é possível ver o novo ícone da lixeira. Também é possível ver o menu Iniciar expandido e o Windows Update.

A Microsoft deve disponibilizar um novo build do Windows 10 para os usuários registrados no Windows Insider Program ainda nesta semana.

Confira as imagens do Windows 10 build 10022:

Imagens do Windows 10 build 10022

Menu Iniciar expandido

Windows Update e o novo ícone da lixeira no fundo

 

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com – Sid Vicious @ 23 fev 2015 | 8:38 am

Microsoft facilita acesso gratuito ao Office 365 para alunos e professores


A Microsoft anunciou a disponibilidade no Brasil um novo recurso “self-service” para que alunos e professores tenham acesso gratuito ao Office 365 ProPlus mais facilmente.

Microsoft facilita acesso gratuito ao Office 365 para alunos e professores

Microsoft facilita acesso gratuito ao Office 365 para alunos e professores

Agora, ficou mais simples usar o benefício que permite que cada estudante e docente instale o pacote de produtividade da Microsoft em até dez dispositivos, inclusive naqueles que eles têm em casa e que são compartilhados com a família.

O recurso já estava disponível nos Estados Unidos e agora chega ao Brasil e aos demais países do globo.

Professores e alunos elegíveis ao programa vão receber o seguinte:

  • A versão mais recente do World, Excel, PowerPoint, OneNote, Outlook, Access e Publisher.
  • Instalação em até 10 dispositivos ( 5 PCs ou Macs e 5 tablets) e aplicativos do Office para dispositivos móveis, incluindo tablets Windows e iPad.
  • 1 Terabyte de armazenamento gratuito na nuvem do OneDrive.
  • Versão online do Office.

O processo para estudantes fazerem o login e checarem se são elegíveis é rápido. Esse novo método também tira uma grande carga de trabalho dos gerentes de TI das instituições de ensino, porém sem que eles deixem de ter controle, flexibilidade e segurança sobre o uso da tecnologia.

Para mais informações sobre o recurso “self-service” para baixar as licenças do Office 365 ProPlus, acesse este link.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com – Sid Vicious @ 24 fev 2015 | 8:37 pm

18 sites e cursos em português sobre tecnologia e programação


Quase tudo grátis

Quer aprender a programar ou conhecer e se aprofundar em algum conceito de ciência da computação ou tecnologia no geral? Cursos sobre tudo isso existem aos montes, mas vários estão disponíveis apenas em inglês. Para facilitar um pouco o trabalho, então, separamos uma série de dezoito sites e aulas em português – sendo que apenas dois cobram pelas aulas. Veja mais sobre eles a seguir:

Codecademy

A versão em português da escola online de programação foi lançada há quase um ano e continua como uma boa opção. O site traz cursos gratuitos que parte do básico e vão até o avançado, começando pela linguagem de marcação HTML e chegando até PHP, Python e Ruby. As aulas são compostas de instruções (à esquerda) e de uma área para colocar os ensinamentos em prática (à direita). Há ainda opções de projetos, que podem ser concluídos em menos tempo e ajudam a colocar os conhecimentos para funcionar.

Dá para acessar por aqui.

Programaê

Iniciativa que foi reforçada no Brasil ao final do ano passado, o Programaê tem foco em jovens e não traz cursos próprios, mas sim uma coletânea de materiais de parceiros – como o já mencionado Codecademy, a KhanAcademy e o Code.org. As aulas, portanto, são mais introdutórias e ajudam a pegar os conceitos básicos de programação. O conteúdo está todo em português, o que facilita bastante.

Dá para acessar por aqui.

Microsoft Virtual Academy

Focado em produtos da Microsoft, a “escola” virtual e gratuita da empresa é cheia de tutoriais em português sobre aplicações de Windows 8 e Windows Phone. Há também informações sobre data centers, nuvem e mobilidade, entre outros assuntos que envolvem plataformas e serviços lançados pela empresa norte-americana.

O material está todo disponível aqui.

Code.org

Também voltado para crianças e parceiro do Programaê, o Code.org reúne quatro cursos de 20 horas com atividades para os pequenos a partir dos 4 anos. Há também materiais relacionados a Frozen e ao game Flappy Bird, além de uma área chamada de “Laboratório” para que os aprendizes de programador coloquem tudo que aprenderam em prática – e ainda confiram os projetos feitos por outras crianças.

Dá para saber mais por aqui.

Ciência da Computação 101

Um dos mais tradicionais cursos disponíveis no Coursera, o Ciência da Computação 101 é basicamente o que o nome sugere: uma introdução à ciência da computação. As aulas gravadas podem ser seguidas no ritmo do aluno (embora a recomendação seja fazer de 3 a 5 horas por semana), têm legendas em português e são ministradas pelo professor Nick Parlante, da conceituada Universidade Stanford. O material já está todo disponível na primeira vez que você acessar o curso.

Dá para saber mais por aqui.

Desenvolvimento de games em HTML5

Assim como o curso anterior, o de desenvolvimento de games em HTML5 pode ser feito no seu ritmo. As aulas são ministradas por dois funcionários do Google e focam nos principais pontos envolvidos na criação de um jogo. Elas não são básicas, e é bom levar consigo algum conhecimento prévio. Os vídeos estão em inglês, mas há opção de legenda em português, e o curso é grátis – mas o certificado não.

Para saber mais, clique aqui.

Introdução à Programação interativa em Python Partes 1 e 2

Divido em duas partes, este curso introdutório foca na linguagem Python e no desenvolvimento de aplicações simples – games clássicos, na verdade, como Pong, Blackjack e Asteroids. Segundo a descrição, o método de ensino é baseado nesses projetos, e as aulas seguem um cronograma. Elas começaram no último dia 13, e são recomendadas de 7 a 10 horas de estudo semanais – então ainda dá para alcançar a classe. O áudio das aulas está em inglês, mas há opções de legendas em português.

Dá para saber mais aqui e aqui.

Introdução à Lógica

Programação e computação não valem muito sem a parte lógica, e o que este curso se propõe a fazer é dar uma introdução a seus conceitos. Segundo a descrição, as aulas ensinarão a “formalizar informações e a justificar para produzir conclusões lógicas”. Haverá também análises da tecnologia lógica e de suas muitas aplicações possíveis. As classes, porém, só terão início em setembro deste ano.

Dá para saber mais por aqui.

Curso em Vídeo

Obra do professor carioca Gustavo Guanabara, o CursoEmVídeo traz aulas sobre HTML5, Algoritmos, PHP e Photoshop Creative Cloud. Todas podem ser acompanhadas de graça diretamente pelo YouTube ou no site, que exige um cadastro e oferece uma série de materiais para consultar no decorrer do curso.

Dá para saber mais aqui.


Desenvolvimento Web Mobile

Disponível no Udacity e com legendas em português, o curso foca na construção de “experiências mobile”, daquelas que se adaptam ao tamanho da tela do usuário e são feitas para o uso displays sensíveis ao toque. O curso também envolve ferramentas relacionadas ao desempenho, que ajudarão entender como as redes móveis, a bateria e outros aspectos afetam o desenvolvimento de aplicações. As aulas são dadas por dois funcionários do Google.

Dá para saber mais por aqui.

KhanAcademy: JavaScript, HTML e CSS

As aulas da KhanAcademy seguem a linha do Codecademy, mas têm bem mais vídeos. Elas focam na introdução a linguagens de programação e marcação e depois partem para partes mais avançadas, como desenvolvimento de jogos. Há também laboratórios virtuais para tirar projetos do papel e testar seus conhecimentos – que ainda podem ser discutidos com outros alunos em um fórum interno.

Dá para saber mais aqui.

KhanAcademy: Ciência da Computação

Quer algo menos focado nas linguagens? Os cursos de Ciência da Computação na KhanAcademy giram em torno de conceitos como criptografia e algoritomos, partindo da cifra de César e chegando na RSA e nos algoritmos aleatorizados. Há também lições sobre teoria da informação, que são verdadeiras aulas de história. O material, assim como o dos cursos de linguagens, está em português, assim como as legendas dos vídeos.

Para saber mais, clique aqui.

Busca na Web: Tecnologia, Sociedade e Negócios

Esta coletânea de vídeo-aulas do Veduca, acessíveis gratuitamente e com legendas em português, dão uma ideia de como engines de busca foram criadas e ainda funcionam. Já um pouco “antigas”, as palestras são ministradas por Sergey Brin, Bradley Horowitz (então diretor do Yahoo! e hoje no Google) e Peter Norvig (também do Google), entre outros nomes, que falam de suas experiências e dão algumas valiosas explicações – que vão exigir um tanto de conhecimento técnico, no entanto. O site não oferece materiais complementares.

Para saber mais, clique aqui.

TecnoHour – Coleção: Swift

Derivada do ObjC, a linguagem de programação Swift foi introduzida pela Apple para ser a padrão das aplicações de OS X e iOS. E se você quer aprender um pouco mais sobre em videoaulas, as do TecnoHour podem ser úteis. Elas estão disponíveis de graça e em português – mas vale ressaltar que o uso dos materiais de apoio, que não são grátis, é recomendável. 

Dá para saber mais por aqui.

Plugge

Outro site brasileiro, o Plugge tem uma boa variedade de cursos, do básico ao avançado, sobre design gráfico, web design, programação e motion design e games. Há aulas sobre Photoshop, InDesign, design responsivo, JavaScript, Unreal Engine e vários outros – mas nenhum gratuito. Para acessar as lições, é preciso comprar o curso ou assinar pacotes de 90, 180 ou 365 dias, cujos valores vão de 139 a 272 reais e dão acesso a todos os materiais.

Saiba mais por aqui.

Linguagem R

Com legendas em português, os vídeos do curso dão uma introdução à linguagem de programação e ambiente de software R, usados na análise de dados e seus bancos por estatísticos e “mineradores”. Pelo programa, as aulas começam abrangentes, dando um panorama e explicando conceitos, e depois passam a especificar e detalhar funções. O curso começa em 2 de março.

Para saber mais, clique aqui.

Aprendizagem Automática

O curso dá introduções aos conceitos de “machine learning” – como é chamada a aprendizagem automática em inglês – e a outros ligados a ele, como mineraração de dados e reconhecimento de padrões. As aulas giram em torno de aprendizado supervisionado ou não e às boas práticas da área, apresentando estudos de caso e mostrando como aplicar algoritmos de aprendizagem na construção de robôs. As classes começaram no mês passado, mas vão até abril – então talvez ainda dê tempo de alcançar os outros alunos. Em último caso, todo o material deve permanecer disponível. Os vídeos estão em inglês, mas há opções de legenda em português.

Dá para saber mais por aqui.

C, Java e HTML Progressivos

Em português, os três sites trazem tutoriais de C, Java e HTML. Há aulas básicas, que introduzem os conceitos, há sequências de lições sobre testes e laços, ponteiros em C e orientação a objetos em Java, mais avançadas. Os textos estão disponíveis de graça, mas alguns materiais recomendados que podem ajudar.

Para saber mais, clique aqui (C), aqui (Java) ou aqui (HTML).

Bônus: iHeadGo

O site iHeadGo fica com a menção honrosa na lista, e mais por não estar disponível em português. Ele traz uma coleção enorme de simulados para provas de certificação da Microsoft, da Cisco, da IBM e de diversas outras empresas, todos disponíveis de graça. Se você pretende tirar alguma em breve, talvez valha a pena exercitar o inglês e dar uma olhada.

Dá para saber mais aqui.

Fontes e Direitos Autorais: InfoExame.com –  – 16 de Fevereiro de 2015.

INTERNET EXPLORER SUPORTARÁ O PADRÃO HSTS NO WINDOWS 10


A Microsoft anunciou nesta semana que o Internet Explorer suportará o padrão HSTS (HTTP Strict Transport Security) no Windows 10. O suporte também será incorporado ao navegador Spartan.

Internet Explorer suportará o padrão HSTS no Windows 10

INTERNET EXPLORER SUPORTARÁ O PADRÃO HSTS

De acordo com a empresa, o suporte para o padrão HSTS no Internet Explorer já está disponível na versão Preview do Windows 10 e estará disponível em uma futura atualização para o navegador Spartan.

Mas o que é o padrão HSTS? Este padrão protege os usuários na Web contra diversos tipos de ataque que usam “intermediários” para interceptar ou interromper tráfego TLS.

Por exemplo, o usuário pode se conectar a um site não criptografado antes de ser redirecionado para a conexão segura. Neste caso, um criminoso pode explorar uma falha na conexão não criptografada para redirecionar o usuário para um site malicioso.

O padrão HSTS ajuda a prevenir este tipo de ataque ao permitir que os sites determinem que o navegador deve sempre usar criptografia na conexão ao servidor Web.

O padrão HSTS oferece dois métodos para que os sites possam proteger suas conexões:

Quando o usuário visitar um site e este exibir um erro de certificado, o usuário não poderá mais ignorar este erro e prosseguir para o site. A conexão será abortada.

Além disso, conteúdo misto não é suportado em servidores com HSTS. Todo conteúdo deve ser obrigatoriamente seguro.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com - SID VICIOUS @ 18 FEV 2015 | 10:07 AM

Loja de apps para Windows Phone tem mais de 100 games de Super Nintendo grátis


gamessneswindowsphone

A loja virtual de aplicativos para Windows Phone oferece para o usuário mais de 100 jogos clássicos de Super Nintendo de graça. Todos os jogos disponíveis funcionam no smartphone como emulação, mas o mais interessante disso é que os games estão sendo oferecidos pela Microsoft de maneira irregular.

A emulação de games antigos em smartphones não é algo novo e nem ilegal. No iOS, para que o usuário possa fazê-lo, é preciso realizar o desbloqueio do aparelho e instalar emuladores desenvolvidos para o sistema, que não estão disponíveis na loja oficial de aplicativos da Apple. Já para Android, existem vários emuladores na loja virtual do Google, que podem ser baixados facilmente.

O problema da emulação de games está, na verdade, na distribuição das ROMs, que são os arquivos digitais dos jogos. Tanto o oferecimento quanto o download de uma ROM na internet é proibida por lei. Isso porque, os jogos de emuladores só são legais como backup produzidos pelo próprio jogador. Ou seja, uma pessoa pode apenas ter uma ROM de um jogo se também tiver em posse o cartucho original do game em questão — como previsto no sexto artigo do segundo capítulo da Lei de Programa de Computador nº 9.609/98. A mesma afirmação também pode ser encontrada no site oficial da Nintendo.

Dessa forma, surpreende o fato da loja oficial de aplicativos da Microsoft permitir que seus clientes façam o download gratuito de jogos protegidos por lei de forma tão simples. Mas isso apenas demonstra que a Microsoft não está sendo muito criteriosa na hora de aprovar um aplicativo para sua loja virtual.

Para ver a lista completa de games clique aqui e aqui. Os jogos foram adicionados por dois distribuidores diferentes, e juntos eles somam 104 games diferentes.

Fontes e Direitos Autorais: InfoExame.com – quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015 – 14:07