Como se sair bem na entrevista por telefone

Entrevista por telefone deve ser encarada como a presencial: precisa se preparar

Causar uma boa impressão na entrevista de emprego é um desafio que exige postura apropriada e interação positiva com o recrutador.

Quando a conversa é feita por telefone, como se sair bem sem contar com a ajuda dos aspectos visuais da entrevista presencial?

1. Separados por um fio

A entrevista por telefone é um artifício utilizado, principalmente, para triagem inicial. “Em uma primeira fase do processo de seleção, o recrutador pode ligar para o candidato para ver se ele preenche os requisitos básicos para a vaga”, explica Fábio D’Ave, especialista em recrutamento da Robert Half.

O contato servirá para confirmar o perfil do candidato e a experiência apresentada no currículo. “Geralmente, o candidato está à distância e não se justifica o gasto com deslocamento. Depois do telefonema, caso o profissional seja aprovado, o processo deve seguir para uma entrevista presencial com o gestor”, diz Fábio.

2. Preparação para a entrevista

Assim como no contato frente a frente com o recrutador, a entrevista por telefone exige cuidados e atenção à postura adequada. “A preparação é similar à entrevista presencial, o candidato precisa ser pontual e manter a calma para destacar as suas habilidades”, aconselha o consultor.

Antes de atender ao telefone, é importante estar em um lugar sem ruídos, onde o candidato não será importunado, e reservar tempo para a entrevista, que pode durar de 20 minutos a uma hora. Caso a entrevista seja por celular, o sinal para comunicação também deve ser verificado.

O profissional deve consultar as informações sobre a empresa, os requisitos para cargo que está se candidatando e saber com quem vai falar. “Ele precisa mostrar que entende a posição e quais os princípios da empresa”, aconselha Fábio.

Para evitar a ansiedade, o candidato pode dar um tempo no trabalho que está fazendo e tirar uns minutos antes para relaxar e trabalhar a respiração. O ideal é estar concentrado para a entrevista no momento da ligação.

3. Cuidados na entrevista

Como o contato não terá a ajuda de elementos visuais do candidato para a construção da imagem dele diante do entrevistador, é importante passar segurança e credibilidade pela voz. Falar calmamente, saber ouvir o recrutador e esperar a vez de falar são ações fundamentais para o sucesso da entrevista.

O recrutador precisa ter a imagem de um profissional de credibilidade e que dará contribuições à empresa no cargo a ser ocupado. Para que tenha sucesso ao telefone, o candidato precisa responder o que é perguntado e não assumir uma personalidade que não é a dele, destacando as competências profissionais no fluxo da conversa.

“O candidato não pode atropelar o interlocutor. Ele deve esperar que o recrutador conclua a pergunta, refletir rapidamente para formular a resposta e responder com segurança e voz tranquila”, aconselha Fábio.

Se a ligação apresentar algum problema ou ruídos, avise o interlocutor ou passe uma segunda opção de número de telefone para o caso do sinal cair.

A entrevista ao telefone não é espontânea e a conversa pode não ser tão fluida como se fosse cara a cara. Além disso, as reações do recrutador na entrevista ao telefone não são visíveis, o que dificulta a percepção do candidato sobre seu desempenho.

Cabe ao profissional, entretanto, ter em mente o foco da entrevista ao telefone para não perder o fio da conversa. “O objetivo é semelhante à feita de forma presencial e, inclusive, deve guiar para o próximo passo da seleção a ser feito presencialmente”, diz o consultor.

Fonte e Direitos Autorais: Amanda Luz, de EXAME.com  – Terça-feira, 10 de maio de 2011 – 13h32.

Anúncios

Sobre Junior Galvão - MVP

Profissional com vasta experiência na área de Tecnologia da Informação e soluções Microsoft. Graduado no Curso Superior em Gestão da Tecnologia de Sistemas de Informação. Pós-Graduado no Curso de Gestão e Engenharia de Processos para Desenvolvimento de Software com RUP na Faculdade FIAP - Faculdade de Informática e Administração Paulista de São Paulo. Pós-Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação Faculdade - ESAMC Sorocaba. Formação MCDBA Microsoft, autor de artigos acadêmicos e profissionais postados em Revistas, Instituições de Ensino e WebSistes. Meu primeiro contato com tecnologia ocorreu em 1995 após meus pais comprarem nosso primeiro computador, ano em que as portas para este fantástico mundo se abriram. Neste mesmo ano, comecei o de Processamento de Dados, naquele momento a palavra TI não existia, na verdade a Tecnologia da Informação era conhecida como Computação ou Informática, foi assim que tudo começou e desde então não parei mais, continuando nesta longa estrada até hoje. Desde 2001 tenho atuado como Database Administrator - Administrador de Banco de Dados - SQL Server em tarefas de Administração, Gerenciamento, Migração de Servidores e Bancos de Dados, Estratégias de Backup/Restauração, Replicação, LogShipping, Implantação de ERPs que utilizam bancos SQL Server, Desenvolvimento de Funções, Stored Procedure, Triggers. Experiência na Coordenação de Projetos de Alta Disponibilidade de Dados, utilizando Database Mirroring, Replicação Transacional e Merge, Log Shipping. Atualmente trabalho como Administrador de Banco de Dados no FIT - Instituto de Tecnologia da Flextronics, como também, Consultor em Projetos de Tunnig e Performance para clientes, bem como, Professor Titular na Fatec São Roque. Desde 2008 exerço a função de Professor Universitário, para as disciplinas de Banco de Dados, Administração, Modelagem de Banco de Dados, Programação em Banco de Dados, Sistemas Operacionais, Análise e Projetos de Sistemas, entre outras. Possuo titulações e Reconhecimentos: Microsoft MVP, MCC, MSTC e MIE.
Esse post foi publicado em Carreira, Diversos, Notícias e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s