Windows 8 terá antivírus nativo da Microsoft

Um dos itens secundários que deverão estrear no Windows 8 é um antivírus. Segundo a Microsoft, o produto deverá vir no sistema só para não deixá-lo desguarnecido. Se o usuário instalar outro antivírus, esse residente será desativado.

A proposta parece interessante. Mas Chester Wisniewski, especialista de segurança da Sophos, analisou o antivírus residente no Windows Developer Preview e concluiu que o utilitário está muito cru. Ele publicou suas impressões no blog Naked Security, da Sophos.

Anúncios


Windows 8: sistema trará antivírus nativo da própria Microsoft

Um dos itens secundários que deverão estrear no Windows 8 é um antivírus. Segundo a Microsoft, o produto deverá vir no sistema só para não deixá-lo desguarnecido. Se o usuário instalar outro antivírus, esse residente será desativado.

A proposta parece interessante. Mas Chester Wisniewski, especialista de segurança da Sophos, analisou o antivírus residente no Windows Developer Preview e concluiu que o utilitário está muito cru. Ele publicou suas impressões no blog Naked Security, da Sophos.

O técnico fez alguns testes e verificou que o antivírus do Windows 8 detectou somente cerca de 50% do malware submetido a ele. “Ainda tem um longo caminho a percorrer”, escreve Wisniewski.

“Trata-se de uma previsão muito inicial e estou certo de que muitos aperfeiçoamentos estão sendo planejados”, pondera o especialista. Ele revela ainda que o antivírus consegue reconhecer invasores destinados aos três principais sistemas: Windows, Mac OS e Linux.

Aplicativo de previsão do tempo na interface Metro do Windows 8

ADEUS, GADGETS

Se o antivírus é um aplicativo que estreia no Windows 8, há também os que estão sendo demitidos da plataforma. É o caso dos Gadgets, que perderão o suporte no Windows 8 e, aparentemente, entram num processo de extinção. Introduzidos com o malfadado Windows Vista, os Gadgets (Relógio, Calendário, Quebra-Cabeça etc.) nunca desfrutaram de grande interesse ou prestígio.

Originalmente, precisavam ficar contidos na barra lateral. Depois, no Windows 7, essa barra desapareceu, e os gadgets podem ser colocados em qualquer ponto da tela. De todos os applets nativos, talvez o mais usado seja o Tempo, aquele que mostra a temperatura e a previsão das condições atmosféricas na cidade do usuário.

Agora, a Microsoft encerrou o suporte a esses miniaplicativos e extinguiu completamente a Windows Live Gallery, local da web aonde se podia ir e baixar centenas de novos widgets. Na previsão do Windows 8 para desenvolvedores , os gadgets originais ainda estão lá, mas não há mais como ampliar a coleção.

É compreensível. De um lado, a nova interface Metro traz aplicativos que podem muito bem substituir os gadgets. Serão programas para rodar tanto em micros de mesa e notebooks como em tablets. No Developer Preview, por exemplo, há um app que apresenta a previsão do tempo. Espera-se também que os desenvolvedores criem novos apps que substituam os demitidos gadgets.

De outro lado, é óbvio que a Microsoft tem  interesse de desestimular o uso da velha interface — quer dizer, da atual interface do Windows 7. Então, adeus, gadgets.

Fontes e Direitos Autorais: INFO Online » Blogs » Estação Windows, Carlos Machado.

Autor: Junior Galvão - MVP

Profissional com vasta experiência na área de Tecnologia da Informação e soluções Microsoft. Graduado no Curso Superior em Gestão da Tecnologia de Sistemas de Informação pela Uninove – Campus São Roque. Pós-Graduado no Curso de Gestão e Engenharia de Processos para Desenvolvimento de Software com RUP na Faculdade FIAP – Faculdade de Informática e Administração Paulista de São Paulo. Pós-Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação Faculdade – ESAMC Sorocaba. Formação MCDBA Microsoft, autor de artigos acadêmicos e profissionais postados em Revistas, Instituições de Ensino e WebSistes. Meu primeiro contato com tecnologia ocorreu em 1994 após meus pais comprarem nosso primeiro computador, ano em que as portas para este fantástico mundo se abriram. Neste mesmo ano, comecei o de Processamento de Dados, naquele momento a palavra TI não existia, na verdade a Tecnologia da Informação era conhecida como Computação ou Informática, foi assim que tudo começou e desde então não parei mais, continuando nesta longa estrada até hoje. Desde 2001 tenho atuado como Database Administrator – Administrador de Banco de Dados – SQL Server em tarefas de Administração, Gerenciamento, Migração de Servidores e Bancos de Dados, Estratégias de Backup/Restauração, Replicação, LogShipping, Implantação de ERPs que utilizam bancos SQL Server, Desenvolvimento de Funções, Stored Procedure, entre outros recursos. Desde 2008 exerço a função de Professor Universitário, para as disciplinas de Banco de Dados, Administração, Modelagem de Banco de Dados, Programação em Banco de Dados, Sistemas Operacionais, Análise e Projetos de Sistemas, entre outras. Experiência na Coordenação de Projetos de Alta Disponibilidade de Dados, utilizando Database Mirroring, Replicação Transacional e Merge, Log Shipping, etc. Trabalhei entre 2011 e 2017 como Administrador de Banco de Dados e Coordenador de TI no FIT – Instituto de Tecnologia da Flextronics, atualmente exerço a função de Professor Universitário na FATEC São Roque. CTO da Galvão Tecnologia, consultoria especializada em Gestão de TI, Administração de Servidores Windows Server, Bancos de Dados Microsoft SQL Server e Virtualização. Possuo titulação Oficial Microsoft MVP e reconhecimentos: MCC, MSTC e MIE.

Uma consideração sobre “Windows 8 terá antivírus nativo da Microsoft”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.