Cabo submarino ligará Brasil e Angola

BRASÍLIA – A Telebrás e a Angola Cables assinaram nesta sexta-feira, 23, o acordo para a construção de um cabo submarino entre Fortaleza e Luanda. O cabo terá cerca de 6 mil quilômetros de comprimento e poderá entrar em funcionamento no primeiro semestre de 2014, a tempo da Copa do Mundo. A capacidade do equipamento e o custo do projeto, porém, ainda não foram definidos.

A alternativa deve diminuir em até 80% o custo do tráfego de dados entre América do Sul e África e Ásia, que atualmente passa obrigatoriamente pelos Estados Unidos e pela Europa. “Vamos lançar uma licitação internacional no máximo até junho, detalhando o projeto”, afirmou o presidente da Telebrás, Caio Bonilha. No orçamento total da estatal para 2012, R$ 119 milhões estão reservados para empreendimentos com cabos submarinos.

“É um cabo estratégico que terá muita demanda, sobretudo por ser o primeiro cabo submarino no Atlântico Sul ligando os dois continentes”, acrescentou o presidente da comissão executiva da Angola Cables, António Nunes.

Para o vice-ministro angolano de Telecomunicações, Aristides Cardoso Safeca, o acordo permitirá aos países um maior intercâmbio cultural e científico. “Com o cabo direto, Angola terá acesso a conhecimento gerado nas instituições universitárias brasileiras, abrindo um novo potencial não só para o país, como talvez para toda a África Subsaariana”, avaliou.

Em encontro com o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, também avançaram as conversas para que Angola
utilize o padrão nipo-brasileiro de TV Digital. Após dois anos de testes, uma comissão do governo angolano recomendou a adoção desse modelo. “Falta apenas a decisão política. Mas o fato de termos a mesma língua facilita o acordo com o Brasil, inclusive para produção de conteúdos”, completou Safeca. Outros países africanos como Botsuana, Zâmbia e República Democrática do Congo também já demonstraram interesse no padrão brasileiro.

Fontes e Direitos Autorais: 23 de março de 2012| 15h03| Por Agências.

Anúncios

Sobre Junior Galvão - MVP

Profissional com vasta experiência na área de Tecnologia da Informação e soluções Microsoft. Graduado no Curso Superior em Gestão da Tecnologia de Sistemas de Informação. Pós-Graduado no Curso de Gestão e Engenharia de Processos para Desenvolvimento de Software com RUP na Faculdade FIAP - Faculdade de Informática e Administração Paulista de São Paulo. Pós-Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação Faculdade - ESAMC Sorocaba. Formação MCDBA Microsoft, autor de artigos acadêmicos e profissionais postados em Revistas, Instituições de Ensino e WebSistes. Meu primeiro contato com tecnologia ocorreu em 1995 após meus pais comprarem nosso primeiro computador, ano em que as portas para este fantástico mundo se abriram. Neste mesmo ano, comecei o de Processamento de Dados, naquele momento a palavra TI não existia, na verdade a Tecnologia da Informação era conhecida como Computação ou Informática, foi assim que tudo começou e desde então não parei mais, continuando nesta longa estrada até hoje. Desde 2001 tenho atuado como Database Administrator - Administrador de Banco de Dados - SQL Server em tarefas de Administração, Gerenciamento, Migração de Servidores e Bancos de Dados, Estratégias de Backup/Restauração, Replicação, LogShipping, Implantação de ERPs que utilizam bancos SQL Server, Desenvolvimento de Funções, Stored Procedure, Triggers. Experiência na Coordenação de Projetos de Alta Disponibilidade de Dados, utilizando Database Mirroring, Replicação Transacional e Merge, Log Shipping. Atualmente trabalho como Administrador de Banco de Dados no FIT - Instituto de Tecnologia da Flextronics, como também, Consultor em Projetos de Tunnig e Performance para clientes, bem como, Professor Titular na Fatec São Roque. Desde 2008 exerço a função de Professor Universitário, para as disciplinas de Banco de Dados, Administração, Modelagem de Banco de Dados, Programação em Banco de Dados, Sistemas Operacionais, Análise e Projetos de Sistemas, entre outras. Possuo titulações e Reconhecimentos: Microsoft MVP, MCC, MSTC e MIE.
Esse post foi publicado em Diversos, Internet, Meio Ambiente, Notícias e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s