Lei facilitará instalação de antenas de celular

O presidente da Telefonica/Vivo, Antonio Carlos Valente, diz que é necessário ter uma legislação moderna que leve em consideração o crescimento das redes e do tráfego.

São Paulo –  O Ministério das Comunicações prevê criar uma legislação federal para a instalação de antenas de telefonia móvel nas cidades e no campo pelo Brasil. Atualmente, estas regras são definidas por cada município, o que prejudica a expansão da telefonia móvel no país e pode atrasar o cronograma de implantação do 4G no país.

O presidente da Telefonica/Vivo, Antonio Carlos Valente, disse que recebeu a sinalização do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, para que o projeto de universalização da legislação da instalação de antenas no país possa ser enviado em agosto ao Congresso.

“Temos a expectativa de um movimento capitaneado pelo ministro (Paulo Bernardo) de criar uma lei federal específica (para antenas)”, afirmou, após participar da inauguração da academia de empreendedorismo Wayra.

Valente afirmou estar confiante no desenrolar da proposta, com base no recente encaminhamento do projeto que desonerou tributos sobre as redes. “Precisamos ter uma legislação moderna que leve em consideração o crescimento das redes e do tráfego. Os últimos estudos da Organização Mundial da Saúde tranquilizam a sociedade em relação aos impactos da radiação pelas redes de celular.”

Segundo ele, sem um novo marco legal, os prazos estabelecidos, como os de implantação da tecnologia de 4G, podem deixar de ser cumpridos. De acordo com o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (Sinditelebrasil) existem mais de 250 normas municipais e estaduais disciplinando a instalação das antenas.

O executivo destacou que o compartilhamento de redes de antenas e fibras ópticas entre as empresas pode ser acelerado, mas precisa ser acompanhado de medidas complementares, de agilização dos licenciamentos das infraestruturas.

Ele ressaltou a situação das empresas em Porto Alegre, com uma legislação muito restritiva à instalação das antenas. “Temos capacidade de investimento e tecnologia, mas para que os serviços funcionem precisamos de rádio-bases (antenas). Não estou minimizando os problemas, mas há questões comuns entre todas as empresas.”

Na capital gaúcha, dizem as teles, são necessárias sete autorizações diferentes para uma operadora poder instalar uma antena nova.

Fontes e Direitos Autorais:  • Terça-feira, 24 de julho de 2012 – 10h15.

Anúncios

Autor: Junior Galvão - MVP

Profissional com vasta experiência na área de Tecnologia da Informação e soluções Microsoft. Graduado no Curso Superior em Gestão da Tecnologia de Sistemas de Informação. Pós-Graduado no Curso de Gestão e Engenharia de Processos para Desenvolvimento de Software com RUP na Faculdade FIAP - Faculdade de Informática e Administração Paulista de São Paulo. Pós-Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação Faculdade - ESAMC Sorocaba. Formação MCDBA Microsoft, autor de artigos acadêmicos e profissionais postados em Revistas, Instituições de Ensino e WebSistes. Meu primeiro contato com tecnologia ocorreu em 1995 após meus pais comprarem nosso primeiro computador, ano em que as portas para este fantástico mundo se abriram. Neste mesmo ano, comecei o de Processamento de Dados, naquele momento a palavra TI não existia, na verdade a Tecnologia da Informação era conhecida como Computação ou Informática, foi assim que tudo começou e desde então não parei mais, continuando nesta longa estrada até hoje. Desde 2001 tenho atuado como Database Administrator - Administrador de Banco de Dados - SQL Server em tarefas de Administração, Gerenciamento, Migração de Servidores e Bancos de Dados, Estratégias de Backup/Restauração, Replicação, LogShipping, Implantação de ERPs que utilizam bancos SQL Server, Desenvolvimento de Funções, Stored Procedure, Triggers. Experiência na Coordenação de Projetos de Alta Disponibilidade de Dados, utilizando Database Mirroring, Replicação Transacional e Merge, Log Shipping. Atualmente trabalho como Administrador de Banco de Dados no FIT - Instituto de Tecnologia da Flextronics, como também, Consultor em Projetos de Tunnig e Performance para clientes, bem como, Professor Titular na Fatec São Roque. Desde 2008 exerço a função de Professor Universitário, para as disciplinas de Banco de Dados, Administração, Modelagem de Banco de Dados, Programação em Banco de Dados, Sistemas Operacionais, Análise e Projetos de Sistemas, entre outras. Possuo titulação Oficial Microsoft MVP - SQL Server renovada desde 2007.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s