Curiosity pousa com sucesso em Marte

Clima de festa dominou a central de controle do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, em Pasadena, Califórnia

São Paulo – O jipe-robô Curiosity conseguiu pousar em Marte com sucesso após uma complexa manobra que ficou conhecida como “Os 7 minutos de terror”. O veículo chegou ao planeta vermelho às 2h32 (horário de Brasília) na madrugada desta segunda-feira (6).

O clima de festa dominou a central de controle da Nasa, no Laboratório de Propulsão a Jato (JPL), em Pasadena, Califórnia. Muitos cientistas não conseguiram controlar a emoção.

Pouco tempo após o pouso, a sonda Curiosity já começou a trabalhar. Ela enviou duas imagens em alta resolução para o JPL. Uma delas era da própria sombra do veículo no solo marciano.

Primeiro, veio uma imagem com bastante poeira. Mesmo assim, a alegria na central de controle da Nasa foi grande. Todos esperavam que a poeira fosse do pouso, o que foi confirmado nas imagens seguintes.

Por causa de seu tamanho parecido com o de um carro pequeno e o peso de 900 quilos, o veículo não pode pousar como seus antecessores, o Spirit e o Opportunity. Além disso, o intervalo de comunicação de 14 minutos entre a Terra e Marte fez com que o jipe-robô pousasse sem ajuda do controle da missão e a aterrisagem fosse apelidada de “Os 7 minutos de terror”.

Curiosity, a maior construção humana já levada para Marte, seguiu 500 mil linhas de código de computador que os engenheiros da Nasa programaram para dirigir todos os movimentos do veículo. O pouso mais complexo já feito em Marte também contou com um escudo de proteção térmica. Ele ajudou a nave a entrar na atmosfera de Marte em um impacto a 21 mil quilômetros por hora.

Concluída essa etapa, um paraquedas supersônico entrou em ação para desacelerar o módulo de aterrissagem. A conclusão do pouso aconteceu quando um guindaste voador depositou o jipe-robô no solo e voltou para o espaço rapidamente para evitar colisões.

Após o pouso, foi feita uma conexão com a sonda. Porém, não houve troca de dados, o que deixou todos na central de controle da Nasa em estado de tensão. Mas foi por pouco tempo. Em seguida, o sucesso no pouso mais ambicioso de toda a exploração espacial foi confirmado por Allen Chen, chefe de dinâmica de voo e operações da missão, assim que recebeu um sinal da sonda Mars Odyssey, responsável por retransmitir as informações de Curiosity.

Agora, Curiosity vai explorar durante dois anos a região marciana conhecida como Cratera Gale. O objetivo é tentar descobrir se Marte já teve um ambiente capaz de suportar vida microscópica e se tem condições que preservaram os seus indícios.

curiosity-em-marte

Segunda fotografia enviada por Curiosity mostra sombra do jipe-robô (crédito: Nasa)

*com a colaboração de Filipe Mendonça Gonçalves

Fontes e Direitos Autorais: , de INFO Online • Segunda-feira, 06 de agosto de 2012 – 02h35.

Anúncios

Autor: Junior Galvão - MVP

Profissional com vasta experiência na área de Tecnologia da Informação e soluções Microsoft. Graduado no Curso Superior em Gestão da Tecnologia de Sistemas de Informação. Pós-Graduado no Curso de Gestão e Engenharia de Processos para Desenvolvimento de Software com RUP na Faculdade FIAP - Faculdade de Informática e Administração Paulista de São Paulo. Pós-Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação Faculdade - ESAMC Sorocaba. Formação MCDBA Microsoft, autor de artigos acadêmicos e profissionais postados em Revistas, Instituições de Ensino e WebSistes. Meu primeiro contato com tecnologia ocorreu em 1995 após meus pais comprarem nosso primeiro computador, ano em que as portas para este fantástico mundo se abriram. Neste mesmo ano, comecei o de Processamento de Dados, naquele momento a palavra TI não existia, na verdade a Tecnologia da Informação era conhecida como Computação ou Informática, foi assim que tudo começou e desde então não parei mais, continuando nesta longa estrada até hoje. Desde 2001 tenho atuado como Database Administrator - Administrador de Banco de Dados - SQL Server em tarefas de Administração, Gerenciamento, Migração de Servidores e Bancos de Dados, Estratégias de Backup/Restauração, Replicação, LogShipping, Implantação de ERPs que utilizam bancos SQL Server, Desenvolvimento de Funções, Stored Procedure, Triggers. Experiência na Coordenação de Projetos de Alta Disponibilidade de Dados, utilizando Database Mirroring, Replicação Transacional e Merge, Log Shipping. Atualmente trabalho como Administrador de Banco de Dados no FIT - Instituto de Tecnologia da Flextronics, como também, Consultor em Projetos de Tunnig e Performance para clientes, bem como, Professor Titular na Fatec São Roque. Desde 2008 exerço a função de Professor Universitário, para as disciplinas de Banco de Dados, Administração, Modelagem de Banco de Dados, Programação em Banco de Dados, Sistemas Operacionais, Análise e Projetos de Sistemas, entre outras. Possuo titulação Oficial Microsoft MVP - SQL Server renovada desde 2007.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s