12 perguntas e respostas sobre o Windows 8

São Paulo — O  Windows 8 vai ser lançado oficialmente no dia 25, quinta-feira. Tanto o sistema avulso como os notebooks, tablets e PCs de mesa equipados com ele começam a ser vendidos no dia seguinte. Com esse lançamento, a Microsoftfaz uma das mudanças mais radicais nos 26 anos de existência do Windows.

O motivo para esse movimento arriscado é claro. O mercado de PCs está estagnado, enquanto o de tablets cresce explosivamente. A Microsoft (assim como a Intel e fabricantes de PCs como HP e Dell) está praticamente fora do mercado de tablets. Com o Windows 8, a empresa tenta conquistar uma parcela desse mercado, competindo com o iPad e com os tablets que rodam o sistema Android.

Embora funcione melhor em tablets e em PCs com tela sensível ao toque, o Windows 8 vai ser usado também em máquinas convencionais, com teclado e mouse. Ao “tabletizar” a interface gráfica, a Microsoft procura dar uma aparência mais modernas a esses computadores. Mas nem todos os usuários vão gostar das mudanças. Nos Estados Unidos, há até pessoas correndo às lojas para comprar um notebook com Windows 7 antes que esse sistema desapareça das prateleiras. Confira 12 perguntas e respostas sobre o Windows 8.

 

1 – Que diferenças há entre o Windows 7 e o Windows 8?

A mudança mais óbvia está na interface gráfica. O Windows 8 apresenta, ao usuário, um ambiente de trabalho completamente novo. Ele tem uma tela inicial com ícones chamados de “tiles” (azulejos) que representam aplicativos, fotos, documentos e outros itens. Esses ícones são funcionais, ou seja, exibem informações correspondentes a cada aplicativo. Se o espaço na tela não for suficiente para exibir todos eles, ela pode ser rolada horizontalmente.

A nova interface era inicialmente chamada de Metro, mas a Microsoft abandonou esse nome e, agora, se refere a ela como Modern (moderna). Ela torna o Windows adequado aos tablets. Mas também pode torná-lo menos prático em PCs sem tela sensível ao toque.

 

2 – O que é a barra de charms?

A barra de “charms” (literalmente, “encantos”), é uma barra de ferramentas que aparece à direita na tela. Ela oferece opções de configuração, busca e outras que, no Windows 7, residem no menu Iniciar. Quando a barra de charms é exibida, surge também um quadro com o relógio, um indicador da carga da bateria e outro que mostra a intensidade do sinal da conexão sem fio.

Há três maneiras de ativar a barra de charms. Num tablet, isso é feito deslizando-se o dedo da direita para a esquerda. Num PC, o caminho mais prático é teclar Win+C (a tecla com o símbolo do Windows junto com a letra C, de charm). Outro caminho é mover o cursor do mouse para um dos cantos à direita.

 

3 – Quais são os benefícios do Windows 8 para usuários de PCs?

A promessa da Microsoft é que o computador vai iniciar mais rapidamente com o novo sistema. Para que a máquina receba o selo de aprovação para o Windows 8 da empresa, ela deve ser capaz acordar do estado de espera em 2 segundos ou menos.

Há também melhoramentos na segurança. Um antivírus básico, o Windows Defender, entra em ação sempre que não houver outro software de segurança ativo. A ideia é que o computador nunca fique desguarnecido.

Além disso, o Windows 8 trabalha melhor com múltiplos monitores de resoluções diferentes. Isso é interessante, por exemplo, para quem usa um notebook e costuma acoplar um monitor externo a ele em casa ou no escritório.

 

4 – O que muda no Internet Explorer?

O Windows 8 vem com o novo Internet Explorer 10. Ele tem duas versões. Uma delas, feita para a interface clássica (do Windows 7), é similar ao Internet Explorer 9. A outra segue o estilo da nova interface gráfica. Nela, o browser roda na tela inteira em vez de ficar numa janela móvel.

 

5 – Há recursos do Windows 7 que foram removidos no Windows 8?

Sim. O Windows Media Center, por exemplo, não faz mais parte do sistema, mas deverá ser oferecido como um download avulso. O Windows Media Player não trará codecs para a exibição de filmes em DVD (que poderão ser instalados separadamente). O Windows DVD Maker foi eliminado. Além disso, sumiram vários recursos que são específicos da interface Aero do Windows 7 e do Vista. Entre eles, estão o menu Iniciar e a possibilidade de teclar Win+Tab para ter uma visão 3D dos aplicativos abertos.

 

6 – Pode-se usar a interface do Windows 7 no Windows 8?

Sim. É possível abrir a interface clássica do Windows 7 no Windows 8. Ela aparece sem o botão Iniciar. Clicando-se no canto inferior esquerdo da tela, tem-se acesso a um menu similar ao Iniciar, com configurações do sistema e outras opções.

 

7 – Como se faz para ter o menu Iniciar no Windows 8?

O Windows 8 não tem menu Iniciar. Quem sentir falta dele tem a opção de adicioná-lo usando programas de terceiros. Estes são alguns deles:

Pokki Start Menu — Além de acrescentar o menu Iniciar, o Pokki permite abrir a interface clássica ao dar a partida no Windows 8. Ele também possibilita pesquisar aplicativos, documentos e pastas e montar uma lista de itens favoritos.

Classic Start Menu — Parte do kit Classic Shell, o Classic Start Menu é dirigido aos saudosistas mais radicais. Ele implementa um menu Iniciar no estilo do Windows XP.

Skip Metro Suite — Outra opção para forçar o Windows 8 a abrir a interface tradicional quando o computador é ligado.

 

8 – Os aplicativos do Windows 7 funcionam no Windows 8?

A maioria dos aplicativos do Windows 7 deve rodar sem problemas no Windows 8. Alguns apps específicos, principalmente os mais antigos, podem, porém, ser incompatíveis com o novo sistema.

Isso vale para o Windows 8 completo. O Windows RT, edição simplificada para tablets com processador ARM, não roda aplicativos do Windows 7. Ele é compatível apenas com apps criados especialmente para a nova interface gráfica.

 

9 – O que é a Windows Store?

A Microsoft seguiu o exemplo da Apple e de outras empresas e criou uma loja online de aplicativos para o Windows 8. Deve ser inaugurada no dia do lançamento do Windows 8. Ela vai oferecer apps feitos para a nova interface Modern. Alguns serão gratuitos, enquanto outros terão preços entre 1,49 e 999 dólares.

 

10 – Meu computador atual pode receber o Windows 8?

Em princípio, as exigências de hardware do Windows 8 são espartanas. Ele requer um processador razoavelmente recente com frequência de clock de pelo menos 1 GHz. Também exige 1 GB de memória para a versão de 32 bits e 2 GB para a de 64 bits. Na prática, há outros requisitos mais esotéricos (como sistema gráfico compatível com DirectX 9 e WDDM 1.0) que podem impossibilitar a instalação do sistema em computadores mais antigos. Além disso, para que o sistema rode com bom desempenho num PC, um processador mais potente e pelo menos 4 GB de memória são recomendados.

A Microsoft chegou a liberar uma ferramenta para verificação de compatibilidade, mas ela foi, depois, removida do site da empresa. É possível que uma nova versão seja publicada quando o Windows 8 for lançado. Além disso, pode-se pesquisar a compatibilidade de dispositivos ou aplicativos específicos no Centro de Compatibilidade do Windows 8 (disponível, por enquanto, apenas em inglês).

 

11 – Quantas edições terá o Windows 8?

Serão quatro edições: Windows 8, Windows 8 Pro, Windows 8 Enterprise (para empresas) e Windows RT (para tablets com processador ARM). Além disso, haverá versões de 32 e 64 bits. Se o computador e os aplicativos forem compatíveis com o sistema de 64 bits (a maioria dos PCs é), é recomendável usar essa versão, que tende a ser mais estável e veloz que a de 32 bits.

 

12 – Quanto vai custar o Windows 8?

A Microsoft ainda não divulgou o preço do Windows 8 no Brasil. Nos Estados Unidos, quem já tem Windows 7, Vista ou XP vai poder atualizar seu computador fazendo o download do Windows 8 por 39,99 dólares. Se a pessoa encomendar um DVD com o sistema no site da Microsoft, vai pagar 69,99 dólares. No Brasil, quem comprou um computador com Windows 7 depois de 2 de junho pode fazer a atualização para o Windows 8 por 29 reais.

 

Fontes e Direitos Autorais: , de Exame.com • Domingo, 21 de outubro de 2012 – 15h02.

Anúncios

Sobre Junior Galvão - MVP

Profissional com vasta experiência na área de Tecnologia da Informação e soluções Microsoft. Graduado no Curso Superior em Gestão da Tecnologia de Sistemas de Informação. Pós-Graduado no Curso de Gestão e Engenharia de Processos para Desenvolvimento de Software com RUP na Faculdade FIAP - Faculdade de Informática e Administração Paulista de São Paulo. Pós-Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação Faculdade - ESAMC Sorocaba. Formação MCDBA Microsoft, autor de artigos acadêmicos e profissionais postados em Revistas, Instituições de Ensino e WebSistes. Meu primeiro contato com tecnologia ocorreu em 1995 após meus pais comprarem nosso primeiro computador, ano em que as portas para este fantástico mundo se abriram. Neste mesmo ano, comecei o de Processamento de Dados, naquele momento a palavra TI não existia, na verdade a Tecnologia da Informação era conhecida como Computação ou Informática, foi assim que tudo começou e desde então não parei mais, continuando nesta longa estrada até hoje. Desde 2001 tenho atuado como Database Administrator - Administrador de Banco de Dados - SQL Server em tarefas de Administração, Gerenciamento, Migração de Servidores e Bancos de Dados, Estratégias de Backup/Restauração, Replicação, LogShipping, Implantação de ERPs que utilizam bancos SQL Server, Desenvolvimento de Funções, Stored Procedure, Triggers. Experiência na Coordenação de Projetos de Alta Disponibilidade de Dados, utilizando Database Mirroring, Replicação Transacional e Merge, Log Shipping. Atualmente trabalho como Administrador de Banco de Dados no FIT - Instituto de Tecnologia da Flextronics, como também, Consultor em Projetos de Tunnig e Performance para clientes, bem como, Professor Titular na Fatec São Roque. Desde 2008 exerço a função de Professor Universitário, para as disciplinas de Banco de Dados, Administração, Modelagem de Banco de Dados, Programação em Banco de Dados, Sistemas Operacionais, Análise e Projetos de Sistemas, entre outras. Possuo titulações e Reconhecimentos: Microsoft MVP, MCC, MSTC e MIE.
Esse post foi publicado em Inovações, Mundo SQL Server, Notícias, Windows, Windows Phone e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s