Windows 8.1 deverá trazer botão Iniciar de volta

São Paulo – A próxima versão do Windows 8, conhecida como Windows Blue, deve ser liberada no segundo semestre. Ela deve trazer de volta o botão Iniciar, além de permitir que os computadores abram diretamente a área de trabalho tradicional ao serem ligados. 

A ausência do botão Iniciar – e do menu associado a ele – é uma das principais reclamações dos usuários do Windows 8. Rumores sobre a volta do botão vêm circulando há alguns dias. Hoje, o noticiário The Verge diz ter confirmado isso com uma fonte familiarizada com os planos da Microsoft.

O botão deverá ter o desenho do logotipo do Windows 8. A má notícia é que, segundo The Verge, não haverá menu Iniciar. Ao que parece, o botão vai levar o usuário à tela inicial, ou seja, à interface nova do Windows 8.

A partida no computador já na interface tradicional deve ser uma opção de configuração do sistema. O modo padrão vai continuar sendo a partida na interface moderna (como a Microsoft gosta de chamá-la) ou Metro (como também ficou conhecida). Mas quem preferir poderá mudar isso.

A Microsoft privilegiou os tablets ao projetar o Windows 8. Inspirada no Windows Phone, a interface Metro é boa para telas sensíveis ao toque. Mas não é tão prática num PC com teclado e mouse. Para muitos usuários, o ideal seria a empresa oferecer dois modos de operação no Windows: tablet e PC.

O primeiro levaria à interface Metro. O segundo faria o computador dar a partida na interface tradicional – com o menu Iniciar, é claro. Mas isso não deve acontecer, já que a Microsoft tende a forçar uma migração gradual para o ambiente novo.

Ela pode até fazer alguma concessão aos usuários, mas vai encontrar uma maneira de obrigá-los a visitar a tela inicial em alguns momentos. Por enquanto, para quem usa um PC, é inviável trabalhar apenas na interface Metro. Muitos aplicativos e componentes do Windows só funcionam no desktop tradicional.

As vendas de PCs despencaram 14%  quando se compara o primeiro trimestre deste ano com o mesmo período do ano passado. Um executivo da Samsung chegou a acusar o Windows 8 de prejudicar as vendas. Para ele, as críticas ao sistema foram tão negativas que deixaram o consumidor sem vontade de comprar um novo PC.

Mas há outros motivos, é claro. Quem tem um notebook com dois anos de uso tem poucos motivos para trocá-lo por um novo. Os consumidores preferem investir em novos tablets e smartphones. Diferentemente do PC, que é um produto maduro, esses dispositivos móveis evoluem velozmente, estimulando trocas mais frequentes.

Nessa situação, é natural que a Microsoft lute para conquistar uma parcela maior do mercado tablets. Por enquanto, a participação do Windows nesse mercado é de apenas 4,7%, segundo o IDC.

Só saberemos com mais certeza se o botão Iniciar vai mesmo voltar em junho ou julho. Até lá, espera-se que vaze alguma versão mais madura do Windows Blue ou que a Microsoft libere uma versão beta do sistema para o público.

Fontes e Direitos Autorais: 

• Segunda-feira, 22 de abril de 2013 – 12h32.

Autor: Junior Galvão - MVP

Profissional com vasta experiência na área de Tecnologia da Informação e soluções Microsoft. Graduado no Curso Superior em Gestão da Tecnologia de Sistemas de Informação pela Uninove - Campus São Roque. Pós-Graduado no Curso de Gestão e Engenharia de Processos para Desenvolvimento de Software com RUP na Faculdade FIAP - Faculdade de Informática e Administração Paulista de São Paulo. Pós-Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação Faculdade - ESAMC Sorocaba. Cursando Mestrado em Ciências da Computação - UFSCar - Campus - Sorocaba. Formação MCDBA Microsoft, autor de artigos acadêmicos e profissionais postados em Revistas, Instituições de Ensino e WebSistes. Meu primeiro contato com tecnologia ocorreu em 1995 após meus pais comprarem nosso primeiro computador, ano em que as portas para este fantástico mundo se abriram. Neste mesmo ano, comecei o de Processamento de Dados, naquele momento a palavra TI não existia, na verdade a Tecnologia da Informação era conhecida como Computação ou Informática, foi assim que tudo começou e desde então não parei mais, continuando nesta longa estrada até hoje. Desde 2001 tenho atuado como Database Administrator - Administrador de Banco de Dados - SQL Server em tarefas de Administração, Gerenciamento, Migração de Servidores e Bancos de Dados, Estratégias de Backup/Restauração, Replicação, LogShipping, Implantação de ERPs que utilizam bancos SQL Server, Desenvolvimento de Funções, Stored Procedure, Triggers. Experiência na Coordenação de Projetos de Alta Disponibilidade de Dados, utilizando Database Mirroring, Replicação Transacional e Merge, Log Shipping, para versões: 2000, 2005, 2008, 2008 R2, 2012 e 2014. Atualmente trabalho como Administrador de Banco de Dados no FIT - Instituto de Tecnologia da Flextronics, como também, Consultor em Projetos de Tunnig e Performance para clientes. Desde 2008 exerço a função de Professor Universitário, para as disciplinas de Banco de Dados, Administração, Modelagem de Banco de Dados, Programação em Banco de Dados, Sistemas Operacionais, Análise e Projetos de Sistemas, entre outras. Possuo titulação Oficial Microsoft MVP - SQL Server renovada desde 2007.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s