Simulando – Desastre e Recuperação de Bancos de Dados – Microsoft SQL Server 2008 R2 e 2012 – Parte III.


Galera, bom dia.

Tudo bem?

Como prometido estou retornando com mais um post da série referente a Simulação de Desastre e Recuperação de Banco de Dados no Microsoft SQL Server 2008, R2 e 2012.

Neste post, vou destacar o uso do aplicativo Hex Editor Neo, utilizado especificamente para realizar o acesso, interpretação e leitura dos Arquivos de Dados que constitui qualquer de Banco de Dados no Microsoft SQL Server. Para saber mais sobre este editor acesse: http://www.hhdsoftware.com/

Você vai aprender e entender como podemos realizar manualmente a quebra de um banco de dados através da alteração da estrutura física e lógica da área alocação de dados no nível mais baixo,  chamada página de dados.

Figura1

Figura 1 – Estrutura do Banco de Dados MyDatabaseDesastre.

 

Ao criarmos uma tabela no Microsoft SQL Server, este objeto é alocado fisicamente em uma área de armazenamento chamada Partition (Partição, conceito que eu apresentei na primeira parte desta séria), organizado de forma lógica por pequenas unidades de armazenamento conhecidas como Allocation_Units.

 

Através das informações que podemos coletar com base na partição que o objeto esta vinculado, podemos encontrar as unidades de alocação em conseqüência identificar a primeira página de dados que este objeto está fisicamente ligado com a estrutura de armazenamento do banco de dados.

 

Para começarmos, vamos utilizar o Código 1 apresentado a seguir:

 

— Código 1 – Identificando as Partitions e Allocation_Units da Tabela Clientes –

 

SELECT P.partition_id,

 

OBJECT_NAME(P.object_id) As ObjectName,

 

U.allocation_unit_id,

 

SU.First_Page,

 

SU.Root_Page,

 

SU.First_IAM_Page

 

From Sys.Partitions As P INNER JOIN Sys.Allocation_Units As U

 

ON P.hobt_id = U.container_id

 

Inner Join Sys.system_internals_allocation_units SU

 

On u.allocation_unit_id = su.allocation_unit_id

 

Where  OBJECT_NAME(P.object_id)  = ‘Clientes’

 

 

 

Ao analisarmos este código, podemos notar que estamos fazendo uma junção entre as System Tables:

 

  • Sys.Partitions: Apresenta a relação de Partições existentes no Banco de Dados conectado.

 

 

 

  • Sys.Allocation_Units: Apresenta a relação de unidades de alocação existente no Banco de Dados conectado.

 

 

 

  • Sys.System_Internals_Allocation_Units: Apresenta a relação de unidades de alocação internas e de sistema existente no Banco de Dados conectado.

 

Dentre o conjunto de colunas retornadas pelo Código 1, devemos nos atentar para a coluna First_Page, é através do valor retornado por esta coluna que podemos identificar o número da página de dados em formato Hexadecimal, no meu exemplo o valor que obtive de retorno foi: 0x990000000100, conforme apresenta a Figura 2.

Figura2

 

Figura 2 – Retorno de dados após a execução do Código 1.

Outra possibilidade para identificar a página de dados de uma tabela é identificar os índices existentes para esta tabela, utilizando a System Table Sys.SysIndexes através da coluna First, conforme apresenta o Código 2 apresentada abaixo:

— Código 2 – Identificando a Página de Dados da Tabela Clientes com base em seus Índices –

SELECT First As ‘Área de Alocação’ FROM sys.sysindexes

Where Id = OBJECT_ID(‘Clientes’)

Podemos observar que teremos o mesmo valor 0x990000000100 retornado para a coluna First após executar o Código 2. Muito bem, já sabemos que o valor referente a página de dados da tabela Clientes é: 0x990000000100.

Acredito que alguns questionamentos após encontrarmos esta informação podem estar surgindo na sua cabeça, como por exemplo:

  1. 1.      O formato do número apresenta algum tipo de significado?

Sim, por padrão o valor retornado em hexadecimal apresenta alguns significados com base em seu conjunto de elementos, onde: 0x990000000100

  • Os quatro primeiros dígitos do valor indicam o número hexadecimal que representa a página de dados, neste caso: 0x99

 

  • Os últimos quatros dígitos identificam o número e arquivo de dados que compõem o banco, neste caso: 0100.

 

  • Os outros dígitos representam áreas de alocação internas utilizadas pelo Banco de Dados para armazenar os dados para esta tabela.

 

  1. 2.      Este valor realmente representa o número da primeira página de dados que a tabela clientes esta vinculada?

 

Na verdade para identificar qual realmente é o número de página de dados que a tabela esta vinculada devemos pegar os quatro primeiros dígitos e converter para um valor Inteiro.

 

O Código 3 apresenta como podemos converter o valor 0x990000000100, para um valor inteiro que representará o valor real da página de dados:

 

— Código 3 – Convertendo o valor Hexadecimal para encontrar a Página de Dados —

Declare @NumPagina Varbinary

 

SELECT @NumPagina=First  FROM Sys.Sysindexes

Where Id = OBJECT_ID(Clientes)

 

Select CONVERT(Int,@NumPagina)

Para o meu exemplo o valor retornado foi 153, sendo assim, o número da página de dados que a table clientes esta vinculada é 153.

 

  1. 3.      Existe algum comando especifico para trabalharmos com página de dados no Microsoft SQL Server?

 

Através do comando DBCC Page encontramos informações sobre ás páginas de dados, sendo este, comando DBCC não documento no Books On-Line.

 

  1. 4.      De que maneira os dados ficam armazenados em uma página de dados?

 

A partir do momento em que os dados são armazenados, os mesmos são distribuídos de forma seqüencial e organizada entre os conjuntos de OffSet existentes em cada página que esta armazenada fisicamente no arquivo de dados, neste caso, no arquivo .MDF. Utilizando o comando DBCC destacado anteriormente, teremos a possibilidade de visualizar os dados.

 

Legal, nosso próximo passo é chegarmos fisicamente até os dados que estão armazenados na página de dados 153, para isso vamos então utilizar o comando DBCC Page que poderá nos retornar os valores.

Por padrão o retorno apresentado por comandos DBCCs não é apresentado no SQL Server, sendo assim, temos que ativar a Trace Flag 3604 responsável em apresentar o retorno de dados para os comandos DBCC, conforme apresenta o Código 4:

— Código 4 – Ativando a Trace Flag 3604 para exibir o resultado do DBCC Page —
DBCC TRACEON(3604)

 

O próximo passo consiste em utilizar o comando DBCC Page para encontrarmos o conjunto de informações da nossa página, conforme apresenta o Código 5.

 

 

— Código 5 – Utilizando o DBCC Page + Número da Página de Dados —

DBCC PAGE (MyDatabaseDesastre, 1, 153, 2)

 

Basicamente este comando, será composto por quatro parâmetros, sendo eles:

  • Nome do Banco de Dados;
  • Número que identifica o arquivo de dados;
  • Número da página de dados;
  • Parâmetro para identificar o formato de retorno dos dados, sendo eles:

 

  • 0 – Exibir o Page Header da página de dados;
  • 1 – Exibir o Page Header com mais detalhes por linha com dumps hexadecimais e array de páginas;
  • 2 – Exibir o Page Header detalhado com todo dump em formato hexadecimal; e
  • 3 – Exibir o Page header mais detalhado para cada linha interpretada.

 

Note que após executar o Código 5, teremos o seguinte Memory Dump: @0x52AAC000

 

 

Memory Dump @0x52AAC000

 

52AAC000:   01010400 00820001 00000000 00000800 †…..‚……….

52AAC010:   00000000 00000d00 1b000000 bb1c6b03 †…………».k.

52AAC020:   99000000 01000000 55000000 10020000 †……..U…….

52AAC030:   01000000 89020000 00000000 aa7fb7d3 †….‰…….ª.·Ó

52AAC040:   00000000 00000000 00000000 00000000 †…………….

52AAC050:   00000000 00000000 00000000 00000000 †…………….

52AAC060:   3c000800 7d000000 03000002 001c0040 †<…}……….@

52AAC070:   00436c69 656e7465 20313235 436c6965 †.Cliente 125Clie

52AAC080:   6e746531 3235406d 79646174 61626173 †nte125@mydatabas

52AAC090:   65646573 61737472 652e6564 752e6272 †edesastre.edu.br

52AAC0A0:   30000800 b3dc0000 03000002 00160037 †0…³Ü………7

52AAC0B0:   00506564 726f5065 64726f47 616c7661 †.PedroPedroGalva

52AAC0C0:   6f404669 742d5465 636e6f6c 6f676961 †o@Fit-Tecnologia

52AAC0D0:   2e6f7267 2e627230 000800b4 dc000003 †.org.br0…´Ü…

52AAC0E0:   00000200 16003700 50656472 6f506564 †……7.PedroPed

52AAC0F0:   726f4761 6c76616f 40466974 2d546563 †roGalvao@Fit-Tec

52AAC100:   6e6f6c6f 6769612e 6f72672e 62723000 †nologia.org.br0.

52AAC110:   0800b5dc 00000300 00020016 00370050 †..µÜ………7.P

52AAC120:   6564726f 50656472 6f47616c 76616f40 †edroPedroGalvao@

52AAC130:   4669742d 5465636e 6f6c6f67 69612e6f †Fit-Tecnologia.o

52AAC140:   72672e62 72300008 00b6dc00 00030000 †rg.br0…¶Ü…..

52AAC150:   02001600 37005065 64726f50 6564726f †….7.PedroPedro

52AAC160:   47616c76 616f4046 69742d54 65636e6f †Galvao@Fit-Tecno

52AAC170:   6c6f6769 612e6f72 672e6272 30000800 †logia.org.br0…

52AAC180:   b7dc0000 03000002 00160037 00506564 †·Ü………7.Ped

52AAC190:   726f5065 64726f47 616c7661 6f404669 †roPedroGalvao@Fi

52AAC1A0:   742d5465 636e6f6c 6f676961 2e6f7267 †t-Tecnologia.org

52AAC1B0:   2e627230 000800b8 dc000003 00000200 †.br0…¸Ü…….

52AAC1C0:   16003700 50656472 6f506564 726f4761 †..7.PedroPedroGa

52AAC1D0:   6c76616f 40466974 2d546563 6e6f6c6f †lvao@Fit-Tecnolo

52AAC1E0:   6769612e 6f72672e 62723000 0800b9dc †gia.org.br0…¹Ü

52AAC1F0:   00000300 00020016 00370050 6564726f †………7.Pedro

52AAC200:   50656472 6f47616c 76616f40 4669742d †PedroGalvao@Fit-

52AAC210:   5465636e 6f6c6f67 69612e6f 72672e62 †Tecnologia.org.b

52AAC220:   72300008 00badc00 00030000 02001600 †r0…ºÜ………

52AAC230:   37005065 64726f50 6564726f 47616c76 †7.PedroPedroGalv

52AAC240:   616f4046 69742d54 65636e6f 6c6f6769 †ao@Fit-Tecnologi

52AAC250:   612e6f72 672e6272 30000800 bbdc0000 †a.org.br0…»Ü..

52AAC260:   03000002 00160037 00506564 726f5065 †…….7.PedroPe

52AAC270:   64726f47 616c7661 6f404669 742d5465 †droGalvao@Fit-Te

52AAC280:   636e6f6c 6f676961 2e6f7267 2e627230 †cnologia.org.br0

52AAC290:   000800bc dc000003 00000200 16003700 †…¼Ü………7.

52AAC2A0:   50656472 6f506564 726f4761 6c76616f †PedroPedroGalvao

52AAC2B0:   40466974 2d546563 6e6f6c6f 6769612e †@Fit-Tecnologia.

52AAC2C0:   6f72672e 62723000 0800bddc 00000300 †org.br0…½Ü….

52AAC2D0:   00020016 00370050 6564726f 50656472 †…..7.PedroPedr

52AAC2E0:   6f47616c 76616f40 4669742d 5465636e †oGalvao@Fit-Tecn

52AAC2F0:   6f6c6f67 69612e6f 72672e62 72300008 †ologia.org.br0..

52AAC300:   00bedc00 00030000 02001600 37005065 †.¾Ü………7.Pe

52AAC310:   64726f50 6564726f 47616c76 616f4046 †droPedroGalvao@F

52AAC320:   69742d54 65636e6f 6c6f6769 612e6f72 †it-Tecnologia.or

52AAC330:   672e6272 30000800 bfdc0000 03000002 †g.br0…¿Ü……

52AAC340:   00160037 00506564 726f5065 64726f47 †…7.PedroPedroG

52AAC350:   616c7661 6f404669 742d5465 636e6f6c †alvao@Fit-Tecnol

52AAC360:   6f676961 2e6f7267 2e627200 002e6564 †ogia.org.br…ed

52AAC370:   752e6272 3c000800 0e000000 03000002 †u.br<………..

52AAC380:   001b003e 00436c69 656e7465 20313443 †…>.Cliente 14C

52AAC390:   6c69656e 74653134 406d7964 61746162 †liente14@mydatab

52AAC3A0:   61736564 65736173 7472652e 6564752e †asedesastre.edu.

52AAC3B0:   62723c00 08000f00 00000300 0002001b †br<………….

52AAC3C0:   003e0043 6c69656e 74652031 35436c69 †.>.Cliente 15Cli

52AAC3D0:   656e7465 3135406d 79646174 61626173 †ente15@mydatabas

52AAC3E0:   65646573 61737472 652e6564 752e6272 †edesastre.edu.br

52AAC3F0:   3c000800 10000000 03000002 001b003e †<…………..>

52AAC400:   00436c69 656e7465 20313643 6c69656e †.Cliente 16Clien

52AAC410:   74653136 406d7964 61746162 61736564 †te16@mydatabased

52AAC420:   65736173 7472652e 6564752e 62723c00 †esastre.edu.br<.

52AAC430:   08001100 00000300 0002001b 003e0043 †………….>.C

52AAC440:   6c69656e 74652031 37436c69 656e7465 †liente 17Cliente

52AAC450:   3137406d 79646174 61626173 65646573 †17@mydatabasedes

52AAC460:   61737472 652e6564 752e6272 3c000800 †astre.edu.br<…

52AAC470:   12000000 03000002 001b003e 00436c69 †………..>.Cli

52AAC480:   656e7465 20313843 6c69656e 74653138 †ente 18Cliente18

52AAC490:   406d7964 61746162 61736564 65736173 †@mydatabasedesas

52AAC4A0:   7472652e 6564752e 62723c00 08001300 †tre.edu.br<…..

52AAC4B0:   00000300 0002001b 003e0043 6c69656e †………>.Clien

52AAC4C0:   74652031 39436c69 656e7465 3139406d †te 19Cliente19@m

52AAC4D0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AAC4E0:   652e6564 752e6272 3c000800 14000000 †e.edu.br<…….

52AAC4F0:   03000002 001b003e 00436c69 656e7465 †…….>.Cliente

52AAC500:   20323043 6c69656e 74653230 406d7964 † 20Cliente20@myd

52AAC510:   61746162 61736564 65736173 7472652e †atabasedesastre.

52AAC520:   6564752e 62723c00 08001500 00000300 †edu.br<………

52AAC530:   0002001b 003e0043 6c69656e 74652032 †…..>.Cliente 2

52AAC540:   31436c69 656e7465 3231406d 79646174 †1Cliente21@mydat

52AAC550:   61626173 65646573 61737472 652e6564 †abasedesastre.ed

52AAC560:   752e6272 3c000800 16000000 03000002 †u.br<………..

52AAC570:   001b003e 00436c69 656e7465 20323243 †…>.Cliente 22C

52AAC580:   6c69656e 74653232 406d7964 61746162 †liente22@mydatab

52AAC590:   61736564 65736173 7472652e 6564752e †asedesastre.edu.

52AAC5A0:   62723c00 08001700 00000300 0002001b †br<………….

52AAC5B0:   003e0043 6c69656e 74652032 33436c69 †.>.Cliente 23Cli

52AAC5C0:   656e7465 3233406d 79646174 61626173 †ente23@mydatabas

52AAC5D0:   65646573 61737472 652e6564 752e6272 †edesastre.edu.br

52AAC5E0:   3c000800 18000000 03000002 001b003e †<…………..>

52AAC5F0:   00436c69 656e7465 20323443 6c69656e †.Cliente 24Clien

52AAC600:   74653234 406d7964 61746162 61736564 †te24@mydatabased

52AAC610:   65736173 7472652e 6564752e 62723c00 †esastre.edu.br<.

52AAC620:   08001900 00000300 0002001b 003e0043 †………….>.C

52AAC630:   6c69656e 74652032 35436c69 656e7465 †liente 25Cliente

52AAC640:   3235406d 79646174 61626173 65646573 †25@mydatabasedes

52AAC650:   61737472 652e6564 752e6272 3c000800 †astre.edu.br<…

52AAC660:   1a000000 03000002 001b003e 00436c69 †………..>.Cli

52AAC670:   656e7465 20323643 6c69656e 74653236 †ente 26Cliente26

52AAC680:   406d7964 61746162 61736564 65736173 †@mydatabasedesas

52AAC690:   7472652e 6564752e 62723c00 08001b00 †tre.edu.br<…..

52AAC6A0:   00000300 0002001b 003e0043 6c69656e †………>.Clien

52AAC6B0:   74652032 37436c69 656e7465 3237406d †te 27Cliente27@m

52AAC6C0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AAC6D0:   652e6564 752e6272 3c000800 1c000000 †e.edu.br<…….

52AAC6E0:   03000002 001b003e 00436c69 656e7465 †…….>.Cliente

52AAC6F0:   20323843 6c69656e 74653238 406d7964 † 28Cliente28@myd

52AAC700:   61746162 61736564 65736173 7472652e †atabasedesastre.

52AAC710:   6564752e 62723c00 08001d00 00000300 †edu.br<………

52AAC720:   0002001b 003e0043 6c69656e 74652032 †…..>.Cliente 2

52AAC730:   39436c69 656e7465 3239406d 79646174 †9Cliente29@mydat

52AAC740:   61626173 65646573 61737472 652e6564 †abasedesastre.ed

52AAC750:   752e6272 3c000800 1e000000 03000002 †u.br<………..

52AAC760:   001b003e 00436c69 656e7465 20333043 †…>.Cliente 30C

52AAC770:   6c69656e 74653330 406d7964 61746162 †liente30@mydatab

52AAC780:   61736564 65736173 7472652e 6564752e †asedesastre.edu.

52AAC790:   62723c00 08001f00 00000300 0002001b †br<………….

52AAC7A0:   003e0043 6c69656e 74652033 31436c69 †.>.Cliente 31Cli

52AAC7B0:   656e7465 3331406d 79646174 61626173 †ente31@mydatabas

52AAC7C0:   65646573 61737472 652e6564 752e6272 †edesastre.edu.br

52AAC7D0:   3c000800 20000000 03000002 001b003e †<… ……….>

52AAC7E0:   00436c69 656e7465 20333243 6c69656e †.Cliente 32Clien

52AAC7F0:   74653332 406d7964 61746162 61736564 †te32@mydatabased

52AAC800:   65736173 7472652e 6564752e 62723c00 †esastre.edu.br<.

52AAC810:   08002100 00000300 0002001b 003e0043 †..!……….>.C

52AAC820:   6c69656e 74652033 33436c69 656e7465 †liente 33Cliente

52AAC830:   3333406d 79646174 61626173 65646573 †33@mydatabasedes

52AAC840:   61737472 652e6564 752e6272 3c000800 †astre.edu.br<…

52AAC850:   22000000 03000002 001b003e 00436c69 †”……….>.Cli

52AAC860:   656e7465 20333443 6c69656e 74653334 †ente 34Cliente34

52AAC870:   406d7964 61746162 61736564 65736173 †@mydatabasedesas

52AAC880:   7472652e 6564752e 62723c00 08002300 †tre.edu.br<…#.

52AAC890:   00000300 0002001b 003e0043 6c69656e †………>.Clien

52AAC8A0:   74652033 35436c69 656e7465 3335406d †te 35Cliente35@m

52AAC8B0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AAC8C0:   652e6564 752e6272 3c000800 24000000 †e.edu.br<…$…

52AAC8D0:   03000002 001b003e 00436c69 656e7465 †…….>.Cliente

52AAC8E0:   20333643 6c69656e 74653336 406d7964 † 36Cliente36@myd

52AAC8F0:   61746162 61736564 65736173 7472652e †atabasedesastre.

52AAC900:   6564752e 62723c00 08002500 00000300 †edu.br<…%…..

52AAC910:   0002001b 003e0043 6c69656e 74652033 †…..>.Cliente 3

52AAC920:   37436c69 656e7465 3337406d 79646174 †7Cliente37@mydat

52AAC930:   61626173 65646573 61737472 652e6564 †abasedesastre.ed

52AAC940:   752e6272 3c000800 26000000 03000002 †u.br<…&…….

52AAC950:   001b003e 00436c69 656e7465 20333843 †…>.Cliente 38C

52AAC960:   6c69656e 74653338 406d7964 61746162 †liente38@mydatab

52AAC970:   61736564 65736173 7472652e 6564752e †asedesastre.edu.

52AAC980:   62723c00 08002700 00000300 0002001b †br<…’………

52AAC990:   003e0043 6c69656e 74652033 39436c69 †.>.Cliente 39Cli

52AAC9A0:   656e7465 3339406d 79646174 61626173 †ente39@mydatabas

52AAC9B0:   65646573 61737472 652e6564 752e6272 †edesastre.edu.br

52AAC9C0:   3c000800 28000000 03000002 001b003e †<…(……….>

52AAC9D0:   00436c69 656e7465 20343043 6c69656e †.Cliente 40Clien

52AAC9E0:   74653430 406d7964 61746162 61736564 †te40@mydatabased

52AAC9F0:   65736173 7472652e 6564752e 62723c00 †esastre.edu.br<.

52AACA00:   08002900 00000300 0002001b 003e0043 †..)……….>.C

52AACA10:   6c69656e 74652034 31436c69 656e7465 †liente 41Cliente

52AACA20:   3431406d 79646174 61626173 65646573 †41@mydatabasedes

52AACA30:   61737472 652e6564 752e6272 3c000800 †astre.edu.br<…

52AACA40:   2a000000 03000002 001b003e 00436c69 †*……….>.Cli

52AACA50:   656e7465 20343243 6c69656e 74653432 †ente 42Cliente42

52AACA60:   406d7964 61746162 61736564 65736173 †@mydatabasedesas

52AACA70:   7472652e 6564752e 62723c00 08002b00 †tre.edu.br<…+.

52AACA80:   00000300 0002001b 003e0043 6c69656e †………>.Clien

52AACA90:   74652034 33436c69 656e7465 3433406d †te 43Cliente43@m

52AACAA0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AACAB0:   652e6564 752e6272 3c000800 2c000000 †e.edu.br<…,…

52AACAC0:   03000002 001b003e 00436c69 656e7465 †…….>.Cliente

52AACAD0:   20343443 6c69656e 74653434 406d7964 † 44Cliente44@myd

52AACAE0:   61746162 61736564 65736173 7472652e †atabasedesastre.

52AACAF0:   6564752e 62723c00 08002d00 00000300 †edu.br<…-…..

52AACB00:   0002001b 003e0043 6c69656e 74652034 †…..>.Cliente 4

52AACB10:   35436c69 656e7465 3435406d 79646174 †5Cliente45@mydat

52AACB20:   61626173 65646573 61737472 652e6564 †abasedesastre.ed

52AACB30:   752e6272 3c000800 2e000000 03000002 †u.br<………..

52AACB40:   001b003e 00436c69 656e7465 20343643 †…>.Cliente 46C

52AACB50:   6c69656e 74653436 406d7964 61746162 †liente46@mydatab

52AACB60:   61736564 65736173 7472652e 6564752e †asedesastre.edu.

52AACB70:   62723c00 08002f00 00000300 0002001b †br<…/………

52AACB80:   003e0043 6c69656e 74652034 37436c69 †.>.Cliente 47Cli

52AACB90:   656e7465 3437406d 79646174 61626173 †ente47@mydatabas

52AACBA0:   65646573 61737472 652e6564 752e6272 †edesastre.edu.br

52AACBB0:   3c000800 30000000 03000002 001b003e †<…0……….>

52AACBC0:   00436c69 656e7465 20343843 6c69656e †.Cliente 48Clien

52AACBD0:   74653438 406d7964 61746162 61736564 †te48@mydatabased

52AACBE0:   65736173 7472652e 6564752e 62723c00 †esastre.edu.br<.

52AACBF0:   08003100 00000300 0002001b 003e0043 †..1……….>.C

52AACC00:   6c69656e 74652034 39436c69 656e7465 †liente 49Cliente

52AACC10:   3439406d 79646174 61626173 65646573 †49@mydatabasedes

52AACC20:   61737472 652e6564 752e6272 3c000800 †astre.edu.br<…

52AACC30:   32000000 03000002 001b003e 00436c69 †2……….>.Cli

52AACC40:   656e7465 20353043 6c69656e 74653530 †ente 50Cliente50

52AACC50:   406d7964 61746162 61736564 65736173 †@mydatabasedesas

52AACC60:   7472652e 6564752e 62723c00 08003300 †tre.edu.br<…3.

52AACC70:   00000300 0002001b 003e0043 6c69656e †………>.Clien

52AACC80:   74652035 31436c69 656e7465 3531406d †te 51Cliente51@m

52AACC90:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AACCA0:   652e6564 752e6272 3c000800 34000000 †e.edu.br<…4…

52AACCB0:   03000002 001b003e 00436c69 656e7465 †…….>.Cliente

52AACCC0:   20353243 6c69656e 74653532 406d7964 † 52Cliente52@myd

52AACCD0:   61746162 61736564 65736173 7472652e †atabasedesastre.

52AACCE0:   6564752e 62723c00 08003500 00000300 †edu.br<…5…..

52AACCF0:   0002001b 003e0043 6c69656e 74652035 †…..>.Cliente 5

52AACD00:   33436c69 656e7465 3533406d 79646174 †3Cliente53@mydat

52AACD10:   61626173 65646573 61737472 652e6564 †abasedesastre.ed

52AACD20:   752e6272 3c000800 36000000 03000002 †u.br<…6…….

52AACD30:   001b003e 00436c69 656e7465 20353443 †…>.Cliente 54C

52AACD40:   6c69656e 74653534 406d7964 61746162 †liente54@mydatab

52AACD50:   61736564 65736173 7472652e 6564752e †asedesastre.edu.

52AACD60:   62723c00 08003700 00000300 0002001b †br<…7………

52AACD70:   003e0043 6c69656e 74652035 35436c69 †.>.Cliente 55Cli

52AACD80:   656e7465 3535406d 79646174 61626173 †ente55@mydatabas

52AACD90:   65646573 61737472 652e6564 752e6272 †edesastre.edu.br

52AACDA0:   3c000800 38000000 03000002 001b003e †<…8……….>

52AACDB0:   00436c69 656e7465 20353643 6c69656e †.Cliente 56Clien

52AACDC0:   74653536 406d7964 61746162 61736564 †te56@mydatabased

52AACDD0:   65736173 7472652e 6564752e 62723c00 †esastre.edu.br<.

52AACDE0:   08003900 00000300 0002001b 003e0043 †..9……….>.C

52AACDF0:   6c69656e 74652035 37436c69 656e7465 †liente 57Cliente

52AACE00:   3537406d 79646174 61626173 65646573 †57@mydatabasedes

52AACE10:   61737472 652e6564 752e6272 3c000800 †astre.edu.br<…

52AACE20:   3a000000 03000002 001b003e 00436c69 †:……….>.Cli

52AACE30:   656e7465 20353843 6c69656e 74653538 †ente 58Cliente58

52AACE40:   406d7964 61746162 61736564 65736173 †@mydatabasedesas

52AACE50:   7472652e 6564752e 62723c00 08003b00 †tre.edu.br<…;.

52AACE60:   00000300 0002001b 003e0043 6c69656e †………>.Clien

52AACE70:   74652035 39436c69 656e7465 3539406d †te 59Cliente59@m

52AACE80:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AACE90:   652e6564 752e6272 3c000800 3c000000 †e.edu.br<…<…

52AACEA0:   03000002 001b003e 00436c69 656e7465 †…….>.Cliente

52AACEB0:   20363043 6c69656e 74653630 406d7964 † 60Cliente60@myd

52AACEC0:   61746162 61736564 65736173 7472652e †atabasedesastre.

52AACED0:   6564752e 62723c00 08003d00 00000300 †edu.br<…=…..

52AACEE0:   0002001b 003e0043 6c69656e 74652036 †…..>.Cliente 6

52AACEF0:   31436c69 656e7465 3631406d 79646174 †1Cliente61@mydat

52AACF00:   61626173 65646573 61737472 652e6564 †abasedesastre.ed

52AACF10:   752e6272 3c000800 3e000000 03000002 †u.br<…>…….

52AACF20:   001b003e 00436c69 656e7465 20363243 †…>.Cliente 62C

52AACF30:   6c69656e 74653632 406d7964 61746162 †liente62@mydatab

52AACF40:   61736564 65736173 7472652e 6564752e †asedesastre.edu.

52AACF50:   62723c00 08003f00 00000300 0002001b †br<…?………

52AACF60:   003e0043 6c69656e 74652036 33436c69 †.>.Cliente 63Cli

52AACF70:   656e7465 3633406d 79646174 61626173 †ente63@mydatabas

52AACF80:   65646573 61737472 652e6564 752e6272 †edesastre.edu.br

52AACF90:   3c000800 40000000 03000002 001b003e †<…@……….>

52AACFA0:   00436c69 656e7465 20363443 6c69656e †.Cliente 64Clien

52AACFB0:   74653634 406d7964 61746162 61736564 †te64@mydatabased

52AACFC0:   65736173 7472652e 6564752e 62723c00 †esastre.edu.br<.

52AACFD0:   08004100 00000300 0002001b 003e0043 †..A……….>.C

52AACFE0:   6c69656e 74652036 35436c69 656e7465 †liente 65Cliente

52AACFF0:   3635406d 79646174 61626173 65646573 †65@mydatabasedes

52AAD000:   61737472 652e6564 752e6272 3c000800 †astre.edu.br<…

52AAD010:   42000000 03000002 001b003e 00436c69 †B……….>.Cli

52AAD020:   656e7465 20363643 6c69656e 74653636 †ente 66Cliente66

52AAD030:   406d7964 61746162 61736564 65736173 †@mydatabasedesas

52AAD040:   7472652e 6564752e 62723c00 08004300 †tre.edu.br<…C.

52AAD050:   00000300 0002001b 003e0043 6c69656e †………>.Clien

52AAD060:   74652036 37436c69 656e7465 3637406d †te 67Cliente67@m

52AAD070:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AAD080:   652e6564 752e6272 3c000800 44000000 †e.edu.br<…D…

52AAD090:   03000002 001b003e 00436c69 656e7465 †…….>.Cliente

52AAD0A0:   20363843 6c69656e 74653638 406d7964 † 68Cliente68@myd

52AAD0B0:   61746162 61736564 65736173 7472652e †atabasedesastre.

52AAD0C0:   6564752e 62723c00 08004500 00000300 †edu.br<…E…..

52AAD0D0:   0002001b 003e0043 6c69656e 74652036 †…..>.Cliente 6

52AAD0E0:   39436c69 656e7465 3639406d 79646174 †9Cliente69@mydat

52AAD0F0:   61626173 65646573 61737472 652e6564 †abasedesastre.ed

52AAD100:   752e6272 3c000800 46000000 03000002 †u.br<…F…….

52AAD110:   001b003e 00436c69 656e7465 20373043 †…>.Cliente 70C

52AAD120:   6c69656e 74653730 406d7964 61746162 †liente70@mydatab

52AAD130:   61736564 65736173 7472652e 6564752e †asedesastre.edu.

52AAD140:   62723c00 08004700 00000300 0002001b †br<…G………

52AAD150:   003e0043 6c69656e 74652037 31436c69 †.>.Cliente 71Cli

52AAD160:   656e7465 3731406d 79646174 61626173 †ente71@mydatabas

52AAD170:   65646573 61737472 652e6564 752e6272 †edesastre.edu.br

52AAD180:   3c000800 48000000 03000002 001b003e †<…H……….>

52AAD190:   00436c69 656e7465 20373243 6c69656e †.Cliente 72Clien

52AAD1A0:   74653732 406d7964 61746162 61736564 †te72@mydatabased

52AAD1B0:   65736173 7472652e 6564752e 62723c00 †esastre.edu.br<.

52AAD1C0:   08004900 00000300 0002001b 003e0043 †..I……….>.C

52AAD1D0:   6c69656e 74652037 33436c69 656e7465 †liente 73Cliente

52AAD1E0:   3733406d 79646174 61626173 65646573 †73@mydatabasedes

52AAD1F0:   61737472 652e6564 752e6272 3c000800 †astre.edu.br<…

52AAD200:   4a000000 03000002 001b003e 00436c69 †J……….>.Cli

52AAD210:   656e7465 20373443 6c69656e 74653734 †ente 74Cliente74

52AAD220:   406d7964 61746162 61736564 65736173 †@mydatabasedesas

52AAD230:   7472652e 6564752e 62723c00 08004b00 †tre.edu.br<…K.

52AAD240:   00000300 0002001b 003e0043 6c69656e †………>.Clien

52AAD250:   74652037 35436c69 656e7465 3735406d †te 75Cliente75@m

52AAD260:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AAD270:   652e6564 752e6272 3c000800 4c000000 †e.edu.br<…L…

52AAD280:   03000002 001b003e 00436c69 656e7465 †…….>.Cliente

52AAD290:   20373643 6c69656e 74653736 406d7964 † 76Cliente76@myd

52AAD2A0:   61746162 61736564 65736173 7472652e †atabasedesastre.

52AAD2B0:   6564752e 62723c00 08004d00 00000300 †edu.br<…M…..

52AAD2C0:   0002001b 003e0043 6c69656e 74652037 †…..>.Cliente 7

52AAD2D0:   37436c69 656e7465 3737406d 79646174 †7Cliente77@mydat

52AAD2E0:   61626173 65646573 61737472 652e6564 †abasedesastre.ed

52AAD2F0:   752e6272 3c000800 4e000000 03000002 †u.br<…N…….

52AAD300:   001b003e 00436c69 656e7465 20373843 †…>.Cliente 78C

52AAD310:   6c69656e 74653738 406d7964 61746162 †liente78@mydatab

52AAD320:   61736564 65736173 7472652e 6564752e †asedesastre.edu.

52AAD330:   62723c00 08004f00 00000300 0002001b †br<…O………

52AAD340:   003e0043 6c69656e 74652037 39436c69 †.>.Cliente 79Cli

52AAD350:   656e7465 3739406d 79646174 61626173 †ente79@mydatabas

52AAD360:   65646573 61737472 652e6564 752e6272 †edesastre.edu.br

52AAD370:   3c000800 50000000 03000002 001b003e †<…P……….>

52AAD380:   00436c69 656e7465 20383043 6c69656e †.Cliente 80Clien

52AAD390:   74653830 406d7964 61746162 61736564 †te80@mydatabased

52AAD3A0:   65736173 7472652e 6564752e 62723c00 †esastre.edu.br<.

52AAD3B0:   08005100 00000300 0002001b 003e0043 †..Q……….>.C

52AAD3C0:   6c69656e 74652038 31436c69 656e7465 †liente 81Cliente

52AAD3D0:   3831406d 79646174 61626173 65646573 †81@mydatabasedes

52AAD3E0:   61737472 652e6564 752e6272 3c000800 †astre.edu.br<…

52AAD3F0:   52000000 03000002 001b003e 00436c69 †R……….>.Cli

52AAD400:   656e7465 20383243 6c69656e 74653832 †ente 82Cliente82

52AAD410:   406d7964 61746162 61736564 65736173 †@mydatabasedesas

52AAD420:   7472652e 6564752e 62723c00 08005300 †tre.edu.br<…S.

52AAD430:   00000300 0002001b 003e0043 6c69656e †………>.Clien

52AAD440:   74652038 33436c69 656e7465 3833406d †te 83Cliente83@m

52AAD450:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AAD460:   652e6564 752e6272 3c000800 54000000 †e.edu.br<…T…

52AAD470:   03000002 001b003e 00436c69 656e7465 †…….>.Cliente

52AAD480:   20383443 6c69656e 74653834 406d7964 † 84Cliente84@myd

52AAD490:   61746162 61736564 65736173 7472652e †atabasedesastre.

52AAD4A0:   6564752e 62723c00 08005500 00000300 †edu.br<…U…..

52AAD4B0:   0002001b 003e0043 6c69656e 74652038 †…..>.Cliente 8

52AAD4C0:   35436c69 656e7465 3835406d 79646174 †5Cliente85@mydat

52AAD4D0:   61626173 65646573 61737472 652e6564 †abasedesastre.ed

52AAD4E0:   752e6272 3c000800 56000000 03000002 †u.br<…V…….

52AAD4F0:   001b003e 00436c69 656e7465 20383643 †…>.Cliente 86C

52AAD500:   6c69656e 74653836 406d7964 61746162 †liente86@mydatab

52AAD510:   61736564 65736173 7472652e 6564752e †asedesastre.edu.

52AAD520:   62723c00 08005700 00000300 0002001b †br<…W………

52AAD530:   003e0043 6c69656e 74652038 37436c69 †.>.Cliente 87Cli

52AAD540:   656e7465 3837406d 79646174 61626173 †ente87@mydatabas

52AAD550:   65646573 61737472 652e6564 752e6272 †edesastre.edu.br

52AAD560:   3c000800 58000000 03000002 001b003e †<…X……….>

52AAD570:   00436c69 656e7465 20383843 6c69656e †.Cliente 88Clien

52AAD580:   74653838 406d7964 61746162 61736564 †te88@mydatabased

52AAD590:   65736173 7472652e 6564752e 62723c00 †esastre.edu.br<.

52AAD5A0:   08005900 00000300 0002001b 003e0043 †..Y……….>.C

52AAD5B0:   6c69656e 74652038 39436c69 656e7465 †liente 89Cliente

52AAD5C0:   3839406d 79646174 61626173 65646573 †89@mydatabasedes

52AAD5D0:   61737472 652e6564 752e6272 3c000800 †astre.edu.br<…

52AAD5E0:   5a000000 03000002 001b003e 00436c69 †Z……….>.Cli

52AAD5F0:   656e7465 20393043 6c69656e 74653930 †ente 90Cliente90

52AAD600:   406d7964 61746162 61736564 65736173 †@mydatabasedesas

52AAD610:   7472652e 6564752e 62723c00 08005b00 †tre.edu.br<…[.

52AAD620:   00000300 0002001b 003e0043 6c69656e †………>.Clien

52AAD630:   74652039 31436c69 656e7465 3931406d †te 91Cliente91@m

52AAD640:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AAD650:   652e6564 752e6272 3c000800 5c000000 †e.edu.br<…\…

52AAD660:   03000002 001b003e 00436c69 656e7465 †…….>.Cliente

52AAD670:   20393243 6c69656e 74653932 406d7964 † 92Cliente92@myd

52AAD680:   61746162 61736564 65736173 7472652e †atabasedesastre.

52AAD690:   6564752e 62723c00 08005d00 00000300 †edu.br<…]…..

52AAD6A0:   0002001b 003e0043 6c69656e 74652039 †…..>.Cliente 9

52AAD6B0:   33436c69 656e7465 3933406d 79646174 †3Cliente93@mydat

52AAD6C0:   61626173 65646573 61737472 652e6564 †abasedesastre.ed

52AAD6D0:   752e6272 3c000800 5e000000 03000002 †u.br<…^…….

52AAD6E0:   001b003e 00436c69 656e7465 20393443 †…>.Cliente 94C

52AAD6F0:   6c69656e 74653934 406d7964 61746162 †liente94@mydatab

52AAD700:   61736564 65736173 7472652e 6564752e †asedesastre.edu.

52AAD710:   62723c00 08005f00 00000300 0002001b †br<…_………

52AAD720:   003e0043 6c69656e 74652039 35436c69 †.>.Cliente 95Cli

52AAD730:   656e7465 3935406d 79646174 61626173 †ente95@mydatabas

52AAD740:   65646573 61737472 652e6564 752e6272 †edesastre.edu.br

52AAD750:   3c000800 60000000 03000002 001b003e †<…`……….>

52AAD760:   00436c69 656e7465 20393643 6c69656e †.Cliente 96Clien

52AAD770:   74653936 406d7964 61746162 61736564 †te96@mydatabased

52AAD780:   65736173 7472652e 6564752e 62723c00 †esastre.edu.br<.

52AAD790:   08006100 00000300 0002001b 003e0043 †..a……….>.C

52AAD7A0:   6c69656e 74652039 37436c69 656e7465 †liente 97Cliente

52AAD7B0:   3937406d 79646174 61626173 65646573 †97@mydatabasedes

52AAD7C0:   61737472 652e6564 752e6272 3c000800 †astre.edu.br<…

52AAD7D0:   62000000 03000002 001b003e 00436c69 †b……….>.Cli

52AAD7E0:   656e7465 20393843 6c69656e 74653938 †ente 98Cliente98

52AAD7F0:   406d7964 61746162 61736564 65736173 †@mydatabasedesas

52AAD800:   7472652e 6564752e 62723c00 08006300 †tre.edu.br<…c.

52AAD810:   00000300 0002001b 003e0043 6c69656e †………>.Clien

52AAD820:   74652039 39436c69 656e7465 3939406d †te 99Cliente99@m

52AAD830:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AAD840:   652e6564 752e6272 3c000800 64000000 †e.edu.br<…d…

52AAD850:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AAD860:   20313030 436c6965 6e746531 3030406d † 100Cliente100@m

52AAD870:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AAD880:   652e6564 752e6272 3c000800 65000000 †e.edu.br<…e…

52AAD890:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AAD8A0:   20313031 436c6965 6e746531 3031406d † 101Cliente101@m

52AAD8B0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AAD8C0:   652e6564 752e6272 3c000800 66000000 †e.edu.br<…f…

52AAD8D0:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AAD8E0:   20313032 436c6965 6e746531 3032406d † 102Cliente102@m

52AAD8F0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AAD900:   652e6564 752e6272 3c000800 67000000 †e.edu.br<…g…

52AAD910:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AAD920:   20313033 436c6965 6e746531 3033406d † 103Cliente103@m

52AAD930:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AAD940:   652e6564 752e6272 3c000800 68000000 †e.edu.br<…h…

52AAD950:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AAD960:   20313034 436c6965 6e746531 3034406d † 104Cliente104@m

52AAD970:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AAD980:   652e6564 752e6272 3c000800 69000000 †e.edu.br<…i…

52AAD990:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AAD9A0:   20313035 436c6965 6e746531 3035406d † 105Cliente105@m

52AAD9B0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AAD9C0:   652e6564 752e6272 3c000800 6a000000 †e.edu.br<…j…

52AAD9D0:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AAD9E0:   20313036 436c6965 6e746531 3036406d † 106Cliente106@m

52AAD9F0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADA00:   652e6564 752e6272 3c000800 6b000000 †e.edu.br<…k…

52AADA10:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADA20:   20313037 436c6965 6e746531 3037406d † 107Cliente107@m

52AADA30:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADA40:   652e6564 752e6272 3c000800 6c000000 †e.edu.br<…l…

52AADA50:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADA60:   20313038 436c6965 6e746531 3038406d † 108Cliente108@m

52AADA70:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADA80:   652e6564 752e6272 3c000800 6d000000 †e.edu.br<…m…

52AADA90:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADAA0:   20313039 436c6965 6e746531 3039406d † 109Cliente109@m

52AADAB0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADAC0:   652e6564 752e6272 3c000800 6e000000 †e.edu.br<…n…

52AADAD0:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADAE0:   20313130 436c6965 6e746531 3130406d † 110Cliente110@m

52AADAF0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADB00:   652e6564 752e6272 3c000800 6f000000 †e.edu.br<…o…

52AADB10:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADB20:   20313131 436c6965 6e746531 3131406d † 111Cliente111@m

52AADB30:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADB40:   652e6564 752e6272 3c000800 70000000 †e.edu.br<…p…

52AADB50:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADB60:   20313132 436c6965 6e746531 3132406d † 112Cliente112@m

52AADB70:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADB80:   652e6564 752e6272 3c000800 71000000 †e.edu.br<…q…

52AADB90:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADBA0:   20313133 436c6965 6e746531 3133406d † 113Cliente113@m

52AADBB0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADBC0:   652e6564 752e6272 3c000800 72000000 †e.edu.br<…r…

52AADBD0:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADBE0:   20313134 436c6965 6e746531 3134406d † 114Cliente114@m

52AADBF0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADC00:   652e6564 752e6272 3c000800 73000000 †e.edu.br<…s…

52AADC10:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADC20:   20313135 436c6965 6e746531 3135406d † 115Cliente115@m

52AADC30:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADC40:   652e6564 752e6272 3c000800 74000000 †e.edu.br<…t…

52AADC50:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADC60:   20313136 436c6965 6e746531 3136406d † 116Cliente116@m

52AADC70:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADC80:   652e6564 752e6272 3c000800 75000000 †e.edu.br<…u…

52AADC90:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADCA0:   20313137 436c6965 6e746531 3137406d † 117Cliente117@m

52AADCB0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADCC0:   652e6564 752e6272 3c000800 76000000 †e.edu.br<…v…

52AADCD0:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADCE0:   20313138 436c6965 6e746531 3138406d † 118Cliente118@m

52AADCF0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADD00:   652e6564 752e6272 3c000800 77000000 †e.edu.br<…w…

52AADD10:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADD20:   20313139 436c6965 6e746531 3139406d † 119Cliente119@m

52AADD30:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADD40:   652e6564 752e6272 3c000800 78000000 †e.edu.br<…x…

52AADD50:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADD60:   20313230 436c6965 6e746531 3230406d † 120Cliente120@m

52AADD70:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADD80:   652e6564 752e6272 3c000800 79000000 †e.edu.br<…y…

52AADD90:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADDA0:   20313231 436c6965 6e746531 3231406d † 121Cliente121@m

52AADDB0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADDC0:   652e6564 752e6272 3c000800 7a000000 †e.edu.br<…z…

52AADDD0:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADDE0:   20313232 436c6965 6e746531 3232406d † 122Cliente122@m

52AADDF0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADE00:   652e6564 752e6272 3c000800 7b000000 †e.edu.br<…{…

52AADE10:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADE20:   20313233 436c6965 6e746531 3233406d † 123Cliente123@m

52AADE30:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADE40:   652e6564 752e6272 3c000800 7c000000 †e.edu.br<…|…

52AADE50:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADE60:   20313234 436c6965 6e746531 3234406d † 124Cliente124@m

52AADE70:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADE80:   652e6564 752e6272 3c000800 7d000000 †e.edu.br<…}…

52AADE90:   03000002 001c0040 00436c69 656e7465 †…….@.Cliente

52AADEA0:   20313235 436c6965 6e746531 3235406d † 125Cliente125@m

52AADEB0:   79646174 61626173 65646573 61737472 †ydatabasedesastr

52AADEC0:   652e6564 752e6272 30000800 b3dc0000 †e.edu.br0…³Ü..

52AADED0:   03000002 00160037 00506564 726f5065 †…….7.PedroPe

52AADEE0:   64726f47 616c7661 6f404669 742d5465 †droGalvao@Fit-Te

52AADEF0:   636e6f6c 6f676961 2e6f7267 2e627230 †cnologia.org.br0

52AADF00:   000800b4 dc000003 00000200 16003700 †…´Ü………7.

52AADF10:   50656472 6f506564 726f4761 6c76616f †PedroPedroGalvao

52AADF20:   40466974 2d546563 6e6f6c6f 6769612e †@Fit-Tecnologia.

52AADF30:   6f72672e 62723000 0800b5dc 00000300 †org.br0…µÜ….

52AADF40:   00020016 00370050 6564726f 50656472 †…..7.PedroPedr

52AADF50:   6f47616c 76616f40 4669742d 5465636e †oGalvao@Fit-Tecn

52AADF60:   6f6c6f67 69612e6f 72672e62 72300008 †ologia.org.br0..

52AADF70:   00b6dc00 00030000 02001600 37005065 †.¶Ü………7.Pe

52AADF80:   64726f50 6564726f 47616c76 616f4046 †droPedroGalvao@F

52AADF90:   69742d54 65636e6f 6c6f6769 612e6f72 †it-Tecnologia.or

52AADFA0:   672e6272 30000800 b7dc0000 03000002 †g.br0…·Ü……

52AADFB0:   00160037 00506564 726f5065 64726f47 †…7.PedroPedroG

52AADFC0:   616c7661 6f404669 742d5465 636e6f6c †alvao@Fit-Tecnol

52AADFD0:   6f676961 2e6f7267 2e627200 001e881e †ogia.org.br…..

52AADFE0:   881e881e 34033403 fd02c602 8f025802 †….4.4.ý.Æ…X.

52AADFF0:   2102ea01 b3017c01 45010e01 d700a000 †!.ê.³.|.E…×. .

 

Observe que é justamente esta estrutura de dados que podemos encontrar os dados inseridos na Tabela Clientes, neste caso, a última coluna a direita do nosso Dump apresenta os dados. Além disso, a primeira coluna representa os OffSets existentes em cada neste página de dados, e ao final o comando DBCC Page apresenta o conjunto OffSet Table Row que a tabela Clientes esta associada para cada linha de registro que forma este objeto.

OFFSET TABLE:

 

Row – Offset

12 (0xc) – 820 (0x334)

11 (0xb) – 765 (0x2fd)

10 (0xa) – 710 (0x2c6)

9 (0x9) – 655 (0x28f)

8 (0x8) – 600 (0x258)

7 (0x7) – 545 (0x221)

6 (0x6) – 490 (0x1ea)

5 (0x5) – 435 (0x1b3)

4 (0x4) – 380 (0x17c)

3 (0x3) – 325 (0x145)

2 (0x2) – 270 (0x10e)

1 (0x1) – 215 (0xd7)

0 (0x0) – 160 (0xa0)

 

Fantástico, acabamos de fazer uma consulta a estrutura física e lógica do nosso banco de dados, em especialmente a tabela Cliente e seus dados, armazenados na página 153.

Nosso próximo passo será utilizar o Hex Editor Neo, para realizar o acesso ao arquivo de dados que compõe o Banco de Dados MyDatabaseDesastre e dentro deste arquivo encontrar qualquer dado e realizar a alteração deste dados, seguindo os passos abaixo:

  1. Encerrar o Serviço do SQL Server;
  2. Acessar a pasta ao qual o arquivo de dados MyDatabaseDesastre.mdf esta armazenado;
  3. Editar o arquivo MyDatabaseDesastre.mdf no Hex Editor Neo, conforme a apresenta Figura 3.

Figura3

Figura 3 – Arquivo MyDatabaseDesastre.mdf sendo editado no Hex Editor Neo.

Agora com o arquivo aberto temos que encontrar em qual OffSet os nossos dados começam a ser apresentados, para isso, basta realizar um simples cálculo informando o número da página de dados e multiplicar por 8192, sendo assim, teremos:

  • 153 * 8192 = 1253376 em seguida converter este valor para Binário teremos: 0x00132000.

Pronto é apartir do Offset 0x00132000 que nossos dados começam a aparecer no arquivo MyDatabaseDesastre.mdf, com isso, realize qualquer alteração que você deseja na coluna que representa a parte dos dados inseridos na tabela Clientes, salve sua alterações e reinicialize o serviço do SQL Server.

E agora ao retornamos para o Management Studio e consultarmos a relação de Banco de Dados, poderemos notar que o banco MyDatabaseDesastre neste momento esta apresentando normalmente a sua estrutura de objetos, mas por conseqüência da alteração que realizamos a tabela Clientes esta inacessível, e apresentando erro ao tentar realizar um simples Select. conforme apresenta a Figura 4:

Figura 4

Figura 4 – Estrutura do Banco de Dados MyDatabaseDesastre acessível mas com erros ao tentar consultar a Tabela Clientes.

 

E agora o que vamos fazer?

 

Pois bem, vou deixar você com água na boca, pensando, imaginando, refletindo como podemos resolver este problema em nosso banco de dados, como também, se existe uma forma para contornar a apresentação da mensagem de erro mesmo após a estrutura física e lógica de uma tabela ter sido alterada.

Espero que você tenha gostado, estamos quase no final desta série, retorno em breve apresentando como podemos restaurar a estrutura da nossa tabela clientes e demonstrando como podemos realizar a quebra do arquivo de log do banco de dados MyDatabaseDesastre.

Mais uma vez obrigado.

Até mais.

 

Resultado – Enquete – Você conhece a Plataforma de Cloud Computing Windows Azure?


Galera, boa noite.

Estou de volta com o resultado da minha última pesquisa, desta vez, sobre a Plataforma de Cloud Computing da Microsoft denominada Windows Azure.

O resultado mostra uma dura realidade que a Microsoft tem pela frente, muitos dos participantes não conhecem esta fantástica ferramenta, como também, o próprio conceito de Computação em Nuvem ainda no Brasil não conseguiu ser muito bem entendido, as dúvidas são as mais distintas e diversas possíveis, desde a forma de uso como até mesmo o tipo de licenciamento necessário.

Muito bem, como o meu objetivo é tentar cada vez mais fortalecer o uso e demonstrar como esta ferramenta, tecnologia ou plataforma poderá ajudar, convido a todos para acessar o Portal do Windows Azure em http://www.windowsazure.com/pt-br/

Segue abaixo o resultado da Enquete:

resultado-enquete-windowsazureAté mais.

Aprenda a criar um disco de recuperação do Windows 8

Ferramenta pode ajudá-lo a salvar um PC após um desastre, como uma grave infecção por malware. Basta seguir estas dicas simples.


É sempre bom ter em mãos um disco de recuperação de sua máquina, para que em caso de “desastre” com o sistema (como uma grave infecção por malware) ela possa ser restaurada ao estado de fábrica. Antigamente estes discos (CDs ou DVDs) vinham com a máquina, mas hoje em dia, mesmo em máquinas com drive óptico, os fabricantes preferem economizar e não os incluem mais.

Felizmente é muito fácil criar um disco de recuperação no Windows 8. Pra começo de conversa, ele pode não ser necessário: o sistema inclui dois novos recursos muito úteis, o Atualizar PC sem afetar os arquivos (Refresh), e o Remover tudo e reinstalar o Windows (Reset). Para acessá-los tecle Windows+C na Tela Iniciar e clique em Configurações / Mudar Configurações do Computador / Geral.

O primeiro “reinstala” o Windows mas preserva os seus programas, configurações e dados, e é uma boa forma de lidar com um sistema que não está se comportando como deveria. Já o segundo “zera” a máquina e a devolve à configuração de fábrica, uma medida drástica o equivalente a formatar o HD e instalar o sistema “do zero”. Nenhuma destas opções requer um disco especial.

Mas e se o sistema não dá boot? É nesse caso que um disco de recuperação vem a calhar. Para criá-lo você vai precisar de um pendrive (recomendamos um de 8 GB ou maior) ou DVDs virgens. Siga estes passos.

1. Na tela iniciar digite “recupera”

2. Clique no item Configurações no painel à direita e, entre os resultados que surgirem na tela, clique em Criar uma unidade de recuperação. Se uma janela aparecer perguntando se você quer permitir que o programa faça alterações em seu computador, clique em Sim.

win8recover_iniciar-360px.jpg
A ferramenta para criar uma unidade de
recuperação é parte do Windows 8

3. Marque a opção Copiar a partição de recuperação do computador para a unidade de recuperação, se ela não estiver desabilitada. Sem isso você terá um pendrive com ferramentas básicas para reparar o sistema, mas não terá a capacidade de fazer uma reinstalação. Clique em Avançar.

4. A ferramenta lhe dirá quanto espaço é necessário. Por padrão ela cria um pendrive “bootável”, mas se você não inserir um e sua máquina tiver um drive óptico você verá a opção Crie um disco de reparação do sistema com um CD ou DVD.

win8recover_criar-360px.jpg
Você vai precisar de um pendrive vazio, ou CDs/DVDs virgens

5. Insira um pendrive com capacidade suficiente, selecione-o na tela seguinte e clique em Avançar. Um aviso irá lembrá-lo de que todos os arquivos no pendrive serão excluídos. Clique em Criar.

Quando o processo terminar basta rotular o pendrive (ou discos) e guardá-lo em um local seguro até que sejam necessários. Se o pior acontecer, você estará preparado: basta iniciar o computador com o pendrive plugado.

Fontes e Direitos Autorais: Rick Broida, PCWorld EUA – 17-06-2013.

Project Spark, da Microsoft, permite criar um jogo em 20 minutos

Jogadores podem escolher um tipo de mundo, editar o cenário, criar missões, mudar o comportamento de personagens e compartilhar os resultados na internet.


O Project Spark é o jogo mais intrigante que a Microsoft levou à E3, feira de games que aconteceu em Los Angeles na semana passada, mas não é um jogo propriamente dito. Na verdade ele é uma caixa de ferramentas que permite ao usuário criar seus prróprios jogos e compartilhá-los com outros jogadores.

A Microsoft vem desenvolvendo o projeto em segredo há dois anos, e a demonstração da qual participamos nos mostrou uma ferramenta de criação surpreendentemente abrangente que é tão simples de usar que é quase indistinguível de um jogo de fantasia genérico em terceira pessoa.

De acordo com Saxs Persson, engenheiro da Microsoft, o Project Spark foi criado para “dar a todos a emoção de criar jogos” e fazer isso guiando gentilmente o usuário através dos passos para o desenvolvimento de um jogo de ação e aventura.

Os jogadores podem começar do zero com um mundo vazio, ou brincar com um jogo que outro usuário tenha criado. Durante nossa demonstração, Persson nos mostrou várias formas de criar e jogar ao mesmo tempo.

projectspark_terreno-360px.jpg
É possível manipular o terreno do jogo à vontade

Crie um novo jogo e o Project Spark lhe apresenta algumas opções para o tipo de cenário: ártico, deserto, etc. Escolhemos ártico e o jogo nos perguntou qual a hora do dia – manhã, tarde ou noite – sugerindo que não é possível criar mundos com passagem dinâmica do tempo. Talvez seja possível improvisar criando um “gatilho” que dispare uma mudança, como quando o jogador cumprir um objetivo ou usar um objeto.

Adicionar scripts é simples, e o Project Spark permite que você pare de jogar a qualquer momento para ajustar elementos básicos do design do jogo, como o que o botão A faz, onde a barra de energia do personagem aparece, ou quando os outros personagens irão seguir seu herói.

Você pode criar seus próprios scripts usando comandos como IF (se), WHEN (quando) e DO (fazer) para que, por exemplo, as criaturas retornem para suas casas (DO), quando (WHEN) anoitecer, se (IF) o jogador tiver construído uma vila.

Nossa demonstração tinha por padrão uma temática medieval. Presumimos que novos temas estarão disponíveis para download quando o Project Spark, que será gratuito no Xbox 360, Windows 8 e Xbox One, for lançado.

O narrador do jogo nos incentivou a escolher uma estrutura onde nossa aventura iria começar, como uma taverna, uma fazenda ou um moinho e um tipo de herói. Nosso instrutor criou um patrulheiro vindo de uma pequena fazenda, e logo partimos para conversar com um vizinho gerado automaticamente, aceitando uma missão para recuperar uma poção valiosa de um monstro voraz.

projectspark_boss-360px.jpg
Crie um ponto de partida, um esconderijo para o “chefão”
e o esqueleto do jogo está pronto!

O Project Spark pausou a ação e nos pediu para criar um esconderijo para o monstro, e desenhar um caminho de lá até o herói. O jogo automaticamente “aplaina” o terreno para que o herói possa passar por ele, e aleatoriamente coloca alguns inimigos e missões secundárias no caminho.

Depois que o esqueleto do jogo estava pronto, nosso instrutor pegou o gamepad e começou a jogar. Em vários pontos da aventura ele pausou a ação para entrar no modo de criação, editando inimigos e modificando seu comportamento, seu tamanho e até mesmo como a física do jogo afeta, ou não, cada um deles.

Não importa o que você esteja jogando no Spark, você pode pausar a ação em um instante e editar o jogo à vontade. E se você editar algo que tenha sido criado pela Microsoft, ou por um outro jogador, ganhará crédito pelo “remix”, enquanto o autor retém os créditos originais.

Você pode remixar e combinar quase qualquer coisa no Spark: mundos, itens, criaturas ou scripts de inteligência artifical. As modificações são salvas separadamente do original, o que pode levar a um mercado interessante à medida em que os jogadores começarem a adaptar os trabalhos uns dos outros.

Durante nossa demonstração vimos um robô gigante feito de partes de árvores e um teclado musical funcional, capaz de gerar suas próprias músicas, gravar a si mesmo e reproduzí-las. O teclado foi construído com componentes do jogo reaproveitados, incluindo colunas de madeira deitadas e pintadas de preto e branco, transformadas em grandes teclas sobre as quais o jogador podia pular.

projectspark_fogueira-360px.jpg
Objetos do cenário, como fogueiras, podem servir de “gatilho” para disparar ações

Itens incríveis como esse criados por usuários ainda são raros, e a maior parte dos jogos criados com o Project Spark provavelmente será bem simples. Nosso jogo de fantasia foi criado em 20 minutos, e dava pra notar: o cenário era pouco povoado, os inimigos incrivelmente burros e o diálogo forçado e monótono.

Mas quase tudo pode ser editado, o que me deixa esperançoso que um pequeno percentual de jogadores dedicados irá gastar centenas de horas criando belos jogos a partir do farto material bruto disponível. Estas obras primas poderão ser compartilhadas no “Project Spark Marketplace”, uma loja online, para que outros jogadores possam apreciá-las, remixá-las e talvez até pagar por elas.

A Microsoft ainda não diz como a economia irá funcionar, se os jogadores poderão cobrar por suass criações, ou mesmo se pagarão por pacotes de conteúdo via download mais tarde.

Mas o Project Spark é poderoso o suficiente para que jogadores talentosos possam criar coisas maravilhosas. Permitir que eles ganhem algum dinheiro com seu trabalho seria uma boa forma de “semear” a comunidade com criadores dedicados.

O Project Spark ainda está em desenvolvimento. A Microsoft criou um site para que interessados na ferramenta possam se inscrever e ser avisados quando o período de testes com uma versão beta começar.

Fontes e Direitos Autorais: Alex Wawro, PCWorld EUA.

Especial – A evolução do Windows com o passar dos anos….


O Windows é o sistema operacional para computadores pessoais mais usado no mundo. Com certeza, se você não o está usando agora, já o usou em algum momento. Embora nos últimos anos, o Windows venha perdendo espaço para o Linux e para o Mac OS X, esse sistema operacional ainda possui grande fatia do mercado de computadores no mundo.

Windows (Foto: Reprodução)
Windows (Foto: Reprodução)

Este artigo, traz a história desse sistema para que você conheça as suas versões, inovações e até mesmo os principais problemas. Vamos, juntos, fazer uma viagem pelos 30 anos do sistema operacional da Microsoft. Se quiser saber mais sobre a criação da empresa, leia também a história da Microsoft.

O lançamento do Windows 1.0 (1982-1985)

Inicialmente chamado Interface Manager, o Windows recebeu esse nome por causa das caixas ou janelas de computação que eram fundamentais para o novo sistema. Anunciado em 1983, o desenvolvimento do Windows 1.0 demorou mais do que o esperado, tal como os adiamentos do lançamento das versões atuais.

Em 20 de novembro de 1985, a Microsoft lançou o Windows 1.0 trazendo a interface gráfica e o mouse como as grandes inovações. Na nova versão, os usuários não precisavam digitar os comandos do MS-DOS. Bastava mover o ponteiro do mouse e clicar nas janelas. O Windows 1.0 introduziu elementos gráficos, como a barra de menus, as barras de rolagem, ícones e caixas de mensagens, que, juntos, tornavam os programas mais fáceis de usar e aprender. Além disso, adicionou-se a possibilidade de trocar entre diversos programas abertos sem precisar fechá-los ou reiniciá-los.

Imagem do Windows 1.0 ao fundo com caixa para comercialização na frente (Foto: Reprodução / Blogoscoped.com) (Foto: Imagem do Windows 1.0 ao fundo com caixa para comercialização na frente (Foto: Reprodução / Blogoscoped.com))
Windows 1.0 (Foto: Reprodução/Blogoscoped.com)

A versão Windows 1.0 trouxe versões primitivas de programas conhecidos por todos nós, como o Paint, o Bloco de Notas e a Calculadora. Oferecia também um editor de texto, chamado Windows Writer, um calendário, uma agenda de contatos, um relógio e um jogo chamado Reversi. Com relação aos requisitos de hardware, o Windows 1.0 exigia no mínimo 256 kilobytes de memória, dois drives de disquete de lado duplo e uma placa gráfica. Caso o usuário desejasse usar múltiplos programas ou o MS-DOS 3.0, que vinha junto com o Windows, era necessário um disco rígido e 512 KB de memória. A maioria dos computadores da época não era compatível

O Windows 2.0 e 2.11 (1987 – 1990)

Em 9 de dezembro de 1987, a Microsoft lançou a segunda versão do Windows com ícones na área de trabalho e memória expandida. O Windows 2.0 melhorou o suporte à placa gráfica, possibilitando a sobreposição de janelas, o controle da disposição das mesmas e o uso de atalhos de teclado. Para melhorar o gerenciamento do sistema, foi adicionado o Painel de Controle ao Windows. Nessa versão, abriu seu sistema para que outras empresas desenvolvessem programas para ele.

Windows 2.0 (Foto: Reprodução / BBC.co.uk)
Windows 2.0 (Foto: Reprodução / BBC.co.uk)

Na época do lançamento, o processador usado era o Intel 286. No entanto, com o lançamento do Intel 386, o Windows 2.0 se beneficiou da memória expandida, oferecendo melhor desempenho. Em 1988, a Microsoft se tornou a maior companhia de software para PCs do mundo e os computadores começavam a ser tornar parte do dia a dia dos escritórios americanos.

Windows 3.0 e Windows NT (1990 – 1994)

A Microsoft anunciou o Windows 3.0 em 22 de maio de 1990 e o Windows 3.1, logo depois, em 1992. Juntas, as duas versões venderam 10 milhões de cópias nos seus dois primeiros anos. A inclusão do recurso de Memória Virtual possibilitou o uso de gráficos de 16 cores, pois permitiu usar mais memória do que existe no computador. O desempenho do Windows melhorou significativamente com o total suporte aos processadores Intel 386. Os gerenciadores de programas (Program Manager), arquivos (File Manager) e impressoras (Print Manager) foram lançados com o Windows 3.0. Na versão 3.1, o gerenciador de arquivos ganhou a funcionalidade de clicar e arrastar os arquivos.

Windows 3.0 (Foto: Reprodução / BBC.co.uk)
Windows 3.0 (Foto: Reprodução / BBC.co.uk)

A instalação do Windows era feita com disquetes comprados em grandes caixas com pesados manuais de instruções. Com o lançamento de uma suíte de desenvolvimento de software (SDK), a popularidade do Windows 3.0 cresceu. O SDK ajuda aos desenvolvedores a focar no desenvolvimento de seus programas e não na interface com o sistema.

Novos jogos foram adicionados, incluindo Paciência, Copas e Campo Minado, que estão presentes no sistema até as versões mais recentes. Por outro lado, em sua versão para mercado corporativo, o Windows 3.11, foram adicionadas funcionalidades como grupos par-a-par e suporte a domínio de rede, permitindo aos computadores pessoais participassem da computação em rede.

O lançamento do Windows NT ocorreu em 27 de julho de 1993 e foi um importante marco para a Microsoft. Era a conclusão de um projeto iniciado no fim dos anos 1980 para construir um novo e avançado sistema operacional a partir do zero. “O Windows NT representa nada menos do que uma mudança fundamental na forma como as companhias resolvem os requisitos computacionais de seus negócios”, disse Bill Gates na época do lançamento. O Windows NT 3.1 foi o primeiro sistema operacional de 32 bits da Microsoft, o que permitiu a adoção de programas avançados de engenharia e cálculo científico.

Windows 95 e a Internet (1995 – 1997)

O lançamento do Windows 95 em 24 de agosto de 1995 gerou um recorde de vendas de 7 milhões de cópias em apenas cinco semanas. Foi o lançamento mais publicado e anunciado da Microsoft até então. Comerciais de televisão com a banda Rolling Stones cantando “Start Me Up” sobre imagens do novo botão Iniciar.

Bill Gates anuncia o lançamento do Windows 95 (Foto: Reprodução / BetaNews.com)
Bill Gates anuncia o lançamento do Windows 95 (Foto: Reprodução / BetaNews.com)

Essa era a era dos fax/modens, do e-mail, das notícias online, dos jogos multimídia e dos programas educacionais. O Windows 95 trazia suporte integrado à Internet, com discagem de rede e o navegador Internet Explorer. Com a nova tecnologia Plug and Play, ficou fácil a instação de novas placas no computador. O sistema operacional com 32 bits oferecia melhorada qualidade multimídia e funcionalidades poderosas para computação móvel e rede integradas.

No lançamento do Windows 95, as versões anteriores do Windows e do MS-DOS executavam em aproximadamente 80% dos computadores pessoais do mundo. O Windows 95 era a atualização natural para esses usuários, que precisavam de um computador com processador Intel 386DX (o Intel 486 era recomendado) e ao menos 4 MB de memória RAM. As versões para atualização foram disponilizadas em disquetes e CD-ROM. O sistema foi traduzido para 12 idiomas. As novas funcionalidades incluíam o botão Iniciar, a barra de tarefas e os botões de minimizar, maximizar e fechar em cada janela. Funcionalidades que estão presentes até hoje no Windows.

 Windows 95 (Foto: Reprodução / BBC.co.uk)
Windows 95 (Foto: Reprodução / BBC.co.uk)

No começo dos anos 1990, o assunto era a Internet, a rede das redes, que tinha o poder de conectar todos os computadores do mundo. Em 1995, Bill Gates preparou um memorando intitulado “The Internet Tital Wave” (A Onda de Maré da Internet, em tradução livre), no qual declara que a Internet é o desenvolvimento mais importante desde o advento dos PCs. Com o lançamento do Internet Explorer, deu-se inicio à Guerra dos Navegadores, na qual o Internet Explorer brigou com o Netscape pelo domínio do mercado de navegadores da Web e terminou com o fim do browser adversário, lado mais fraco desta disputa. Um documentário da Discovery Channel apresenta detalhadamente esse episódio na história da Internet.

Windows 98, Windows Me e Windows 2000 (1998 – 2000)

Windows 98 (Foto: Reprodução / BBC.co.uk)
Windows 98 (Foto: Reprodução / BBC.co.uk)

Lançado em 25 de junho de 1998, o Windows 98 foi a primeira versão do Windows projetada especificamente para os consumidores finais. Essa foi a última versão do sistema operacional baseada no MS-DOS. Com o Windows 98, pode-se buscar as informações facilmente no computador. Outros melhoramentos incluíram a abertura e o fechamento de programas rapidamente, suporte para leitura de DVDs e dispositivos USB. A barra de lançamento rápido de aplicativos, que permitia a inicialização dos programas sem precisar buscá-los no menu Iniciar, foi apresentada nessa versão.

Windows Me (Foto: Reprodução / BBC.co.uk)
Windows Me (Foto: Reprodução / BBC.co.uk)

O Windows Me, lançado em 14 de setembro de 2000, foi projetado para o uso residencial dos computadores e oferecia diversas melhorias para redes domésticas, músicas e vídeos. No Windows Me, lançou-se a funcionalidade de restauração do sistema, que permite voltar toda a configuração dos programas do PC para uma data ou hora antes que um problema tenha ocorrido. O Windows Movie Maker ofereceu aos usuários ferramentas para editar, salvar e compartilhar vídeos domésticos digitalmente. Além disso, com as tecnologias do Microsoft Windows Media Player 7, os usuários puderam buscar, organizar e tocar seus arquivos de mídias digitais.

Tecnicamente falando, o Windows Me foi o último sistema operacional da Microsoft baseado no código do Windows 95. Todos os sistemas depois do Windows Me foram baseados no núcleo do Windows NT e do Windows 2000.

O Windows 2000, por sua vez, foi mais do que uma atualização do Windows NT. O Windows 2000 Professional, lançado em 17 de fevereiro de 2000, foi projetado para substituir o Windows 95, o 98 e o NT em todos os computadores e laptops de uso profissional. Construído sobre o código do Windows NT Workstation 4.0, os maiores melhoramentos do Windows 2000 foram em confiabilidade, facilidade de uso, compatibilidade com a Internet e suporte para computação móvel.

Windows 2000 (Foto: Reprodução / Yoyogames.com)
Windows 2000 (Foto: Reprodução / Yoyogames.com)

Entre outros melhoramentos, o Windows 2000 Professional simplificou a instalação de dispositivos de hardware aumentando a compatibilidade deles com a tecnologia Plug and Play. Os novos dispositivos compatíveis incluíam produtos avançados de rede, dispositivos USB, Firewire e infravermelho.

Windows XP (2001 – 2005)

Em 25 de outubro de 2001, o Windows XP foi lançado com uma interface totalmente reprojetada e centrada num centro de serviços de Ajuda e Suporte unificados. O sistema foi disponibilizado em 25 idiomas. O Windows XP se tornou um dos produtos mais vendidos da Microsoft. O sistema era tanto rápido quanto estável e os elementos de interface, como a navegação no menu Iniciar, a barra de tarefas e o painel de controle, se tornaram mais intuitivos.

Sabendo do aumento dos vírus de computadores e dos criminosos digitais, o medo foi, de certa forma, acalmado pelas frequentes atualizações de segurança carregadas da Internet. Com esses avisos, os usuários começaram a entender as mensagens sobre anexos suspeitos e vírus.

Windows XP (Foto: Reprodução / BBC.co.uk)
Windows XP (Foto: Reprodução / BBC.co.uk)

O Windows XP Home Edition oferece um visual limpo e simplificado que torna os programas mais usados acessíveis rapidamente. Projetado para uso doméstico, essa versão do Windows XP oferece um assistente de configuração de rede, o Windows Media Player, o Windows Movie e capacidades para tratamento avançado de fotos digitais, permitindo girar, imprimir e copiar as imagens para um CD ou DVD.

A versão profissional do Windows XP trouxe as sólidas fundações do Windows 2000, melhorando a confiabilidade, segurança e desempenho. Com um novo visual, o Windows XP Professional  incluiu funcionalidades para negócios e uso avançado do computador, como suporte a acesso remoto, sistema de arquivos encriptado, restauração do sistema e configurações avançadas de rede. As principais novidades para usuários móveis foi a inclusão do suporte a redes Wi-Fi. Além disso, o sistema trazia o Windows Messenger para mensagens instantâneas e o Remote Assistance, que permitia à equipe de suporte consertar o computador do usuário remotamente.

Além dessas duas versões básicas, o Windows XP foi lançado em outras versões ao longo dos anos. O Windows XP 64-bit Edition (2001) foi primeiro sistema operacional da Microsoft projetado para processadores de 64 bits, o qual permite a gerência de grandes quantidades de memória (até 16 Exabytes). É mais indicado para projetos como efeitos especiais para filmes, animações em 3D e aplicações científicas e de engenharia.

A versão Windows XP Media Center Edition (2002) foi construída para entretenimento doméstico. Através dela, pode-se navegar na Internet, assistir televisão ao vivo e DVDs e desfrutar de coleções de músicas e vídeos em uma interface que pode ser controlada por um controle remoto. Por fim, a versão Windows XP Tablet PC Edition (2002) concretiza o uso de telas sensíveis ao toque. Nos Tablets PCs, utiliza-se uma caneta para reconhecimento de escrita além do mouse e do teclado.

Windows Vista (2006 – 2008)

O Windows Vista foi anunciado em novembro de 2006 e lançado em 31 de janeiro de 2007 com o sistema de segurança mais forte até então lançado pela Microsoft. O User Account Control ajudava a prevenir que os softwares potencialmente maliciosos modificassem o seu computador. Esse era o motivo da famosa tela de confirmação de operações administrativas que foi tão criticada pelos usuários do sistema.

Dentre as diversas versões do sistema, a Ultimate era a mais completa e anunciava o BitLocker Drive Encryption, que oferecia proteção para os dados do usuário, que são salvos encriptados automaticamente no disco. O Windows Vista trouxe melhoramentos no Windows Media Player devido ao aumento do número de usuários que usam seus computadores como centrais de mídia digitais. No Windows Media Player, podia-se assistir televisão, ver e enviar fotografias e editar vídeos.

Windows Vista (Foto: Reprodução / BBC.co.uk)
Windows Vista (Foto: Reprodução / BBC.co.uk)

A nova interface gráfica, denominada de Aero, promoveu grandes modificações no sistema, fazendo com que a barra de tarefas e as bordas das janelas recebessem um novo visual. A busca de arquivos no computador teve nova ênfase para ajudar as pessoas a encontrar seus arquivos de forma mais rápida. O sistema foi distribuído em 35 idiomas e o botão Iniciar foi completamente redesenhado.

Windows 7 (2009 – 2012)

No fim da década de 2000, o mundo sem fio havia eclodido. Quando o Windows 7 foi lançado em 22 de outubro de 2009, os notebooks vendiam mais do que os computadores de mesa e se tornou comum usar a Internet em pontos de acesso sem fio públicos em lojas e restaurantes. Assim, a configuração das redes sem fio pode ser definida facilmente entre os ambientes usados, como as residências, os escritórios e os locais públicos. Com a definição, o Windows ajustava automaticamente as configurações de compartilhamento de arquivos e impressoras do usuários.

Windows 7 (Foto: Reprodução / BBC.co.uk)
Windows 7 (Foto: Reprodução / BBC.co.uk)

O Windows 7 trouxe novas funcionalidades, como, por exemplo, os modos de trabalhar com as janelas, que podem se agarrar às outras para melhor se organizarem na tela (Snap), podem ser vista rapidamente com o passar do mouse (Peek) e também podem se tornar as únicas da tela com um movimento rápido (Shake). As funcionalidades para telas sensíveis ao toque foram aumentadas com o Windows Touch, que permite usar os dedos para navegar na Web, ver fotos e abrir arquivos e pastas. Através do novo Windows Media Player, pode-se enviar fluxos de vídeo, músicas e fotos do PC para uma televisão ou um rádio compatível. Os melhoramentos na barra de tarefas incluem miniaturas das janelas ao vivo.

No outono de 2010, o Windows 7 vendia sete cópias por segundo, a maior taxa de venda de sistemas operacionais da história. Muito do sucesso se deu pelas enormes críticas recebidas pelo Windows Vista, que foi tido como um sistema lento e extremamente incomodo de se usar. Devido a essas críticas, o Windows 7 foi avaliado por oito milhões de usuários ao redor do mundo antes de ser lançado.

Evolução da logomarca do Windows (Foto: Reprodução / Pedro Pisa) (Foto: Evolução da logomarca do Windows (Foto: Reprodução / Pedro Pisa))
Evolução da logomarca do Windows (Foto: Reprodução / Pedro Pisa)

Windows 8 e o Futuro (2012 – …)

Atualmente, chegando ao meio de 2012, podemos vislumbrar um mundo com elementos diferentes dos existente em 2009, quando o Windows 7 foi lançado. Muitos notebooks não possuem leitor de DVDs e alguns possuem discos de estado sólido ao invés de discos convencionais. Muito do que se vê, ouve e produz é armazenado em Nuvens de armazenamento e compartilhamento. Nesse novo contexto, a Microsoft anunciou o Windows 8, com lançamento previsto para até o começo de 2013, com a nova interface Metro e com funcionalidades focadas na integração do uso de dispositivos móveis, como smartphones e tablets, e os computadores e notebooks.

Interface Metro do Windows 8 (Foto: Reprodução/TechTudo)
Interface Metro do Windows 8 (Foto: Reprodução)

O Windows Live, conjunto de programas e serviços para fotos, filmes, mensagens instantâneas, e-mail e redes sociais da Microsoft, se torna totalmente integrado ao Windows de forma que o usuário pode estar conectado aos seus dados e amigos do PC, telefone celular ou mesmo através de um navegador Web, promovendo uma extensão do Windows para a Nuvem.

Mitos e verdades sobre Windows; tire suas dúvidas


O Windows, sistema operacional desenvolvido pela Microsoft e o mais popular do mundo em computadores, costuma despertar algumas dúvidas comuns entre os usuários, como a questão da segurança e o desempenho. Para sanar esses e outros questionamentos, o TechTudo preparou um artigo especial com um compilado das dúvidas mais frequentes. Confira:

Windows 8 (Foto: Divulgação)Windows 8 (Foto: Divulgação)

O Windows é um sistema operacional mais vulnerável a vírus que outros?

O que acontece, na verdade, é que o Windows é a plataforma com maior número de usuários, portanto é o sistema mais visado pelos crackers. Outro detalhe é que grande parte dos ataques exploram brechas de softwares que estão instalados no sistema, como o Adobe Reader, Flash, Java, dentre outros. Por esse motivo, de nada adianta um antivírus caro e sempre com a última vacina se os programas não estão atualizados.

Qual o risco com a instalação de uma versão pirata do Windows?

Além de passar vergonha em público com os alertas do WGA, uma instalação pirata do Windows não conta com o suporte da Microsoft e alguns softwares exclusivos para sistema original, como o Security Essentials. O sistema continua recebendo atualizações críticas de segurança, entretanto, alguns updates não podem ser instalados por usuários de versões pirata. Além disso, é bom lembrar, pirataria é crime.

É possível instalar duas versões do Windows em um mesmo computador?

Sim. Basta criar duas partições no HD e instalar uma versão do Windows em cada unidade. No entanto, ao fazer isso, deve-se respeitar a ordem cronológica dos sistemas, ou seja, instalar a versão mais antiga do sistema operacional primeiro. Dessa forma, a edição mais atual do sistema consegue detectar a anterior e adiciona um menu que permite escolher qual Windows iniciar assim que o computador é ligado.

Dual boot entre Windows e Linux (Foto: Reprodução/Helito Bijora)Dual boot entre Windows e Linux (Foto: Reprodução/Helito Bijora)

As versões mais recentes do Windows rodam programas para versões mais antigas?

Sim. O Windows é um sistema extremamente compatível com aplicações legadas. Na maioria dos casos, basta instalar o programa normalmente e executá-lo. Em situações mais específicas, o modo de compatibilidade pode resolver o problema. Saiba mais sobre os recursos de compatibilidade do Windows.

O Windows é um bom sistema operacional para jogos? Qual versão é a melhor para este fim?

Sim, é o melhor sistema para jogos, pois possui uma infinidade de títulos exclusivos e continua sendo o sistema mais focado pelas desenvolvedoras. Quanto a melhor versão, depende do hardware do computador. Se seu PC é antigo e não roda os jogos atuais, o Windows XP é o mais indicado por ser leve e estável. Por outro lado, se você possui uma placa de vídeo de última geração compatível com a versão mais recente do DirectX, os gráficos dos jogos ficarão melhor no Windows 8.

Por que o Windows vai caindo o desempenho com o passar do tempo?

CCleaner é uma ferramenta essencial para quem quer manter a saúde do computador em dia  (Foto: Reprodução/Paulo Higa)CCleaner é uma ferramenta essencial para quem quer manter a saúde do computador em dia (Foto: Reprodução/Paulo Higa)

Principalmente devido a instalação de programas, que adicionam entradas desnecessárias à inicialização do Windows. Entretanto, não basta apenas desinstalar os aplicativos que você não usa. Ao fazer isso, é importante utilizar um programa como o Ccleaner para remover os arquivos temporários e entradas desnecessárias no registro deixados pelos programas que foram desinstalados (saiba mais). Na teoria, desfragmentar o HD também pode ajudar, mas na prática o resultado pode não ser visível.

É possível bloquear a instalação e execução de programas no PC?

Sim. Para isso, basta criar uma conta de usuário sem privilégios administrativos e definir uma senha para a conta principal. Para mais detalhes, acesse esse tutorial.

Existe uma ferramenta de correção automática de erros no Windows 8?

Sim. Essa ferramenta é acionada automaticamente durante o boot quando o Windows não pode ser iniciado corretamente ou quando ocorre o desligamento forçado, como uma queda de energia ou tela azul por exemplo. Caso queira acessá-la, siga esse tutorial e, no sexto passo, clique em “Reparo Automático”.

Inicialização avançada do Windows 8  (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
Inicialização avançada do Windows 8 (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
Fontes e Direitos Autorais:  Helito Bijora Para o TechTudo.

Xbox 360 pode ser conectado ao Xbox One, diz MS


Major Nelson: medida pode ser usada para aproveitar interface e recursos do Xbox One

São Paulo – O Xbox 360 poderá ser conectado ao Xbox One usando a entrada HDMI-in do console. A novidade foi revelada pelo diretor da Xbox Live, Larry Hryb (também conhecido como Major Nelson), em entrevista ao site Reddit.

“Absolutamente. Você com certeza poderá plugar o Xbox 360 na parte traseira do Xbox One – foi uma de minhas primeiras questões quando ouvi falar sobre a entrada HDMI-in”, disse Hryb na ocasião.

O executivo não detalhou quais seriam os benefícios trazidos por ligar os dois consoles, mas a pergunta dizia respeito à possibilidade de uso da nova interface do Xbox One e dos novos recursos do console. É provável que, fazendo a ligação, seja possível acessar os jogos e toda a biblioteca do Xbox 360 via Xbox One.

Hryb garantiu que o mesmo vale para uma ligação com um PC rodando Windows 8. Ele salienta que o Xbox One é o único console com entrada HDMI-in (e não apenas “out”), permitindo que o sinal não seja apenas enviado para a tela, mas também recebido pelo próprio console.

Rumores sobre a possibilidade de uma entrada HDMI-in já tinham circulado em abril, mas as funções da entrada ainda não tinham sido discutidas pela Microsoft.

Servidores – Uma pergunta mais espinhosa citada durante a entrevista dizia respeito ao suporte aos jogos de Xbox One acabar junto com o fim do console – já que todos os games precisarão de conexão para rodar. “Nós nem começamos essa geração, então ainda é muito cedo para falar sobre o fim dela. Mas isso é certamente algo que não faríamos. (…) Esse sistema foi criado para ser flexível”, disse Hryb.

Da mesma forma, o executivo garantiu que usuários banidos da Live não serão privados de seus jogos no Xbox One. “Você sempre terá acesso aos jogos que comprou”, afirmou o executivo. “É seguro dizer que os gamers vão amar nossa visão do futuro e o que vamos oferecer para os jogos”, concluiu, ressaltando que o lado bom do modo sempre conectado é a possibilidade de acessar o acervo onde quer que o jogador esteja.

O Xbox One chegará ao Brasil em novembro por 2.199 reais.

Fontes e Direitos Autorais: • segunda, 17 de junho de 2013 – 08h59.