Microsoft SQL Server 2016 – Lista de Novidades – Parte I

Olá pessoal, bom dia, feriado prolongado no estado de São Paulo.

Mesmo assim, a vida não pode parar e a dissiminação de conhecimento menos ainda, algo primordial em nossas vidas e obrigatória para evolução de todos nós.


Para manter esta tradição nada como trazer informações relevantes e atualizadas, sendo assim, gostaria de destacar um pouco sobre as principais novidades que a Microsoft esta anunciando para a nova versão do Microsoft SQL Server, isso mesmo nova versão, se você nos últimos 2 ou 3 meses não se antenou, já estamos se deparando e caminhando para a versão 2016 do Microsoft SQL Server.

Se você quiser saber mais sobre este preview, recomendo acessar os seguintes links:

http://www.microsoft.com/en-us/server-cloud/products/sql-server-2016/

http://blogs.technet.com/b/dataplatforminsider/archive/2015/05/04/sql-server-2016-public-preview-coming-this-summer.aspx

http://www.microsoft.com/en-us/evalcenter/evaluate-sql-server-2016

Dentre as diversas novidades que aparecem na presentes na nova versão, gostaria de destacar algumas que realmente não existem nas atuais, dentre elas:

  • Live Query Statistics;
  • Query Store;
  • Temporal Tables;
  • Backup to Azure;
  • Managed Backup;
  • Multiple TempDB Files;
  • FOR JSON;
  • Always Encrypted;
  • Polybase;
  • Stretch Database;
  • Row-Level Security;
  • Dynamic Data Masking.

Outras funcionalidades também estão passando por mudanças e podem ser consideradas como possíveis novidades, é o caso:

  • AlwaysOn;
  • Columnstore Indexes; e
  • In-Memory OLTP.

Por outro lado, outras funcionalidades devem começar a fazer parte da lista de recursos e funcionalidades que descontinuadas ou futuramente descontinuadas, até o presente momento a Microsoft não disponiblizou nenhum lista oficial contendo este itens.

Mas voltando a destacar as novas funcionalidades, nem sempre todas estes itens considerados novos são realmente utilizados, em muito casos existe sempre uma insegurança, medo, relutância e até mesmo desconhecimento sobre como uma ou outra novidade pode ajudar, isso é muito comum de se deparar, as mudanças geram incertezas e inseguranças.

Para tentar ajudar você que esta lendo este post a saber um pouco mais sobre este recursos e de maneira eles podem fazer parte do seu projeto, vou fazer uma breve descrição de alguns deles, e conforme novas informações, exemplos e cenários forem sendo disponibilizados, com certeza, vou procurar compartilhar com você isso.

Vamos lá, vou começar por algo que eu gosto muito no SQL Server, estou falando de estatísticas e na versão 2016, temos a:

  • Live Query Statistics – Uma das funcionalidades que pode surpreender a vida dos DBAs e desenvolvedores, a Live Query Statistisc permite que você possa exibir as estatísticas de consulta ao vivo de uma consulta ativa, proporcionando insights em tempo real, isso é surpreende, saber ao vivo e a cores o que uma consulta que esta ativa, em funcionamento no SQL Server poderá nos propor de decisão.

 

  • Query Store – Outra fantástica funcionalidade que vai ajudar em muito os DBAs na sua longa jornada de análise de planos de execução, a Query Store vai possibilidade fazer a análise de uma plano de execução que possa estar apresentando problemas de desempenho através de uma “indicação” ou “orientação” por parte do SQL Server, poder escolher um plano de execução para processar uma query, olha algo revolucionário.

 

  • Temporal Tables – O nome desta funcionalidade realmente é um pouco estranho, pelo menos na sua leitural, mas com certeza a sua finalidade é bastante interessante e vejo como um grande diferencial. A temporal tables, consiste basicamente em uma tabela que fornece uma exibição de dados em um determinado momento de tempo, isso mesmo, você vai conseguir obter informações sobre os dados de uma tabela, através de uma visão histórica, como se você estivesse voltando ao passado, voltando no tempo a posição de dados daquela tabela.

 

  • Backup to AzureO Backup para Azure recurso é projetado para permitir que você tire um backup do seu banco de dados no local diretamente para o armazenamento de Azure blog, algo que hoje pode ser feito através de recursos e ferramentas de terceiros, mas estará totalmente integrado e funcionando de forma nativa no versão 2016.

 

  • Managed BackupO recurso relacionado com o Microsoft Azure e conhecido como “Backup gerenciado” foi projetado com a finalidade de automatizar backups para o armazenamento de Blob do Azure, muito legal esta funcionalidade, o seu grande diferencial esta justamente na forma que vamos poder gerenciar e administrar os backups de nossos bancos de dados armazenados na estrutura do Azure.

Muito legal estas novas funcionalidades, realmente a Microsoft esta trabalhando forte no SQL Server, na sua capacidade de integração e interoperabilidade.

Vou fazer um pequeno suspense e deixá-los com água na boca em relação as outras novidades, na próxima semana eu retorno com a Parte II desta lista de novidades, destacando como por exemplo: Polybase e Strech Database, ambas inovações presentes na versão 2016 que terão um papel fundamente para o  SQL Server na sua capacidade intregação e interoperabilidade com ferramentas de Bigdata e Hadoop.

Espero que você tenha gostado, até a próxima semana!!!

Abraços.

Autor: Junior Galvão - MVP

Profissional com vasta experiência na área de Tecnologia da Informação e soluções Microsoft. Graduado no Curso Superior em Gestão da Tecnologia de Sistemas de Informação pela Uninove - Campus São Roque. Pós-Graduado no Curso de Gestão e Engenharia de Processos para Desenvolvimento de Software com RUP na Faculdade FIAP - Faculdade de Informática e Administração Paulista de São Paulo. Pós-Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação Faculdade - ESAMC Sorocaba. Cursando Mestrado em Ciências da Computação - UFSCar - Campus - Sorocaba. Formação MCDBA Microsoft, autor de artigos acadêmicos e profissionais postados em Revistas, Instituições de Ensino e WebSistes. Meu primeiro contato com tecnologia ocorreu em 1995 após meus pais comprarem nosso primeiro computador, ano em que as portas para este fantástico mundo se abriram. Neste mesmo ano, comecei o de Processamento de Dados, naquele momento a palavra TI não existia, na verdade a Tecnologia da Informação era conhecida como Computação ou Informática, foi assim que tudo começou e desde então não parei mais, continuando nesta longa estrada até hoje. Desde 2001 tenho atuado como Database Administrator - Administrador de Banco de Dados - SQL Server em tarefas de Administração, Gerenciamento, Migração de Servidores e Bancos de Dados, Estratégias de Backup/Restauração, Replicação, LogShipping, Implantação de ERPs que utilizam bancos SQL Server, Desenvolvimento de Funções, Stored Procedure, Triggers. Experiência na Coordenação de Projetos de Alta Disponibilidade de Dados, utilizando Database Mirroring, Replicação Transacional e Merge, Log Shipping, para versões: 2000, 2005, 2008, 2008 R2, 2012 e 2014. Atualmente trabalho como Administrador de Banco de Dados no FIT - Instituto de Tecnologia da Flextronics, como também, Consultor em Projetos de Tunnig e Performance para clientes. Desde 2008 exerço a função de Professor Universitário, para as disciplinas de Banco de Dados, Administração, Modelagem de Banco de Dados, Programação em Banco de Dados, Sistemas Operacionais, Análise e Projetos de Sistemas, entre outras. Possuo titulação Oficial Microsoft MVP - SQL Server renovada desde 2007.

6 comentários em “Microsoft SQL Server 2016 – Lista de Novidades – Parte I”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s