Otimize o uso da bateria do seu notebook com o PowerCfg do Windows

Embora extremamente popular, até hoje o Windows esconde alguns segredos e recursos que pouquíssima gente conhece. Um deles é o PowerCfg, uma ferramenta do Windows que auxilia o usuário a otimizar o uso da bateria do notebook através de configurações, além de relatórios de desempenho do acessório para versões que vão do Windows 7 ao Windows 10.

Para acessar o PowerCfg e começar a otimizar a bateria do seu notebook, primeiro você precisa acessar o Prompt de Comando como administrador. No Windows 8, 8.1 e 10, você pode fazer isso clicando com o botão direito do mouse no botão do menu Iniciar no canto inferior esquerdo da tela e, logo depois, selecionar a opção “Prompt de Comando (Admin)”.

O PowerCfg é uma ferramenta de Prompt de Comando, por isso é preciso acessar o Prompt como administrador para poder utilizá-la

O PowerCfg é uma ferramenta de Prompt de Comando, por isso é preciso acessar o Prompt como administrador para poder utilizá-la (Imagem: captura de tela / Sergio Oliveira)

No Windows 7, basta localizar o ícone do Prompt de Comando no menu Iniciar, clicar com o botão direito do mouse sobre ele e selecionar a opção “Executar como Administrador”.

Visualize os estados de suspensão suportados

Para começar, uma boa pedida é usar o PowerCfg para visualizar quais estados de suspensão o seu computador suporta. Para isso, digite o seguinte no Prompt de Comando:

powercfg /a 

Saber dessa lista o fará compreender como seu computador se comporta em situações específicas, dependendo do plano de energia selecionado ou criado por você. O mais interessante desses modos é, sem dúvidas, o “Em Espera (Conectado)”, que no Windows 8.1 foi renomeado para “InstantGo”. Caso sua máquina ofereça suporte a ele, procure ativá-lo para que ele ofereça uma experiência semelhante a de smartphones e tablets, que permanecem num estado leve de “hibernação”, entrando na ativa instantaneamente a partir de qualquer comando seu.

A lista de estados de suspensão suportados pelo notebook dão uma ideia do comportamento do computador dependendo do plano de energia selecionado

A lista de estados de suspensão suportados pelo notebook dão uma ideia do comportamento do computador dependendo do plano de energia selecionado (Imagem: captura de tela / Sergio Oliveira)

Controle os dispositivos e alarmes que podem ligar seu notebook

Outra coisa interessante que o PowerCfg permite visualizar é a lista de quais ações ou dispositivos têm permissão para ligar o seu notebook. Sim, se você não sabia, tem como configurar o Windows para ligar o computador, por exemplo, assim que você mexer o mouse, sem precisar apertar o botão “Liga/Desliga”.

Além disso, a ferramenta lista quais aplicativos definiram alarmes para fazer seu computador ligar em horários específicos, o que, se você não se lembrar, pode acabar se tornando uma dor de cabeça – e se traduzir em desperdício de bateria.

Se você estiver passando por esse problema, basta digitar o seguinte comando no Prompt:

powercfg -devicequery wake_armed 

Com a lista em mãos, você pode ir atrás desses dispositivos e programas para desabilitá-los e, dessa forma, poupar a bateria do seu notebook.

O PowerCfg também ajuda a decidir quais dispositivos ou programas podem continuar ligando o computador automaticamente

O PowerCfg também ajuda a decidir quais dispositivos ou programas podem continuar ligando o computador automaticamente (Imagem: captura de tela / Sergio Oliveira)

Gere relatórios de eficiência de energia

O PowerCfg também pode gerar relatórios de energia para você avaliar o que está funcionando bem ou drenando a bateria do seu notebook de maneira excessiva. Para isso, basta digitar o seguinte comando no Prompt:

powercfg /energy 

Feito isso, a ferramenta irá observar o uso do seu notebook por um minuto e gerar um relatório em HTML com informações de quão eficiente é o seu sistema atualmente. Mas não é só isso!

Ele também dá nome aos bois e sugere ações para que você dê um basta no desperdício de energia no seu notebook. Analise todos os resultados e procure solucioná-los para ver como o uso da sua bateria ficará melhor.

O relatório de eficiência de energia não só mostra o que está drenando a bateria do seu notebook, como sugere dicas e ações a serem providenciadas para aumentar a eficiência do componente

O relatório de eficiência de energia não só mostra o que está drenando a bateria do seu notebook, como sugere dicas e ações a serem providenciadas para aumentar a eficiência do componente. Clique para ampliar (Imagem: captura de tela / Segio Oliveira)

Gere relatórios de bateria

Diferente dos relatórios de energia, os relatórios de bateria mostram como anda a saúde do componente. Assim como o outro, aqui tudo é mostrado em uma página HTML muitíssimo bem formatada e com informações essenciais para você saber se já está na hora de fazer a troca da bateria do seu notebook ou se ela ainda aguenta bem o tranco.

Para tanto, digite o seguinte comando no Prompt:

powercfg /batteryreport 

Já o relatório de bateria mostra como anda a saúde do componente, exibindo, inclusive, o quanto de capacidade ela já perdeu desde que começou a ser usada

Já o relatório de bateria mostra como anda a saúde do componente, exibindo, inclusive, o quanto de capacidade ela já perdeu desde que começou a ser usada. Clique para ampliar (Imagem: captura de tela / Sergio Oliveira)

Gere estudos sobre o estado de espera

Por fim, esta última dica é para aqueles cujos notebooks oferecem suporte ao modo “Em Espera (Conectado)”, ou “InstantGo”. Como explicado anteriormente, com este estado habilitado o seu computador passará a funcionar como um smartphone ou tablet, podendo ligar sozinho para executar algumas tarefas de rotina e, logo depois, voltar a um estado de espera.

Com o PowerCfg, você pode executar o chamado “sleep study”, que mostra exatamente quais aplicativos e dispositivos estão ligando o seu computador e quais atividades eles estão executando. Além disso, ele informa quais deles estão contribuindo para a derrocada da eficiência da sua bateria. Sabendo disso, você pode impedi-los, ou não, de continuar tais atividades.

Para ter acesso a essas informações, basta digitar o seguinte comando no Prompt:

powercfg /sleepstudy 

Essas são apenas algumas das mais importantes funcionalidades do PowerCfg, que possui uma extensa lista de comandos que cobre praticamente todas as promessas de aplicativos de otimização de bateria. O diferencial, como você pode imaginar, é que o PowerCfg é da própria Microsoft e não vem com aqueles adwares e malwares que insistem em infestar o seu computador, prejudicando ainda mais o desempenho do seu equipamento.

Fontes e Direitos Autorais: CanalTech.com.br – Sérgio Oliveira.

Autor: Junior Galvão - MVP

Profissional com vasta experiência na área de Tecnologia da Informação e soluções Microsoft. Graduado no Curso Superior em Gestão da Tecnologia de Sistemas de Informação pela Uninove - Campus São Roque. Pós-Graduado no Curso de Gestão e Engenharia de Processos para Desenvolvimento de Software com RUP na Faculdade FIAP - Faculdade de Informática e Administração Paulista de São Paulo. Pós-Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação Faculdade - ESAMC Sorocaba. Cursando Mestrado em Ciências da Computação - UFSCar - Campus - Sorocaba. Formação MCDBA Microsoft, autor de artigos acadêmicos e profissionais postados em Revistas, Instituições de Ensino e WebSistes. Meu primeiro contato com tecnologia ocorreu em 1995 após meus pais comprarem nosso primeiro computador, ano em que as portas para este fantástico mundo se abriram. Neste mesmo ano, comecei o de Processamento de Dados, naquele momento a palavra TI não existia, na verdade a Tecnologia da Informação era conhecida como Computação ou Informática, foi assim que tudo começou e desde então não parei mais, continuando nesta longa estrada até hoje. Desde 2001 tenho atuado como Database Administrator - Administrador de Banco de Dados - SQL Server em tarefas de Administração, Gerenciamento, Migração de Servidores e Bancos de Dados, Estratégias de Backup/Restauração, Replicação, LogShipping, Implantação de ERPs que utilizam bancos SQL Server, Desenvolvimento de Funções, Stored Procedure, Triggers. Experiência na Coordenação de Projetos de Alta Disponibilidade de Dados, utilizando Database Mirroring, Replicação Transacional e Merge, Log Shipping, para versões: 2000, 2005, 2008, 2008 R2, 2012 e 2014. Atualmente trabalho como Administrador de Banco de Dados no FIT - Instituto de Tecnologia da Flextronics, como também, Consultor em Projetos de Tunnig e Performance para clientes. Desde 2008 exerço a função de Professor Universitário, para as disciplinas de Banco de Dados, Administração, Modelagem de Banco de Dados, Programação em Banco de Dados, Sistemas Operacionais, Análise e Projetos de Sistemas, entre outras. Possuo titulação Oficial Microsoft MVP - SQL Server renovada desde 2007.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s