Mercado corporativo responde bem à adoção do Windows 10, diz Gartner

Havia muita dúvida a respeito da adoção do Windows 10 ao mercado corporativo. Isso porque o Windows 8 e o Windows 8.1 foram rejeitados pelas empresas que preferiram permanecer com o Windows 7 em suas máquinas. No entanto, com as diversas mudanças e melhorias presentes no novo sistema operacional da Microsoft, o mercado corporativo está respondendo muito bem às expectativas.

Apesar das mudanças exigirem alterações na forma de gerir o suporte, a reação das empresas em relação ao Windows 10 superou as expectativas do Gartner. “Sabíamos que a recepção ia ser melhor que a do Windows 8”, disse Stephen Kleynhans durante o Gartner Symposium/ITExpo, nos Estados Unidos. Mesmo assim, o analista se disse “chocado” com a resposta positiva.

Essa reação, na opinião de Kleynhans, é reflexo da qualidade do sistema operacional, mas também do fato de a atualização para o Windows 10 ser praticamente inevitável. Em 2018, o Gartner prevê que cerca de 80% dos usuários empresariais estejam utilizando o Windows 10.

A mudança de sistema realça alguns aspectos importantes no planejamento dos executivos de TI. Algumas desinstalações devem ser realizadas, visto que há um prazo curto para o suporte, como é o caso do Internet Explorer para as versões 8 e 10, que termina neste ano.

É importante que as empresas estejam atentas ao fato da Microsoft optar por atualizações incrementais de quatro em quatro meses, considera o analista. Pode haver complicações, caso as empresas desconsiderem isso. Não será necessário correr imediatamente para atualizar cada posto de trabalho, mas é preciso manter as máquinas atualizadas nas últimas versões. Manter o sistema desatualizado poderá implicar em problemas de segurança críticos para ambientes corporativos.

Para Kleynhans, os executivos de TI interessados em “realmente fazer uso do Windows 10” devem repensar em seus processos. A adoção do sistema operacional é um compromisso de manter a empresa atualizada “com a mais recente versão”. Não basta apenas instalar o Windows 10 na rede empresarial. Os que querem manter a segurança e o bom desempenho do sistema “precisam de um pouco mais de trabalho”, ressalta o analista.

Fontes e Direitos Autorais: Canaltech – Redação | em 14.10.2015 às 10h15.

Autor: Junior Galvão - MVP

Profissional com vasta experiência na área de Tecnologia da Informação e soluções Microsoft. Graduado no Curso Superior em Gestão da Tecnologia de Sistemas de Informação pela Uninove - Campus São Roque. Pós-Graduado no Curso de Gestão e Engenharia de Processos para Desenvolvimento de Software com RUP na Faculdade FIAP - Faculdade de Informática e Administração Paulista de São Paulo. Pós-Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação Faculdade - ESAMC Sorocaba. Cursando Mestrado em Ciências da Computação - UFSCar - Campus - Sorocaba. Formação MCDBA Microsoft, autor de artigos acadêmicos e profissionais postados em Revistas, Instituições de Ensino e WebSistes. Meu primeiro contato com tecnologia ocorreu em 1995 após meus pais comprarem nosso primeiro computador, ano em que as portas para este fantástico mundo se abriram. Neste mesmo ano, comecei o de Processamento de Dados, naquele momento a palavra TI não existia, na verdade a Tecnologia da Informação era conhecida como Computação ou Informática, foi assim que tudo começou e desde então não parei mais, continuando nesta longa estrada até hoje. Desde 2001 tenho atuado como Database Administrator - Administrador de Banco de Dados - SQL Server em tarefas de Administração, Gerenciamento, Migração de Servidores e Bancos de Dados, Estratégias de Backup/Restauração, Replicação, LogShipping, Implantação de ERPs que utilizam bancos SQL Server, Desenvolvimento de Funções, Stored Procedure, Triggers. Experiência na Coordenação de Projetos de Alta Disponibilidade de Dados, utilizando Database Mirroring, Replicação Transacional e Merge, Log Shipping, para versões: 2000, 2005, 2008, 2008 R2, 2012 e 2014. Atualmente trabalho como Administrador de Banco de Dados no FIT - Instituto de Tecnologia da Flextronics, como também, Consultor em Projetos de Tunnig e Performance para clientes. Desde 2008 exerço a função de Professor Universitário, para as disciplinas de Banco de Dados, Administração, Modelagem de Banco de Dados, Programação em Banco de Dados, Sistemas Operacionais, Análise e Projetos de Sistemas, entre outras. Possuo titulação Oficial Microsoft MVP - SQL Server renovada desde 2007.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s