#01 – Para que serve

Muito bom dia, comunidade…..Tudo bem?

Hoje com muito orgulho e bastante ansiedade estou lançando uma nova sessão no meu blog, tenho a certeza que será algo muito diferente e que poderá trazer bastante interesse de todos. Este é o post #01 da sessão “Para que serve”, uma nova sessão que estará sendo publicada mensalmente com objetivo de apresentar como um script, ferramenta, linha de comando, enfim algo que esteja relacionado ao SQL Server e Banco de Dados que você não conheça ou tenha uma leve ideia de como pode ser utilizado.

Para este primeiro post, vou apresentar um pequeno script que utilizo frequentemente no SQL Server, sempre que necessito identificar algumas informações relacionadas a índices. Segue abaixo o Script #01 – Para que serve:

— #01 – Para que serve —

SELECT OBJECT_NAME(B.object_id) AS TableName,

              B.name AS IndexName,

              A.index_type_desc AS IndexType,

             A.avg_fragmentation_in_percent

FROM sys.dm_db_index_physical_stats(DB_ID(), NULL, NULL, NULL, ‘LIMITED’) A

            INNER JOIN sys.indexes B WITH(NOLOCK)

             ON B.object_id = A.object_id AND B.index_id = A.index_id

WHERE A.avg_fragmentation_in_percent > 30

AND OBJECT_NAME(B.object_id) NOT LIKE ‘[_]%’

AND A.index_type_desc != ‘HEAP’

ORDER BY A.avg_fragmentation_in_percent DESC


 

Então, veja, analíse e tente identificar o que este pequeno script pode fazer, e agora eu vou fazer a pergunta que leva o nome desta sessão.

Para que serve? Para que serve este script? Você já tem a resposta? Ela é muito simples e bastante útil.

Dicas: Se você analisou o código, poderá ter identificado algumas palavras chaves que podem ajudar:

  • Indexes;
  • Fragmentation;
  • AVG; e
  • Percent.

Hummm, se você juntar todas estas palavras, começamos a ter ideia do que e para que serve este script, se você chegou a conclusão que estamos falando de fragmentação de índices, acerto, consegui descobrir para que serve.

Resposta: O #01 – Para que serve faz referência e apresenta uma das maneiras mais utilizadas no SQL Server para se obter informações sobre índices fragmentados ou com indicadores de fragmentação. A primeira etapa para optar pelo método de fragmentação a ser usado é analisar o índice para determinar o grau de fragmentação.

Usando a função de sistema sys.dm_db_index_physical_stats, você pode detectar a fragmentação em um índice específico, em todos os índices de uma tabela ou exibição indexada, em todos os índices de um banco de dados ou em todos os índices de todos os bancos de dados.

Para índices particionados, sys.dm_db_index_physical_stats também fornece informações de fragmentação por partição.


Então é isso pessoal, este foi #01 – Para que serve, com certeza muito coisa será melhorada, novas ideias e formas de demonstrar como podemos usar e para que serve algo que se relaciona ao SQL Server e Banco de Dados.

Deseje suas críticas, sugestões, comentários e opiniões.

Mais uma vez o meu obrigado, um grande abraço, sucesso, nos encontramos em breve.

Valeu.

Autor: Junior Galvão - MVP

Profissional com vasta experiência na área de Tecnologia da Informação e soluções Microsoft. Graduado no Curso Superior em Gestão da Tecnologia de Sistemas de Informação pela Uninove - Campus São Roque. Pós-Graduado no Curso de Gestão e Engenharia de Processos para Desenvolvimento de Software com RUP na Faculdade FIAP - Faculdade de Informática e Administração Paulista de São Paulo. Pós-Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação Faculdade - ESAMC Sorocaba. Cursando Mestrado em Ciências da Computação - UFSCar - Campus - Sorocaba. Formação MCDBA Microsoft, autor de artigos acadêmicos e profissionais postados em Revistas, Instituições de Ensino e WebSistes. Meu primeiro contato com tecnologia ocorreu em 1995 após meus pais comprarem nosso primeiro computador, ano em que as portas para este fantástico mundo se abriram. Neste mesmo ano, comecei o de Processamento de Dados, naquele momento a palavra TI não existia, na verdade a Tecnologia da Informação era conhecida como Computação ou Informática, foi assim que tudo começou e desde então não parei mais, continuando nesta longa estrada até hoje. Desde 2001 tenho atuado como Database Administrator - Administrador de Banco de Dados - SQL Server em tarefas de Administração, Gerenciamento, Migração de Servidores e Bancos de Dados, Estratégias de Backup/Restauração, Replicação, LogShipping, Implantação de ERPs que utilizam bancos SQL Server, Desenvolvimento de Funções, Stored Procedure, Triggers. Experiência na Coordenação de Projetos de Alta Disponibilidade de Dados, utilizando Database Mirroring, Replicação Transacional e Merge, Log Shipping, para versões: 2000, 2005, 2008, 2008 R2, 2012 e 2014. Atualmente trabalho como Administrador de Banco de Dados no FIT - Instituto de Tecnologia da Flextronics, como também, Consultor em Projetos de Tunnig e Performance para clientes. Desde 2008 exerço a função de Professor Universitário, para as disciplinas de Banco de Dados, Administração, Modelagem de Banco de Dados, Programação em Banco de Dados, Sistemas Operacionais, Análise e Projetos de Sistemas, entre outras. Possuo titulação Oficial Microsoft MVP - SQL Server renovada desde 2007.

9 comentários em “#01 – Para que serve”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s