É Pá e Bola com o SQL Server – ⑦

Sessão É Pá e Bola com o SQL Server, dicas rápidas, simples e práticas, sem se preocupar com formalidades….

Olá, boa tarde….

Este é mais um post da nova Sessão É Pá e Bola com SQL Server.

Aqui o papo é simples e direto, sem formalidade, com dicas rápidas para se fazer algo relacionado com Microsoft SQL Server de forma geral.

Você pode estar se perguntando o porque deste nome, eu já te respondo.

O porquê é que todas as dicas a serem compartilhadas podem estar envolvidas com esportes praticados com bola, ou simplesmente por sua facilidade na construção e execução.

See the source image

No É Pá e Bola com o SQL Server – ⑦, vamos aprender como utilizar a extensão Visualizer existente no Azure Data Studio, a qual nos permite construir e compartilhar diversos tipos de gráficos com base nos resultados apresentados por nossas querys.

Caso você ainda não conheça ou utilize o Azure Data Studio, tenha a certeza que irá se surpreender com o potencial deste ambiente de desenvolvimento, faça agora mesmo o download, clique aqui.

Pois bem, tendo uma conexão estabelecida no Azure Data Studio, que aponte para um servidor de banco de dados, seja ele qualquer. Como de costume, estou utilizando o Microsoft SQL Server 2019 Enterprise.

Crie uma nova query, implemente um comando Select para trazer uma pequena massa de dados retornadas tradicionalmente no formato de tabela, você poderá observar do lado direito da barra de resultados uma pequena toolbox contendo alguns recurso disponíveis para serem utilizados com o nosso conjunto de resultados.

Dentre a relação de recursos, o último botão denominado Visualizer estará disponível conforme a Figura 1 ilustra abaixo:

Capture

Figura 1 – Botão Visualizer.

Ao clicar no respectivo botão, será aberta dentro do Azure Data Studio, uma nova janela dedicada a utilização do SandDance – Visualizer, conforme a Figura 2 ilustra:

Capture2Figura 2 – Tela do SandDance – Visualizer.

Como você pode observar através da Figura 2 apresentada acima, esta sendo apresentado um gráfico de colunas, um dos tipos mais tradicionais utilizados para análise de dados ou storytelling.

Agora eu deixo para você conhecer um pouco mais sobre esta poderosa extensão que descobri a pouco tempo e tem me ajuda muito nos meus estudos de dados climáticos.

Caso você queira reproduzir o gráfico apresentado na Figura 2 ou qualquer outro existente no Visualizer com o conjunto de dados utilizados neste experimento, faça o download clicando aqui.

Vale importante destacar que trata-se de um ambiente para análise de dados que podemos dizer como simples, mas para aqueles que estão iniciando seus estudos nesta área, ou querem aos poucos descobrir outras possibilidades gratuitas, a mesma se encaixa perfeitamente.

Desta forma, chegamos ao final…. simples, prático, rápido, mas nem sempre é fácil…..


Valeu….

É isso aí galera, aqui é É Pá e Bola com o SQL Server, espero que você tenha gostado….

Autor: Junior Galvão - MVP

Profissional com vasta experiência na área de Tecnologia da Informação e soluções Microsoft. Mestre em Ciências Ambientes na linha de pesquisa em Geoprocessamento e Modelagem Matemática pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho". Pós-Graduado no Curso de Gestão e Engenharia de Processos para Desenvolvimento de Software com RUP na Faculdade FIAP – Faculdade de Informática e Administração Paulista de São Paulo. Graduado no Curso Superior em Gestão da Tecnologia de Sistemas de Informação pela Uninove – Campus São Roque. Formação MCDBA Microsoft, autor de artigos acadêmicos e profissionais postados em Revistas, Instituições de Ensino e WebSistes. Meu primeiro contato com tecnologia ocorreu em 1994 após meus pais comprarem nosso primeiro computador, ano em que as portas para este fantástico mundo se abriram. Neste mesmo ano, comecei o de Processamento de Dados, naquele momento a palavra TI não existia, na verdade a Tecnologia da Informação era conhecida como Computação ou Informática, foi assim que tudo começou e desde então não parei mais, continuando nesta longa estrada até hoje. Desde 2001 tenho atuado como Database Administrator – Administrador de Banco de Dados – SQL Server em tarefas de Administração, Gerenciamento, Migração de Servidores e Bancos de Dados, Estratégias de Backup/Restauração, Replicação, LogShipping, Implantação de ERPs que utilizam bancos SQL Server, Desenvolvimento de Funções, Stored Procedure, entre outros recursos. Desde 2008 exerço a função de Professor Universitário, para as disciplinas de Banco de Dados, Administração, Modelagem de Banco de Dados, Programação em Banco de Dados, Sistemas Operacionais, Análise e Projetos de Sistemas, entre outras. Experiência na Coordenação de Projetos de Alta Disponibilidade de Dados, utilizando Database Mirroring, Replicação Transacional e Merge, Log Shipping, etc. Trabalhei entre 2011 e 2017 como Administrador de Banco de Dados e Coordenador de TI no FIT – Instituto de Tecnologia da Flextronics, atualmente exerço a função de Professor Universitário na FATEC São Roque. CTO da Galvão Tecnologia, consultoria especializada em Gestão de TI, Administração de Servidores Windows Server, Bancos de Dados Microsoft SQL Server e Virtualização. Possuo titulação Oficial Microsoft MVP e reconhecimentos: MCC, MSTC, MIE e MTAC.

%d blogueiros gostam disto: