Microsoft inagura em Londres a primeira Microsoft Store na Europa

A primeira Microsoft Store localizada no velho continente foi inaugurada oficialmente na última quinta-feira dia 11/07.


No decorrer do mês de maio, a Microsoft informou que estava pronta para abrir a primeira Microsoft Store física na Europa, especialmente no Reino Unido, esta promessa se tornou realidade nesta última quinta – feira dia 11 de julho, quando a primeira Microsoft Store foi oficialmente aberta ao público em Londres, Inglaterra.

Microsoft Store. Londres, 2019.

A nova Microsoft Store está localizada em Londres, em Oxford Circus (mais de 2000 metros quadrados em três andares). A Microsoft explica que esta nova loja permitirá que usuários do Reino Unido testem as mais recentes tecnologias, produtos e serviços da Microsoft e parceiros associados. Dentro você encontrará diferentes áreas interativas, cercadas por paredes de vídeo imersivas, onde você pode entrar em contato com Surface, Windows, Office, Xbox e PC, HoloLens e muito mais.

Além disso, um Answer Desk, uma área dedicada a clientes para obter suporte técnico, treinamento, reparo e consultoria em produtos e serviços da Microsoft, não estará ausente. Especialmente para os jogadores, esta loja ainda é mais incrível ainda, pois podemos testar vários jogos – inclusive Gears 5 no Project xCloud, e muitas outras coisas que você verão nos vídeos e fotos abaixo.

As imagens e vídeos apresentados abaixo, ilustram um pouco do ambiente criado pela Microsoft para atrair o público:

Ver imagem no Twitter

Ver imagem no Twitter

Ver imagem no Twitter

Ver imagem no Twitter

Ver imagem no TwitterVer imagem no Twitter

Fotos e vídeos fornecidos por: Tom Warren – Senior Editor at The Verge.


Fontes e Direitos Autorias: Tom Warren – The Verge – 10/07/2019.
Leia na integra acessando: https://www.theverge.com/2019/7/10/20687952/microsoft-store-london-oxford-circus-uk-preview-review

Microsoft prorroga grande oferta do Xbox Game Pass Ultimate


A Microsoft prorrogou a grande oferta de desconto do Xbox Game Pass Ultimate, este novo plano engloba as assinaturas do Xbox Game Pass do Xbox One, Xbox Game Pass do PC e Xbox Live Gold. São todos os grandes serviços do Xbox One em um único pacote. O preço promocional estava por R$ 1, previsto para acabar ontem, mas isso não aconteceu.

Nesta última quinta-feira dia 04, a página do Xbox Game Pass Ultimate ficou fora do ar por algumas horas e quando voltou foi removido o cronômetro que afirmava que dia 4 de julho seria o fim da promoção. Desse modo, você ainda pode experimentar um mês de Xbox Game Pass Ultimate por esse preço simbólico.

Entretanto, a melhor parte dessa oferta é que você pode converter todos os seus meses de Xbox Live Gold por apenas R$ 1. O limite são três anos. Na prática, você assina Xbox Live Gold e leva o Game Pass Ultimate praticamente de graça, e como dito a pouco, dentro de um limite de três anos.

Não sabemos até quando a Microsoft continuará com essa oferta, agora não tem mais o cronômetro e as grandes promoções de verão/férias também podem aparecer a qualquer momento.

XGPU_Feature2

Caso ainda ainda não tenha feito a conversão da sua assinatura, acesse: Xbox Game Pass Ultimate. 


Fontes e Direitos Autorais: Microsoft Store – 05/07/2019 – https://www.microsoft.com/pt-br/p/xbox-game-pass-ultimate.

Microsoft adiciona ao OneDrive “Cofre Pessoal” e novo armazenamento adicional

A Microsoft anunciou uma serie de novidades para o OneDrive que devem deixar o serviço ainda melhor do que ele já era.


Sabemos que o OneDrive é executado numa das nuvens mais confianvéis do mundo, o Azure da Microsoft, que possui muitas medidas de segurança para manter seus arquivos protegidos.

onedrive

Mas, sabendo que há pessoas que armazenam arquivos muito importantes ou até mesmo confidenciais nesse serviço, eles estão introduzindo uma nova funcionalidade que deixará suas pastas ainda mais segura. A nova solução é chamada de Personal Vault ou seu Cofre Pessoal.

O Cofre Pessoal é uma área protegida no OneDrive que você só pode acessada com um método de autenticação forte ou uma segunda etapa de verificação de identidade, como sua impressão digital, reconhecimento facial, PIN ou um código enviado por email ou SMS. Seus arquivos bloqueados no Cofre Pessoal têm uma camada extra de segurança, mantendo-os mais seguros no caso de alguém obter acesso à sua conta ou ao seu dispositivo sem sua autorização.

Imagem mostrando a opção de verificação do OneDrive Personal Vault para arquivos enviados.

Além disso, essa segurança adicional não significa um inconveniente adicional. Todos os seus documentos, fotos e vídeos no Personal Vault são fáceis de acessar no Onedrive.com, no seu PC ou em dispositivos compatíveis.

Se seu medo é o acesso ao seu PC, não se preocupe,  pois, nos PCs com Windows 10, o OneDrive sincroniza os arquivos do Cofre pessoal com uma área criptografada pelo BitLocker do disco rígido local. E, como todos os arquivos no OneDrive, o conteúdo do seu Cofre Pessoal é criptografado em repouso na nuvem da Microsoft e em trânsito para o seu dispositivo. Para proteção adicional em dispositivos móveis, recomendamos que você ative a criptografia no seu dispositivo iOS ou Android. Juntas, essas medidas ajudam a manter seus arquivos protegidos, mesmo se o seu PC com Windows 10 ou dispositivo móvel for perdido, roubado ou alguém obter acesso a ele.

Resultado de imagem para onedrive Personal Vault

E tem mais… se você estiver com seu Cofre Pessoal aberto e inativo por um curto período de tempo, o OneDrive fará um bloqueio automático das pastas e arquivos, forçando uma nova autenticação.

Quando estas novidades estarão disponíveis?

Pessoas que usam o OneDrive na Web, com o aplicativo para dispositivos móveis ou em um PC com Windows 10, o Personal Vault começará a ser lançado em breve nas seguintes regiões: Austrália, Nova Zelândia e Canadá e estará disponível para todos até o final do ano.

Quem já esta utilizando o OneDrive, o Personal Vault aparecerá como uma atualização de recurso quando for lançado ainda este ano na sua região. E se você ainda não for cliente do OneDrive, faça o download do aplicativo ou acesse www.onedrive.com para começar a usá-lo no seu PC ou na web. Se você estiver usando o plano gratuito ou autônomo de 100 GB do OneDrive, poderá experimentar o Cofre Pessoal com um número limitado de arquivos. Os assinantes do Office 365 podem armazenar quantos arquivos quiserem no Cofre Pessoal, até o limite de armazenamento.

Armazenamento: mais por menos

Agora, por apenas R$ 7,00 ao mês, você não terá mais 50 GB de armazenamento online, mas sim, 100 GB. Isso mesmo! Eles dobraram a capacidade do armazenamento online do plano básico. Para quem é assinante do Office 365, que já garante 1 TB de espaço de armazenamento no serviço, eles abriram a possibilidade de expandir ainda mais esse espaço.

Pagando apenas US $ 1,99 por mês o usuário poderá adicionar 200 GB de espaço extra aos 1 TB já disponíveis, totalizando 1,2 TB de capacidade. Se quiser dobra tudo para 2 TB o preço sobe para US $ 9,99/mês extras. Na verdade, tem vários opções nesse intervale de preço e de capacidade. Veja abaixo:

Gráfico mostrando os planos de armazenamento adicionais para o OneDrive.

As atuais contas gratuitas, não sofreram mudanças, continuam tendo a capacidade de 5 GB gratuitos para armazenamento.


Fontes e Direitos Autorais: Microsoft.com –
Leia na integra acessando: https://www.microsoft.com/en-us/microsoft-365/blog/2019/06/25/onedrive-personal-vault-added-security-onedrive-additional-storage/

Microsoft Edge Chromium Based muito próximo de ser liberado


O Microsoft Edge baseado no Chromium agora com WebView2 e isso é algo muito bom e que iria acontecer mais cedo ou mais tarde. Por quê?

A resposta é simples, porque é o WebView que permite aos desenvolvedores criar conteúdo da Web em seus aplicativos, incluindo páginas de entrada para determinados serviços ou PWA, que dependem quase inteiramente do conteúdo da web.

Agora, com o WebView2 sendo alimentado pelo mesmo motor do Chromium que impulsiona a nova versão do Edge, a experiência pode ser melhor de diversas maneiras, especialmente porque deve ser mais interoperável com as experiências da Web criadas para outras plataformas. Para mostrar os recursos do WebView2, a Microsoft estará desenvolvendo uma nova experiência de add-ins para seus aplicativos do Office no futuro, impulsionada pelo novo controle.

Afim de garantir que a experiência dos usuários seja consistente em todos os dispositivos Windows, o controle WebView2 será atualizado com o próprio navegador Edge por padrão, o que significa que todos os usuários terão os mesmos recursos, independentemente de qual versão do Windows eles estejam executando.

Caso os desenvolvedores queiram ter mais controle sobre a experiência, eles podem enviar seus aplicativos com uma versão específica do WebView2 e atualizá-los em seu próprio ritmo.

microsoft edge
A chegada do WebView2 facilitará o processo de login dentro de aplicações web e muito mais

O melhor de tudo é:

O mais importante é que o WebView2 abre as portas para unificação do browser rumo a completa substituição do motor EdgeHTML e MSHTML ainda usado no Edge que vem com o Windows 10. A novidade anunciada era um dos passos que faltava para a completa migração do browser padrão do Windows 10 para sua nova versão e para que enfim aconteça sua liberação geral e irrestrita para todos os usuários do Windows.

Dessa forma, não deve demorar para a Microsoft liberar o novo Edge baseado no Projeto Chromium ser entregue junto com uma grande atualização do seu sistema operacional, colocando um fim na era do Edge baseado no EdgeHTML, deixando de ser apenas um programa Beta.

O que é o Microsoft Chromium Based?

O novo Microsoft Edge é um browser da Microsoft criado com base no Projeto Chromium, que é um projeto de código aberto também utilizado pelo Google para desenvolver o Chrome. Ele faz uso do motor Blink. A mudança radical da Microsoft visa elevar o nível de compatibilidade do seu navegador afim de aumentar o engajamento dos seus usuários e a popularidade do browser.

O Edge Chromium based ainda está em sua fase inicial de desenvolvimento, tanto que atualmente ele só está disponível em versões consideradas Alpha. Nem o Beta foi liberado ainda. Existem dois canais para escolher, o Canary e o DEV.

Clique aqui para obter mais informações sobre o novo Edge e também para fazer o download a versão que mais lhe agrada.

Fonte e Direitos Autorais: Blog – Windows.com – / Program Manager, WebView – 19/06/2019.
Leia na integra acessando: https://blogs.windows.com/msedgedev/2019/06/18/building-hybrid-applications-with-the-webview2-developer-preview/#zEWM4oLlHDEKkkGT.97

macOS é o primeiro a receber a versão do Microsoft Edge baseado em Chromium

A primeira versão a ser liberada é a 76.0.151.0 e já traz consigo todos os recursos já disponíveis para o Windows 10. Sendo a versão Canary, os updates são constantes e novidades chegarão constantemente.


Mesmo sem ainda ter liberado a versão Beta do Microsoft Edge baseado no Chromium para usuários Windows, a Microsoft não perdeu tempo e liberou ao menos a versão Canary do seu novo browser para o macOS da Apple.

Ela atendeu a enorme quantidade de pedidos que chegavam via feedback do navegador..

Microsoft Edge baseado no Chromium?

O novo Microsoft Edge é um browser da Microsoft criado com base no Projeto Chromium, que é um projeto de código aberto também utilizado pelo Google para desenvolver o Chrome. Ele faz uso do motor Blink. A mudança radical da Microsoft visa elevar o nível de compatibilidade do seu navegador afim de aumentar o engajamento dos seus usuários e a popularidade do browser.

O Edge Chromium based ainda está em sua fase inicial de desenvolvimento, tanto que atualmente ele só está disponível em versões consideradas Alpha. Para obter mais informações sobre o novo Edge e também para fazer o download a versão que mais lhe agrada, acesse: https://www.microsoftedgeinsider.com/en-us/whats-new

Fontes e Direitos Autorais: Alexandre Lima – WindowsTeam.com.br – 16/05/2019.
Leia na integra: https://www.windowsteam.com.br/microsoft-edge-baseado-no-chromium-disponivel-para-macos/

Novidades sobre Microsoft Edge baseado no Chromium


Recentemente a Microsoft disponibilizou uma série de notícias que apresentam as principiais novidades que o novo Microsoft Edge baseado na tecnologia e recursos Chromium ira apresentar.

Abaixo destaco algumas:

  • Adicionada uma opção “Copiar o link de download” para o menu de um item baixado;
  • O menu de contexto de um download cancelado não mostra mais uma lista de itens desativados e, em vez disso, mostra apenas “Copiar o link de download” ou “Copy download link”;
  • Adicionada uma opção “Salvar como” à barra de ferramentas no visualizador de PDF
  • A opção do menu de contexto “Adicionar ao dicionário” para uma palavra incorreta agora tem um ícone;
  • Para links rápidos na nova guia, se não houver um ícone de site disponível, o browser mostrará um ícone criado a partir da primeira letra do site; e
  • Eles aumentaram o tamanho de alguns textos no flyout do perfil do usuário para facilitar a leitura.

Além destas novidades, uma grande relação de bugs reportados foram corrigidos, dentre eles:

  • A caixa de diálogo enviar feedback não verifica mais os URLs e os endereços de e-mail;
  • Corrigido um bug em que o Microsoft Edge poderia travar após ser acessado por meio de uma sessão de área de trabalho remota;
  • Corrigida uma falha ao navegar de volta para os resultados da pesquisa de histórico;
  • Corrigida uma falha relacionada a dicas de ferramenta que ocorreria em vários cenários diferentes; e
  • Corrigido um problema de formatação visual com o aviso sobre um download de arquivo perigoso.

Antes de update vale lembrar que ele ganhou suporte ao Bing Tradutor, que passou a ser nativo no navegador, contudo, ainda não é funcional para quem usa um idioma diferente do inglês, já que por enquanto ele só traduz página para esse idioma; ganhou ainda um corretor ortográfico e por ai vai.

o que foi sentido falta até o momento?

Continuamos sentindo falta da opção que permita a tradução completa do navegador para nosso idioma (menus, caixa de contexto, etc). Na verdade, não só para o nosso, pois, a Microsoft ainda não liberou a tradução do aplicativo para nenhuma outro idioma que não o inglês. Até já baixei o PT-BR para quando liberar eu já fazer a mudanças, mas por hora, todo o conteúdo do browser só está disponível em inglês.

Gravação de tela mostrando coleções exportando um conjunto de câmeras salvas para um documento do Word.

Por fim, também estamos sentindo falta da liberação da versão Beta. Hoje, só dois canais estão disponíveis para download, que é o DEV e o Canary, ou seja, dois canais com compilações muito experimentais, digamos assim, versões Alpha. Queremos que eles liberem logo a versão Beta, pois, teoricamente ela seria mais estável e assim poderíamos ver mais pessoas “se arriscando” nos testes de modo que isso aceleraria o desenvolvimento do navegador. Ao menos eles liberam as versões de teste para o macOS.

Como obter essa versão do browser?

Para usar o novo Edge é necessário se inscrever no Programa Insider do Microsoft Edge baseado no Chromium e isso pode ser feito clicando aqui. Você não precisa ser um Windows Insider para se tornar um insider do Edge.

Fontes e Direitos Autorais: Alexandre Lima – WindowsTeam.com.br – 16/05/2019.
Leia na integra acessando: https://www.windowsteam.com.br/as-novidades-mais-recentes-do-microsoft-edge-baseado-no-chromium/

Microsoft disponibiliza PWA Builder 2.0


Está no ar a versão 2.0 do PWA Builder, a ferramenta criada pela Microsoft que facilita e muito a criação de um Progressive Web App (PWA).

PWA Builder

A v2.0 possui um novo design e “snippits” para integração de interfaces de programação web, tem ainda a adição de uma plataforma de desktop Mac e Webkit com base em Webkit.

Outra novidade é que os desenvolvedores agora podem visualizar sua “pontuação” e adicionar recursos de plataforma cruzada (cross plataform), como autenticação, integração de sistemas e interfaces de usuário por meio de interfaces de programação do Microsoft Graph.

Não tenha dúvida que uma das principais ideias por trás dessa ferramenta é a geração de novos aplicativo compatíveis com o Windows 10, assim como tem ainda o interesse da MS em estimular desenvolvedores a migrarem seus aplicativos mais antigos para novos formatos, entre os quais estão os PWA.

Já falamos aqui que os PWA serão muito importantes no futuro de toda plataforma e de todo sistema operacional. O futuro que nos aguarda tem a Nuvem como centro de tudo e é lá que os PWA reinam e operam boa parte das aplicações web.

Sendo assim, se você é desenvolvedores, estudante, programador ou entusiastas, vale a pena explorar as possibilidades ofertadas pelo PWA Builder. Tem muita coisas simples de usar, então, vale a pena dar uma fuçada.

Para saber sobre esta nova ferramenta da Microsoft, acesse: https://www.pwabuilder.com/

Fontes e Direitos Autorais: WindowsTeam – https://www.windowsteam.com.br/microsoft-libera-versao-2-0-da-sua-ferramenta-para-criacao-de-pwa/