DevOps e seus segredos obscuros

Empresas estão cada vez mais se voltando para o DevOps para apoiar as suas transformações digitais.


No começo, havia o código, e os desenvolvedores eram responsáveis ​​por tudo. Eles criaram a lógica e a mantiveram em execução nos servidores, mas isso mudou com a expansão e a diferenciação das equipes. Alguns profissionais permaneceram com o código (devs) e outros acabaram cuidando das máquinas (ops).

Atualmente, graças à nuvem e à ascensão dos microsserviços, o software se tornou uma constelação de dezenas e até milhares de componentes rodando em máquinas separadas. Cada um é tecnicamente independente, mas todas essas máquinas devem trabalhar juntas.

A principal tarefa da equipe de DevOps é fornecer toda a orquestração desses aplicativos multifacetados. Eles podem não lidar com a profundidade da arquitetura do software, mas mantêm as peças em funcionamento.

Confira algumas verdades ocultas e conceitos errôneos que têm sido amplamente divulgados.

DevOps não programa

Muitos pensam que o DevOps não faz programação – e eles estão certos. As funções divergiram, e grande parte do trabalho de lidar com bytes e estruturas de dados hoje é atribuído a desenvolvedores que vivem em um mundo diferente.

Estrategicamente, faz sentido isentar os programadores da responsabilidade de manter tudo em funcionamento, porque as suas mentes estão perdidas no meio de toda a abstração. Mas os membros da equipe de DevOps ainda precisam escrever trechos de código e pensar abstratamente sobre estruturas de dados ocultos. Manter tudo funcionando requer inúmeras linhas de comando, mas que geralmente podem ser coletadas e simplificadas.

Continue Lendo “DevOps e seus segredos obscuros”

Empresas e Startups de tecnologia estão com mais de 190 vagas de emprego abertas

Diversas empresas, startups e multinacionais com foco em tecnologia, contam com posições abertas em diferentes áreas.


Resultado de imagem para imagens Contrata-se

A disputa por talentos no setor de tecnologia não dá sinais de desacelerar. Conforme 2020 aproxima, muitas empresas correm com as contratações em dezembro para iniciar o ano com quadros completos. O setor de tecnologia emprega cerca de 681 mil pessoas no País, segundo o Tech Report 2019, da Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE).

Mesmo assim, está longe de estar saturado: 420 mil novas vagas devem ser abertas até 2024, conforme a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom). “Como o setor inteiro espera que o próximo ano seja mais aquecido do que o atual, a disputa por talentos deve se acirrar.

Abaixo, confira as oportunidades.

Continue Lendo “Empresas e Startups de tecnologia estão com mais de 190 vagas de emprego abertas”

Supercomputador Brasileiro Santos Dumont volta ao ranking dos mais potentes

Equipamento também reconquistou o 1º lugar no posto de principal supercomputador da América Latina.


Após expansão da sua capacidade de processamento, o supercomputador Santos Dumont voltou para a lista dos 500 mais potentes do planeta. Instalada no Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) em Petrópolis (RJ) a máquina recebeu uma atualização que aumentou sua capacidade de 1,1 petaflops para 5,1 petaflops, conseguindo realizar 5,1 milhões de bilhões de operações matemáticas por segundo.

A atualização foi inaugurada em cerimônia realizada na últimas segunda (25) e contou com a presença de Marcos Pontes ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. O upgrade foi viabilizado graças à destinação de 1% das receitas geradas a partir da extração do pré-sal do campo de Mero, na Bacia de Santos.

Com a determinação de repasses de recursos para atividades de pesquisa e desenvolvimento dentro do campo de Mero, foi possível investir em melhorias para a máquina, que agora voltou à lista e também assumiu a posição de principal supercomputador da América Latina.

Continue Lendo “Supercomputador Brasileiro Santos Dumont volta ao ranking dos mais potentes”

Esta a procura de uma vaga de emprego? Conheço o Tinder do emprego

Startup brasileira lança Tinder do desempregado. Milhares de vagas temporárias são ofertadas nessa época do ano.


A Goowit é uma rede social que inovou ao unir desempregados e grandes empresas. Se você usar a rede social e conseguir um “match”, quer dizer que há potencial para trabalhar naquela companhia. As vagas são segmentadas de acordo com o perfil do usuário.

Por meio de uma inteligência artificial desenvolvida para a rede social, é realizado um mapeamento do perfil comportamental de cada candidato. A ferramenta funciona como um “mentor vocacional”, ajudando os usuários no treinamento de soft e hard skills.

Continue Lendo “Esta a procura de uma vaga de emprego? Conheço o Tinder do emprego”

5 dicas básicas para se enquadrar com as exigências da LGPD

Como sua empresa precisa se organizar para não herdar dores de cabeça quando a LGPD entrar em vigor em 2020.


A maior parte das empresas, de pequenas a gigantes, em alguma frente de seu negócio, recebe algum tipo de dado do seu cliente – desde um nome e data de nascimento chegando a informações sensíveis, como o número do cartão de crédito, caso bem comum nas companhias de e-commerce, por exemplo.

Se este é o caso da sua empresa, então a LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados – é para você, ela começará a valer a partir de 16 de agosto do ano que vem. Inspirada na GDPR (General Data Protection Regulation ou Regulamentação Geral de Proteção de Dados), da União Europeia, a lei brasileira define como as empresas devem tratar, a partir do marco zero, dados de cidadãos brasileiros, e como devem se preparar para evitar vazamentos e que esses dados caiam em mãos erradas, como as dos criminosos digitais.

See the source image

A partir da vigência da lei, companhias que a infringirem poderão ser, dependendo da infração, advertidas ou receber multas até 2% do faturamento, limitada, no total, a R$ 50.000.000,00. O especialista Marcos Paulo Pires dos Santos, diretor de engenharia de valor da Think IT, empresa brasileira provedora de serviços de infraestrutura de TI, lista os passos que sua organização precisa assumir para não herdar dores de cabeça quando a LGPD entrar em vigor em 2020:

Continue Lendo “5 dicas básicas para se enquadrar com as exigências da LGPD”

USP com foco na área de TI oferece cinco cursos gratuitos

Noções básicas de Python, Big Data e outros assuntos relacionados à programação estão entre os temas abordados.


Para quem deseja aprimorar os conhecimentos ou dar um primeiro passo a uma nova profissão, se liga nessa dica: a Universidade de São Paulo (USP) disponibiliza gratuitamente alguns cursos online com foco em tecnologia da informação (TI), ciência da computação, Big Data e temas relacionados ao universo da tecnologia.

Entre as opções está o curso de linguagem Phyton, que ensina noções básicas da linguagem de programação para que o usuário desenvolva pequenos programas nessa linguagem. Segundo a instituição, “o objetivo principal é desenvolver o raciocínio aplicado à formulação e resolução de problemas computacionais”. Ao término do aprendizado, o aluno pode cursar a segunda parte do curso voltado à programação em Phyton.

Image result for python language

Continue Lendo “USP com foco na área de TI oferece cinco cursos gratuitos”

Microsoft lança tutorial no YouTube para iniciantes na linguagem Python


A linguagem de programação Python tem despontado como excelente opção para aqueles que querem iniciar suas carreiras em tecnologia, sobretudo para projetos que envolvem recursos de machine learning e inteligência artificial.

Ao contrário do que muitos pensam, o Python pode ser mais simples do que parece. Muitos dos benefícios do Python resultam da grande variedade de bibliotecas acumuladas desde seu lançamento, em 1991, uma característica que também ajudou a endossar sua popularidade. Segundo estudo da Stack Overflow de 2018, quase dois quintos dos programadores entrevistados dizem usar o Python.

Considerada a 3ª linguagem “mais amada” pelos desenvolvedores segundo pesquisa do Stack Overflow, o Python está entre as 5 linguagens mais populares por exigir poucas linhas de código e não ter uma leitura complicada, se comparada com programas semelhantes.

Continue Lendo “Microsoft lança tutorial no YouTube para iniciantes na linguagem Python”