Ferramentas gratuitas que podem te ajudar na gestão de projetos

Estabelecer boas relações entre o time é um dos fatores-chave para o sucesso de um projeto.


Resultado de imagem para gestão de projetos

Segundo as palavras do manager de baseball Casey Stengel “encontrar bons jogadores é fácil. Difícil é fazê-los jogar juntos”. Esta afirmação talvez valha para o momento atual no que tange aos recursos tecnológicos.

A Colaboração é um dos fatores-chave para o sucesso independente do tamanho da companhia. Tendo isso em mente, fica simples observar o quão importante é possuir a ferramenta de colaboração certa para manter os times conectados e caminhando numa mesma direção.

A Computerworld listou algumas soluções que podem ajudá-lo nesse sentido:

Continue Lendo “Ferramentas gratuitas que podem te ajudar na gestão de projetos”

As linguagens de programação que neste momento estão perdendo espaço

Estas são as ‘piores’ linguagens de programação para aprender atualmente, segundo a lista da Codementor destaca as linguagens que podem ser perda de tempo para os desenvolvedores.


Resultado de imagem para linguagens de programação 2020

Anualmente, a Codementor publica a lista das “Piores linguagens de programação para aprender”, baseando-se no envolvimento da comunidade, crescimento e mercado de trabalho. Na última edição, a companhia enfatizou que o ranking reflete as linguagens que são uma má escolha para se aprender como primeira opção.

Confira abaixo as top 5 identificadas nesta lista:

1. Elm

Destinado principalmente a desenvolvedores web, o Elm é uma linguagem funcional que se compila ao JavaScript e foi projetada para facilitar a criação de aplicativos web. Segundo a avaliação da Codementor, a linguagem tem o quarto pior engajamento da comunidade, queda no crescimento e, embora as perspectivas de emprego para o Elm tenham melhorado um pouco, ele ainda permanece classificado como a quinta pior linguagem do mercado.

2. CoffeeScript

Também caracterizado como uma linguagem de desenvolvimento web, o CoffeeScript é compilado em JavaScript e foi projetado para melhorar a legibilidade do JavaScript. Para a Codementor, o envolvimento da comunidade do CoffeeScript é baixo. Além disso, o crescimento já fraco da linguagem vem sofrendo queda. Embora as perspectivas de emprego também tenham piorado, a Codementor ressalta que ainda há empresas buscando desenvolvedores com conhecimentos em CoffeeScript.

Continue Lendo “As linguagens de programação que neste momento estão perdendo espaço”

Script Challenge – 16 – A resposta

Obtendo o histórico de consumo de CPU durante um intervalo de tempo em minutos….


Bom dia, bom dia, bom dia….

Tudo bem? Que bom te encontrar tão cedo por aqui….

Seja mais uma vez muito bem vindo ao meu blog, mais especificamente ao post que apresenta a resposta para o Script Challenge – 2019 – Post 16, sendo este respectivamente o quinto post após o retorno desta desafiadora sessão denominada Script Challenge (Script Desafiador ou Desafio do Script) como queiram traduzir.

Espero que você já tenha ouvido falar desta sessão ou acessado alguns dos posts publicados anteriormente. Caso ainda não tenha feito, fique tranquilo você vai encontrar no final deste post uma pequena relação contendo os últimos desafios lançados e seus respostas.

Vamos então falar um pouco mais sobre o último desafio, estou me referindo ao Script Challenge 16….


Script Challenge 16

Falando do desafio de número 16, o mesmo foi publicado no mês de outubro de 2019, período de data em que praticamente todos nós estamos começando a preparar para o encerramento do ano, as festas de final de ano estão se aproximando.

Da mesma forma que o início do ano não é algo muito fácil, o final também não, normalmente estamos no nosso limite físico, emocional, psicológico também, dos últimos dois meses parecem que duram o ano todo, mas não podemos nos abater e temos que serguir em frente, o mesmo foi feito aqui no meu blog.

Pois bem, o Script Challenge 16 possui um pouco relação ou conexão com toda esta loucura, não necessariamente com o natal ou final de ano, muito menos com presentes e toda aquela mesa farta com diversas comidas.

Na verdade, sabemos que existem determinadas situações, ações, procedimentos e demais atividades que se não cumprimos da maneira que estava preestabelecida acabamos de alguma forma sendo notificados ou até mesmo penalizados, pensando justamente desta forma, o Script Challenge 16 se relaciona.

Continuando nossa história, quero lhe perguntar: E ai já matou a charada? Acho que ainda não! Não é mesmo?

Para te ajudar mais um pouco vou apresentar a Figura 1 que contem todo código Transact-SQL utilizado neste desafio, contendo trechos ou partes de código ocultas, procedimento que realizei no post que contempla o lançamento deste desafio como forma de aumentar o nível de dificuldade:

Figura 1 – Código Transact-SQL apresentado no Script Challenge 16.

E ai, revendo novamente o código publicado no post de abertura deste desafio, você conseguiu checar a alguma conclusão?

Bom chegou a hora de revelar o que exatamente este bloco de código se propõem a fazer, chegou o momento de revelar e desvendar este desafio. A seguir apresento a resposta para o Script Challenge 16 e o todo bloco de código disponível para você utilizar em seus ambientes de trabalho ou estudos.

A resposta

Como você pode ter percebido, no decorrer deste post e também no post de lançamento, procurei de uma forma simples mas não explícita exibir ao longo do texto, pequenas dicas que poderiam ajudar, nortear e quem sabe indicar uma possível resposta ou solução para o desafio.

Falando mais diretamente, a resposta para o Script Challenge 16, esta totalmente relacionada as nossas atividades diárias, mas não no mundo real, mas sim no mundo virtual, estou me referindo ao histórico de tudo aquilo que fazemos durante um período ou intervalo de tempo, e foi pensando justamente neste tipo de situação que o Script Challenge 16 foi criado.

Mas se mesmo assim, você ainda não conseguiu adivinhar ou até mesmo pode estar se perguntando: Qual a relação do Script Challenge – 16 tem haver com histórico? A resposta para seu questionamento é muito simples, para qualquer Administrador de Banco de Dados, Administrador de Servidores, Desenvolvedor, enfim um profissional de tecnologia, tudo o que fazemos basicamente em um computador deve de alguma gerar dados históricos, gerar registros que evidenciam o que foi feito, quando, como, e até mesmo o porque, e como todos devem saber, um histórico nada mais é que uma relação de itens e ações registradas ao longo do tempo que ilustram de fato estes acontecimentos.

Então a resposta para o Script Challenge 16 se relaciona com a possibilidade que o script apresenta em nos ajudar a saber como foi o consumo de CPU utilizado em nosso servidor ou instância SQL Server durante um determinado intervalo de tempo, neste caso levando-se em consideração um período de tempo de 30 minutos, com intervalos pequenos do registro de histórico de processamento a cada um minuto.

Abaixo apresento o script original que ilustra esta capacidade que o Microsoft SQL Server em conjunto com suas visões e funções de gerenciamento dinâmico possui:

— Script Challenge 16 – A resposta – Realizando Auditoria em tempo real (In Live) —

DECLARE @ts_now bigint = (SELECT cpu_ticks/(cpu_ticks/ms_ticks) FROM sys.dm_os_sys_info);
SELECT TOP(30)
               SQLProcessUtilization AS [SQL Server Process CPU Utilization],
               SystemIdle AS [System Idle Process],
               100 – SystemIdle – SQLProcessUtilization AS [Other Process CPU Utilization],
               DATEADD(ms, -1 * (@ts_now – [timestamp]), GETDATE()) AS [Event Time]
FROM (
              SELECT record.value(‘(./Record/@id)[1]’, ‘int’) AS record_id,
                           record.value(‘(./Record/SchedulerMonitorEvent/SystemHealth/SystemIdle)[1]’, ‘int’) AS [SystemIdle],
                           record.value(‘(./Record/SchedulerMonitorEvent/SystemHealth/ProcessUtilization)[1]’,’int’) AS [SQLProcessUtilization],
                           [timestamp]
FROM (
             SELECT [timestamp], CONVERT(xml, record) AS [record]
             FROM sys.dm_os_ring_buffers
             WHERE ring_buffer_type = N’RING_BUFFER_SCHEDULER_MONITOR’
             AND record LIKE N’%<SystemHealth>%’) AS x
            ) AS y
ORDER BY record_id DESC
Go

Então, agora você deve ter gostado deste desafio, não é verdade? Saber que existe a possibilidade de identificar como foi o consumo de CPU utilizado por nosso SQL Server durante um período de tempo, com certeza é algo que poderá nos ajudar muito a entender possíveis mudanças de comportamento em nosso ambiente.

Figura 2 apresentada abaixo, ilustra o conjunto de dados retornados após a execução do Script Challenge – 16:

Figura 2 – Histórico de execução e consumo de CPU.

Dentre o conjunto de colunas retornadas pelo Script Challenge 15, destaco algumas:

  • SQL Server Process CPU Utilization: Apresenta os valores relacionados a quantidade de CPU consumida pelo SQL Server de acordo com a linha de histórico retornada dentro do intervalo de tempo registrado. Esta coluna é gerada atráves processo Scheduler Monitor Event / System Health / Process Utilization, o qual é parte da camada do sistema operacional existente no SQL Server conhecido como SQLOS, em conjunto com o próprio sistema operacional e sua camada de monitoramento de eventos; e
  • Other Process CPU Utilization: Apresenta os valores relacionados a quantidade de CPU consumida por todos os outros serviços e recursos em execução de acordo com a linha de histórico retornada dentro do intervalo de tempo registrado. Esta coluna é gerada atráves do cálculo: 100 –
    SystemIdle – SQLProcessUtilization, onde a coluna SystemIdle é concebida através do processo Scheduler Monitor Event / System Health / System Idle, sendo este também pertencente parte da camada do sistema operacional existente no SQL Server.

Enfim, conseguimos, chegamos ao final, esta é a resposta para o Script Challenge 16, fico honrado, feliz por ter conseguido compartilhar este conteúdo com vocês.

Espero que você tenha gostado deste novo post da sessão Script Challenge!


Sua Participação

No post de lançamento deste desafio, contei com a sua participação através de uma enquete contendo algumas opções de respostas que poderiam estar relacionadas com o Script Challenge 16. A seguir apresento o resultado desta enquete:

A opção mais votada com 66% dos votos é justamente a resposta correta para este desafio: “O bloco de código apresentado se relacionado com a possibilidade de realizar o monitoramento do consumo cpu como parte dos processos e aplicações que estão acessando o SQL Server em um longo período de tempo.”

Referências

https://www.mssqltips.com/sqlservertip/1915/how-to-automatically-monitor-windows-event-log-from-sql-server/

https://docs.microsoft.com/en-us/sql/ssms/agent/monitor-and-respond-to-events

https://docs.microsoft.com/en-us/sql/relational-databases/system-dynamic-management-views/sys-dm-os-schedulers-transact-sql

https://www.mssqltips.com/sqlservertip/4403/understanding-sql-server-schedulers-workers-and-tasks/

https://blogs.msdn.microsoft.com/mvpawardprogram/2012/06/04/using-sys-dm_os_ring_buffers-to-diagnose-memory-issues-in-sql-server/

https://docs.microsoft.com/en-us/sql/relational-databases/system-dynamic-management-views/sys-dm-os-buffer-descriptors-transact-sql

https://gallery.technet.microsoft.com/SQL-Server-Monitoramento-ea6dd632

https://docs.microsoft.com/en-us/sql/relational-databases/system-dynamic-management-views/sql-server-operating-system-related-dynamic-management-views-transact-sql

Posts anteriores

Caso esta seja a primeira vez que você acessa um post desta sessão, fico muito feliz e aproveito para compartilhar os posts mais recentes:

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2019/10/26/script-challenge-2019-post-16/

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2019/06/26/script-challenge-15-a-resposta/

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2019/02/13/script-challenge-2019-post-15/

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2018/10/06/script-challenge-14-a-resposta/

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2018/06/29/script-challenge-2018-post-14/

Agradecimentos

Obrigado por sua visita, espero que este conteúdo aqui apresentado como um possível “desafio” possa ser útil e ao mesmo tempo prover conhecimento, aprendizado ou mostrar recursos e problemas existentes no Microsoft SQL Server que as vezes parecem não ter uma resposta.

Um forte abraço nos encontramos em breve nas demais sessões e especialmente em junho de 2020 em mais um post da sessão Script Challenge.

Até mais….

Pesquisadores paranaenses desenvolvem leite materno em pó

Pesquisa realizada na Universidade Estadual de Maringá (UEM) mostra que produto em pó não perde nutrientes e se torna alternativa mais econômica e sustentável para bancos de leite.


Com grande capacidade nutritiva e reconhecido pela importância no desenvolvimento físico e cognitivo, o leite materno é um alimento de ouro para bebês, principalmente, para recém-nascidos.

Não é à toa que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o leite materno seja o único alimento oferecido para os bebês até os seis meses de vida. Depois, quando se inicia a introdução alimentar, o leite materno deve ser mantido até a criança completar, pelo menos, os dois anos.

O valor, tanto emocional quanto físico, do leite materno levou pesquisadores da Universidade Estadual de Maringá (UEM), no norte do Paraná, a estudarem e desenvolverem um método capaz de transformar o líquido em pó sem desperdiçar os principais nutrientes.

Continue Lendo “Pesquisadores paranaenses desenvolvem leite materno em pó”

#28 – Para que serve

Utilizando o operador relacional Pivot em combinação com querys dinâmicas, funções Stuff(), String_Agg() e muito mais…..


Olá pessoal, boa tarde!!!

E aí, estão no ritmo do carnaval? Se for igual eu tenho a certo que não, particularmente eu não sou muito adepto desta tradicional festa brasileira e nos últimos anos considerada mundial, mesmo assim vou fazer uso dela na escrita deste post para ajudar você a se sentir na avenida.

Que bom saber que mesmo neste feriadão que estamos vivendo você está dando uma passadinha aqui no meu blog, espero que esta visita possa ser muito proveitosa e enriquecedora.

No post de hoje, vou demonstrar um dos mais tracionais operadores relacionais existente no Microsoft SQL Server adicionado a partir da versão 2005, que nos permite utilizar como expressões de Table-Valued (Tabela Valorizada) dentro de outra tabela. Tenho a certeza que em algum momento você já deve ter feito uso deste operador.

Continue Lendo “#28 – Para que serve”

Conheça um pouco sobre BI sem muitas perguntas

Segundo Mary K. Pratt, CIO.com, adoção de BI é essencial para a transformação dos negócios.


Image result for business intelligence

Business Intelligence (BI) não é uma estratégia nova entre as companhias que buscam a digitalização. Entretanto, seu alcance e pormenores ainda podem ser desconhecidos. A prática utiliza software e serviços para transformar dados em insights ​​que informam as decisões estratégicas e táticas para uma organização. As ferramentas de BI acessam e analisam conjuntos de dados e apresentam descobertas analíticas em relatórios, resumos, dashboards, gráficos, tabelas e mapas para fornecer aos usuários informações detalhadas sobre o estado dos negócios.

O termo inteligência comercial também se refere a uma variedade de ferramentas que fornece acesso rápido e fácil a insights sobre o estado atual de uma empresa, com base nos dados disponíveis.

Exemplos de Business Intelligence

Os relatórios são uma faceta central do BI e o dashboard é talvez a ferramenta arquetípica da área. Os dashboards são aplicativos de software hospedados que reúnem automaticamente os dados disponíveis em tabelas e gráficos que dão uma noção do estado imediato da empresa.

Embora a inteligência comercial não diga aos usuários de negócios o que fazer ou o que acontecerá se eles seguirem um determinado curso, o BI também não é apenas sobre a geração de relatórios. Em vez disso, o BI oferece uma maneira de as pessoas examinarem os dados para entender tendências e obter insights, simplificando o esforço necessário para procurar, mesclar e consultar os dados necessários para tomar boas decisões de negócios.

Continue Lendo “Conheça um pouco sobre BI sem muitas perguntas”

Short Scripts – Fevereiro 2020

Neste primeiro post de 2020 da sessão Short Scripts, você vai encontrar 16 exemplos diferentes de como podemos criar em tempo de execução sequências numéricas de números inteiros.


Olá bom dia, como vai?

Seja bem-vindo, em mais um post da sessão Short Scripts, parece que foi então o último post publicado desta sessão e foi mesmo, já estamos em 2020.

Da mesma forma que post anterior publicado em 2019, este primeiro post dedicado ao Short Script também esta ocorrendo entre a madrugada do dia 04/02 e 05/02, as férias acabaram e com ela a volta ao batendo já se iniciou.

Mesmo com este horário meio fora do comum,são exatamente 00:25, isso mesmo, madrugada como já destaquei, que o post de número 40 desta tradicional sessão começa a sair do forno.

Mantendo a tradição estou retornando com mais um conjunto dos “curtos ou pequenos” scripts catalogados e armazenados em minha biblioteca pessoal de códigos relacionados ao Microsoft SQL Server e sua fantástica linguagem de desenvolvimento Transact-SQL.

Como promessa é dívida e deve ser cumprida “ou melhor” compartilhada, vou pagar a minha mais uma vez neste madrugada, feita no encerramento do post anterior publicado no mês de novembro em 2019, se por acaso você ainda não acessou o mesmo, calma, fique tranquilo, tudo vai dar certo, no encerramento deste post você terá a sua disposição a relação das últimas cinco publicações relacionadas aos Short Scripts.

Vamos caminhar mais um pouco então……..

O post de hoje

Para este post, não vou exatamente compartilhar um conjunto variado de scripts que foram catalogados nos últimos meses, ao contrário, vou disponibilizar um conteúdo que foi elaborado hoje, dedicado de forma única e exclusiva a demonstrar como podemos criar de diversas formas uma sequência numérica de números no Microsoft SQL Server, através de um mix de técnicas mais antigas em conjunto com funcionalidades e atuais.

Em conjunto com a sequência numérica, os exemplos de código aqui compartilhados se relacionam com os seguintes assuntos:

● Cláusula Where;
● Comando Begin;
● Comando Begin Transaction;
● Comando Case;
● Comando Commit Transaction;
● Comando Create Function;
● Comando Create Procedure;
● Comando Create Table;
● Comando Declare;
● Comando Distinct;
● Comando End;
● Comando Insert;
● Comando Insert;
● Comando Order By;
● Comando Select;
● Comando While;
● CTE;
● CTE Recursiva;
● Cursor;
● DataType Int;
● Declaração de Variáveis;
● Default Values;
● Diretiva Set;
● Diretiva Set NoCount;
● Função Concat();
● Função Try_Convert();
● Function;
● Junção Direta;
● Números Inteiros;
● Opção Identity();
● Operador Cross Join;
● Operadores compostos;
● Select Derivada;
● Select Values;
● Stored Procedure; e
● Subquery.

Chegou a hora, mãos nos teclados, a seguir apresento os códigos e exemplos selecionados para o Short Script – Fevereiro 2020. Vale ressaltar que todos os scripts publicados nesta sessão foram devidamente testados, mas isso não significa que você pode fazer uso dos mesmo em seu ambiente de produção, vale sim todo cuidado possível para evitar maiores problemas.

Fique à vontade para compartilhar, comentar e melhorar cada um destes códigos.


Short Scripts

— Exemplo 1 — While —
Set NoCount On
Go

Declare @NumeroInicial Int=1, @NumeroFinal Int=100

While @NumeroInicial <= @NumeroFinal
Begin

Select @NumeroInicial As Numeracao

Set @NumeroInicial +=1
End
Go

— Exemplo 2 — Insert Into Default Values + Go com número de recursividade —
Create Table TabelaNumeracao
(Numero Int Identity(0,2))

Insert Into TabelaNumeracao Default Values
Go 1000

Select * From TabelaNumeracao
Go

— Exemplo 3 — Cursor —
Declare @Contador Int=0, @NumeroAtual Int=0

Declare Cursor_Numeracao Cursor For
Select * From TabelaNumeracao
Order By Numero Desc

Open Cursor_Numeracao
While @Contador <= (Select Max(Numero) From TabelaNumeracao)
Begin

Fetch Next From Cursor_Numeracao
Into @NumeroAtual

Print Concat(‘O número atual é: ‘, @NumeroAtual)

Set @Contador +=2

End
Go

Close Cursor_Numeracao
Deallocate Cursor_Numeracao
Go

— Exemplo 4 — CTE Recursiva —
Declare @NumeroInicial Int=1, @NumeroFinal Int=100

;With CTENumeracaoSequencial (Numeracao)
As
(Select @NumeroInicial As Numero
Union All
Select 1+Numeracao As NumeroSequencial From CTENumeracaoSequencial
Where Numeracao < @NumeroFinal)

Select * From CTENumeracaoSequencial
Go

— Exemplo 5 — Multíplas CTE Recursivas —
;WITH CTEUm
As
(Select 1 As Um Union ALL SELECT 1)
,CTEUnidade
As
(Select 1 As Unidade From CTEUm C1, CTEUm C2)
,CTEDezena
As
(Select 1 As Dezena From CTEUnidade C1, CTEUnidade C2)
,CTECentena
As
(Select 1 As Centena From CTEDezena C1, CTEDezena C2)
,CTEMilhar
As
(Select 1 As Milhar From CTECentena C1, CTECentena C2)
,Numeracao
As
(Select ROW_NUMBER() OVER (ORDER BY (SELECT 1)) as Numeracao From CTEMilhar)
Select * From Numeracao
Go

— Exemplo 6 — CTE com Operador de Junção Cross Join —
;With CTENumeracao (Numero)
As
(
Select * From
(Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As NumeracaoUnidade (NumeroUnidade)
)
Select Unidade.Numero+Dezena.Numero*10+Centena.Numero*100+Milhar.Numero*1000 As Numero
From CTENumeracao Unidade
Cross Join CTENumeracao Dezena
Cross Join CTENumeracao Centena
Cross Join CTENumeracao Milhar
Order By Numero
Go

— Exemplo 7 — CTE com Junção Cruzada Direta —
;With CTENumeracao (Numero)
As
(
Select * From
(Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As NumeracaoUnidade (NumeroUnidade)
)
Select Unidade.Numero+Dezena.Numero*10+Centena.Numero*100+Milhar.Numero*1000 As Numero
From CTENumeracao Unidade, CTENumeracao Dezena, CTENumeracao Centena, CTENumeracao Milhar
Order By Numero
Go

— Exemplo 8 — Objeto Sequence —
Create Sequence dbo.Numeracao As Int
Start With 1
Increment By 1
MinValue 1
MaxValue 5000
Cycle
Go

Select Next Value For dbo.Numeracao As NumeroLinha, Numero From TabelaNumeracao
Go

Alter Sequence dbo.Numeracao
Restart With 1
Go

— Exemplo 9 — Select com Função Row_Number() —
Select Row_Number() Over (Order By Numero) NumeroLinha,
Numero
From TabelaNumeracao
Go

— Exemplo 10 — Stored Procedure —
Truncate Table TabelaNumeracao
Go

Create Or Alter Procedure P_NumeracaoSequencial @NumeracaoSequencial Int
As
Set NoCount On

Declare @Contador Int=1

While @Contador <= @NumeracaoSequencial
Begin
Begin Transaction

Insert Into TabelaNumeracao With (TabLockX) Default Values

Commit Transaction

Set @Contador += 2
End
Go

— Executando —
Execute P_NumeracaoSequencial 100
Go

Select * From TabelaNumeracao
Go

— Exemplo 11 — User Defined Function —
Create Or Alter Function F_SequencialNumerica (@Numero Int=0)
Returns Table
Return
Select Unidade+Dezena*10+Centena*100+Milhar*1000 AS Numeracao From
(Select 0 AS Unidade Union Select 1 Union Select 2 Union Select 3 Union Select 4
Union Select 5 Union Select 6 Union Select 7 Union Select 8 Union Select 9) SequenciaUnidade,
(Select 0 AS Dezena Union Select 1 Union Select 2 Union Select 3 Union Select 4
Union Select 5 Union Select 6 Union Select 7 Union Select 8 Union Select 9 ) SequenciaDezena,
(Select 0 AS Centena Union Select 1 Union Select 2 Union Select 3 Union Select 4
Union Select 5 Union Select 6 Union Select 7 Union Select 8 Union Select 9 ) SequenciaCentena,
(Select 0 AS Milhar Union Select 1 Union Select 2 Union Select 3 Union Select 4
Union Select 5 Union Select 6 Union Select 7 Union Select 8 Union Select 9 ) SequenciaMilhar
Go

— Executando —
Select * From F_SequencialNumerica(0)
Where Numeracao=15
Go

— Exemplo 12 — Select … Values com Função Concat() e Operador de Junção Cross Join —
Select CONCAT(NumeroUnidade,NumeroDezena,NumeroCentena, NumeroMilhar) As ‘Caractere’,
(NumeroUnidade+NumeroDezena*10+NumeroCentena*100+NumeroMilhar*1000) As ‘Numerico’
From (Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As NumeracaoUnidade (NumeroUnidade)
Cross Join (Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As NumeracaoDezena (NumeroDezena)
Cross Join (Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As NumeracaoCentena (NumeroCentena)
Cross Join (Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As NumeracaoMilhar (NumeroMilhar)
Order By ‘Numerico’
Go

— Exemplo 13 — Select … Values com Função Concat() e Junção Cruzada Direta —
Select CONCAT(NumeroUnidade,NumeroDezena,NumeroCentena, NumeroMilhar) As ‘Caractere’,
(NumeroUnidade+NumeroDezena*10+NumeroCentena*100+NumeroMilhar*1000) As ‘Numerico’
From (Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As NumeracaoUnidade (NumeroUnidade),
(Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As NumeracaoDezena (NumeroDezena),
(Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As NumeracaoCentena (NumeroCentena),
(Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As NumeracaoMilhar (NumeroMilhar)
Order By Numerico
Go

— Exemplo 14 — Select … Values com Funções Try_Convert() e Concat() com Junção Cruzada Direta —
Select Try_Convert(Int, CONCAT(NumeroUnidade,NumeroDezena,NumeroCentena, NumeroMilhar),0) As ‘Numerico’
From (Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As NumeracaoUnidade (NumeroUnidade),
(Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As NumeracaoDezena (NumeroDezena),
(Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As NumeracaoCentena (NumeroCentena),
(Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As NumeracaoMilhar (NumeroMilhar)
Order By Numerico
Go

— Exemplo 15 — Select Tabela Derivada com Subquery Select … Values —
Select NumeroUnidade+NumeroDezena*10+NumeroCentena*100+NumeroMilhar*1000 As Numero
From
(Select * From (Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As Numeracao (NumeroUnidade)) As Unidade,
(Select * From (Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As Numeracao (NumeroDezena)) As Dezena,
(Select * From (Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As Numeracao (NumeroCentena)) As Centena,
(Select * From (Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As Numeracao (NumeroMilhar)) As Milhar
Order By Numero
Go

— Exemplo 16 — Select Tabela Derivada com Função Convert() em conjunto com Select Tabela Derivada mais Subquery Select … Values —
Select Convert(Int, Numero) As Numero From
(
Select CONCAT(NumeroUnidade,NumeroDezena,NumeroCentena, NumeroMilhar) As Numero
From
(Select * From (Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As Numeracao (NumeroUnidade)) As Unidade,
(Select * From (Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As Numeracao (NumeroDezena)) As Dezena,
(Select * From (Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As Numeracao (NumeroCentena)) As Centena,
(Select * From (Values (0),(1),(2),(3),(4),(5),(6),(7),(8),(9)) As Numeracao (NumeroMilhar)) As Milhar
) As Numeracao
Where Numero>0
Order By Numero
Go


Muito bem, missão mais que cumprida!

Uma nova relação de short scripts acaba de ser compartilhada, mesmo sendo denominados shorts entre aspas “curtos ou pequenos”, posso garantir que todos estes exemplos são de grande importância, apresentam um valor e conhecimento do mais alto nível.

Chegamos ao final de mais um Short Scripts, espero que este material possa lhe ajudar, ilustrando o uso de alguns recursos e funcionalidades do Microsoft SQL Server.

Acredito que você tenha observado que estes códigos são conhecidos em meu blog, todos estão relacionados aos posts dedicados ao Microsoft SQL Server publicados no decorrer dos últimos anos.

Boa parte deste material é fruto de um trabalho dedicado exclusivamente a colaboração com a comunidade, visando sempre encontrar algo que possa ser a solução de um determinado problema, bem como, a demonstração de como se pode fazer uso de um determinado recurso.

Links

Caso você queira acessar os últimos posts desta sessão, não perca tempo acesse os links listados abaixo:

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2019/11/15/short-scripts-novembro-2019/

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2019/09/11/short-scripts-setembro-2019/

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2019/06/08/short-scripts-junho-2019/

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2019/03/15/short-scripts-marco-2019/

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2018/11/20/short-scripts-novembro-2018/

Agradecimento

Obrigado mais uma vez por sua visita, fico honrado com sua ilustre presença ao meu blog, desejo e espero que você possa ter encontrado algo que lhe ajudou.

Volte sempre, nos encontraremos mais uma vez na sessão Short Scripts no post a ser publicado no mês de abril em 2020.

Um forte abraço, saúde e paz.

Até mais.