Microsoft começa a testar atualizações de recursos do Windows 10 previstos para 2020


Microsoft apenas lançou seu primeiro “skip ahead “ do Windows 10 para insiders, mas este vem com uma considerável diferença em relação aos ciclos anteriores.

Em vez de testar compilações que são para a próxima atualização do recurso do Windows 10, codinome 19H2, o atual time de insiders anel skip ahead recebeu hoje uma compilação 20H1, fazendo com que a próxima atualização do recurso do Windows 10 agendada para 2020 comece a ser conhecida.

A partir de agora, a maioria da equipe do Windows está trabalhando duro na próxima atualização de recursos do Windows 10, codinome 19H1 e programada para lançamento este ano.

Esta atualização inclui novidades como um novo tema de luz, melhorias para o centro de ação, Windows sandbox, entre outros itens. O 19H2 é a atualização agendada para este ano, e não está em testes com insiders ainda.

Microsoft flights Windows 10 build 18836 to Skip Ahead Insiders with 20H1 changes

Então, é surpreendente ver a Microsoft começar Flighting para o 20H1  em plena fase de voos para insiders que estão trabalhando Skip Ahead tão brevemente, sabendo que boa parte das atualizações referentes ao ciclo 2019 ainda estão em fase de testes.

O gigante Redmond diz que a razão de já estar trabalhando no 20H1 é porque o seu trabalho em novos recursos que requerem um tempo de execução muito maior, na qual a empresa se encontra pisando em território especulativo, que isso tem algo a ver com o Windows Core OS ou CShell.

Fontes e Direitos Autorais: WindowsCentral.com – Zac Bowden – 14/02/2019.
Leia na integra acessando: https://www.windowscentral.com/microsoft-starts-testing-next-years-windows-10-feature-updates

Anúncios

Microsoft Visual Studio 2019 – Lançamento oficial em 02 de Abril


No decorrer desta semana a Microsoft informou na página oficial do Visual Studio, a data de lançamento oficial da próxima versão conhecida como 2019.

A Microsoft lançou o primeiro preview do Visual Studio 2019 em dezembro de 2018, mas ela está se preparando para iniciá-lo a todos em breve. Visual Studio 2019 terá um evento formal para seu lançamento, muito em breve, no dia em 2 de abril, um dia inteiro repleto de sessões sendo transmitido ao vivo e Q&A de oportunidades para desenvolvedores disponível mundo a fora.

Visual Studio 2019 virá com várias melhorias, incluindo vários ajustes da interface do usuário e AI. A alteração mais óbvia se relaciona com sua nova tela de início, que foi redesenhada para trabalhar com repositórios Git. Uma vez que você começou um projeto, você vai notar mais mudanças de interface do usuário, como um novo ícone, um tema azul e uma interface mais limpa.

Além disso, a inclusão do chamado IntelliCode AI permite ao Visual Studio poder ser treinado em seus próprios repositórios, tornando-o melhor em sugerir padrões que são comuns aos projetos de codificação.

O mais recente lançamento também inclui compartilhamento que possibilita conhecer este novo padrão de desenvolvimento, algo que oferecer a quem esta utilizando o Visual Studio colaborar com outros em projetos de codificação.

Existem também melhorias de desempenho mais gerais, e você pode ter uma noção completa do que é novo com Visual Studio 2019, verificando notas de versão da Microsoft.

Para obter mais informações sobre o evento dedicado ao lançamento desta nova versão, acesse: Visual Studio 2019.

Fontes e Direitos Autorais: WindowsCentral.com – Dan Thorp-Lancaster  – 14/02/2019.

Microsoft anuncia a realização da Build Conference para os dias 06 e 08 de Maio


Agora é oficial!

A Microsoft anunciou que seu grande evento o Build Developer Conference realizada anualmente será mais uma vez no mês de Maio especificamente nos dia 6, 7 e 8 em Seattle – Estados Unidos.

Da mesma maneira que ocorreu em 2018, os dias de realização do Build serão bem próximas aos dias que a Google Developer será realizada, marcada também para o mês de Maio, nos dias 7, 8 e 9.


Presidente Mundial da Microsoft Satya Nadella na abertura do Build Developer Conference 2018.

Espera-se que o Build 2019 tenha mais conversas da Microsoft sobre oportunidades de desenvolvedores usando o Azure e o Windows. Os rumores também sugerem que a Microsoft vai finalmente falar mais sobre o Windows Core OS, e pode até mesmo tirar os envoltórios da Microsoft próximos ao Windows Lite OS.

As inscrições para este grandioso evento se iniciando no dia 27 de Fevereiro, através do link –  Registration for Build 2019.

Fontes e Direitos Autorais: Windows Central – Zac Bowden – 06/02/2019.
Leia na integra acessando: https://www.windowscentral.com/microsoft-announces-build-developer-conference-may-6-8

Microsoft anuncia modo escuro no OneNote e melhorias na navegação


O OneNote é um programa de anotações incrivelmente popular da Microsoft que é usado por milhões de clientes em todo o mundo. Enquanto o OneNote apresenta uma variedade de ferramentas como a capacidade de desenhar, o mesmo ainda não se sente uma ferramenta  unificada ou até mesmo integrado com o sistema operacional de um certo modo.

Repare no seguinte cenário, observe que sempre ao acessar o OneNote, o mesmo apresenta um ambiente totalmente brilhante, isso ao longo do seu uso, pode tornar seu usabilidade um pouco cansativa, e não só isso, este brilho pode gerar possível danos as nossas retinas.

Desta maneira, o aplicativo é sempre incrivelmente brilhante, não importa se o seu sistema operacional é personalizado para ir fácil sobre os olhos. Felizmente, isso está prestes a mudar muito em breve.

De acordo com um relatório da aggiornamenti Lumia, a Microsoft está adicionando um tema escuro para o OneNote em seus próximas atualizações. Não é claro quando esse recurso será liberado, mas parece que ele já está rolando para um seleto grupo de insiders do Windows na atual fase de testes.

A Figura 1 abaixo ilustre o OneNote em modo escuro (Dark Mode):Figura 1 – Visual do OneNote em uso apresentando o Dark Mode.

Além do modo escuro, o OneNote parece estar recebendo navegação melhorada. Segundo o Vice-Presidente da Microsoft Laura Buttler informou em uma nota: “um novo conjunto de aprimoramentos foram adicionados, permitindo assim estabelecer a navegação melhorada”,  outros indícios destes possíveis aprimoramentos também foi encontrar em imagens recentes publicadas no Twitter.

Esperemos que as alterações irão tornar o OneNote ainda mais fácil de usar,  o qual está disponível em uma variedade de plataformas do Windows para o Mac, por isso é uma ferramenta bastante versátil.

Fonte e Direitos Autorais: Windows Central – Asher Madan  – 06/02/2019.
Leia na integra acessando: https://www.windowscentral.com/onenote-gets-dark-mode-and-improved-navigation-soon

Novos emojis adicionados ao Windows incluem representação de acessibilidade, flamingos e gesto de beliscar


Após longa espera a Microsoft adicionou novos emojis ao sistema operacional Windows. Nos últimos meses diversos usuários realizaram solicitações a Microsoft para que estas pequenas representações de sentimentos, expressões, e emoções fossem incluídas ao atual conjunto de “carinhas e símbolos” já existentes.

Desde a ascensão dos smartphones, os emojis deram aos usuários a capacidade de se expressarem de várias maneiras. Seja capturando as emoções ou descrevendo quem são, os emojis nos ajudam a fazer isso através de mensagens de texto e tweets.

Enquanto há um monte de emojis que atendem a um grande público, alguns grupos e culturas foram deixados de fora. Felizmente, isso está prestes a mudar de uma forma significativa em 2019.

De acordo com um relatório de Emojipedia, “a lista final do emoji para 2019 foi aprovada agora pelo consórcio de Unicode e inclui um total de 230 emojis novos que vêm às plataformas principais este ano.” Esta decisão inclui “adições previamente solicitadas, como um Flamingo, Otter, cão guia… Waffle, templo hindu, Sari, preguiça e mate. “no entanto, a maior mudança tem de ser a acessibilidade.

Os emojis como próteses, aparelhos auditivos, cadeiras de rodas e outros farão parte dessa expansão, a qual representam justamente falta uma simbolização relacionada com este grupo importante e diversificado.

Você pode ver todos os novos emojis na Figura 1 abaixo:

Figura 1 – Relação completa dos 230 novos emojis adicionados.

Novos emojis virão para iOS, Android, Windows, vários mensageiros como o WhatsApp, e plataformas Web como Twitter e Facebook em todo 2019. No entanto, tenha em mente que sua aparência e datas de lançamento irá variar de plataforma para plataforma. Isso pode causar alguns problemas se, por exemplo, um dispositivo iOS recebe esses emojis antes do Android.

Esperemos que no futuro ainda mais grupos, culturas e religiões possam ser representados em emojis. O vídeo abaixo apresenta de uma maneira animada e dinâmica a inclusão destes novos amiguinhos:

Além disso, se você sente que um Emoji em particular deve ser incluído, entre em contato consórcio de Unicode, apresentando uma proposta descrevendo o motivo e principalmente a importância deste “novo possível emoji” ser adicionado.

Fontes e Direitos Autorais: Windows Central – Asher Madan – 06/02/2019.
Leia na integra acessando: https://www.windowscentral.com/new-emojis-coming-windows-include-accessibility-representation-flamingos-pinching-gesture-and-more

O que é o Microsoft ‘ Windows Lite ‘ OS?


Falar de uma nova versão, leve do Windows tem sido cada vez mais comum desde o final do ano passado, principalmente após algumas referências ao  “Windows Lite ” terem aparecido dentro de um dos muitos Windows Insider Preview liberados regularmente.

Não demorou muito para o primeiro relatório surgir e apresentar alguns detalhes sobre o Windows Lite. A partir daí, entendemos que o Windows Lite vai ser o concorrente da Microsoft Chrome OS… assim como o Windows 10 S supostamente foi.

Windows Lite será ideal para você?

Isso levanta a questão, o que exatamente será esse “Windows Lite”? Esforços anteriores da Microsoft em tentar fazer uma versão do Windows 10 para o mercado do Chrome OS tem se aumentado ainda mais.

Um cliente querendo comprar um dispositivo Windows provavelmente está esperando que ele seja capaz de executar programas como Google Chrome e muitas outras aplicações Win32 que não estão Microsoft Store. Para a Microsoft ter a hipótese de fazer um sistema operacional que está equilibrado como o Chrome OS ou mais leve que o iOS , precisa cortar os laços com a marca Windows.

A diferença com Windows Lite, é que ele corta todos os laços com o que vamos esperar de um produto de “Windows”, muito que os rumores sugerem que Microsoft nem venha a fazer referência ao nome “Windows” quando provavelmente realizar seu anunciado oficial. 

Fazendo isso abre a Microsoft esta abrindo as portas em relação a capacidade do seu novo sistema operacional, ela estará na verdade evitando expectativas de disponibilidade do app, como também permitindo a própria empresa experimentar e se aventurar em um novo território, quando se trata de experiência do usuário.

Usuários do Windows vem para esperar uma barra de tarefas familiar e começar a combinação de botão e se afastar muito longe de que experiência causa problemas para os usuários. Caso no ponto: Windows 8. Não ligar para a nova versão do Windows deve ajudar a Microsoft a afastar isso.

Voltando à nossa pergunta inicial, que é de Lite para Windows? Simplificando, é para pessoas que não precisam de dispositivos com um Windows completo. É para as mesmas pessoas que estão olhando para o iPad com iOS e pensamento Sim, eu faço o que eu preciso fazer com algo assim. Mesmo para as pessoas que compram dispositivos de Chrome OS.

A Microsoft vai direto para esse mercado, o que eu gosto de chamar o mercado de “computação de luz”. Computação de luz é um dispositivo e experiência de sistema operacional que foi projetado para sair do modo e atender as necessidades básicas da maioria das pessoas usando um laptop ou tablet.

O que mais pode significar Windows Lite ?

Neste sentido, o Windows Lite muito provavelmente vai para ser um grande jogador na estratégia de educação da Microsoft, que também tem visto Chrome OS com este potencial.

A Microsoft não pode perder o mercado de educação para o Chrome OS e iOS, mas 10 Windows em si não é suficiente para competir mais nesta indústria, uuitas escolas querem uma plataforma que é simples e fácil de manter.

A web também é uma parte enorme do Windows Lite. Me disseram que muito esta sendo priorizar a web com suas experiências nos laços profundos neste novo sistema operacional. Eu não ficaria surpreso se a Microsoft anunciar um Windows Lite PCs como dispositivos que vêm com o gabinete de graça, ou Office web apps.

Windows Lite é tanto um competidor ao lado do Chrome OS como ele também está competindo com o Google Docs. Chrome OS e Google Docs estão amarrados juntos muito bem, e eu espero ver o mesmo com Lite Windows e Office Online. O Windows Lite é para usuários casuais, pessoas em educação e a multidão de computação luz.

Se você é alguém que verifica e-mail, escreve documentos, elabora planilhas, faz apresentações, ouve música, assiste a Netflix e navega Reddit, então Windows Lite, assim como o Chrome OS e o iPad, é para você.

É uma versão do Windows que está se esforçando muito para não ser Windows, e estou interessado em ver até onde a Microsoft leva essa ideia.

Fontes e Direitos Autorais: Zac Bowden – Editor Sênior no Windows Central – 30/01/2019.
Leia na integra acessando: https://www.windowscentral.com/who-windows-lite-going-be

Aproximadamente 120 milhões de brasileiros tiveram seus números de CPF expostos de forma indevida na Internet


Um relatório da empresa InfoArmor, destaca que um servidor Web com Apache foi descoberto em março deste ano não estava configurado corretamente e expôs online os dados armazenados nele.

Por padrão, o Apache retorna o conteúdo de um arquivo chamado index.html quando ele está presente. Se um arquivo com este nome não existe e a listagem de diretórios está habilitada, ele exibirá então os arquivos, pastas e também possibilitará seu download.

Como é possível ver na imagem abaixo do servidor configurado incorretamente, alguém deve ter renomeado o arquivo index.html para index.html_bkp, o que fez com que o servidor listasse os arquivos e pastas com tamanhos variando de 27MB até 82GB:

Números de CPF de 120 milhões de brasileiros foram expostos online

Ao abrir um dos arquivos os analistas da InfoArmor descobriram que ele continua informações como números de CPF, informações pessoais, informações militares, números de telefone, informações sobre empréstimos e endereços:

Database Tables

Ao tentar entrar em contato com o proprietário do banco de dados enquanto ainda monitorava o diretório exposto, a InfoArmor viu o arquivo de 82GB ser substituído por um arquivo .sql com 25GB.

Com base nos tipos de arquivos armazenados e nos dados contidos neles, é possível que o diretório exposto estava sendo usado para armazenar backups de bancos de dados sem perceber que eles estavam expostos online.

No final de março o servidor foi reconfigurado e os arquivos deixaram de ser expostos publicamente, não é possível afirmar por quanto tempo os arquivos ficaram expostos antes do servidor configurado incorretamente ter sido descoberto pela InfoArmor e nem se criminosos tiveram acesso aos dados.

Fontes e Direitos Autorais: BleepIngComputer – Lawrence Abrams – 12/12/2018 – https://www.bleepingcomputer.com/news/security/taxpayer-id-numbers-for-120-million-brazilians-exposed-online; e

InfoArmor – Christian Less – Special Report: InfoArmor Finds 120 Million Brazilian Identities Exposed – 12/12/2018 – https://blog.infoarmor.com/employees/infoarmor-discovers-120-million-brazilian-identities-exposed

Microsoft pode estar planejando versão lite do Windows como possível concorrente do Chrome OS


Em mais um de seus diversos rumores e burburinhos, Brad Sams através do website Petri.com, informa que a Microsoft esta trabalhando no desenvolvimento de uma versão possivelmente lite para o Windows: “O Windows Lite está sendo desenvolvido pela Microsoft para competir diretamente com o ChromeOS.”

Um detalhe que chama a atenção é que esta versão pode não ter a palavra “Windows” no nome, mas nada disso foi confirmado oficialmente.

Diferente do Windows RT e do Windows 10 S, o suposto Windows Lite só rodará PWAs (Progressive Web Apps) e aplicativos baseados na Universal Windows Platform (UWP). Nada de Win32.

Esta seria finalmente uma versão do Windows totalmente “leve” e livre do código legado presente nas outras versões. Além disso, os rumores dizem que esta suposta nova versão do sistema operacional só será disponibilizada para os fabricantes de PCs.

Indícios do nome “Lite” já apareceram em alguns builds recentes do SDK do Windows, como o 18282.

Rumor: Windows Lite será concorrente direto do ChromeOS

O “real” motivo para a morte do Windows 10 S como versão separada do sistema operacional é que isto foi necessário para abrir caminho para o Windows Lite.

O objetivo da Microsoft com a suposta nova versão é criar um sistema operacional que possa ser inicializado instantaneamente, sempre conectado e compatível com diferentes arquiteturas de processadores.

Como a Qualcomm pretende anunciar uma nova geração do seu processador Snapdragon com performance superior à do Snapdragon 835, é bem possível que o novo chip seja utilizado em dispositivos com o Windows Lite.

O suposto novo sistema operacional também terá uma nova interface, mas mais uma vez é importante destacar que nada disso foi confirmado oficialmente pela Microsoft.

Fontes e Direitos Autorais: Petri.com – https://www.petri.com/what-is-windows-core-os-its-microsofts-chromebook-os-killer – 03/12/2018.

Microsoft reconhece e corrige problemas relacionados aos servidores de ativação para Windows 10


Os primeiros relatos sobre os problemas com os servidores de ativação do Windows 10 surgiram no Reddit.

Microsoft corrige problemas com os servidores de ativação do Windows 10

Segundo os relatos, em alguns casos o Windows 10 relata repentinamente que não está mais ativado e a reativação não funciona corretamente. Alguns usuários confirmaram que tiveram o “downgrade” do Windows 10 Pro para o Windows 10 Home.

Em resposta a um usuário em seu fórum de suporte, a Microsoft confirmou que o problema estava afetando usuários no Japão, Coreia do Sul, Américas e em outros países.

No mesmo post a empresa disse que estava investigando o que causou isso e confirmou que estava trabalhando em uma solução. Ainda não se sabe o número exato de computadores afetados. Outro detalhe é que o problema aparentemente diferentes versões do Windows 10, como a 1809 e a 1803.

Muitos dos usuários que tiveram seus PCs afetados pelos problemas com a ativação do Windows 10 disseram que eles fizeram o upgrade a partir do Windows 7 e Windows 8.1 quando a oferta do upgrade gratuito ainda estava em vigor.

Fontes e Direitos Autorais: https://www.zdnet.com/article/windows-10-users-seeing-their-erroneous-product-activation-issues-resolved/#ftag=RSSbaffb68

Microsoft SQL Server 2019 Preview 2.1 liberado


A Microsoft disponibilizou na semana passada através do Microsoft Evaluation Center o Microsoft SQL Server 2019 Preview 2.1. Esta versão está disponível em múltiplos idiomas, este é o segundo Preview público liberado pela Microsoft da nova versão do Microsoft SQL Server.

De acordo com a empresa, o SQL Server 2019 oferece mais segurança, disponibilidade e desempenho para todas as cargas de dados, além de trazer novas ferramentas de conformidade, melhor desempenho em hardware moderno e alta disponibilidade em Windows, Linux e contêineres.

Alguns dos principais recursos do produto, nesta nova versão estão recebendo mais atenção, dentre eles o PolyBase, que apresenta alguns aprimoramentos, permitindo que você possa consultar outros bancos de dados como Oracle, Teradata e Mongo DB diretamente do SQL Server sem mover ou copiar os dados, além disso, pela primeira vez, o SQL Server 2019 vai além do banco de dados relacional com Spark e o Sistema de Arquivos Distribuído (HDFS) inclusos.

Baixe o Microsoft SQL Server 2019 Preview 2.1

O Microsoft Server 2019 Preview 2.1 para Windows está disponível para download, como ISO e como arquivo .cab nos seguintes idiomas: ‎

  • Inglês,
  • Alemão,
  • Japonês,
  • Espanhol,
  • Coreano,
  • Russo,
  • Italiano,
  • Francês,
  • Chinês (simplificado),
  • Chinês (tradicional) e
  • Português (Brasil)‎.

Para maiores detalhes e Instruções para as versões Red Hat Enterprise Server, SUSE Linux Enterprise Server, Ubuntu e Docker estão disponíveis aqui.

Fontes e Direitos Autorais: https://docs.microsoft.com/en-us/sql/sql-server/what-s-new-in-sql-server-ver15?view=sqlallproducts-allversions

Microsoft SQL Server 2014 SP3 liberado para download


A Microsoft anunciou na semana passada em seu blog SQL Server Release Services a disponibilidade do SQL Server 2014 SP3 (Service Pack 3), seu pacote cumulativo de atualizações mais recente para esta versão do SQL Server.

Os service packs do SQL Server 2014 são atualizações cumulativas e atualizam todas as edições e níveis de serviço do SQL Server 2014 para o SP3.

Microsoft anuncia disponibilidade do SQL Server 2014 SP3De acordo com a Microsoft, o Service Pack 3 traz diversas melhorias com foco na performance, escalabilidade e diagnósticos com base no feedback de seus clientes e da comunidade.

Ele também traz correções para múltiplos bugs e altera o build do SQL Server 2014 para 12.0.6024.0.

A lista com os bugs corrigidos inclui um que causa o erro Non-yielding Scheduler e faz com que o SQL Server pareça travado, um que causa erro de violação de acesso quando uma consulta faz referência à função SQLCLR em certos cenários e um que causa o erro EXCEPTION_ACCESS_VIOLATION para consultas usando sys.dm_os_memory_objects statement.

O Feature Pack para esta versão será disponibilizado para download em novembro deste ano, a relação completa de bugs corrigidos pode ser vista no artigo KB4022619 publicado no site de suporte da Microsoft.

Para realizar download específico para edição Express clique na imagem abaixo:

Para as demais versões clique na imagem a abaixo:

Fontes e Direitos Autorais: SQL Server Release Services – Server & Tools Blogs > Data Platform Blogshttps://blogs.msdn.microsoft.com/sqlreleaseservices/sql-server-2014-service-pack-3-is-now-available/

Nova versão do Kit de Desenvolvimento Quântico da Microsoft


A Microsoft divulgou na semana passada em seu no blog Microsoft Quantum a disponibilidade de uma versão atualizada do seu Kit de Desenvolvimento Quântico. A primeira versão Preview do kit foi lançada no início de dezembro de 2017.

O kit inclui a linguagem de programação Q#, um simulador de computação quântica e outros recursos para pessoas que desejam começar a programar aplicativos para um computador quântico, sendo a linguagem de programação Q# foi construída especificamente para a computação quântica.

Microsoft Quantum Computing 00000001O Kit de Desenvolvimento Quântico, que a Microsoft anunciou pela primeira vez na conferência Ignite em 2017, foi projetado para desenvolvedores que desejam aprender a programar em computadores quânticos, sendo, ou não, especialistas em física quântica.

Ele está profundamente integrado ao Visual Studio, conjunto de ferramentas para desenvolvedores da Microsoft, de maneira que alguns aspectos serão familiares para pessoas que já estão desenvolvendo aplicativos em outras linguagens de programação.

Também disponível como parte do kit, um simulador quântico local foi projetado pela empresa. Ele pode simular cerca de 30 qubits lógicos de potência computacional quântica usando um laptop comum. Isso permitirá que os desenvolvedores depurem o código quântico e testem os programas em pequenas instâncias diretamente em seus próprios computadores.

Novidades na versão atualizada do Kit de Desenvolvimento Quântico da Microsoft

De acordo com o anúncio da Microsoft, as novidades nesta versão atualizada do kit incluem a nova biblioteca para desenvolvimento de soluções de simulação quântica na área de química, melhorias na integração com o Visual Studio e Visual Studio Code, incluindo suporte para recursos do IntelliSense como feedback sobre erros em tempo real, melhorias na linguagem de programação Q# e mais.
Microsoft Quantum Computing VsFigura 1 – Interface de desenvolvimento para linguagem Q#.

Já os desenvolvedores que querem explorar a computação quântica e aprender a linguagem de programação Q# em seu próprio ritmo podem fazer uso do Microsoft Quantum Katas.

O Microsoft Quantum Katas fornece tutoriais individualizados que visam ensinar elementos de computação quântica e programação Q# de forma simultânea. Cada Kata disponibiliza uma sequência de tarefas sobre um determinado tópico de computação quântica, progredindo de uma dificuldade simples para algo desafiador.

Figura 2 – Powering a new generation of development.

Desenvolvedores interessados podem fazer o download da versão mais recente do Kit de Desenvolvimento Quântico da Microsoft acessando o link: https://www.microsoft.com/en-us/quantum/development-kit.

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft Quantum

Microsoft confirma desativação dos protocolos TLS 1.0 e 1.1 para Microsoft Edge e Internet Explorer em 2020


A Microsoft anunciou no último dia 15 de outubro em seu blog que os protocolos TLS 1.0 e 1.1 no Microsoft Edge e Internet Explorer serão desativados por padrão a partir do primeiro semestre de 2020.

Estas versões do protocolo Transport Layer Security serão desativadas nas versões suportadas dos dois navegadores da empresa, conforme notificação da Microsoft, que também ressalta que 19 de janeiro de 2019 marca o 20º aniversário do TLS 1.0 – versão inaugural do protocolo para criptografia e autenticação de conexões seguras na Web

Nos últimos 20 anos, outras versões do TLS mais avançadas e seguras foram lançadas e o suporte para o TLS 1.3 em uma futura versão do Microsoft Edge já está em desenvolvimento.

Como as versões 1.0 e 1.1 deverão ser depreciadas formalmente pela IETF (Internet Engineering Task Force) no final deste ano, a recomendação é que sites migrem para as versões mais recentes do protocolo o mais rápido possível.

Preparando seus sites e organizações

Dados da SSL Labs mostram que 94% dos sites hoje já suportam o TLS 1.2 e menos de 1% das conexões feitas diariamente no Microsoft Edge usam o TLS 1.0 ou 1.1:

Microsoft desativará o TLS 1.0 e 1.1 no Microsoft Edge e Internet Explorer em 2020A Microsoft optou por anunciar bem antes que desativará o TLS 1.0 e 1.1 no Microsoft Edge e Internet Explorer para que os sites que ainda fazem uso destas versões tenham tempo suficiente para se preparar e fazer o upgrade para a versão 1.2 ou 1.3.

Esta mudança segue os semelhantes anúncios feitos pela Apple, Google e Mozilla, suporte mais seguro, suporte com melhor performance, conexões seguras, ajudando a avançar uma experiência de navegação mais segura para todos.

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft – Windows.blog – 15/10/2018 –  https://blogs.windows.com/msedgedev/2018/10/15/modernizing-tls-edge-ie11/#yItMJIZHSkMwOiY3.97

Windows Server 2019 Essentials disponível gratuitamente por até 180 dias


A Microsoft liberou para download em sua plataforma Microsoft Evaluation Center a versão de avaliação do Windows Server 2019 Essentials, que pode ser utilizada gratuitamente pelo período de até 180 dias.

Caso você ainda não saiba, o Windows Server Essentials oferece uma solução de servidor flexível, acessível e fácil de usar para pequenas empresas com até 25 usuários e 50 dispositivos.

Experimente o Windows Server 2019 Essentials gratuitamente por até 180 diasIndicada principalmente para ser implementada como um primeiro servidor, o Windows Server Essentials também pode ser usado como servidor principal em um ambiente multiservidores(Multi-Servers) para pequenas empresas.

A versão de avaliação do Windows Server 2019 Essentials está disponível para download em arquivo no formato ISO e apenas para plataformas 64 bits nos seguintes idiomas:

  • Chinês (simplificado);
  • Holandês (Holanda);
  • Inglês;
  • Francês;
  • Húngaro;
  • Italiano;
  • Japonês;
  • Coreano;
  • Polonês;
  • Português (Brasil);
  • Português (Portugal);
  • Russo;
  • Espanhol;
  • Sueco (Suécia);
  • Turco; e
  • Tcheco.

A realizar o pedido de download e instalação, utilize a seguinte chave de produto: NJ3X8-YTJRF-3R9J9-D78MF-4YBP4, informada pela Microsoft válida para o uso durante o período de 180 dias.

Para maiores informações sobre esta nova versão do Windows Server acesse: https://docs.microsoft.com/en-us/windows-server-essentials/get-started/what-s-new-19?branch=WS2019-RELEASE

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft.com – Docs – 03/10/2019.