Arquivo da categoria: Segurança

Microsoft Windows 10 v1809 apresenta novidades para profissionais de TI


A Microsoft publicou recentemente no Windows IT Pro Center um artigo destacando algumas novidades no Windows 10 v1809 para profissionais de TI. A versão 1809 também é conhecida como Windows 10 October 2018 Update.

A empresa também disponibilizou um vídeo com três minutos de duração que resume alguns recursos novos que estão disponíveis para profissionais de TI nesta versão:

 

Para usuários de iPhone, o app Seu Telefone também ajuda você a vincular seu telefone ao seu computador. Navegue na Web no seu telefone e, em seguida, envie a página da Web instantaneamente para o computador para continuar a fazer o que você está fazendo – – ler, assista ou procurar – com todos os benefícios de uma tela maior.

seu telefone

Uma das novidades no Windows 10 v1809 para profissionais de TI é que usuários do Azure Active Directory e do Active Directory usando o Windows Hello para Empresas podem usar biometria para autenticar uma sessão de Área de Trabalho Remota:

Rdpwbiotime 01
Para começar, entrar no seu dispositivo usando o Windows Hello para Empresas. Ative a Conexão de Área de Trabalho Remota (mstsc.exe), digite o nome do computador que você deseja se conectar e clique em Conectar.

O Windows reconhece que você está logado usando o Windows Hello para Empresas e seleciona automaticamente o Windows Hello para Empresas para autenticá-lo à sua sessão RDP.

Você também pode clicar em mais opções para escolher credenciais alternativas:

Novidades no Windows 10 v1809 para profissionais de TI
Neste exemplo, o Windows usa o reconhecimento facial para autenticar a sessão RDP para o servidor Hyper-V Server 2016.

Você pode continuar a usar o Windows Hello para Empresas na sessão remota, mas você deve usar o PIN:

Rdpwbiotime 03

BitLocker – Imposição silenciosa em unidades fixas
Por meio de uma política de Gerenciamento de Dispositivos Modernos (MDM), o BitLocker pode ser habilitado silenciosamente para usuários associados ao Azure Active Directory (AAD) padrão. No Windows 10, versão 1803, a criptografia automática do BitLocker foi habilitada para usuários padrão do AAD, mas isso ainda exigia o hardware moderno que passou na Interface de Teste de Segurança de Hardware (HSTI). Essa nova funcionalidade habilita o BitLocker por meio da política até mesmo em dispositivos que não passam na HSTI.

Esta é uma atualização do CSP BitLocker, que foi introduzido no Windows 10, versão 1703 e usado pelo Intune e outros.

Fornecimento de política do BitLocker para dispositivos AutoPilot durante OOBE
Você pode escolher qual algoritmo de criptografia para aplicar a criptografia de disco BitLocker automática para dispositivos compatíveis com, em vez de ter automaticamente os dispositivos propriamente ditos criptografar com o algoritmo padrão. Isso permite que o algoritmo de criptografia (e outras políticas de BitLocker que devem ser aplicadas antes da criptografia) ser entregue antes de criptografia BitLocker automática começa.

Por exemplo, você pode escolher o algoritmo de criptografia XTS-AES de 256 e que ele seja aplicado a dispositivos que faria normalmente criptografar propriamente ditos automaticamente com o algoritmo de XTS-AES de 128 padrão durante OOBE.

Políticas de Grupo do Microsoft Edge
O Windows 10 v1809 introduz novas políticas de grupo e as configurações de Gerenciamento de Dispositivos Modernos para gerenciar o Microsoft Edge.

As novas políticas incluem habilitar e desabilitar o modo de tela inteira, a impressão, a barra de favoritos e o histórico de salvamento; impedir substituições de erro de certificado; configuração do botão Início e opções de inicialização; configuração da página Nova Guia e URL do botão Início, e gerenciamento de extensões.

O Windows Defender Credential Guard é compatível por padrão com dispositivos com Windows 10 S ingressados no AAD
Windows Defender Credential Guard é um serviço de segurança no Windows 10 criado para proteger credenciais de domínio do Active Directory (AD) para que eles não podem ser roubados ou usados incorretamente por malware no computador do usuário. Ele foi projetado para proteger contra ameaças conhecidas como Pass-the-Hash e coleta de credencial.

O Windows Defender Credential Guard sempre foi um recurso opcional, mas o Windows 10 S ativa essa funcionalidade por padrão quando o computador tiver sido ingressado no Azure Active Directory (AAD). Isso fornece um nível adicional de segurança ao se conectar aos recursos do domínio normalmente não está presentes em dispositivos com Windows 10 S.

Experiência de projeção sem fio

Uma das coisas que recebemos comentários de você é que ele é difícil saber quando você está projetando uma conexão sem fio e como desconectar sua sessão quando iniciado no Explorador de arquivos ou de um aplicativo. No Windows 10, versão 1809, você verá uma faixa de controle na parte superior da tela quando você estiver em uma sessão (assim como você vê ao usar a Área de Trabalho Remota). A faixa mantém você informado sobre o estado da sua conexão, permite que você desconectar ou reconectar ao mesmo coletor rapidamente e permite que você ajustar a conexão com base no que você está fazendo. Esse ajuste é feita por meio de Configurações, que otimiza a latência de tela a tela com base em um dos três modos:

  • Modo de jogo minimiza a latência de tela a tela para possibilitar jogos ao longo de uma conexão sem fio
  • Modo de vídeo aumenta a latência de tela a tela para garantir que o vídeo na tela grande reproduz suavemente
  • Modos de produtividade alcança um equilíbrio entre o modo de jogo e o modo de vídeo; a latência tela a tela é responsiva o suficiente para que a percepção de digitação soe natural, garantindo que os vídeos não falhem com mais frequência.

faixa de projeção sem fio

O artigo com as novidades no Windows 10 v1809 para profissionais de TI pode ser obtido na íntegra através do link: https://docs.microsoft.com/pt-br/windows/whats-new/whats-new-windows-10-version-1809.

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft – Windows IT Pro Center – Documentos | Windows | Novidades – 18/10/2018.

Anúncios

Microsoft confirma desativação dos protocolos TLS 1.0 e 1.1 para Microsoft Edge e Internet Explorer em 2020


A Microsoft anunciou no último dia 15 de outubro em seu blog que os protocolos TLS 1.0 e 1.1 no Microsoft Edge e Internet Explorer serão desativados por padrão a partir do primeiro semestre de 2020.

Estas versões do protocolo Transport Layer Security serão desativadas nas versões suportadas dos dois navegadores da empresa, conforme notificação da Microsoft, que também ressalta que 19 de janeiro de 2019 marca o 20º aniversário do TLS 1.0 – versão inaugural do protocolo para criptografia e autenticação de conexões seguras na Web

Nos últimos 20 anos, outras versões do TLS mais avançadas e seguras foram lançadas e o suporte para o TLS 1.3 em uma futura versão do Microsoft Edge já está em desenvolvimento.

Como as versões 1.0 e 1.1 deverão ser depreciadas formalmente pela IETF (Internet Engineering Task Force) no final deste ano, a recomendação é que sites migrem para as versões mais recentes do protocolo o mais rápido possível.

Preparando seus sites e organizações

Dados da SSL Labs mostram que 94% dos sites hoje já suportam o TLS 1.2 e menos de 1% das conexões feitas diariamente no Microsoft Edge usam o TLS 1.0 ou 1.1:

Microsoft desativará o TLS 1.0 e 1.1 no Microsoft Edge e Internet Explorer em 2020A Microsoft optou por anunciar bem antes que desativará o TLS 1.0 e 1.1 no Microsoft Edge e Internet Explorer para que os sites que ainda fazem uso destas versões tenham tempo suficiente para se preparar e fazer o upgrade para a versão 1.2 ou 1.3.

Esta mudança segue os semelhantes anúncios feitos pela Apple, Google e Mozilla, suporte mais seguro, suporte com melhor performance, conexões seguras, ajudando a avançar uma experiência de navegação mais segura para todos.

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft – Windows.blog – 15/10/2018 –  https://blogs.windows.com/msedgedev/2018/10/15/modernizing-tls-edge-ie11/#yItMJIZHSkMwOiY3.97

Microsoft SQL Server 2014 SP2 recebe atualização cumulativa 14


A Microsoft anunciou na última segunda-feira no blog SQL Server Release Services a disponibilidade da Atualização Cumulativa 14 para SQL Server 2014 SP2, esta atualização contém correções para os problemas que foram descobertos depois do lançamento do SQL Server 2014 SP2 e das atualizações cumulativas anteriores.

O artigo KB4459860 publicado no site de suporte da Microsoft, a atualização traz correções para múltiplos bugs no SQL Server 2014 SP2.

Atualização Cumulativa 14 para SQL Server 2014 SP2

A lista com os bugs corrigidos inclui um que causa erro de violação de acesso no SQL Server Analysis Services durante o processamento de certos bancos de dados, um que causa erro de violação de acesso durante uma consulta que faz referência ao tipo de dado Extended Markup Language (XML) e um que causa erro de falta de memória em certos cenários.

A relação completa com todos os bugs corrigidos pode ser vista através do link: https://support.microsoft.com/en-us/help/4459860/cumulative-update-14-for-sql-server-2014

A Figura 1 abaixo destaca a relação de arquivos disponíveis para download relacionados a  atualização cumulativa 14, nas arquiteturas de sistemas operacionais 32 e 64 bits:

Figura 1 – Relação de arquivos disponíveis para download relacionados ao SQL Server 2014 SP2 CU 14.

A Atualização Cumulativa 14 para SQL Server 2014 SP2 (build 12.0.5600.1) está disponível para download clicando na imagem abaixo:

Compatível com os seguintes sistemas operacionais (para múltiplos idiomas):

  • Windows 10,
  • Windows 7,
  • Windows 7 Service Pack 1,
  • Windows 8,
  • Windows 8.1,
  • Windows Server 2008 R2,
  • Windows Server 2008 R2 SP1,
  • Windows Server 2012,
  • Windows Server 2012 R2, e
  • Windows Server 2016.

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft – Download Center: 15/10/2018.

Exchange Server 2016 atualização cumulativa 11 liberada


A Microsoft disponibilizou para download a Atualização Cumulativa 11 para Exchange Server 2016.

Com base no artigo KB4134118 publicado no site de suporte da Microsoft, este pacote cumulativo traz correções de bugs e pode ser usado para efetuar uma nova instalação do Exchange Server 2016 ou para atualizar uma instalação existente.

Atualização Cumulativa 11 para Exchange Server 2016A lista com os bugs corrigidos inclui que faz com que um usuário do Exchange Server 2016 não consiga acessar um calendário compartilhado do Exchange Server 2013, um que faz com que clientes ActiveSync não consigam se conectar ou a sincronização é mais demorada em um ambiente com Exchange Server e um que faz com que o Outlook na Web entre em um loop infinito durante a autenticação.

A relação completa com os bugs corrigidos pela Atualização Cumulativa 11 para Exchange Server 2016 pode ser encontrada no link: https://support.microsoft.com/pt-br/help/4134118/cumulative-update-11-for-exchange-server-2016

Diferente das versões mais antigas do Exchange, as atualizações cumulativas não usam a infraestrutura de rollup, ao contrário, com o novo modelo de servicing do Exchange as atualizações cumulativas basicamente são versões completas do produto.

Desta forma, quando você for implementar um novo servidor com o Exchange Server 2016, basta usar a atualização cumulativa mais recente para instalar o produto completo e já atualizado. O download da Atualização Cumulativa 11 para Exchange Server 2016 pode ser feito clicando na imagem abaixo:

Vale ressaltar que esta atualização se aplica ao Exchange Server 2016 Standard e Enterprise, a atualização está disponível como um arquivo ISO com pouco mais de 5.5GB.

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft – Suporte da Microsoft – 17/10/2018.

Windows Server 2019 Essentials disponível gratuitamente por até 180 dias


A Microsoft liberou para download em sua plataforma Microsoft Evaluation Center a versão de avaliação do Windows Server 2019 Essentials, que pode ser utilizada gratuitamente pelo período de até 180 dias.

Caso você ainda não saiba, o Windows Server Essentials oferece uma solução de servidor flexível, acessível e fácil de usar para pequenas empresas com até 25 usuários e 50 dispositivos.

Experimente o Windows Server 2019 Essentials gratuitamente por até 180 diasIndicada principalmente para ser implementada como um primeiro servidor, o Windows Server Essentials também pode ser usado como servidor principal em um ambiente multiservidores(Multi-Servers) para pequenas empresas.

A versão de avaliação do Windows Server 2019 Essentials está disponível para download em arquivo no formato ISO e apenas para plataformas 64 bits nos seguintes idiomas:

  • Chinês (simplificado);
  • Holandês (Holanda);
  • Inglês;
  • Francês;
  • Húngaro;
  • Italiano;
  • Japonês;
  • Coreano;
  • Polonês;
  • Português (Brasil);
  • Português (Portugal);
  • Russo;
  • Espanhol;
  • Sueco (Suécia);
  • Turco; e
  • Tcheco.

A realizar o pedido de download e instalação, utilize a seguinte chave de produto: NJ3X8-YTJRF-3R9J9-D78MF-4YBP4, informada pela Microsoft válida para o uso durante o período de 180 dias.

Para maiores informações sobre esta nova versão do Windows Server acesse: https://docs.microsoft.com/en-us/windows-server-essentials/get-started/what-s-new-19?branch=WS2019-RELEASE

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft.com – Docs – 03/10/2019.

Microsoft Hyper-V Server 2019 disponível


Em conjunto com o anúncio da nova versão do Windows Server 2019, a Microsoft anunciou também a disponibilidade o Hyper-V Server 2019, produto gratuito que oferece virtualização de classe empresarial para seu datacenter e sua nuvem híbrida.

Através do Microsoft Hyper-V Server 2019 você poderá utilizar recursos novos e aprimorados que podem ajudar a suprir as necessidades de performance e escala das suas cargas de trabalho de missão crítica.

O Microsoft Hyper-V Server 2019 está disponível para download como um arquivo ISO apenas para plataformas 64 bits e nos seguintes idiomas:

Chinês (simplificado), Chinês (tradicional), Inglês, Francês, Alemão, Italiano, Japonês, Coreano, Português (Brasil), Russo e Espanhol.

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft.com – Evaluation Center – 03/10/2019.

Microsoft divulga a disponibilidade do novo Microsoft Windows Server 2019


A Microsoft divulgou ontem no Windows Server Blog a disponibilidade do novo Microsoft Windows Server 2019, nova versão do seu sistema operacional para servidores.

Através do anúncio enviado aos clientes com Software Assurance, a Microsoft informou a disponibilidade do download do Windows Server 2019 através do portal Volume Licensing Service Center (VLSC).

Microsoft anuncia disponibilidade geral do Windows Server 2019Profissionais de TI e empresas interessadas podem experimentar a versão de avaliação do novo Windows Server que estará disponível em breve no Microsoft Evaluation Center.

Os clientes que neste momento estão utilizando o Windows Server na plataforma Azure, o Windows Server 2019 também está disponível no Azure Marketplace.

No decorrer deste mês de outubro o novo Windows Server será disponibilizado para os assinantes do Visual Studio (ex-MSDN) e em outros portais como o Microsoft Partner Network (MPN).

Para saber mais sobre o novo Windows Server consulte as sessões da conferência Ignite que agora estão disponíveis sob demanda, como também, confira a documentação atualizada disponível aqui.

Caso pretenda fazer o upgrade a partir de uma versão anterior, acesse o novo Upgrade Center para encontrar informações úteis sobre o processos de upgrade e mais.

Para testar futuras versões do Windows Server, inscreva-se no Windows Insider Program ou no Windows Insider Program for Business.

Para maiores informações acesse: http://aka.ms/WS2019Preview

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft.com – Windows Server Blog – Vinicius Apolinário – 02/10/2019.