Programa Microsoft para Startups


A Microsoft realizou ontem dia 14/02 o anúncio do programa Microsoft para Startups, que oferece acesso a negócios, tecnologia e benefícios da comunidade e que ajuda as empresas iniciantes a expandir sua base de clientes e a receita, construir uma plataforma confiável que cresça com elas e conectar-se à sua comunidade e clientes.

A empresa alocará US$ 500 milhões nos próximos dois anos para oferecer opções de covenda para startups, além do acesso à tecnologia da Microsoft e novos espaços comunitários que promovam a colaboração dentro dos ecossistemas locais. Startups são um motor de inovação indiscutível, e a Microsoft está em parceria com fundadores e investidores para ajudar a acelerar seu crescimento. Este novo programa foi projetado para ajudar as startups em ações relacionadas á:

Vender para novos clientes, setores e mercados
O programa Microsoft para Startups possui uma abordagem única que liga startups a clientes. A Microsoft possui mais de 30.000 representantes de vendas e 800.000 parceiros cujo objetivo é impulsionar a adoção de soluções de nuvem da Microsoft em empresas de todos os tamanhos e setores em todo o mundo. O programa fornece recursos que preparam suas equipes de marketing e vendas para atender aos padrões dos clientes corporativos e, em seguida, permitir que eles vendam para essas organizações em parceria com a vasta organização de vendas da Microsoft e o ecossistema parceiro.

 

Microsoft anuncia o programa Microsoft para Startups

Inovar rapidamente com o acesso a ferramentas confiáveis ​​de tecnologia, suporte e desenvolvimento
O programa oferece às startups até US$ 120 mil em créditos gratuitos de Azure, suporte técnico de nível empresarial e ferramentas de desenvolvimento para ajudá-los a criar soluções inovadoras na nuvem utilizada ​​por 90% das empresas do ranking Fortune 500.

Acessar os recursos certos no momento certo
O Microsoft para Startups ajuda empresas iniciantes em todas as etapas em ecossistemas de todo o mundo:

Microsoft Reactors são espaços físicos onde empresários, desenvolvedores, investidores e a comunidade empresarial podem se unir para interagir, aprender e compartilhar. Durante o próximo mês, abriremos as portas nos novos espaços Microsoft Reactor em Londres, Sydney, Tel Aviv, Berlim, Xangai e Pequim. Esses espaços somam-se a nossos locais existentes em Redmond, Seattle, San Francisco e Nova York.

– Acesso ao Microsoft ScaleUp (antigo Microsoft Accelerators), ajudando as startups de série A e posterior a se ajustar ao mercado de produtos, aprimorar suas infraestruturas e construir seus negócios usando os serviços Azure e Microsoft Dynamics.

– Conexões com a Microsoft Ventures, equipe estratégica de investimento em capital de risco da Microsoft, cuja missão é ser um parceiro ativo em estágios-chave do crescimento de uma empresa, normalmente investindo entre as séries A e D.

As startups nos inspiram a ir além do possível e construir produtos que melhoram nossas vidas pessoais e profissionais. A Microsoft está animada para se associar a startups para capacitar cada pessoa e organização no planeta.

Para maiores informações acesse: startups.microsoft.com.

Fontes e Direitos Autorais: https://startups.microsoft.com/en-us/ – 14/02/2018.

Anúncios

Microsoft lança o Bing Travel Beta para Windows Phone 8


A Microsoft disponibilizou para download na Windows Phone Store o app gratuito Bing Travel Beta para Windows Phone 8. Com ele os usuários podem planejar suas viagens e mais.

O aplicativo fornece guias de destinos, fotos de viagem do usuário, resenhas especializadas, ideias diárias para viagens, relações de hotéis e muito mais, tudo na conveniência do seu telefone.

Verifique o status de partidas/chegadas do aeroporto e fixe um voo que você está rastreando na tela inicial, faça reservas de voos de última hora depois de comparar os melhores preços de vários provedores, encontre hotéis nas proximidades, leia comentários dos usuários e navegue em fotos de hotéis antes de fazer uma reserva diretamente do seu telefone.

O Bing Travel Beta para Windows Phone 8 tem cerca de 7MB e está disponível para download em múltiplos idiomas.

Vale destacar que por ser uma versão de testes, o aplicativo pode apresentar instabilidade em alguns aparelhos.

Bing Travel Beta para Windows Phone 8:

Microsoft lança o Bing Travel Beta para Windows Phone 8

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com – Por   – 27/Jan/14.

Microsoft rompe acordo com NBC para lançar portal


São Paulo – A Microsoft vai se separar da NBC News, abandonando a joint venture MSNBC, para lançar seu próprio serviço de notícias online, informou a NBC News neste domingo. Bob Visse, gerente geral do MSN.com, confirmou à NBC News que havia iniciado a contratação de uma nova operação de notícias, que será lançada ainda este ano.

“Se você começar a pensar sobre o que estamos fazendo no Windows e no aplicativo Bing (mecanismo de busca) – e o que nós faremos por meio de múltiplas plataformas, (a mudança) faz muito sentido para a Microsoft”, disse Visse.

“Nós estamos falando em usar tecnologia e dados para resolver a questão da entrega de informações e distribuição de notícias de formas inovadoras. É realmente difícil para nós fazermos isto quando temos um relacionamento exclusivo com um único fornecedor de notícias”, completou.

Sob a joint venture, a NBC News era a única fornecedora de notícias para o MSN.com – que passará, agora, a ser livre para fechar parcerias com outras organizações de mídia.

Fontes e Direitos Autorais:  • Segunda-feira, 16 de julho de 2012 – 08h04.

Segundo pesquisa, Google Brasil é pior buscador e Bing, o melhor


O Google nacional pode até ser, disparado, o buscador mais popular do Brasil, mas, dentre os mais utilizados, é o menos eficiente. É o que diz uma pesquisa do instituto Experian que verificou não somente a participação dos serviços no mercado, mas também suas respectivas taxas de sucesso.

Segundo a Experian, a taxa de sucesso é “calculada pela proporção das buscas realizadas em cada uma das ferramentas que geraram efetivamente uma visita a um site”. Em outras palavras, quantos cliques são necessários para que o usuário encontre o que procura.

Por esse critério, os principais rivais da companhia de Mountain View no setor dominam as primeiras colocações. O Bing Brasil, da Microsoft, conquistou a liderança ao obter índice de 82,3%. O segundo lugar ficou com o Yahoo Brasil, com 80,3%, seguido por Yahoo e Bing em suas versões internacionais (.com) –  80,2% e 79,8%.

O buscador do UOL surge na quinta posição (78,6%) e é só aí que os vários Googles começam a aparecer. O espanhol vem em sexto, com 69%, à frente do americano (67,8%), do de Portugal (63%) e do brasileiro (58%), que ficaram, na ordem, em sétimo, nono e décimo. Entre eles encaixa-se o Ask, em oitavo, com 66%.

Ainda assim, o domínio do Google Brasil no País é absoluto. De acordo com a Experian, ele respondeu por 90,2% das pesquisas. Bem atrás, na vice-liderança, ficou o Bing Brasil, que, em menos de um ano de existência, alcançou 3,9% de participação, ultrapassando Google.com e .pt, nas terceira e quarta colocações. O Yahoo nacional, em quinto, não conseguiu nem um ponto percentual, e acabou com 0,9%.

Os dados presentes no estudo traduzem a dificuldade da Microsoft para combater velhos hábitos, no caso, o costume que os internautas possuem de não pensar duas vezes antes de acessar um serviço de busca; acessam quase que automaticamente o Google. Se, de fato, a taxa de sucesso puder ser sentida pelos usuários em suas pesquisas rotineiras, e com o devido investimento em marketing, é possível que o Bing melhore sua situação, mas, como disse Yusuf Mehdi, executivo da própria gigante, ainda há um “longo caminho a percorrer”.

Para a pesquisa, o instituto reuniu informações sobre o setor durante 12 semanas, encerradas em 11 de fevereiro deste ano, a partir de sua ferramenta de inteligência digital, a Experian Hitwise.

Fontes e Direitos Autorais: IDG Now! – Publicada em 16 de fevereiro de 2012 às 15h01.