TechNet Virtual Lab: Office 365 Advanced Threat Protection


A Microsoft disponibilizou recentemente em sua página Laboratórios Virtuais TechNet o laboratório virtual Office 365 Advanced Threat Protection – Guia Interativo.

Os laboratórios virtuais permitem que usuários e profissionais de TI testem recursos dos sistemas operacionais e de outros produtos da Microsoft via nuvem como se estivessem usando seus próprios PCs.

Isto é útil para quem não quer perder tempo criando uma máquina virtual apenas para testar um recurso específico.

TechNet Virtual Lab: Office 365 Advanced Threat Protection – Guia Interativo

Para quem não sabe, o Office 365 Advanced Threat Protection oferece proteção em tempo real para email em ambientes corporativos. O serviço foi atualizado no início deste ano e ganhou novos recursos como URL Detonation e Dynamic Delivery.

De acordo com a Microsoft, o recurso URL Detonation ajuda a impedir que os usuários sejam comprometidos por arquivos oferecidos através de URLs maliciosas.

Quando o usuário recebe um email, o Advanced Threat Protection analisa as URLs na mensagem procurando por comportamento malicioso.

Se o usuário clicar no link durante a verificação, ele verá o alerta falando que a mensagem está sendo verificada. Se o link for detectado como malicioso, um novo alerta será exibido recomendando que o usuário não clique no link.

Os administradores podem configurar a política SafeLink para monitorar os cliques dos usuários. Isto é útil para casos onde eles burlam os alertas para acessar sites bloqueados pelo Advanced Threat Protection.

TechNet Virtual Lab: Office 365 Advanced Threat Protection
Já o recurso Dynamic Delivery do Office 365 Advanced Threat Protection permite que os usuários leiam as mensagens de email enquanto os anexos são verificados.

Durante a verificação, o anexo é substituído por um “placeholder” com a notificação indicando que a verificação do verdadeiro anexo está em andamento.

Se o usuário clicar neste “placeholder”, ele verá uma mensagem mostrando o progresso da verificação. Se o anexo for malicioso, o Office 365 Advanced Threat Protection notificará o usuário.

Neste laboratório virtual você verá como o Office 365 Office 365 Advanced Threat Protection pode ajudar a impedir que anexos maliciosos cheguem aos destinatários, proteger usuários contra links maliciosos e mais com recursos como os mencionados acima.

Confira o laboratório virtual clicando aqui e saiba mais sobre o serviço aqui.

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft.com  https://products.office.com/en/exchange/online-email-threat-protection

Microsoft disponibiliza o SQL Server 2016 Training Kit


A Microsoft disponibilizou recentemente no Microsoft Download Center o SQL Server 2016 Training Kit.

O kit é voltado para desenvolvedores, instrutores, consultores e outros profissionais que precisam saber mais sobre as principais novidades introduzidas na nova versão do SQL Server.

Ele contém apresentações, demos, vídeos e outros recursos para ajudar no aprendizado ou para montar uma sessão de treinamento.

Faça o download do SQL Server 2016 Training Kit

O SQL Server 2016 Training Kit está disponível para download gratuitamente aqui. Ele é compatível com o Windows 10, Windows 8, Windows 8.1, Windows Server 2012 R2 e Windows Server 2016.

Microsoft disponibiliza o SQL Server 2016 Training Kit

SQL Server 2016

Lançado em junho deste ano, o SQL Server 2016 traz recursos críticos inovadores com desempenho em memória e análise operacional integrada. Os recursos de segurança abrangentes, como a tecnologia de criptografia ininterrupta (Always Encrypted), ajudam a proteger seus dados fixos e em movimento, e uma solução avançada de alta disponibilidade e recuperação de desastres acrescenta novos aprimoramentos à tecnologia AlwaysOn.

As organizações terão visões mais aprofundadas de todos os seus dados com novos recursos que vão além da business intelligence, executando a análise avançada diretamente dentro de seus bancos de dados e apresentando visualizações avançadas para oferecer visões de negócios de qualquer dispositivo.

Você também pode se beneficiar da nuvem em hiperescala, com novos cenários híbridos habilitados pela nova tecnologia de banco de dados elástico (Stretch Database), que permite expandir dinamicamente seus dados transacionais a quente e a frio até o Microsoft Azure de forma segura, para que seus dados estejam sempre à disposição para consultas, independentemente do tamanho.

O SQL Server 2016 também oferece uma plataforma de banco de dados completa para a nuvem híbrida, permitindo criar, implantar e gerenciar facilmente soluções que abrangem instalações locais e na nuvem.

Saiba mais sobre ele aqui.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com & https://www.microsoft.com/en-us/download/confirmation.aspx?id=54089

Participe do evento online Live Migration na Nuvem


A Microsoft realizará no próximo dia 31 de maio o evento online Live Migration na Nuvem, que trará palestras relevantes de especialistas em cloud, containers e soluções Open Source do mercado mundial e nacional.

Entenda como movimentar dinamicamente seus ambientes entre diferentes provedores de nuvem sem downtime e perda de dados, além de aprender como solucionar os principais problemas de DevOps utilizando Live Migration por meio de exemplos práticos de implementação de soluções.

O evento será realizado no dia 31 de maio e das 19:30 às 22:30. Mais detalhes podem ser encontrados aqui.

Participe do evento online  Live Migration na Nuvem Participe do evento online Live Migration na Nuvem - {focus keyword}

A Microsoft realizará no próximo dia 31 de maio o evento online Live Migration na Nuvem, que trará palestras relevantes de especialistas em cloud, containers e soluções Open Source do mercado mundial e nacional

Agenda do evento Live Migration na Nuvem

19h30 – Abertura

O novo mundo dos containers – Osvaldo Daibert
Especialista em desenvolvimento de aplicações para nuvem na Microsoft abordará a mudança radical pela qual a forma de desenvolvimento de software está passando. Seja em aplicações hospedadas em nuvens PaaS ou IaaS, os containers e microservices são os alicerces dessa mudança, ajudando a movimentar o novo modelo de integração entre Profissionais de IT e Desenvolvedores.

Containers as a Service (CaaS) – Alessandro Jannuzzi
Gerente de inovações e novas tecnologias da Microsoft Brasil explanará o assunto Container como Serviço, mostrando como o Azure Container Service otimiza a configuração de tecnologias e ferramentas Open Source, como Mesosphere DCOS na plataforma de nuvem. Abordará algumas features deste, como a portabilidade para recipientes e configuração de aplicativo.

Live Migration com Jelastic – Ruslan Synytsky
CEO e fundador da Jelastic, empresa que entrega DevOps com orquestração de containers apresentará como algumas das principais questões DevOps podem ser resolvidas utilizando a opção de Live Migration, e como implementar esta solução, de forma que sua migração seja tranquila e altamente automatizada. Veremos como mover uma aplicação da nuvem AWS para o Microsoft Azure, sem paradas e sem perda de dados!

Q&A
Tire suas dúvidas com os palestrantes do evento Live Migration na Nuvem.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com

MICROSOFT ANUNCIA NOVIDADES NO PROGRAMA VISUAL STUDIO DEV ESSENTIALS


Lançado em novembro passado, o programa Visual Studio Dev Essentials permite que os desenvolvedores obtenham tudo que precisam para criação de aplicações para diferentes plataformas.

Microsoft anuncia novidades no programa Visual Studio Dev Essentials

PROGRAMA VISUAL STUDIO DEV ESSENTIALS

O programa Visual Studio Dev Essentials oferece acesso fácil a diferentes serviços e ferramentas da Microsoft e também inclui diversos benefícios.

microsoft-vs-de-001

O programa atualmente oferece:

Ferramentas de desenvolvimento
Editores, designers e depuradores para desenvolvimento para qualquer plataforma.

Softwares
Avaliações e downloads, de sistemas operacionais a aplicativos do Office.

Serviços de nuvem
Computação, análise, celular, Web, colaboração em equipe e mais.

Treinamento e suporte
Treinamento técnico e suporte à prioridade de nível mundial.

Como parte do seu compromisso para sempre melhorar o programa Visual Studio Dev Essentials, a Microsoft anunciou nesta quarta-feira, 3 de fevereiro, dois novos benefícios para os membros registrados:

– US$ 300 em Créditos Azure: Tenha acesso a US$ 25 por mês em créditos durante 12 meses para tirar proveito dos serviços do Azure para suas aplicações.

– Acesso aos treinamentos da Xamarin University: Comece a criar aplicativos nativos para iOS, Android e Windows Phone com os treinamentos sob demanda exclusivos da Xamarin University.

Saiba mais sobre o programa Visual Studio Dev Essentials clicando aqui.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com

DatabaseCast – Banco de Dados na sala de aula


Boa tarde, Pessoal!!!

Gostaria de compartilhar com todos vocês mais um grande reconhecimento para minha carreira profissional e acadêmica, nos últimos dias gravei com a galera do @DatabaseCast mais um podcast dedicado a área de banco de dados.

VitrineDatabaseCast62

Neste episódio do DatabaseCast, Mauro Pichiliani (Twitter | Blog), Wagner Crivelini (@wcrivelini) e o convidado Pedro Antônio Galvão Junior (@JuniorGalvaoMVP) entram na sala de aula para por fim à bagunça. Neste episódio, você vai aprender onde e como banco de dados é ensinado dentro da sala de aula, discutir didática, observar comportamento, ser firme na disciplina, julgar o que é um professor bom ou ruim e saber como não deixar o professor com dor de cabeça.

Para acessar este e outros episódios: https://www.youtube.com/channel/UC8EUZ3gYTxJi-gr4azFJGYA

Treinamento gratuito: Introdução ao Windows 10 para Profissionais de TI

A Microsoft disponibilizou recentemente em sua Virtual Academy o treinamento gratuito Introdução ao Windows 10 para Profissionais de TI.
A Microsoft Virtual Academy (ou MVA) oferece treinamento online da Microsoft realizado por especialistas para ajudar os tecnólogos a aprender constantemente, com centenas de cursos em múltiplos idiomas.
A MVA é gratuita e o serviço inteiro é hospedado no Microsoft Azure. Além dos treinamentos, ela também oferece para download diversos ebooks gratuitos.


Na condição de profissional de TI, como você pode capacitar sua organização de forma segura para trabalhar com o Windows 10? Descubra como neste curso prático e informativo.

O Windows 10 oferece recursos de gerenciamento que permitem aos profissionais de TI lidarem com a mudança em curso para locais de trabalho móveis, uma realização de ecossistemas heterogêneos, cenários BYOD (“Traga seu próprio dispositivo”) e CYOD (“Escolha seu próprio dispositivo”) e a nuvem.

Conheça o que há de novo na implantação e no gerenciamento do Windows 10, veja como funcionam o provisionamento em tempo de execução, o gerenciamento de dispositivos móveis (MDM), a autenticação segura e muito mais. Além disso, descubra o que o Windows as a Service significa para você e sua organização.

Treinamento gratuito: Introdução ao Windows 10 para Profissionais de TI

O treinamento gratuito Introdução ao Windows 10 para Profissionais de TI é dividido em oito módulos:

01 | Novidades na implantação do Windows 10
Foco na atualização, no provisionamento e em instalações tipo limpar e carregar do Windows 10. Dê uma olhada nas ferramentas que os profissionais de TI podem usar para fazer a implantação do Windows 10 acontecer.

02 | Novidades no gerenciamento do Windows 10 e na Windows Store
Explore o gerenciamento tradicional com Políticas de Grupo, o System Center e componentes relacionados, como o gerenciamento dispositivos móveis, o qual foi introduzido no Windows 8.1 e aprimorado no Windows 10.

03 | Provisionamento em tempo de execução no Windows 10
Como recriar a imagem de uma máquina é proibitivo em termos de tempo, descubra os benefícios do provisionamento em tempo de execução (e ganhe de volta tempo precioso).

04 | Gerenciamento de dispositivos móveis (MDM) no Windows 10
Veja mais de perto os desafios atuais de MDM através de recursos de gerenciamento de dispositivos mais granulares.

05 | Protegendo seus dados com contêineres sem ficar preso a eles
Como a maioria dos vazamentos de dados ocorre acidentalmente, veja como o Windows 10 pode lidar com isso sem exigir etapas adicionais complexas.

06 | Uma nova era de resistência a ameaças para a plataforma Windows 10
Obtenha detalhes de como o Windows 10 lida com ameaças cibernéticas em constante evolução utilizando uma nova abordagem.

07 | Autenticação segura com o Windows Hello
Veja o quanto a autenticação multifator ficou. Aprenda a proteger sua organização com os recursos biométricos incluídos disponíveis no Windows 10​.​

08 | Windows as a Service: o que isso significa para seus negócios?
Saiba mais sobre o conceito de Windows como Serviço e como isso pode impactar você, sua empresa e seus negócios.

Confira o treinamento gratuito Introdução ao Windows 10 para Profissionais de TI clicando aqui.

Fontes e Direitos Autorais – Baboo.com e MVA – Microsoft Virtual Academy – http://www.microsoftvirtualacademy.com/

Prepare-se: Sete carreiras de TI que seguirão quentes até 2020

É prudente que profissionais cultivem habilidades demandadas. Melhor se esses conhecimentos continuarem requisitados em um cenário tecnológico em transformação.


Posicione sua carreira para um crescimento de longo prazo. Empresas normalmente têm um roteiro corporativo que detalha o que elas gostariam de ser em intervalos de três, cinco e 10 anos. Esse plano traz um mapa indicando como elas pretendem chegar lá e de que forma a tecnologia se encaixa nisso. Como profissional de TI, como enxerga seu trabalho dentro de uma perspectiva de futuro?

Claro que as organizações ainda precisarão de programadores e desenvolvedores por muito tempo. Contudo, elas pretendem pagar salários melhores por aqueles que souberem programar robôs ou desenvolverem soluções para serem embarcadas em dispositivos móveis. Assim, o mercado de TI seguirá sua evolução e demandará novas habilidades. Veja as apostas de especialistas sobre as carreiras que serão quentes em 2020.

#1. Programadores, especialistas de segurança e gerentes de cloud

Mais de 90% das empresas norte-americanas estão usando alguma forma de computação em nuvem, de acordo com levantamento da CompTIA. Além disso, um relatório de novembro 2014 constatou que as companhias, cada vez mais, movem suas infraestruturas ou aplicativos para ambientes de clouds privadas e públicas. Esse movimento tende a se acelerar, acarretando uma demanda intensa por profissionais para suportar a tendência.

Uma posição relacionada que terá destaque nesse campo é o do gestor de capacidade. “Esperamos que muitas [organizações] operem um ambiente híbrido de modo que a questão tocará sobre como mudar dinamicamente a demanda por computação e armazenamento entre nuvens públicas e privadas”, avalia Mike Sutcliff, executivo-chefe da Accenture Digital. “Isso vai exigir novas técnicas e disciplinas que muitas organizações de TI não têm em vigor hoje em dia”.

Além disso, programadores especializados em Perl, Ruby, Ruby on Rails e Python, Java e JavaScript, bem como aqueles confortáveis com o desenvolvimento de APIs e ambientes DevOps também estarão em alta. Isso deve ocorrer porque a tecnologia em cloud depende muito dessas disciplinas.

#2. Arquitetos de dados, especialistas em integração, profissionais de Hadoop

Cliff Justice, líder da pratica focada em serviços compartilhados e terceirização na KPMG, prevê enormes necessidades organizacionais em torno de analytics. O cenário será, em parte, impulsionado pelo grande volume de dados coletados, mas também pelo aumento do número de aplicações (como a robótica) alimentado por uma abordagem analítica. Como resultado, as empresas estão adicionando e criando vagas para profissionais gabaritados a tal tarefa.

A consultoria aponta para alta demanda pelos seguintes profissionais: arquitetos de dados, que projetam a estrutura para suportar as necessidades emergentes; engenheiros de integração de dados, que garantem que as soluções de dados e análises possam ser integradas a partir de qualquer número de fontes; e analistas de planejamento de TI, que agregam e analisam dados de várias fontes internas e externas para ajudar a TI a saberem o que provavelmente será necessário encomendar junto aos parceiros de negócio no futuro.

Dentre as posições técnicas que são e continuarão quentes ao final da década aparecem posições para desenvolvedor em Hadoop, engenheiro de dados, arquiteto de software para big data, projeta Christian P. Hagen, parceiro da área de consultoria estratégica de TI na AT Kearney.

Ao mesmo tempo, as demandas organizacionais ao redor analytics criarão um novo lote de posições de liderança, que surgem com a tarefa de entender como usar ferramentas e técnicas para alcançar metas e objetivos de negócio. Esses postos incluem diretor de analytics, chief digital officers (CDO), líder de análise de negócios e vice-presidente de dados corporativos.

#3. Hardware, software e especialistas em analytics

Um relatório de 2014 da PwC sobre o futuro dos wearables vê um mundo onde os dispositivos portáteis serão utilizados para treinar novos funcionários, acelerar o processo de vendas, melhorar serviços ao cliente, criar orientação de mãos-livres para os trabalhadores e melhorar a precisão das informações coletadas para servir o crescente movimento de análise pelas empresas.

Jack Cullen, presidente da empresa de recursos humanos TI Modis, prevê a mudança rumo às tecnologias vestíveis poderá estimular o empreendedorismo tanto ou mais que o advento dos smartphones. “Em 2020, esses dispositivos serão tão comuns quanto o iPhone é hoje. Isso cria novas oportunidades”, comentou.

O especialista espera que organizações de todos os tipos identifiquem posições de trabalho e processos que podem se beneficiar dos wearables, o que, por sua vez, significa que os departamentos de TI vão procurar tecnólogos com a capacidade de implantar, gerenciar e manter hardware, bem como especialistas que podem desenvolver, personalizar e apoiar aplicações e programas de análise que tornarão esses vestíveis úteis dentro das organizações.

#4. Especialistas que aplique conceitos de inteligência artificial/robótica nas empresas

Inteligência artificial e robótica já passaram da ficção científica para a realidade há algum tempo. Em breve, são conceitos que chegarão em um negócios (bem) perto de você. De acordo com um relatório do Pew Research Center, essas tecnologias “irão permear várias facetas da vida diária em 2025, com enormes implicações para uma variedade de indústrias, tais como saúde, transporte e logística, atendimento ao cliente e manutenção residencial”.

Não surpreendentemente, especialistas nesta área verificarão alta demanda, comenta Justice, da KPMG. Ele observa que os profissionais de TI terão papéis a desempenhar na programação, integrando e construindo a infraestrutura para aplicações organizacionais da IA e robótica.

#5. Pesquisadores com visão sistêmica

A IDC prevê que o mercado de internet das coisas saltará de um patamar de US$ 1,9 trilhão em 2013 para US$ 7,1 trilhões em 2020. “A tecnologia está sendo construída sobre tudo que conhecemos”, cometa David Dodd, vice-presidente de TI e CIO da Stevens Institute of Technology. Isso significa um futuro brilhante para tecnólogos que compreendam os fundamentos desse tipo de conectividade. Na verdade, a IoT pode desencadear o surgimento de um novo especialista que pode combinar habilidades em hardware, engenharia, programação, análise, privacidade e segurança.

Dodd, no entanto, acredita que a habilidade mais demanda dentro do conceito será na compreensão do valor passível de se extraído de toda essa conectividade. As organizações percebem que não basta simplesmente conectar itens e coletar dados, elas precisam saber como essas conexões e os dados que eles geram podem resolver problemas ou fazer avançar os objetivos organizacionais. As empresas “querem pessoas que possam compreender e formular o futuro da Internet das coisas”, projeta o especialista.

#6. Profundos conhecedores de segurança

O Bureau of Labor Statistics prevê um crescimento de 37% em cargos de analista de segurança da informação entre 2012 e 2022. A expansão virá devido ao fato de que praticamente todas tecnologias emergentes estão exigindo, e continuarão a exigir, ainda mais atenção a partir do programa de segurança, privacidade e acesso de uma organização.

“Para todas as grandes oportunidades que nuvem, análise social e móvel, e a IoT trarão, os ganhos econômicos que serão realizados por todas essas novas tecnologias podem ser significativamente inferiores caso não existam programas robustos de segurança e protocolos em vigor”, avalia Matt Aiello, sócio no escritório Heidrick & Struggles, empresa especializada em recrutamento de CIOs.

#7. Artesãos digitais

A pressão para ser mais do que um puro técnico continuará nos próximos anos – e isso significa mais do que adicionar uma ou duas habilidades de negócios em seu currículo. Profissionais de tecnologia que navegarem com sucesso as mudanças turbulentas da indústria serão capazes de demonstrar visão de negócios em todo o espectro, avalia Ray Wang, fundador e analista da Constellation Research Inc. Ele chama esses novos especialistas de “artesãos digitais”, explicando que se trata de profissionais que equilibram características distintas dos dois hemisférios do cérebro.

Produtos, serviços e soluções medianas não são mais suficientes para sustentar as empresas em um cenário cada vez mais competitivo, enfatiza Wang. Para prosperar nos próximos 10 anos, as organizações precisam buscar talentos capazes de “pensar fora da caixa, mas executar dentro do sistema”. Para oferecer esse tipo de valor estratégico, os profissionais de TI precisam ser autênticos, relevantes, com uma mentalidade transformadora, desafiadores, rápidos, artísticos e não-conformista.

Fontes e Direitos Autorais: COMPUTERWORLD EUA