Microsoft Visual Studio 2017 v15.6 Preview 2 e Visual Studio for Mac Version 7.4 Preview disponíveis


A Microsoft anunciou a disponibilidade do Visual Studio 2017 v15.6 Preview 2. A versão Preview 1 original foi disponibilizada no dia 7 de dezembro de 2017.

De acordo com o changelog publicado aqui pela Microsoft, o Visual Studio 2017 v15.6 Preview 2 traz correções para múltiplos bugs, opções de depuração agora estão disponíveis para Embedded ARM GCC.

Esta nova versão Preview também traz uma extensa lista de melhorias no suporte para Visual C++, o instalador do Visual Studio foi melhorado e agora quando você instalá-lo pela primeira vez ou atualizá-lo via Web você verá um processo de instalação mais transparente:

Microsoft Visual Studio 2017 v15.6 Preview 2

O Preview 2 também inclui o suporte parta navegação por fontes descompiladas. Habilite isto acessando Tools > Options > Text Editor > C# > Advanced > Enable navigation to decompiled sources:

A lista completa com todas as novidades nesta versão Preview pode ser vista no link acima.

Desenvolvedores interessados podem fazer o download do Visual Studio 2017 v15.6 Preview 2 aqui ou podem utilizar o link fornecido na página com o changelog.

Fontes e Direitos Autorais: The Visual Studio Blog – 10/01/2018.

Anúncios

Microsoft inicia teste com Visual Studio 2017 v15.6 Preview


Agora que a versão 15.5 do Visual Studio 2017 está disponível oficialmente, a Microsoft já iniciou os testes da próxima atualização com o Visual Studio 2017 v15.6 Preview.

O Visual Studio 2017 foi lançado em 7 de março pela empresa.

Novidades no Visual Studio 2017 v15.6 Preview

De acordo com o anúncio publicado pela Microsoft no blog do Visual Studio, o Visual Studio 2017 v15.6 Preview traz melhorias com foco na produtividade, novos recursos e outras novidades.

Nesta versão Preview a ferramenta CPU Usage agora destaca a linha de código com base no uso de CPU. Com isso ficou mais fácil determinar quais linhas são responsáveis por um aumento repentino no uso de CPU, por exemplo:

Microsoft Visual Studio 2017 v15.6 Preview
Nesta versão Preview a ferramenta CPU Usage agora destaca a linha de código com base no uso de CPU. Com isso ficou mais fácil determinar quais linhas são responsáveis por um aumento repentino no uso de CPU, por exemplo

Com o Visual Studio 2017 v15.6 Preview agora você pode criar projetos CMake. Esta versão também adiciona suporte para o Android NDK r15c:

O Team Explorer recebeu melhorias na funcionalidade Git tags e o IntelliSense para Python não requer mais um banco de dados para conclusão.

A lista com todas as novidades nesta versão pode ser vista no post com o anúncio da Microsoft.

Desenvolvedores interessados podem fazer o download do Visual Studio 2017 v15.6 Preview aqui.

Fontes e Direitos Autorais: The Visual Studio Blog – 07/12/2017 –https://blogs.msdn.microsoft.com/visualstudio/2017/12/07/visual-studio-2017-version-15-6-preview/

Microsoft disponibiliza código-fonte do MS-DOS e Word for Windows


A Microsoft disponibilizou para todos o código-fonte do MS-DOS 1.1 e 2.0, e também do Word for Windows 1.1a. No blog da TechNeta empresa informa que trabalhou com o Computer History Museum para isso.

Microsoft disponibiliza código-fonte do MS-DOS

Microsoft disponibiliza código-fonte do MS-DOS

Roy Levin, engenheiro e diretor-gerente da Microsoft Research, declarou:

“Graças ao Computer History Museum esse importante código-fonte será preservado e colocado à disposição da comunidade para o conhecimento histórico e técnico”.

O código-fonte pode ser encontrado no site do grupo para o MS DOS 1.1 e 2.0 e para o Word para Windows 1.1a. Quem quiser fazer o download do código-fonte deve concordar em utilizá-lo para fins não-comerciais, e o código não pode ser publicado em nenhum outro site na web.

Microsoft disponibiliza código-fonte do MS-DOS e Word for Windows 1.1a

MS-DOS é acrônimo de MicroSoft Disk Operating System

Em julho de 1981, a Microsoft fez um acordo com a Seattle Computer Products para comprar os direitos de uso do QDOS (Sistema Operacional Quick and Dirty) por US$ 50 mil. O sistema operacional foi renomeado MS DOS e foi pré-instalado em todos os PCs da IBM em seguida.

A Microsoft continuou desenvolvendo o MS-DOS e lançou diversas versões nos anos seguintes, e embora os concorrentes tivessem sistemas semelhantes, nenhum deles foi capaz de desbancar totalmente o MS-DOS.

MS-DOS 1.25

Quando a primeira versão do Windows foi lançada em 1985, o MS-DOS ainda era suportado e atualizado pela Microsoft enquanto os desenvolvedores continuaram a criar aplicações e jogos para ele. Quando o Windows 95 foi lançado em 1995, os criadores de jogos finalmente começaram a deixar o MS-DOS de lado para se focar no novo sistema operacional da Microsoft.

A última versão do MS-DOS vendida nas lojas foi a 6.22, lançada em 1994. As versões 7 e 8 do MS-DOS foram lançadas como parte integrante do Windows 95 e do Windows Me, respectivamente.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com.

Ex-programador da Microsoft é preso por vazar código do Windows 8


Um arquiteto de software da Microsoft que trabalhou por sete anos na empresa foi acusado e preso em Seatle pelo FBI. Entre outras acusações, ele foi acusado de vazar o código do Windows 8 antes de seu lançamento em 2012.

Ex-programador da Microsoft é preso por vazar código do Windows 8

Programador é preso por vazar código do Windows 8

Seattle Post-Intelligencer relata que o suspeito, Alex Kibkalo, foi acusado de roubo de segredos comerciais. O FBI afirma que ele vazou o código do Windows 8 em meados de 2012 a um blogueiro de tecnologia francês anônimo.

Ele também é acusado de vazar um Kit Ativação do servidor de desenvolvimento de software da empresa para o mesmo blogueiro. Esta ferramenta foi feita para ajudar a evitar cópias não autorizadas do software da Microsoft.

Investigadores Corporativos confrontaram Kibkalo em setembro de 2012, durante uma entrevista na qual ele alega ter admitido compartilhar o software. Kibkalo é acusado de ter admitido a partilha de programas inéditos do Windows, bem como memorandos e documentos; investigadores da Microsoft afirmam que ele estava com raiva depois de uma pobre avaliação de desempenho do programa.

O blogueiro teria publicado imagens do aplicativo devido ao vazamento de Kibkalo.

“Eu vou vazar o software hoje, provavelmente,” Kibkalo disse ao blogueiro uma troca de mensagens em 02 de agosto de 2012, de acordo com os documentos coletados pelo FBI.  “Hmm”, o blogueiro respondeu. “Você tem certeza que quer fazer isso? Lol “.  Ele chegou a comentar que vazamento seria “bastante ilegal”, e Kibkalo é acusado de ter respondido “Eu sei”.

O programador é acusado também de vazar o código do Windows 7 também antes de ele ser lançado.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com –  | em 20/Mar/14.