Short Scripts – Junho 2017


Boa noite galera, olá comunidade de banco de dados.

Tudo bem? Graças a deus mais um final de semana se aproximando, finalzinho de noite de quinta – feira, acredito que neste momento minha linda esposa esta curtindo mais um episódio de uma das suas séries favoritas, ou lendo mais um dos seus intermináveis livros (kkkkkk), isso não é um crítica, muito ao contrário, a leitura faz bem para a alma e principalmente para a mente, mas posso dizer que minha pequena Fernanda é uma degustadora insaciável de livros.

Mudando de assunto, este é o segundo post deste ano dedicado exclusivamente a sessão Short Scripts, sessão criada a alguns anos que  esta atraindo um número interessante de visitantes, principalmente de profissionais da área de banco de dados na busca por exemplos de códigos que possam solucionar ou elucidar na resolução de um determinado problema.

O post de hoje

Para este post, selecionei como de costume os principais scripts armazenados recentemente na minha biblioteca de códigos, que apresentam os seguintes assuntos:

  • Check Constraint;
  • Common Table Expression;
  • Índices;
  • Information_schema.columns;
  • Monitoramento de Processos;
  • Network Protocol;
  • Operador Outer Apply;
  • Requisição de Disco;
  • Sys.dm_server_registry;
  • Sys.dm_tcp_listener_states;
  • sys.dm_exec_query_plan;
  • sys.dm_exec_sql_text;
  • sys.dm_exec_query_stats;
  • sys.types;
  • sys.tables;
  • sys.dm_db_index_usage_stats;
  • Sys.Identity_Columns; e
  • User Defined Function.

Então mãos no teclado, a seguir apresento os códigos e exemplos selecionados para o Short Script – Junho 2017. Vale ressaltar que todos os scripts publicados nesta sessão são devidamente testados, mas isso não significa que você pode fazer uso dos mesmo em seu ambiente de produção, vale sim todo cuidado possível para evitar maiores problemas.

Fique a vontade para compartilhar, comentar e melhorar cada um destes códigos.

Short Scripts

— Short Script 1  – Utilizando Check Constraint para cálculo de datas —

Create Table Alunos
(Codigo Int)
Go

— Adicionando a coluna e constraint —
Alter Table Alunos
Add DataNascimento DateTime
Constraint CK_Alunos_DataNascimento Check (DateDiff(Year,DataNascimento, GetDate()) >=18)
Go

— Adicionando somente a constraint —
Alter Table Alunos
Add Constraint CK_Alunos_DataNascimento
Check (DateDiff(Year,DataNascimento, GetDate()) >=18)
Go

— Default – Estado —
Alter Table Alunos
Add Constraint [DF_Estado] Default ‘SP’ for Estado
Go

— Short Script 2  – Aplicando o uso de Common Table Expression para inserir registros com valores de um registro anterior —

DECLARE @Metas TABLE ( Data DATE, Meta INT );

INSERT INTO @Metas
( Data, Meta )
VALUES ( DATEFROMPARTS(2017, 03, 29), 50 ),
( DATEFROMPARTS(2017, 04, 11), 35 ),
( DATEFROMPARTS(2017, 04, 13), 50 );

DECLARE @Producao TABLE
(
Data DATE ,
Quantidade INT
);

INSERT INTO @Producao
( Data, Quantidade )
VALUES ( DATEFROMPARTS(2017, 04, 10), 49 ),
( DATEFROMPARTS(2017, 04, 11), 35 ),
( DATEFROMPARTS(2017, 04, 12), 36 ),
( DATEFROMPARTS(2017, 04, 13), 50 ),
( DATEFROMPARTS(2017, 04, 14), 50 );

WITH DadosProduzidos
AS ( SELECT P.Data ,
Quantidade = SUM(P.Quantidade)
FROM @Producao AS P
GROUP BY P.Data
)
SELECT D.Data ,
[Produzido] = D.Quantidade ,
Meta = ( SELECT TOP 1 M.Meta
FROM @Metas AS M
WHERE M.Data <= D.Data
ORDER BY M.Data DESC
)
FROM DadosProduzidos D;

— Short Script 3  – Identificando a relação de todos os índices existentes em um banco de dados —

SELECT DB_NAME(Database_ID) DBName,
SCHEMA_NAME(schema_id) AS SchemaName,
OBJECT_NAME(ius.OBJECT_ID) ObjName,
i.type_desc,
i.name,
user_seeks,
user_scans,
user_lookups,
user_updates
FROM sys.dm_db_index_usage_stats ius INNER JOIN sys.indexes i
ON i.index_id = ius.index_id
AND ius.OBJECT_ID = i.OBJECT_ID
INNER JOIN sys.tables t
ON t.OBJECT_ID = i.OBJECT_ID
GO

— Short Script 4 – Obtendo informações de network protocols e device através da sys.dm_server_registry —

SELECT MAX(CONVERT(VARCHAR(15),value_data)) As ‘Default Port’ FROM sys.dm_server_registry
WHERE registry_key LIKE ‘%MSSQLServer\SuperSocketNetLib\Tcp\%’
AND value_name LIKE N’%TcpPort%’
AND CONVERT(float,value_data) > 0
Go

SELECT MAX(CONVERT(VARCHAR(15),value_data)) As ‘Dynamic Port ‘ FROM sys.dm_server_registry
WHERE registry_key LIKE ‘%MSSQLServer\SuperSocketNetLib\Tcp\%’
AND value_name LIKE N’%TcpDynamicPort%’
AND CONVERT(float,value_data) > 0
Go

— Short Script 5 – Obtendo informações de network protocols e device através da sys.dm_tcp_listener_states —

SELECT port As ‘Default Port’ FROM sys.dm_tcp_listener_states
WHERE is_ipv4 = 1
AND [type] = 0
AND ip_address <> ‘127.0.0.1’
Go

— Short Script 6 – Criando uma User Defined Function com operador Outer Apply —

CREATE FUNCTION AttributesOfTable (@tableToSearch nvarchar(500))
returns table
return SELECT TABLE_CATALOG, TABLE_SCHEMA, TABLE_NAME, COLUMN_NAME
from information_schema.columns
where TABLE_NAME = @tableToSearch;
go

Declare @tableToSearch table (nome_tabela varchar(50));
INSERT into @tableToSearch values (‘Customer’), (‘Order’), (‘Papagaio’);

SELECT T1.nome_tabela as [nome da tabela],
T2.TABLE_SCHEMA as [nome do esquema],
T2.COLUMN_NAME as [nome da coluna]
from @tableToSearch as T1
outer apply dbo.AttributesOfTable(T1.nome_tabela) as T2;

— Short Script 7 – Utilizando a DMV sys.identity_columns para identificar o valor identity de uma determinada coluna —

SELECT sys.tables.name AS [Table Name],
sys.identity_columns.name AS [Column Name],sys.types.name as Type,
last_value AS [Last Value]
FROM sys.identity_columns
INNER JOIN sys.tables
ON sys.identity_columns.object_id = sys.tables.object_id
Inner join sys.types on sys.types.user_type_id = sys.identity_columns.user_type_id
ORDER BY last_value DESC

— Short Script 8 – Consultando informações sobre o SQL Server armazenadas no Registro do Windows —

— A. Display the SQL Server services —
SELECT registry_key, value_name, value_data
FROM sys.dm_server_registry
WHERE key_name LIKE N’%ControlSet%’
Go

— B. Display the SQL Server Agent registry key values —
SELECT registry_key, value_name, value_data
FROM sys.dm_server_registry
WHERE key_name LIKE N’%SQLAgent%’
Go

— C. Display the current version of the instance of SQL Server —
SELECT registry_key, value_name, value_data
FROM sys.dm_server_registry
WHERE value_name = N’CurrentVersion’
Go

— D. Display the parameters passed to the instance of SQL Server during startup —
SELECT registry_key, value_name, value_data
FROM sys.dm_server_registry
WHERE registry_key LIKE N’%Parameters’
Go

— E. Return network configuration information for the instance of SQL Server —
SELECT registry_key, value_name, value_data
FROM sys.dm_server_registry
WHERE keyname LIKE N’%SuperSocketNetLib%’
Go

— Short Script 9 – Identificando a relação de querys que apresentam o maior consumo de disco durante seu período de processamento – 

SELECT TOP 20 SUBSTRING(qt.text,
(qs.statement_start_offset/2)+1,
((CASE
qs.statement_end_offset
WHEN -1 THEN DATALENGTH(qt.text)
ELSE
qs.statement_end_offset
END –
qs.statement_start_offset)/2)+1),
qs.execution_count,

qs.total_logical_reads, qs.last_logical_reads,
qs.min_logical_reads,
qs.max_logical_reads,
qs.total_elapsed_time,
qs.last_elapsed_time,
qs.min_elapsed_time,
qs.max_elapsed_time,
qs.last_execution_time,
qp.query_plan
FROM sys.dm_exec_query_stats
qs
CROSS APPLY sys.dm_exec_sql_text(qs.sql_handle) qt
CROSS APPLY
sys.dm_exec_query_plan(qs.plan_handle) qp
WHERE qt.encrypted=0
ORDER BY
qs.total_logical_reads DESC

Legal, mais uma relação de short scripts acaba de ser compartilhada, mesmo sendo denominados short entre aspas “pequenos”, posso garantir que todos estes exemplos são de grande importância e apresentam um valor e conhecimento do mais alto nível.


Chegamos ao final de mais um Short Scripts, espero que este material possa lhe ajudar, ilustrando o uso de alguns recursos e funcionalidades do Microsoft SQL Server.

Acredito que você tenha observado que estes códigos são bastante conhecidos em meu blog, todos estão relacionados aos posts dedicados ao Microsoft SQL Server publicados no decorrer dos últimos anos.

Boa parte deste material é fruto de um trabalho dedicado exclusivamente a colaboração com a comunidade, visando sempre encontrar algo que possa ser a solução de um determinado problema, bem como, a demonstração de como se pode fazer uso de um determinado recurso.

Links

Caso você queira acessar os últimos posts desta sessão, não perca tempo acesse os links listados abaixo:

Agradecimento

Agradeço sua visita, com certeza é imenso prazer saber que você teve interesse em acessar este post.

Nos encontramos novamente no mês de setembro, para o próximo post dedicado a sessão Short Scripts.

Um grande abraço, boa noite, bom descanso.

Valeu.

Material de Apoio – Julho 2016


Hoje é sexta – feira, sexta – feira….. Graças a deus.

Salve galera, bom dia, Tudo bem?

E ai, mês de Julho, férias para boa parte dos estudantes, professores e demais profissionais relacionados a área de educação, assim como eu também. Espero que todos estejam aproveitando este justo e necessário período de descanso, pois muitos pensam que a vida acadêmica é fácil, tranquila e estável, mas posso dizer que não é bem assim.

Pois bem, como você deve ter percebido este é mais um post da sessão Material de Apoio, que a partir deste ano esta sendo publicada a cada três meses. Para você que ainda não conhece esta sessão, ela é uma das mais antigas do meu blog, tendo atualmente mais de 140 posts exclusivos, tendo como objetivo principal compartilhar os códigos de exemplo e scripts existentes em minha biblioteca pessoal de scripts dedicados ao SQL Server desde a versão 7 isso lá nos anos 2000.

Caso você queira acessar os últimos posts, utilize os links apresentados abaixo:

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2016/04/20/material-de-apoio-abril-2016

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2016/01/18/material-de-apoio-janeiro-2016/

Seguindo em frente, no post de hoje vou compartilhar com vocês alguns scripts que utilizei recentemente com os meus alunos da Fatec São Roque na Disciplina de Banco de Dados II, dentre os quais destaco:

  • Comando Merge;
  • Comando Begin Catch;
  • Comando Begin Try;
  • Comando Begin Transaction;
  • Comando Commit;
  • Comando Rollback;
  • Comando Print;
  • Common Table Expression;
  • Função de Ranking – Dense_Rank();
  • Função de Ranking – NTile()
  • Função de Ranking – Rank();
  • Função de Ranking – Row_Number();
  • Ordenação de Dados;
  • Operador And;
  • Operador Between; e
  • Operador Is Not Null.

    Como de costume gosto de destacar que todos estes arquivos são fruto do trabalho realizado como DBA desde 2000, bem como, a pesquisa e coleta de informações através da internet, onde grande parte do conhecimento aqui compartilhado também é obtido através da  colaboração de seus autores, grande profissionais nacionais e internacionais como reconhecidos especialistas nas áreas de:

    • Modelagem de Dados;
    • Engenharia de Banco de Dados;
    • Engenharia de Softwares e Processos;
    • Banco de Dados;
    • Servidores;
    • Alta Disponibilidade;
    • Desenvolvimento; e
    • Migração e Contingência de Dados.

      Obseravação: Toda e qualquer informação, código, exemplo e lógica utilizada nestes scripts foi aplicada em um determinado cenário, situação ou necessidade, o que em muitos casos talvez não se aplica a sua necessidade mas pode ser útil como material de consulta ou aprendizado.

      Além disso, todos os arquivos estão renomeados tendo ao final do seu nome a extensão .doc acrescido, isto se torna necessário para garantir a compatibilidade com a plataforma do WordPress.com.

      Vale ressaltar que após o seu download será necessário remover esta extensão mantendo a extensão .sql padrão para arquivos do script do SQL Server.

A seguir a relação de scripts:

Exemplo 1 – Utilizando a função Raiserror.sql

Exemplo 2 – Utilizando o Comando Merge.sql

Exemplo 3 – Utilizando o comando Merge + Insert + Update.sql

Exemplo 4 – Utilizando o comando Begin Try.. Begin Catch + Transaction + Print para apresentar mensagem.sql

Exemplo 5 – Trabalhando com função de Ranking.sql

Exemplo 6 – Trabalhando com função de Ranking-2.sql


Legal, chegamos ao final de mais um post, fique a vontade para compartilhar com seus contatos, não deixe de enviar seus comentários, críticas, dicas ou sugestões.

Mais uma vez obrigado por sua visita, por seu interesse e participação.

Uma ótima sexta – feira e bom final de semana.

Abraços.

Short Scripts – Junho 2016


Salve, salve minha gente, boa tarde!!!

Mais uma segunda – feira começando e mais uma semana se iniciando, já passamos da metade do mês de Junho tão aguardado devido ao lançamento do novo Microsoft SQL Server 2016. Caso você tenha perdido alguma informação sobre este lançamento, aproveito para compartilhar aqui um dos diversos posts publicados no meu blog sobre esta nova versão:

Voltando a falar sobre o Short Scripts, esta é uma das sessões mas visitadas do meu blog, onde o objetivo  é compartilhar os scripts existentes em minha biblioteca de códigos  dedicados exclusivamente para o SQL Server. Muitos destes scripts são resultado de pesquisas, posts publicados nos fóruns MSDN e também de respostas encontradas em outros websites de profissionais, administradores de banco de dados, professores e comunidades.

Boa parte deste material é fruto de um trabalho dedicado exclusivamente a colaboração com a comunidade, visando sempre encontrar algo que possa ser a solução de um determinado problema, bem como, a demonstração de como se pode fazer uso de um determinado recurso. Todos os scripts publicados nesta sessão são devidamente testados antes de serem publicados, mas isso não significa que você pode fazer uso dos mesmo em seu ambiente de produção, vale sim todo cuidado possível para evitar maiores problemas.

Caso você não tenha acessado os últimos posts, não perca tempo, utilize os links publicados a seguir:

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2016/03/22/short-scripts-marco-2016/

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2015/12/14/short-script-dezembro-2015/

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2015/10/21/short-scripts-outubro-2015/

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2015/08/26/short-scripts-agosto-2015/

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2015/06/03/short-script-junho-2015/

Para esta relação você vai encontrar scripts relacionados aos seguintes assuntos, conceitos, recursos ou funcionalidades:

  • Acesso a banco de dados;
  • Collation;
  • Comando Exec;
  • Comando Union;
  • Comando Union All;
  • Comando Create Table;
  • Comando Alter Table;
  • Common Table Expression;
  • DBCC CheckPrimaryFile;
  • DMV sys.dm_db_index_usage_stats;
  • DMV sys.dm_os_buffer_descriptors;
  • Índices Clustered e NonClustered;
  • Option MaxRecursion;
  • Plano de Execução;
  • Querys consideradas pesadas;
  • Tabela de sistema sys.allocation_units;
  • Tabela de sistema sys.partitions;
  • Tabela de sistema sys.indexes;
  • Tabela e caracteres Unicode; e
  • Recursividade.
A seguir, apresento a relação de short scripts:

— Short Script 1 – DBCC CheckPrimaryFile Verificando se o arquivo realmente é um Primary File —
DBCC CheckPrimaryFile (‘C:\Bancos\Laboratorio.MDF’,0)
Go

 

— Short Script 2 – DBCC CheckPrimaryFile – Retornando o conjunto completo de informações associados ao Primary File que formam a estrutura do respectivo Banco de Dados —
DBCC CheckPrimaryFile (‘C:\Bancos\Laboratorio.MDF’,1)
Go

 

— Short Script 3 – DBCC CheckPrimaryFile – Retornando o nome do banco de dados, versão e collation relacionados ao Primary File —
DBCC CheckPrimaryFile (‘C:\Bancos\Laboratorio.MDF’,2)
Go

— Short Script 4 – DBCC CheckPrimaryFile – Retornando o status, fileid, name e filename associados ao Primary File que formam a estrutura do respectivo Banco de Dados —
DBCC CheckPrimaryFile (‘C:\Bancos\Laboratorio.MDF’,3)
Go
— Short Script 5 – Informações sobre acesso ao Banco de Dados —
WITH agg AS
(SELECT last_user_seek,
                  last_user_scan,
                  last_user_lookup,
last_user_update
FROM sys.dm_db_index_usage_stats
WHERE database_id = DB_ID()
)
SELECT last_read = MAX(last_read),
                 last_write = MAX(last_write)
FROM
(SELECT last_user_seek, NULL FROM agg
UNION ALL
SELECT last_user_scan, NULL FROM agg
UNION ALL
SELECT last_user_lookup, NULL FROM agg
UNION ALL
SELECT NULL, last_user_update FROM agg
) AS x (last_read, last_write);
Go

 

— Short Script 6 – Observando a mudança de comportamento após a troca de Collation —

CREATE TABLE [dbo].[Authors]
([id] [INT] NULL,
   [author] [VARCHAR](50) COLLATE SQL_Latin1_General_CP1_CI_AS NULL,
   [dateposted] [DATE] NULL) ON [PRIMARY]
GO
INSERT Authors  VALUES (1, ‘Steve’, ‘20160101’),
                                                   (2, ‘STEVE’, ‘20160201’),
                                                   (3, ‘Andy’, ‘20160301’),
                                                   (4, ‘andy’, ‘20160401’)
GO
CREATE PROCEDURE GetAuthors @author VARCHAR(50)
AS
BEGIN
SELECT a.id, a.author FROM dbo.Authors a
WHERE a.author = @author
END
GO
— If I run the procedure with a parameter of ‘Steve’, it returns two rows. I then run this code:
Exec GetAuthors ‘Steve’
Go
ALTER TABLE dbo.Authors
ALTER COLUMN author VARCHAR(50) COLLATE SQL_Latin1_General_CP437_BIN2 NULL
— If I were to execute the stored procedure, what would happen?
Exec GetAuthors ‘Steve’
Go

 

— Short Script 7 – Descobrindo o código Unicode de um caracter ou String —

— Exemplo 1 —
DECLARE @n CHAR(10);
SET @n = N’Abc’;
SELECT UNICODE(@n);
Go
— Exemplo 2 —
DECLARE @n NCHAR(10);
SET @n = N’??????????’;
SELECT UNICODE(@n);
Go

 

— Short Script 8 – Criando CTEs —

— Exemplo 1 – Criando uma simples CTE —
;With Exemplo1(Valor, Nome)
As
(
Select 1, ‘Pedro Galvão’ As Nome
)
Select * from Exemplo1
Go
— Exemplo 2 – Criando uma CTE com Union de Selects —
;With Exemplo2(Valor)
As
( Select 10
Union
Select 50
Union
Select 8
Union
Select 10 + 2
)
Select Valor = (Select Max(valor) From Exemplo2) + (Select Sum(Valor) From Exemplo2)
Go
– Short Script 9 – Criando CTEs com Recursividade —
— Exemplo – Criando uma nova CTE Recursiva concatenando dados —
;With ConcatenarNomes(nome)
AS
( SELECT Nome = CONVERT(Varchar(4000),’Pedro Antonio’)
UNION ALL
SELECT CONVERT(Varchar(4000),nome + ‘ Galvão Junior’) FROM ConcatenarNomes
WHERE LEN(nome) < 30
)
SELECT Nome FROM ConcatenarNomes
Go
— Exemplo 2 – Criando uma CTE com Union + Recursividade – Simulando uma sequência de números pares —
;With CTENumerosPares(Numero)
As
( Select 0 As Numero
Union All
Select Numero + 2 As Numero From CTENumerosPares
Where Numero < 100
)
Select Numero From CTENumerosPares
Go
— Exemplo 3 – Criando uma CTE com Union + Recursividade – Simulando uma sequência de números —
;With CTENumerosSequenciais(Numero)
AS
(   SELECT 1 AS Numero
UNION ALL
SELECT Numero + 1 AS num FROM CTENumerosSequenciais
WHERE Numero < 1000
)
SELECT * FROM CTENumerosSequenciais
OPTION (MAXRECURSION 0)
Go
— Short Script 10 – Obtendo o tamanho de índices Clustered e NonClustered —
SELECT COUNT(*) AS cached_pages_count,
COUNT(*)/128.0000 MB,
name AS BaseTableName,
IndexName,
IndexTypeDesc
FROM sys.dm_os_buffer_descriptors AS bd
INNER JOIN (SELECT s_obj.name,
s_obj.index_id,
s_obj.allocation_unit_id,
s_obj.OBJECT_ID,
i.name IndexName,
i.type_desc IndexTypeDesc
FROM
(SELECT OBJECT_NAME(OBJECT_ID) AS name,
index_id,
allocation_unit_id,
OBJECT_ID
FROM sys.allocation_units AS au INNER JOIN sys.partitions AS p
ON au.container_id = p.hobt_id
AND (au.TYPE = 1 OR au.TYPE = 3)
UNION ALL
SELECT OBJECT_NAME(OBJECT_ID) AS name,
index_id,
allocation_unit_id,
OBJECT_ID
FROM sys.allocation_units AS au INNER JOIN sys.partitions AS p
ON au.container_id = p.partition_id
AND au.TYPE = 2
) AS s_obj LEFT JOIN sys.indexes i
ON i.index_id = s_obj.index_id
AND i.OBJECT_ID = s_obj.OBJECT_ID
) AS obj ON bd.allocation_unit_id = obj.allocation_unit_id
WHERE database_id = DB_ID()
and name not like ‘sys%’
and IndexName <> ‘null’
GROUP BY name, index_id, IndexName, IndexTypeDesc
ORDER BY cached_pages_count DESC;
Muito bem, mais uma relação de short scripts acaba de ser compartilhada, mesmo sendo denominados short entre aspas “pequenos”, posso garantir que todos estes exemplos são de grande importância e apresentam um valor e conhecimento do mais alto nível.

Chegamos ao final de mais um post, fique a vontade para compartilhar este conteúdo com seus contatos e redes sociais, contribua também enviando dicas, sugestões, dúvidas, críticas, enfim participe e ajude a melhorar cada vez mais esta sessão.

Mais uma vez obrigado por sua visita, nos encontramos em breve em mais um post da sessão Short Scripts.

Uma ótima semana, abraços.

Material de Apoio – Fevereiro – 2015


Hello comunidade, bom dia.

Graças a deus esta chovendo, que alegria….. Aproveitando o embalo das águas, estou novamente aqui no meu blog para compartilhar com vocês mais alguns arquivos da minha galeria neste sessão intitulada Material de Apoio!!!

Esta sessão em conjunto com a Short Scripts são as que mais apresentam interesse dos visitantes no modo geral, algo que me traz muito prazer, mas também a cada post um grande responsabilidade.

Muito bem, na relação de arquivos deste mês, destaco os seguintes recursos e funcionalidades:

  • BulkInsert com arquivo .fmt;
  • Common Table Expression em conjunto com Full Join;
  • Cuidados ao utilizar Funções: DateDiff, Convert, SubString;
  • Descobrindo se o Trigger é de Insert, Update, Delete;
  • Extended Stored Procedure – XP_FixedDrives;
  • Page Life Expectancy;
  • Server Memory;
  • Sys.dm_os_memory_clerks; e
  • User Stored Procedure – SP_FixedDrives.

Vale ressaltar, que alguns destes scripts são resultados de pesquisas realizadas na internet, aplicados em cenários de teste e homologação. Além isso, alguns scripts podem apresentar incompatibilidades com as versões mais antigas, dentre elas: 2005 e 2008.

Por padrão os scripts são compatíveis para as versões 2008 R2, 2012 e 2014, segue abaixo a relação de arquivos:

Exemplo – Avançado – Utilizando – Stored Procedure – sp_fixeddrives.sql

Exemplo – Básico – Descobrindo se o Trigger é Insert, Update ou Delete.sql

Exemplo – Básico – Utilizando a Extended Procedure – XP_fixeddrives.sql

Exemplo – Informações – Server Memory.sql

Exemplo – Intermediário – BulkInsert com arquivo de formato.fmt.sql

Exemplo – Intermediário – Cuidados – DATEDIFF, CONVERT, SUBSTRING e funções sobre colunas na cláusula WHERE e JOINs.sql

Exemplo – Obtendo informações – Page Life Expectancy.sql

Exemplo – Obtendo informações – Utilizando sys.dm_os_memory_clerks.sql

Exemplo – Utilizando CTE + Full Join.sql

Após fazer o download você poderá notar, que todos os arquivos possuem ao final do seu nome a extensão .doc, por questões de compatibilidade com a plataforma WordPress.com, basta remover esta extensão mantendo a extensão padrão do SQL Server .sql para que o arquivo possa ser aberto diretamente na ferramenta de banco de dados que você costuma utilizar.

Mais uma vez obrigado por sua visita.

Até a próxima.