Arquivo da tag: Internet of Things

Microsoft Windows 10 IoT Core Preview build 17763 disponível


A Microsoft liberou no decorrer desta semana o download o Windows 10 IoT Core Preview build 17763, para os participantes do Windows Insider Program.

A relação e lista de problemas conhecidos neste build inclui somente dois itens:

  • O primeiro relacionado a implantação de drivers via F5 a partir do Visual Studio não funcione; e
  • O segundo que impede a conexão à internet via Wi-Fi com SoftAp (software enabled access point).

Os participantes do Windows Insider Program que neste momento estão utilizando versões de builds anteriores podem instalar o Windows 10 IoT Core Preview build 17763 via Windows Update, não é necessário realizar nenhum outro procedimento de atualização.

Além disso, os arquivos para instalação limpa serão disponibilizados nos próximos dias para as placas Raspberry Pi, MinnowBoard MAX e Dragonboard 410c.

Importante destacar que a Microsoft anunciou recentemente o Windows 10 IoT Core Services, sendo esta uma nova edição do Windows 10 para dispositivos inteligentes.

Para saber mais esta versão acesse: https://docs.microsoft.com/pt-br/windows/iot-core/commercialize-your-device/iotcoreservicesoverview

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft.com – Insider.Windows.com – 25/09/2018.

Anúncios

Windows 10 IoT Core Services, nova versão do Windows 10 para dispositivos inteligentes


A Microsoft anunciou durante a Computex 2018, evento realizado nos últimos dias uma nova edição do Windows 10 para dispositivos inteligentes, a Windows 10 IoT Core Services.

Microsoft anuncia nova edição do Windows 10, a Windows 10 IoT Core ServicesEm seu anúncio a Microsoft destaca que esta nova edição do Windows 10 foi desenhada e otimizada para criação de dispositivos IoT (Internet of Things ou Internet das Coisas) inteligentes.

Além do Windows 10 IoT Core, que é gratuito, a Microsoft também apresentou o Windows 10 IoT Core Services versão paga voltada para dispositivos IoT. A versão gratuita continuará sendo oferecida através do canal Semi-Annual Channel (SAC).

Já a versão paga será oferecida através do canal Long-Term Servicing Channel (LTSC) e terá 10 anos de suporte. No canal LTSC, novas versões são lançadas normalmente a cada dois ou três anos.

Ela também terá controle de atualizações com o novo Device Update Center (DUC), segurança comprovada por hardware com o Device Health Attestation (DHA) e mais. O DHA permite que empresas e fabricantes avaliem a confiabilidade de um dispositivo IoT durante sua inicialização.

Esta nova edição está sendo testada por um número limitado de participantes. Empresas e fabricantes interessadas em testá-la podem entrar em contato via iotservices@microsoft.com.

A Microsoft ainda não definiu uma data oficial de lançamento desta versão, mas ressalta que uma versão Preview “pública” será disponibilizada em julho de 2018.

Fontes e Direitos Autorais: Windows Blogs – – 05/06/2018 – https://blogs.windows.com/windowsexperience/2018/06/05/windows-10-iot-tomorrows-iot-today/

Microsoft vai distribuir sua própria versão do Linux pela primeira vez


A Microsoft anunciou ontem o Azure Sphere, um sistema dedicado a garantir a segurança de dispositivos conectados à “Internet das Coisas” (IoT). O sistema é composto por três partes, e a mais interessante delas é o Azure Sphere OS, o sistema operacional que a Microsoft criou para gerenciar esses dispositivos: isso porque trata-se de uma versão do Linux customizada pela empresa.

De acordo com o Business Insider, o presidente da Microsoft, Brad Smith, anunciou o sistema em um evento em San Francisco. Para marcar o lançamento, ele ressaltou a ligação da Microsoft com o sistema operacional aberto: “Após 43 anos, esse é o primeiro dia em que estamos anunciando, e estaremos distribuindo, uma versão customizada do kernel do Linux”, disse. O vídeo abaixo mostra mais do projeto:

Perigo que une

Para o presidente da Microsoft, o fato de que atualmente muitos aparelhos diferentes (desde um computador até uma lâmpada) têm processadores é uma preocupação de segurança. Afinal, esses dispositivos – se conectados à rede – podem ser manipulados por pessoas mal-intencionadas para funcionar de maneiras diferentes do que as pretendidas. O melhor exemplo disso é a botnet Mirai, uma rede de dispositivos IoT que foi manipulada para comprometer a internet do mundo inteiro.

Com o objetivo de combater problemas desse tipo, a Microsoft lançou o Azure Sphere, que é uma medida de segurança em três frentes: hardware, software e nuvem. O hardware em questão é um design de microcontrolador elaborado pela própria empresa, e que ela pretende disponibilizar gratuitamente para fabricantes interessadas em produzí-lo.

Na frente do software é que entra o Azure Sphere OS, a versão do Linux que a Microsoft criou e pretende distribuir e suportar. Finalmente, na frente da nuvem, os dispositivos da Azure Sphere vão se conectar á nuvem da empresa de maneira regular para verificar sua integridade, e a Microsoft se compromete a oferecer atualizações de software a eles por até dez anos.

Amor e ódio

O lançamento do Azure Sphere OS é um dos passos mais significativos na lenta aproximação da Microsoft com o Linux. Essa aproximação começou quando Satya Nadella assumiu como seu CEO e se aprofundou em 2016, quando a empresa entrou para a Fundação Linux 15 anos após chamar o sistema operacional livre de “câncer”.

Mais recentemente, essa relação já vinha se intensificando, com a Microsoft até mesmo permitindo o download de distribuições do Linux por meio da própria Windows Store. E agora que a empresa não só lançou sua própria versão do sistema operacional aberto como está posicionando-a como um dos diferenciais de um produto seu, essa relação deve se tornar ainda mais próxima.

Fontes e Direitos Autorais: Olhar Digital.com – Gustavo Sumares 17/04/2018 12h33

Conferência Build 2018 realizada pela Microsoft será em Maio


A Microsoft ainda não divulgou os detalhes da conferência Build 2018, a nova edição do seu evento anual para desenvolvedores e profissionais de tecnologia. No post publicado no dia 06/02 por Mehedi Hassan  a data de realização do evento foi divulgada. A nova edição da conferência será realizada de 7 a 9 de maio em Seattle, nos Estados Unidos. Mais informações sobre a conferência Build 2018 serão publicadas em breve pela empresa no site https://build.microsoft.com/.

A edição de 2018 da conferência deve abordar a próxima grande atualização do Windows 10, codinome Redstone 4, e outras novidades para os desenvolvedores com foco em Azure, IA (Inteligência Artificial), IoT (Internet of Things ou Internet das Coisas), Visual Studio e mais.

Assim como ocorreu com a edição de 2017, a conferência deste ano também deverá ser transmitida ao vivo.

Conferência Build 2018 será realizada em maio pela MicrosoftFontes e Direitos Autorais: https://www.thurrott.com – 06/02/2018 – Mehedi Hassan.