Arquivo da tag: Investimento

Programa Microsoft para Startups


A Microsoft realizou ontem dia 14/02 o anúncio do programa Microsoft para Startups, que oferece acesso a negócios, tecnologia e benefícios da comunidade e que ajuda as empresas iniciantes a expandir sua base de clientes e a receita, construir uma plataforma confiável que cresça com elas e conectar-se à sua comunidade e clientes.

A empresa alocará US$ 500 milhões nos próximos dois anos para oferecer opções de covenda para startups, além do acesso à tecnologia da Microsoft e novos espaços comunitários que promovam a colaboração dentro dos ecossistemas locais. Startups são um motor de inovação indiscutível, e a Microsoft está em parceria com fundadores e investidores para ajudar a acelerar seu crescimento. Este novo programa foi projetado para ajudar as startups em ações relacionadas á:

Vender para novos clientes, setores e mercados
O programa Microsoft para Startups possui uma abordagem única que liga startups a clientes. A Microsoft possui mais de 30.000 representantes de vendas e 800.000 parceiros cujo objetivo é impulsionar a adoção de soluções de nuvem da Microsoft em empresas de todos os tamanhos e setores em todo o mundo. O programa fornece recursos que preparam suas equipes de marketing e vendas para atender aos padrões dos clientes corporativos e, em seguida, permitir que eles vendam para essas organizações em parceria com a vasta organização de vendas da Microsoft e o ecossistema parceiro.

 

Microsoft anuncia o programa Microsoft para Startups

Inovar rapidamente com o acesso a ferramentas confiáveis ​​de tecnologia, suporte e desenvolvimento
O programa oferece às startups até US$ 120 mil em créditos gratuitos de Azure, suporte técnico de nível empresarial e ferramentas de desenvolvimento para ajudá-los a criar soluções inovadoras na nuvem utilizada ​​por 90% das empresas do ranking Fortune 500.

Acessar os recursos certos no momento certo
O Microsoft para Startups ajuda empresas iniciantes em todas as etapas em ecossistemas de todo o mundo:

Microsoft Reactors são espaços físicos onde empresários, desenvolvedores, investidores e a comunidade empresarial podem se unir para interagir, aprender e compartilhar. Durante o próximo mês, abriremos as portas nos novos espaços Microsoft Reactor em Londres, Sydney, Tel Aviv, Berlim, Xangai e Pequim. Esses espaços somam-se a nossos locais existentes em Redmond, Seattle, San Francisco e Nova York.

– Acesso ao Microsoft ScaleUp (antigo Microsoft Accelerators), ajudando as startups de série A e posterior a se ajustar ao mercado de produtos, aprimorar suas infraestruturas e construir seus negócios usando os serviços Azure e Microsoft Dynamics.

– Conexões com a Microsoft Ventures, equipe estratégica de investimento em capital de risco da Microsoft, cuja missão é ser um parceiro ativo em estágios-chave do crescimento de uma empresa, normalmente investindo entre as séries A e D.

As startups nos inspiram a ir além do possível e construir produtos que melhoram nossas vidas pessoais e profissionais. A Microsoft está animada para se associar a startups para capacitar cada pessoa e organização no planeta.

Para maiores informações acesse: startups.microsoft.com.

Fontes e Direitos Autorais: https://startups.microsoft.com/en-us/ – 14/02/2018.

Anúncios

Foxconn pode ter fábrica de telas no Brasil


O ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, disse nesta quinta-feira, 26, que a Foxconn tem uma lista de regiões prioritárias que poderão receber os investimentos para a nova fábrica da empresa no Brasil que produzirá displays e semicondutores.

De acordo com ele, a empresa deseja se instalar numa área de cerca de 50 km², próxima de estradas e de um aeroporto internacional e que tenha grande disponibilidade de tecnologia de banda larga e energia elétrica.

“Ainda não há uma definição sobre o Estado e muito menos sobre a cidade onde será feito esse investimento”, afirmou Mercadante, após participar do seminário “Brasil do diálogo, da produção e do emprego”, na capital paulista.

Segundo ele, a produção de tablets e celulares será feita na unidade da empresa em Jundiaí (SP). O ministro afirmou que uma equipe técnica composta por membros do Ministério de Ciência e Tecnologia, da Fazenda, do Desenvolvimento, da Indústria e Comércio Exterior e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) está negociando as condições para a instalação de uma segunda fábrica no País. De acordo com Mercadante, apenas 20 países no mundo produzem semicondutores e somente quatro, displays. No caso de displays, o Brasil será o primeiro país fora da Ásia a produzir o produto.

/ Anne Warth (AGÊNCIA ESTADO).

Fonte e Direitos Autorais: Estadao.com – Link – 26 de maio de 2011| 16h33| Por Agências.

Telefónica investirá R$ 24 bi no país até 2014


Telefónica investirá R$ 24 bi no país até 2014

A Telefónica pretende investir 24,3 bilhões de reais no Brasil entre 2011 e 2014, aumento de 52 por cento sobre o total no quadriênio anterior.

Os recursos serão destinados à modernização e expansão de redes e lançamento de produtos e serviços em telefonia e banda larga nas tecnologias fixa e móvel, além de TV por assinatura.
Em comunicado nesta quarta-feira, o grupo espanhol informou que o valor também inclui a expectativa de gastos com aquisições de licenças para operação.
No Brasil, a Telefónica controla a Telesp, empresa de telefonia fixa em São Paulo, e a Vivo, maior operadora móvel no mercado brasileiro. O presidente mundial da Telefónica, Cesar Alierta, se reuniu nesta quarta com a presidente Dilma Rousseff para apresentar o plano de investimentos.
De 2007 a 2010, o grupo espanhol de telecomunicações investiu 16 bilhões de reais no país.
Fonte e Direitos Autorais: ReutersQuinta-feira, 24 de março de 2011 – 00h11.