Xbox 360 pode ser conectado ao Xbox One, diz MS


Major Nelson: medida pode ser usada para aproveitar interface e recursos do Xbox One

São Paulo – O Xbox 360 poderá ser conectado ao Xbox One usando a entrada HDMI-in do console. A novidade foi revelada pelo diretor da Xbox Live, Larry Hryb (também conhecido como Major Nelson), em entrevista ao site Reddit.

“Absolutamente. Você com certeza poderá plugar o Xbox 360 na parte traseira do Xbox One – foi uma de minhas primeiras questões quando ouvi falar sobre a entrada HDMI-in”, disse Hryb na ocasião.

O executivo não detalhou quais seriam os benefícios trazidos por ligar os dois consoles, mas a pergunta dizia respeito à possibilidade de uso da nova interface do Xbox One e dos novos recursos do console. É provável que, fazendo a ligação, seja possível acessar os jogos e toda a biblioteca do Xbox 360 via Xbox One.

Hryb garantiu que o mesmo vale para uma ligação com um PC rodando Windows 8. Ele salienta que o Xbox One é o único console com entrada HDMI-in (e não apenas “out”), permitindo que o sinal não seja apenas enviado para a tela, mas também recebido pelo próprio console.

Rumores sobre a possibilidade de uma entrada HDMI-in já tinham circulado em abril, mas as funções da entrada ainda não tinham sido discutidas pela Microsoft.

Servidores – Uma pergunta mais espinhosa citada durante a entrevista dizia respeito ao suporte aos jogos de Xbox One acabar junto com o fim do console – já que todos os games precisarão de conexão para rodar. “Nós nem começamos essa geração, então ainda é muito cedo para falar sobre o fim dela. Mas isso é certamente algo que não faríamos. (…) Esse sistema foi criado para ser flexível”, disse Hryb.

Da mesma forma, o executivo garantiu que usuários banidos da Live não serão privados de seus jogos no Xbox One. “Você sempre terá acesso aos jogos que comprou”, afirmou o executivo. “É seguro dizer que os gamers vão amar nossa visão do futuro e o que vamos oferecer para os jogos”, concluiu, ressaltando que o lado bom do modo sempre conectado é a possibilidade de acessar o acervo onde quer que o jogador esteja.

O Xbox One chegará ao Brasil em novembro por 2.199 reais.

Fontes e Direitos Autorais: • segunda, 17 de junho de 2013 – 08h59.

Enquete – Você pretente utilizar o SQL Server 2012 em sua Empresa?

Enquete – Você pretente utilizar o SQL Server 2012 em sua Empresa?


Galera,

Estou de volta com mais uma enquete no meu blog. Com o lançamentto do SQL Server 2012 definido para o dia 1º de Abril deste ano.

Quero saber o que você pretende fazer em relação a esta nova versão.

Para isso, basta participar desta enquete votando em uma das opções.

Conto com a sua participação.

Até mais.

Microsoft diz que novo Windows 8 rodará ‘sem problemas’ em PCs com Windows 7

Após abrir a CES por quatorze anos, a Microsoft fez sua última apresentação na CES 2012. A empresa americana informou em dezembro que não encabeçaria a abertura da CES, pois ficava condicionada a lançar produtos apenas em janeiro, data em que a feira é sempre realizada. Steve Ballmer, diretor-executivo da Microsoft, falou com empolgação sobre o sistema operacional Windows 8, para tablets e Pcs, e comentou que essa é “a próxima novidade” da empresa.


A Microsoft, durante o evento de abertura da CES 2012 (Consumer Electronic Show), maior feira de tecnologia do mundo, informou que o novo Windows 8 rodará “sem problemas” em máquinas que já estão equipadas com o sistema operacional Windows 7 sem a necessidade de atualizações. “A grande inovação da Microsoft para o ano é o Windows 8”, repetiu diversas vezes Steve Ballmer, diretor-executivo da empresa, quando questionado qual seria a próxima novidade da empresa. A apresentação da Microsoft ocorreu nesta segunda-feira (9) no horário de Las Vegas — madrugada de terça-feira pelo horário de Brasília.

O sistema Windows 8 foi apresentado pela primeira vez na edição de 2011 da CES. Desde então, a empresa fez algumas demonstrações durante o ano passado do sistema operacional, que funciona tanto em computadores como tablets.

Na apresentação, Tami Reller, diretora de marketing da Microsoft, mostrou vários recursos conhecidos e alguns que já estarão na versão para testes – prevista para ser liberada em fevereiro. Uma das novidades é a possibilidade de desbloquear a tela de um tablet com Windows 8 por meio da interação com uma foto. Reller conseguiu ter acesso aos comandos de seu computador portátil arrastando o dedo para uma imagem do filho dela. “Com o Windows 8, eu posso personalizar o acesso ao meu computador de uma forma única”, disse.

A diretora de marketing comentou também que o Windows 8 funcionará em plataformas com processador Intel, AMD e ARM (processador geralmente utilizado em tablets) e que em fevereiro haverá a inauguração da Windows Store, a loja de aplicativos para Windows 8.

O sistema operacional Windows 8 ainda não tem data oficial para lançamento.

Windows Phone

No que diz respeito a smartphones, Ballmer comparou o sistema Windows Phone com os concorrentes. “Enquanto os outros telefones ‘recebem’ aplicativos, os que vêm com o nosso sistema põem as pessoas em primeiro lugar [por meio de sua organização]”, argumentou. Além disso, o diretor-executivo da Microsoft aproveitou para apresentar dois smartphones com Windows Phone e que funcionam em redes 4G: o Nokia Lumia 900 e o HTC Titan 2. Eles estarão disponíveis no mercado americano em fevereiro.

Kinect no computador
O sensor Kinect não será mais uma exclusividade do videogame Xbox. A partir de fevereiro, a empresa passará a vender uma versão específica do acessório para Windows. A princípio apenas 12 países comercializarão o sensor: Estados Unidos, Austrália, Canadá, França, Alemanha, Irlanda, Itália, Japão, México, Nova Zelândia, Espanha e Reino Unido. A companhia informou que o preço sugerido será de US$ 249.

“Com o Kinect para Windows, nós estamos investindo na criação de uma plataforma otimizada para cenários como a sala de estar”, informou Craig Eisler, gerente geral do Kinect para Windows, em comunicado à imprensa.

Fim da participação da Microsoft
No fim de dezembro, a Microsoft anunciou, em blog oficial, que deixaria de participar da abertura da CES a partir de 2013. A companhia foi a protagonista do início do evento nos últimos 14 anos. Durante esse período, a companhia apresentou de novas versões do Windows ao videogame Xbox, um dos maiores sucessos da marca.

“Após pensar em algumas questões, nós decidimos que este será nosso último evento de abertura na CES. Nós continuaremos participando da CES como um grande local para entrarmos em contato com nossos parceiros e consumidores por meio de computadores, telefones ou consumidores da indústria. Mas nós não vamos mais ter uma palestra de abertura ou um estande após este ano, porque o lançamento de nossos produtos geralmente não ‘batem’ com a data do evento’.”, informa o comunicado assinado por Frank X. Shaw, vice-presidente corporativo de comunicações da Microsoft.

Com esta decisão, a Microsoft passa a adotar o mesmo modelo de outras companhias como o Google ou a Apple. Estas últimas companhias costumam organizar eventos próprios para divulgar seus serviços ou produtos.

Fontes e Direitos Autorais: Guilherme Tagiaroli – 10/01/2012 – 04h05 / Atualizada 10/01/2012 – 11h06

Do UOL, em Las Vegas*

* O jornalista viajou a convite da Panasonic.

Windows 8 terá antivírus nativo da Microsoft

Um dos itens secundários que deverão estrear no Windows 8 é um antivírus. Segundo a Microsoft, o produto deverá vir no sistema só para não deixá-lo desguarnecido. Se o usuário instalar outro antivírus, esse residente será desativado.

A proposta parece interessante. Mas Chester Wisniewski, especialista de segurança da Sophos, analisou o antivírus residente no Windows Developer Preview e concluiu que o utilitário está muito cru. Ele publicou suas impressões no blog Naked Security, da Sophos.



Windows 8: sistema trará antivírus nativo da própria Microsoft

Um dos itens secundários que deverão estrear no Windows 8 é um antivírus. Segundo a Microsoft, o produto deverá vir no sistema só para não deixá-lo desguarnecido. Se o usuário instalar outro antivírus, esse residente será desativado.

A proposta parece interessante. Mas Chester Wisniewski, especialista de segurança da Sophos, analisou o antivírus residente no Windows Developer Preview e concluiu que o utilitário está muito cru. Ele publicou suas impressões no blog Naked Security, da Sophos.

O técnico fez alguns testes e verificou que o antivírus do Windows 8 detectou somente cerca de 50% do malware submetido a ele. “Ainda tem um longo caminho a percorrer”, escreve Wisniewski.

“Trata-se de uma previsão muito inicial e estou certo de que muitos aperfeiçoamentos estão sendo planejados”, pondera o especialista. Ele revela ainda que o antivírus consegue reconhecer invasores destinados aos três principais sistemas: Windows, Mac OS e Linux.

Aplicativo de previsão do tempo na interface Metro do Windows 8

ADEUS, GADGETS

Se o antivírus é um aplicativo que estreia no Windows 8, há também os que estão sendo demitidos da plataforma. É o caso dos Gadgets, que perderão o suporte no Windows 8 e, aparentemente, entram num processo de extinção. Introduzidos com o malfadado Windows Vista, os Gadgets (Relógio, Calendário, Quebra-Cabeça etc.) nunca desfrutaram de grande interesse ou prestígio.

Originalmente, precisavam ficar contidos na barra lateral. Depois, no Windows 7, essa barra desapareceu, e os gadgets podem ser colocados em qualquer ponto da tela. De todos os applets nativos, talvez o mais usado seja o Tempo, aquele que mostra a temperatura e a previsão das condições atmosféricas na cidade do usuário.

Agora, a Microsoft encerrou o suporte a esses miniaplicativos e extinguiu completamente a Windows Live Gallery, local da web aonde se podia ir e baixar centenas de novos widgets. Na previsão do Windows 8 para desenvolvedores , os gadgets originais ainda estão lá, mas não há mais como ampliar a coleção.

É compreensível. De um lado, a nova interface Metro traz aplicativos que podem muito bem substituir os gadgets. Serão programas para rodar tanto em micros de mesa e notebooks como em tablets. No Developer Preview, por exemplo, há um app que apresenta a previsão do tempo. Espera-se também que os desenvolvedores criem novos apps que substituam os demitidos gadgets.

De outro lado, é óbvio que a Microsoft tem  interesse de desestimular o uso da velha interface — quer dizer, da atual interface do Windows 7. Então, adeus, gadgets.

Fontes e Direitos Autorais: INFO Online » Blogs » Estação Windows, Carlos Machado.