Microsoft Defender o novo Windows Defender

Windows Defender será conhecida a partir das próximas atualizações e versões do Windows como Microsoft Defender


A Microsoft esta trabalhando forte para transformar o Windows Defender em um dos principais recursos de segurança para ser utilizado inicialmente em sistemas operacionais Windows, mas brevemente estará disponível em diversas plataformas.

Pensando nisso, a gigante de Redmond está renomeando o seu software de proteção que passará a se chamar Microsoft Defender ATP.

Para começar esta caminhada e transformação do Windows Defender, o Microsoft Defender ATP será disponibilizado para Mac e pode ser executado em dispositivos que estejam rodando o macOS Mojave, macOS High Sierra ou macOS Sierra. Durante o período de testes, o Microsoft Defender ATP para Mac permitirá que os utilizadores revisem e executem configurações de proteção, incluindo:

  • Verificações de ameaças, incluindo verificações completas, rápidas e personalizadas (Recomendamos verificações rápidas em quase todos os cenários);
  • Revisão de ameaças detectadas;
  • Tomar decisões sobre ameaças detectadas, incluindo quarentena, remover ou permitir.

A Microsoft pretende introduzir o Microsoft Defender na versão 20H1 do Windows 10, que está programada para liberação em abril 2020, mas o processo de comutação do Windows para a Microsoft já começou.

Em um recém-lançamento da Build 18941 do Windows 10 20H1, o nome de alguns componentes do Windows Defender já foram alterados, por exemplo, o Windows Defender Exploit Guard foi renomeado para Microsoft Defender Exploit Guard, mas suas funções permanecem as mesmas.

Se você utiliza um Mac e tem interesse em testar o Microsoft Defender, a Microsoft esta disponibilizando uma versão para teste, disponível através deste lik.

Outros pontos importantes destacado pela Microsoft, se relaciona ao avanço em como o produto poderá se tornar uma solução de segurança unificada para outras plataformas, também estamos atualizando nosso nome para refletir a amplitude dessa cobertura expandida: Microsoft defender ATP.

Há duas partes principais para suporte multi-plataforma para o Microsoft defender ATP no Mac:

1 – Uma nova interface de usuário em clientes Mac chamado Microsoft defender ATP. A interface do usuário traz uma experiência semelhante ao que os clientes têm hoje em dispositivos Windows 10; e

2 – Relatórios para dispositivos Mac no portal do Microsoft defender ATP.

Em vídeo publicado pela empresa, podemos ter uma visão mais próxima de como o Microsoft Defender terá um papel importante na segurança de nossos dispositivos:


Fontes e Direitos Autorais: Microsoft Defender ATPEric Avena – 24/07/2019.
Leia na integra acessando: https://techcommunity.microsoft.com/t5/Microsoft-Defender-ATP/Announcing-Microsoft-Defender-ATP-for-Mac/ba-p/378010

Microsoft PowerShell Core v6.1.0 disponível

Versão multi-plataforma e open-source do PowerShell.


A Microsoft liberou para download a versão 6.1.0 do PowerShell Core v6.1.0, versão multi-plataforma e open-source do PowerShell para Windows, macOS e Linux. A versão para macOS é compatível com a versão 10.12 e posteriores e a versão para Linux esta disponível para distribuições: Ubuntu, CentOS, Red Hat Enterprise Linux, OpenSUSE e Fedora.

Similar ao o .NET e o .NET Core, o PowerShell Core é uma versão open-source do PowerShell. A Microsoft não pretende mais lançar novas versões do Windows PowerShell “normal”, com a 5.1 sendo a última*. Além disso, o PowerShell Core também pode ser usado mesmo em sistemas com o Windows PowerShell instalado.

A Microsoft informou que o processo de atualização do PowerShell Core entra na mesma lista de atualizações de outro produtos, passando por um processo de atualização regular.

Para realizar o download acesse: https://github.com/PowerShell/PowerShell, as instruções para instalação em cada arquitetura de sistema operacional podem ser encontradas através dos respectivos links:

O changelog publicado pela Microsoft, informa que o PowerShell Core v6.1.0 traz correções para múltiplos bugs, remove os cmdlets Suspend-Job e Resume-Job das versões para certas plataformas, adiciona ferramentas para análise de performance do PowerShell entre outras melhorias e alterações na arquitetura do produto.

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft.com – 14/09/2018.

Microsoft SQL Server 2017 – Cumulative Update 10


A Microsoft disponibilizou para download nesta semana a Atualização Cumulativa 10 (Cumulative Update 10) para SQL Server 2017.

Através do artigo KB4342123 publicado no site de suporte da Microsoft, esta nova atualização cumulativa disponível do SQL Server 2017 apresenta todas as correções existentes desde o lançamento da atual versão do produto, além disso, possui correções para problemas encontrados após o lançamento das atualizações cumulativas anteriores existentes.

Caso você necessite realizar o download de alguma atualização cumulativa anterior, utilize os links listados abaixo:

A relação completa de bugs corrigidos por esta atualização inclui um que causa vazamento de memória no arquivo sqlwepxxx.dll, outro que proporciona a degradação de performance quando a função HASHBYTES é utilizada durante uma consulta e um que faz com que a sincronização de banco de dados demore mais do que o esperado.

Ao aplicar esta atualização o número do build será atualizado para (build 14.0.3037.1), caso deseje realizar o download, basta clicar na imagem abaixo:

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft Support – https://support.microsoft.com/en-us/help/4342123/cumulative-update-10-for-sql-server-2017

Microsoft .NET Core v2.1.2 liberado

O .NET Core representa uma versão modular, multiplataforma e Open-Source do .NET Framework criado pela Microsoft.


Em anunciou realizado na última terça-feira dia 10/07, a Microsoft informou a disponibilidade do .NET Core v2.1.2. Trata-se da nova disponível para desenvolvimento via linha de comando, editor de texto, Visual Studio 2017, Visual Studio Code ou Visual Studio for Mac. O .NET Core é uma versão modular, multiplataforma e open-source do .NET Framework.

O SDK (kit para desenvolvimento de software) mais recente (v2.1.302) e o .NET Core Runtime v2.1.2 para Windows estão disponíveis para download aqui.

Nesta mesma página você poderá encontrar além do o .NET Core e outros downloads para Linux e macOS, instruções para instalação em diferentes distribuições do Linux também estão compartilhadas.

As imagens para download da versão 2.1.2 do .NET Core estão disponíveis no Docker Hub, compatíveis também  para Linux e no Windows Nano Server.

Através do anúncio, a Microsoft destacou que a versão 2.1.2 traz a correção para a vulnerabilidade CVE-2018-8356.

Acessando https://github.com/dotnet/announcements/issues/73, link disponível no GitHub, você poderá encontrar maiores detalhes e informações sobre esta nova versão do .Net Core.

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft.com – 10/07/2018 – Server & Tools Blogs > Developer Tools Blogs > .NET Blog

Microsoft libera o .Net Core v2.0.5


A Microsoft disponibilizou para download nesta semana o .NET Core v2.0.5. Esta versão pode ser utilizada para desenvolvimento via linha de comando, editor de texto, Visual Studio 2017, Visual Studio Code ou Visual Studio for Mac.

O .NET Core é uma versão modular, multiplataforma e open-source do .NET Framework. O SDK (kit para desenvolvimento de software) v2.1.4 e o .NET Core Runtime v2.0.5 para Windows estão disponíveis para download aqui.

Na mesma página é possível encontrar o .NET Core e outros downloads para Linux e macOS. Instruções para instalação em diferentes distribuições do Linux estão disponíveis no link acima.

Imagens da versão 2.0.5 do .NET Core também estão disponíveis no Docker Hub. Elas podem ser usadas no Linux e no Nano Server.

Microsoft disponibiliza o .NET Core v2.0.5
A Microsoft disponibilizou para download nesta semana o .NET Core v2.0.5. Esta versão pode ser utilizada para desenvolvimento via linha de comando, editor de texto, Visual Studio 2017, Visual Studio Code ou Visual Studio for Mac

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com –  11 jan 2018 | 9:42 am.

Microsoft anuncia o lançamento do Powershell Core 6.0


A Microsoft anunciou nesta semana a disponibilidade do PowerShell Core 6.0, uma versão multi-plataforma e open-source do PowerShell, para Windows, macOS e Linux.

Apesar do “6.0” no nome, esta é a primeira versão oficial do PowerShell Core.

A versão para Windows do PowerShell Core 6.0 é compatível com o Windows 7, Windows 8.1, Windows 10, Windows Server 2008 R2, Windows Server 2012 R2 e Windows Server 2016.

A versão para macOS é compatível com a versão 10.12 e posteriores e a versão para Linux é compatível com distribuição como Ubuntu, CentOS, Red Hat Enterprise Linux, OpenSUSE e Fedora.

Assim como o .NET e o .NET Core, o PowerShell Core é uma versão open-source do PowerShell. A Microsoft não pretende mais lançar novas versões do Windows PowerShell “normal”, com a 5.1 sendo a última*.

*Ela continuará recebendo correções durante seu ciclo de vida, mas a 5.1 é a última grande versão do Windows PowerShell.

O PowerShell Core também pode ser usado mesmo em sistemas com o Windows PowerShell instalado.

Alguns recursos suportados pelo Windows PowerShell, como PowerShell Workflows, Snap-ins e cmdlets WMlv1, não são suportados no PowerShell Core 6.0, mas isso pode mudar no futuro.

O PowerShell Core será atualizado regularmente pela Microsoft.

Microsoft lança o PowerShell Core 6.0

A empresa anunciou seu plano de tornar o PowerShell open-source e compatível com macOS e Linux em 2016. A empresa também disponibilizou uma versão de testes na época.

Profissionais de TI interessados podem obter mais informações no post com o anúncio da versão 6.0 publicado aqui pela Microsoft.

Instruções para download e instalação do PowerShell Core 6.0 no Windows podem ser encontradas aqui. Já as instruções para download e instalação no macOS e Linux estão disponíveis aqui.

Fontes e Direitos Autorais: PowerShell Team Blog – 10/01/2018.

Suporte para Cosmos DB no Azure Storage Explorer já está disponível como Preview


A Microsoft anunciou na semana passada que o suporte para Cosmos DB no Azure Storage Explorer já está disponível como Preview.

Cosmos DB no Azure Storage Explorer

Com o suporte os bancos de dados Cosmos DB podem ser explorados e gerenciados com a mesma experiência de uso que torna o Azure Storage Explorer uma poderosa ferramenta para desenvolvedores que precisam gerenciar armazenamento no Azure.

Para quem não sabe, o Storage Explorer é um aplicativo autônomo que permite que você trabalhe facilmente com dados do Azure Storage no Windows, macOS e Linux.

O aplicativo fornece várias maneiras de se conectar às contas de armazenamento. Isso inclui se conectar a contas de armazenamento associadas às suas assinaturas do Azure, conectar-se às contas de contas de armazenamento e serviços compartilhados por outras assinaturas do Azure e até mesmo se conectar e gerenciar o armazenamento local usando o Emulador de Armazenamento do Azure.

Suporte para Cosmos DB no Azure Storage Explorer já está disponível como Preview
Azure Storage Explorer

O suporte para o Cosmos DB no Azure Storage Explorer permite que você gerencie entidades, manipule dados, crie e atualize ‘stored procedures’ e muito mais.

Para começar, faça o Azure Storage Explorer aqui para Windows, aqui para macOS ou aqui para Linux, confira aqui um artigo para saber mais sobre o Storage Explorer e utilize o manual para ver como gerenciar Cosmos DB no Azure Storage Explorer.

Uma demonstração do Cosmos DB no Storage Explorer está disponível aqui.


Fontes e Direitos Autorais: azure.microsoft.com – 09/11/2017.