Arquivo da tag: Microsoft Azure

Microsoft SQL Server Data Tools v15.8.1 para Visual Studio 2017 liberado para download


O Microsoft SQL Server Data Tools v15.8.1 é uma ferramenta de desenvolvimento moderna que você pode baixar gratuitamente para criar bancos de dados relacionais do SQL Server, bancos de dados SQL do Azure, pacotes do Integration Services, modelos de dados do Analysis Services e relatórios do Reporting Services.

Através do SSDT, podemos projetar e implantar qualquer tipo de conteúdo do Microsoft SQL Server com a mesma facilidade com que desenvolve um aplicativo no Visual Studio.

Esta nova versão é compatível com os sistemas operacionais com o Windows 8.1, Windows 10, Windows Server 2012 R2 e Windows Server 2016, vale ressaltar que o Windows 7 SP1 não é suportado.

Para realizar a instalação do SSDT com o Visual Studio, selecione as opções disponibilizadas pelo instalador, conforme apresenta a Figura 1 abaixo:
Sql Dt 1581 02

Figura 1 – Opções de instalação disponíveis para o Microsoft SQL Server Data Tools v15.8.1.

Informações sobre a versão
Número de lançamento: 15.8.1.
Número de compilação: 14.0.16179.0.
Data de lançamento: 27 de setembro de 2018.

Idiomas disponíveis

Esta nova versão do Microsoft SQL Server Data Tools v15.8.1 esta disponível para os seguinte idiomas:

Chinese (Simplified) | Chinese (Traditional) | English (United States) | French
German | Italian | Japanese | Korean | Portuguese (Brazil) | Russian | Spanish

IMPORTANTE: Antes de instalar o SQL Server Data Tools v15.8.1 para Visual Studio 2017, desinstale as extensões “Projetos do Microsoft Analysis Services” e “Projetos do Microsoft Reporting Services”, caso eles já estejam instalados no Visual Studio 2017 e feche todas as instâncias do Visual Studio.

A Figura 2 a seguir apresenta a tela inicial de instalação do Microsoft SQL Server Data Tools 15.8.1.

select AS, IS, RS
Figura 2 – Tela inicial de instalação do Microsoft SQL Server Data Tools 15.8.1.

O changelog publicado pela Microsoft destaca que a versão 15.8.1 do SQL Server Data Tools para Visual Studio 2017 remove o suporte para o SQL Server 2012 e adiciona suporte para o SQL Server 2019 Preview.

Para maiores informações sobre o SQL Server Data Tools acesse: https://docs.microsoft.com/en-us/sql/ssdt/download-sql-server-data-tools-ssdt?view=sql-server-2017

Para realizar o download, basta clicar na imagem abaixo:
Fontes e Direitos Autorais: Microsoft – Docs SQL SSDT (SQL Server Data Tools) – 28/09/2018.

Anúncios

Microsoft SQL Server Management Studio 18.0 Preview 4 disponível


No decorrer desta semana em seu grande evento Ignite 2018 realizado em Orlando, a Microsoft anunciou a disponibilidade da próxima versão do Microsoft SQL Server 2019 e também liberou para download a última versão preview do Microsoft SQL Server Management Studio 18.0.

O SQL Server Management Studio é um ambiente integrado para gerenciar qualquer infraestrutura de SQL, do SQL Server para o Banco de Dados SQL do Microsoft Azure. O SSMS fornece ferramentas para configurar, monitorar e administrar instâncias do SQL. Use o SSMS para implantar, monitorar e atualizar os componentes da camada de dados usados pelos seus aplicativos, além de construir consultas e scripts.

Através do SQL Server Management Studio (SSMS) podemos realizar consultas, criar e gerenciar seus bancos de dados e data warehouses, independentemente de onde estiverem – no computador local ou na nuvem.

De acordo com o changelog publicado aqui pela Microsoft, a versão 18.0 traz correções de bugs e novidades como o suporte para o SQL Server 2019 Preview, tamanho de download reduzido, melhorias na acessibilidade, suporte para instalação em uma pasta diferente da padrão e mais.

A Figura 1 apresentada abaixo, ilustre a tela de apresentação do novo Microsoft SQL Server Management Studio 2019 após a instalação:

Figura 1 – Tela de apresentação do Microsoft SQL Server Management Studio 18.0 Preview 4.

O Microsoft SQL Server Management Studio v18.0 Preview 4 (build 15.0.18040.0) está disponível para download, através do link: https://go.microsoft.com/fwlink/?linkid=2014662.

A Figura 2 apresentada abaixo, destaca as informações sobre esta nova versão do Microsoft SLQ Server Management Studio 18.0 Preview 4 após a instalação:
Figura 2 – Informações sobre o Microsoft SQL Server Management Studio 18.0 Preview 4.

Compatível com as versões do Microsoft SQL Server versão 2008 até 2019, bem como, para versões e arquiteturas de sistemas operacionais 64 bits: Windows 10 v1607 ou posterior, Windows Server 2008 R2, Windows Server 2012, Windows Server 2012 R2 e Windows Server 2016.

Informações sobre a versão
Número de lançamento: 18.0 (Preview 4).
Número de compilação: 15.0.18040.0.
Data de lançamento: 24 de setembro de 2018.

Idiomas disponíveis

Esta nova versão do Microsoft SQL Server Management Studio 18.0 Preview 4 esta disponível para os seguinte idiomas:

Chinese (Simplified) | Chinese (Traditional) | English (United States) | French | German | Italian | Japanese | Korean | Portuguese (Brazil) | Russian | Spanish

Importante
A instalação do Microsoft SQL Server Management Studio 18.0 Preview 4 não atualiza ou substitui as versões do Microsoft SQL Server Management Studio 17.x ou anterior.

O Microsoft SQL Server Management Studio 18.0 Preview 4 se instala lado a lado com versões anteriores para que ambas as versões estejam disponíveis para uso.

Para maiores informações acesse: https://docs.microsoft.com/en-us/sql/ssms/sql-server-management-studio-changelog-ssms?view=sql-server-2017

Para realizar o download, basta clicar na imagem abaixo:
Fontes e Direitos Autorais: Microsoft – Docs SQL Tools SQL Server Management Studio (SSMS).

Azure SQL Data Warehouse agora está disponível em 27 regiões


A Microsoft anunciou nesta semana em seu blog que o Azure SQL Data Warehouse agora está disponível em 27 regiões em todo o mundo.

As quatro novas regiões onde o banco de dados está disponível são: Germany Central, Germany Northeast, Korea Central e Korea South.

Em setembro de 2016 a empresa anunciou a disponibilidade no Brasil e em mais três regiões (North Europe, Japan East e Australia Southeast), elevando o total de regiões  época para 18.

Azure SQL Data Warehouse

De acordo com a Microsoft, o Azure SQL Data Warehouse é um banco de dados baseado em nuvem e expansível com capacidade de processar volumes imensos de dados, relacionais e não relacionais. Criado em arquitetura MPP (processamento paralelo maciço), o SQL Data Warehouse pode lidar com sua carga de trabalho corporativa.

– Combina o banco de dados relacional do SQL Server com os recursos de expansão na nuvem do Azure. Você pode aumentar, diminuir, pausar ou retomar a computação em segundos. Você economiza custos expandindo a CPU quando for necessário e cortando o uso durante os horários de pico.

Azure SQL Data Warehouse agora está disponível em 27 regiões

– Aproveita a plataforma do Azure. É fácil de implantar, apresenta uma manutenção tranquila e é totalmente tolerante a falhas graças aos backups automáticos.

– Complementa o ecossistema do SQL Server. Você pode desenvolver com o T-SQL (Transact-SQL) do SQL Server e ferramentas conhecidas.

Saiba mais sobre o Azure SQL Data Warehouse aqui e confira os preços clicando aqui.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com –

Microsoft disponibiliza o SQL Server 2016 Training Kit


A Microsoft disponibilizou recentemente no Microsoft Download Center o SQL Server 2016 Training Kit.

O kit é voltado para desenvolvedores, instrutores, consultores e outros profissionais que precisam saber mais sobre as principais novidades introduzidas na nova versão do SQL Server.

Ele contém apresentações, demos, vídeos e outros recursos para ajudar no aprendizado ou para montar uma sessão de treinamento.

Faça o download do SQL Server 2016 Training Kit

O SQL Server 2016 Training Kit está disponível para download gratuitamente aqui. Ele é compatível com o Windows 10, Windows 8, Windows 8.1, Windows Server 2012 R2 e Windows Server 2016.

Microsoft disponibiliza o SQL Server 2016 Training Kit

SQL Server 2016

Lançado em junho deste ano, o SQL Server 2016 traz recursos críticos inovadores com desempenho em memória e análise operacional integrada. Os recursos de segurança abrangentes, como a tecnologia de criptografia ininterrupta (Always Encrypted), ajudam a proteger seus dados fixos e em movimento, e uma solução avançada de alta disponibilidade e recuperação de desastres acrescenta novos aprimoramentos à tecnologia AlwaysOn.

As organizações terão visões mais aprofundadas de todos os seus dados com novos recursos que vão além da business intelligence, executando a análise avançada diretamente dentro de seus bancos de dados e apresentando visualizações avançadas para oferecer visões de negócios de qualquer dispositivo.

Você também pode se beneficiar da nuvem em hiperescala, com novos cenários híbridos habilitados pela nova tecnologia de banco de dados elástico (Stretch Database), que permite expandir dinamicamente seus dados transacionais a quente e a frio até o Microsoft Azure de forma segura, para que seus dados estejam sempre à disposição para consultas, independentemente do tamanho.

O SQL Server 2016 também oferece uma plataforma de banco de dados completa para a nuvem híbrida, permitindo criar, implantar e gerenciar facilmente soluções que abrangem instalações locais e na nuvem.

Saiba mais sobre ele aqui.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com & https://www.microsoft.com/en-us/download/confirmation.aspx?id=54089

Microsoft anuncia a compra da Xamarin


A Microsoft anunciou nesta semana a compra da Xamarin, provedora líder em soluções para o desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis.

Microsoft anuncia a compra da Xamarin

Microsoft anuncia a compra da Xamarin

Em associação com o Visual Studio, a Xamarin oferece soluções em desenvolvimento mobile que permitem aos desenvolvedores produzir aplicativos utilizando C# e entregar experiências de apps mobile nativas para todos os principais dispositivos – incluindo iOS, Android e Windows.

A abordagem da Xamarin capacita os desenvolvedores a tirar proveito da produtividade e poder do .NET para produzir aplicativos para dispositivos móveis e utilizar o C# para desenvolver o conjunto completo de APIs nativas e capacidades móveis fornecidas pelas plataformas de dispositivos. Isso permite que os desenvolvedores compartilhem facilmente códigos comuns por seus aplicativos para iOS, Android e Windows e continuem entregando experiências nativas para cada uma das plataformas. As soluções únicas da Xamarin têm impulsionado um incrível crescimento por mais de quatro anos.

A Xamarin conta com mais de 15.000 clientes em 120 países, incluindo mais de cem companhias que fazem parte da lista Fortune 500, e mais de 1,3 milhão de desenvolvedores que utilizam seus produtos e serviços.

Companhias importantes como Alaska Airlines, Coca-Cola Bottling, Thermo Fisher, Honeywell e JetBlue usam Xamarin, assim como produtoras de jogos como SuperGiant Games e Gummy Drop. Com a Xamarin Test Cloud, todos os tipos de desenvolvedores mobile – C#, Objective-C, Java e desenvolvedores de aplicativos híbridos – podem testar e melhorar a qualidade de suas aplicações usando centenas de celulares e dispositivos hospedados na nuvem. A Xamarin foi recentemente considerada uma das principais startups que ajudam a internet a funcionar.

A Microsoft tem uma parceria de longa data com a Xamarin e as duas construíram em conjunto a integração com Visual Studio, Microsoft Azure, Office 365 e Enterprise Mobility Suite para fornecer aos desenvolvedores um fluxo de trabalho de ponta a ponta para aplicativos nativos e seguros por diversas plataformas. As empresas também trabalham para oferecer treinamento, ferramentas, serviços e fluxos de trabalho que os desenvolvedores necessitam para terem sucesso.

Com o anúncio da compra da Xamarin, ambas levarão esse trabalho ainda mais adiante para tornar suas ferramentas e serviços de desenvolvimento ainda melhores com uma integração mais profunda e experiências de desenvolvimento ainda mais refinadas.

A combinação de Xamarin, Visual Studio, Visual Studio Team Services e Azure fornece uma solução de desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis completa que provê tudo o que você precisa para desenvolver, testar, entregar e instrumentalizar aplicativos para cada dispositivo.

Fonte: Microsoft Brasil – 25 de Fevereiro de 2016.

Microsoft disponibiliza o SQL Server 2016 CTP 3.1


A Microsoft anunciou no SQL Server Blog a disponibilidade do SQL Server 2016 CTP 3.1, versão de testes mais recente do novo SQL Server.

Microsoft disponibiliza o SQL Server 2016 CTP 3.1

Benefícios do SQL Server 2016

• O desempenho aprimorado in-memory fornece transações 30 vezes mais rápidas, consultas 100 vezes mais rápidas do que bancos de dados relacionais baseados em disco e análises operacionais em tempo real.

• A nova tecnologia Always Encrypted ajuda a proteger seus dados parados e em movimento, no local e na nuvem, com chaves mestras no aplicativo, sem alterações no aplicativo.

• A tecnologia Stretch Database mantém mais dados históricos de seus clientes ao seu alcance ao ampliar de forma transparente seus dados OLTP quentes e frios ao Microsoft Azure de maneira segura sem alterações no aplicativo.

• Análises avançadas internas fornecem a escalabilidade e os benefícios de desempenho de criar e executar seus algoritmos de análise avançados diretamente no principal banco de dados transacional do SQL Server.

• Insights comerciais por meio de visualizações sofisticadas em dispositivos móveis com aplicativos nativos para Windows, iOS e Android.

• Simplifica o gerenciamento de dados relacionais e não relacionais ao consultar ambos com T-SQL usando o PolyBase.

• Backups híbridos mais rápidos, alta disponibilidade e cenários de recuperação de desastres para armazenar em backup e restaurar seus bancos de dados locais no Microsoft Azure e colocar secundários do SQL Server AlwaysOn no Azure.

Novidades no SQL Server 2016 CTP 3.1

De acordo com o anúncio da Microsoft, este novo Community Technology Preview (ou CTP) do SQL Server 2016 traz novidades como melhorias no recurso In-Memory OLTP e melhorias no SQL Server Analysis Services (SSAS).

O SQL Server 2016 CTP 3.1 está disponível para download no Centro de Avaliação TechNet como um arquivo ISO e como um arquivo CAB nos seguintes idiomas: chinês (simplificado), chinês (tradicional), inglês, francês, alemão, italiano, japonês, coreano, português (Brasil), russo e espanhol.

Principais observações sobre o SQL Server 2016 CTP 3.1

O Microsoft SQL Server 2016 CTP 3.1 NÃO é suportado pela área de Serviços e Suporte ao Cliente da Microsoft.

O Microsoft SQL Server 2016 CTP 3.1 está disponível apenas para fins de teste e NÃO deve ser instalado nem utilizado em ambientes de produção.

A instalação lado a lado com instâncias de nível inferior do SQL Server em produção, bem como atualizações locais de instâncias de nível inferior do SQL Server em produção são suportadas para o SQL Server 2008 e versões posteriores.

Saiba mais sobre o SQL Server 2016 clicando aqui.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com

MICROSOFT AZURE SE TORNA SERVIÇO ‘AMIGÁVEL’ PARA SITES DE PISHING


A empresa de segurança e internet Netcraft revelou que o Microsoft Azure está se tornando um serviço de hospedagem popular para sites de pishing.

Microsoft Azure se torna serviço 'amigável' para sites de pishing

SITES DE PISHING COMEÇAM A USAR WINDOWS AZURE

A Netcraft identificou alguns exemplos que eles chamam de “flagrantes de serviços direcionados para empresas conhecidas”, que você confere abaixo:

  • itune-billing2update-ssl-apple.azurewebsites.net (Apple)
  • paypalscurity.azurewebsites.net (PayPal)
  • www22online-americanexpress.azurewebsites.net (American Express)
  • 3seb-verifiedbyvisa.azurewebsites.net (Visa)
  • login-comcastforceauthn.azurewebsites.net (Comcast)
  • cielo-2014.cloudapp.net (Cielo)

Para atrair desenvolvedores web, a Microsoft fez com que ferramentas gratuitas fossem disponibilizadas por um período determinado de avaliação. E este período é o suficiente para que um site de pishing seja criado.

Além de 30 dias gratuitos de hospedagem e um crédito de US$ 200 em encargos no Azure, os desenvolvedores podem obter subdomínios gratuitos azurewebsites.net da Microsoft, um certificado SSL livre, endereços de e-mail gratuitos e um proxy de anonimato livre.

Um problema com isso são os certificados SSL gratuitos fornecido pela Microsoft, que não vêm com uma resposta de Online Certificate Status Protocol (OCSP), que não podem ser modificados em muitos programas, como os da Fundação Mozilla.

Os phishers não tem usado os recursos mais sofisticados do Azure, mas se eles quisessem, poderiam ter acesso a bases de dados do SQL Server, dispositivos móveis, streaming de mídia e grande análises de dados.

A Netcraft, porém, diz que a Microsoft tem alguns recursos para rastrear quem realiza a prática de pishing, principalmente com o fato de ser necessário fazer uma chamada telefônica no ato de registro no Microsoft Azure.

Fontes e Direitos Autorais: FLÁVIO CROFFI – 1 MAI 2014 | 1:00 PM