Conferência Build 2018 realizada pela Microsoft será em Maio


A Microsoft ainda não divulgou os detalhes da conferência Build 2018, a nova edição do seu evento anual para desenvolvedores e profissionais de tecnologia. No post publicado no dia 06/02 por Mehedi Hassan  a data de realização do evento foi divulgada. A nova edição da conferência será realizada de 7 a 9 de maio em Seattle, nos Estados Unidos. Mais informações sobre a conferência Build 2018 serão publicadas em breve pela empresa no site https://build.microsoft.com/.

A edição de 2018 da conferência deve abordar a próxima grande atualização do Windows 10, codinome Redstone 4, e outras novidades para os desenvolvedores com foco em Azure, IA (Inteligência Artificial), IoT (Internet of Things ou Internet das Coisas), Visual Studio e mais.

Assim como ocorreu com a edição de 2017, a conferência deste ano também deverá ser transmitida ao vivo.

Conferência Build 2018 será realizada em maio pela MicrosoftFontes e Direitos Autorais: https://www.thurrott.com – 06/02/2018 – Mehedi Hassan.

Anúncios

Microsoft abre inscrições para o maratona bots


A Microsoft abriu as inscrições para o Maratona Bots, um curso de capacitação online e gratuito destinado a programadores que querem aprender como criar chatbots, robôs que conversam via chat utilizando recursos de Inteligência Artificial.

O curso terá quatro semanas de duração e os conteúdos didáticos serão liberados semanalmente. O primeiro módulo estará disponível a partir de segunda-feira, dia 15 de janeiro.

Após o término das aulas, os participantes terão até o dia 26 de março para desenvolverem um bot atendendo aos critérios da organização do curso. Os projetos serão avaliados por um time de especialistas da Microsoft. O objetivo é fomentar a criatividade e o aprimoramento técnico dos participantes em serviços de Inteligência Artificial disponíveis na nuvem.

A maratona também fará uma breve introdução aos conceitos de machine learning e Inteligência Artificial, que podem auxiliar na construção de aplicativos de diferentes tipos. São conhecimentos que ajudam a formar um profissional capaz de fazer frente às demandas atuais das empresas interessadas em promover a transformação digital.

Microsoft abre inscrições para o Maratona Bots

O público-alvo principal do curso são os desenvolvedores de software. Profissionais de áreas relacionadas que tenham conhecimento básico de programação e desejam entender melhor a aplicabilidade da tecnologia nos negócios também podem participar.

Além das aulas de vídeo online, o curso terá materiais de apoio em formato PDF e laboratórios práticos. Durante o período de aulas, os participantes poderão tirar suas dúvidas com instrutores que estarão on-line. Depois do encerramento, o conteúdo das aulas continuará disponível na plataforma on-line.

Desenvolvedores e demais interessados podem se inscrever aqui.

Fontes e Direitos autorais: Microsoft News Center Brasil – 10/01/2018.

Microsoft anuncia Assistente de Currículo no Word


A Microsoft anunciou na semana passada uma novidade do Office 365 desenvolvida pelo LinkedIn, o Assistente de Currículo no Word.

Este novo recurso permitirá que os assinantes do Office 365 a criem currículos convincentes com informações personalizadas. Com mais de 80% dos currículos atualizados no Word, o Assistente de Currículo ajuda os candidatos a emprego a mostrarem suas realizações, serem mais facilmente descobertos pelos recrutadores e encontrarem o trabalho ideal.

Aproveitando o poder do LinkedIn, o Assistente de Currículo no Word fornece ferramentas inteligentes para ajudar quem procura emprego a melhorar seus currículos.

– Aproveite os exemplos relevantes: Veja como as pessoas mais importantes em uma área representam sua experiência de trabalho e filtram por setor e cargo para uma experiência personalizada.

– Identifique as principais habilidades: Encontre as habilidades proeminentes para o tipo de trabalho que você está procurando afim de aumentar sua capacidade de descoberta mais facilmente.

– Personalize um currículo com base em postagens de trabalho reais: Veja listas de emprego relevantes dos 11 milhões de vagas abertas do LinkedIn e personalize seu currículo para atrair recrutadores.

– Obtenha ajuda profissional: Conecte-se facilmente à ProFinder, plataforma freelancer do LinkedIn, para obter ajuda adicional sobre redação do currículo, entrevistas e coaching de carreira.

– Deixe os recrutadores saberem que você está disponível: Os candidatos podem deixar os recrutadores saberem, discretamente, que estão abertos a novas oportunidades com Interesses de Carreira.

Microsoft anuncia Assistente de Currículo no Word

Disponibilidade
O Assistente de Currículo no Word começará a ser distribuído nesta semana para assinantes do Office 365 que estão inscritos no programa Office Insiders no Windows Desktop, utilizando o inglês como idioma de exibição.

Ele estará disponível primeiro na África do Sul, Alemanha, Austrália, Brasil, Canadá, China, Cingapura, Espanha, Estados Unidos da América, França, Índia, Irlanda, Japão, Nova Zelândia e Reino Unido. Nos próximos meses, estará disponível em mais plataformas e mercados.

Use a opção abaixo para fazer parte do programa Office Insider:

Vídeo apresentando o Assistente de Currículo no Word:

Fontes e Direitos Autorais: News.microsoft.com – 09/11/2017 – Microsoft News Center Brasil.

Microsoft disponibiliza o SQL Server 2016 Training Kit


A Microsoft disponibilizou recentemente no Microsoft Download Center o SQL Server 2016 Training Kit.

O kit é voltado para desenvolvedores, instrutores, consultores e outros profissionais que precisam saber mais sobre as principais novidades introduzidas na nova versão do SQL Server.

Ele contém apresentações, demos, vídeos e outros recursos para ajudar no aprendizado ou para montar uma sessão de treinamento.

Faça o download do SQL Server 2016 Training Kit

O SQL Server 2016 Training Kit está disponível para download gratuitamente aqui. Ele é compatível com o Windows 10, Windows 8, Windows 8.1, Windows Server 2012 R2 e Windows Server 2016.

Microsoft disponibiliza o SQL Server 2016 Training Kit

SQL Server 2016

Lançado em junho deste ano, o SQL Server 2016 traz recursos críticos inovadores com desempenho em memória e análise operacional integrada. Os recursos de segurança abrangentes, como a tecnologia de criptografia ininterrupta (Always Encrypted), ajudam a proteger seus dados fixos e em movimento, e uma solução avançada de alta disponibilidade e recuperação de desastres acrescenta novos aprimoramentos à tecnologia AlwaysOn.

As organizações terão visões mais aprofundadas de todos os seus dados com novos recursos que vão além da business intelligence, executando a análise avançada diretamente dentro de seus bancos de dados e apresentando visualizações avançadas para oferecer visões de negócios de qualquer dispositivo.

Você também pode se beneficiar da nuvem em hiperescala, com novos cenários híbridos habilitados pela nova tecnologia de banco de dados elástico (Stretch Database), que permite expandir dinamicamente seus dados transacionais a quente e a frio até o Microsoft Azure de forma segura, para que seus dados estejam sempre à disposição para consultas, independentemente do tamanho.

O SQL Server 2016 também oferece uma plataforma de banco de dados completa para a nuvem híbrida, permitindo criar, implantar e gerenciar facilmente soluções que abrangem instalações locais e na nuvem.

Saiba mais sobre ele aqui.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com & https://www.microsoft.com/en-us/download/confirmation.aspx?id=54089

Participe do evento online Live Migration na Nuvem


A Microsoft realizará no próximo dia 31 de maio o evento online Live Migration na Nuvem, que trará palestras relevantes de especialistas em cloud, containers e soluções Open Source do mercado mundial e nacional.

Entenda como movimentar dinamicamente seus ambientes entre diferentes provedores de nuvem sem downtime e perda de dados, além de aprender como solucionar os principais problemas de DevOps utilizando Live Migration por meio de exemplos práticos de implementação de soluções.

O evento será realizado no dia 31 de maio e das 19:30 às 22:30. Mais detalhes podem ser encontrados aqui.

Participe do evento online  Live Migration na Nuvem Participe do evento online Live Migration na Nuvem - {focus keyword}

A Microsoft realizará no próximo dia 31 de maio o evento online Live Migration na Nuvem, que trará palestras relevantes de especialistas em cloud, containers e soluções Open Source do mercado mundial e nacional

Agenda do evento Live Migration na Nuvem

19h30 – Abertura

O novo mundo dos containers – Osvaldo Daibert
Especialista em desenvolvimento de aplicações para nuvem na Microsoft abordará a mudança radical pela qual a forma de desenvolvimento de software está passando. Seja em aplicações hospedadas em nuvens PaaS ou IaaS, os containers e microservices são os alicerces dessa mudança, ajudando a movimentar o novo modelo de integração entre Profissionais de IT e Desenvolvedores.

Containers as a Service (CaaS) – Alessandro Jannuzzi
Gerente de inovações e novas tecnologias da Microsoft Brasil explanará o assunto Container como Serviço, mostrando como o Azure Container Service otimiza a configuração de tecnologias e ferramentas Open Source, como Mesosphere DCOS na plataforma de nuvem. Abordará algumas features deste, como a portabilidade para recipientes e configuração de aplicativo.

Live Migration com Jelastic – Ruslan Synytsky
CEO e fundador da Jelastic, empresa que entrega DevOps com orquestração de containers apresentará como algumas das principais questões DevOps podem ser resolvidas utilizando a opção de Live Migration, e como implementar esta solução, de forma que sua migração seja tranquila e altamente automatizada. Veremos como mover uma aplicação da nuvem AWS para o Microsoft Azure, sem paradas e sem perda de dados!

Q&A
Tire suas dúvidas com os palestrantes do evento Live Migration na Nuvem.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com

MICROSOFT ANUNCIA NOVIDADES NO PROGRAMA VISUAL STUDIO DEV ESSENTIALS


Lançado em novembro passado, o programa Visual Studio Dev Essentials permite que os desenvolvedores obtenham tudo que precisam para criação de aplicações para diferentes plataformas.

Microsoft anuncia novidades no programa Visual Studio Dev Essentials

PROGRAMA VISUAL STUDIO DEV ESSENTIALS

O programa Visual Studio Dev Essentials oferece acesso fácil a diferentes serviços e ferramentas da Microsoft e também inclui diversos benefícios.

microsoft-vs-de-001

O programa atualmente oferece:

Ferramentas de desenvolvimento
Editores, designers e depuradores para desenvolvimento para qualquer plataforma.

Softwares
Avaliações e downloads, de sistemas operacionais a aplicativos do Office.

Serviços de nuvem
Computação, análise, celular, Web, colaboração em equipe e mais.

Treinamento e suporte
Treinamento técnico e suporte à prioridade de nível mundial.

Como parte do seu compromisso para sempre melhorar o programa Visual Studio Dev Essentials, a Microsoft anunciou nesta quarta-feira, 3 de fevereiro, dois novos benefícios para os membros registrados:

– US$ 300 em Créditos Azure: Tenha acesso a US$ 25 por mês em créditos durante 12 meses para tirar proveito dos serviços do Azure para suas aplicações.

– Acesso aos treinamentos da Xamarin University: Comece a criar aplicativos nativos para iOS, Android e Windows Phone com os treinamentos sob demanda exclusivos da Xamarin University.

Saiba mais sobre o programa Visual Studio Dev Essentials clicando aqui.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com

Prepare-se: Sete carreiras de TI que seguirão quentes até 2020


Posicione sua carreira para um crescimento de longo prazo. Empresas normalmente têm um roteiro corporativo que detalha o que elas gostariam de ser em intervalos de três, cinco e 10 anos. Esse plano traz um mapa indicando como elas pretendem chegar lá e de que forma a tecnologia se encaixa nisso. Como profissional de TI, como enxerga seu trabalho dentro de uma perspectiva de futuro?

Claro que as organizações ainda precisarão de programadores e desenvolvedores por muito tempo. Contudo, elas pretendem pagar salários melhores por aqueles que souberem programar robôs ou desenvolverem soluções para serem embarcadas em dispositivos móveis. Assim, o mercado de TI seguirá sua evolução e demandará novas habilidades. Veja as apostas de especialistas sobre as carreiras que serão quentes em 2020.

#1. Programadores, especialistas de segurança e gerentes de cloud

Mais de 90% das empresas norte-americanas estão usando alguma forma de computação em nuvem, de acordo com levantamento da CompTIA. Além disso, um relatório de novembro 2014 constatou que as companhias, cada vez mais, movem suas infraestruturas ou aplicativos para ambientes de clouds privadas e públicas. Esse movimento tende a se acelerar, acarretando uma demanda intensa por profissionais para suportar a tendência.

Uma posição relacionada que terá destaque nesse campo é o do gestor de capacidade. “Esperamos que muitas [organizações] operem um ambiente híbrido de modo que a questão tocará sobre como mudar dinamicamente a demanda por computação e armazenamento entre nuvens públicas e privadas”, avalia Mike Sutcliff, executivo-chefe da Accenture Digital. “Isso vai exigir novas técnicas e disciplinas que muitas organizações de TI não têm em vigor hoje em dia”.

Além disso, programadores especializados em Perl, Ruby, Ruby on Rails e Python, Java e JavaScript, bem como aqueles confortáveis com o desenvolvimento de APIs e ambientes DevOps também estarão em alta. Isso deve ocorrer porque a tecnologia em cloud depende muito dessas disciplinas.

#2. Arquitetos de dados, especialistas em integração, profissionais de Hadoop

Cliff Justice, líder da pratica focada em serviços compartilhados e terceirização na KPMG, prevê enormes necessidades organizacionais em torno de analytics. O cenário será, em parte, impulsionado pelo grande volume de dados coletados, mas também pelo aumento do número de aplicações (como a robótica) alimentado por uma abordagem analítica. Como resultado, as empresas estão adicionando e criando vagas para profissionais gabaritados a tal tarefa.

A consultoria aponta para alta demanda pelos seguintes profissionais: arquitetos de dados, que projetam a estrutura para suportar as necessidades emergentes; engenheiros de integração de dados, que garantem que as soluções de dados e análises possam ser integradas a partir de qualquer número de fontes; e analistas de planejamento de TI, que agregam e analisam dados de várias fontes internas e externas para ajudar a TI a saberem o que provavelmente será necessário encomendar junto aos parceiros de negócio no futuro.

Dentre as posições técnicas que são e continuarão quentes ao final da década aparecem posições para desenvolvedor em Hadoop, engenheiro de dados, arquiteto de software para big data, projeta Christian P. Hagen, parceiro da área de consultoria estratégica de TI na AT Kearney.

Ao mesmo tempo, as demandas organizacionais ao redor analytics criarão um novo lote de posições de liderança, que surgem com a tarefa de entender como usar ferramentas e técnicas para alcançar metas e objetivos de negócio. Esses postos incluem diretor de analytics, chief digital officers (CDO), líder de análise de negócios e vice-presidente de dados corporativos.

#3. Hardware, software e especialistas em analytics

Um relatório de 2014 da PwC sobre o futuro dos wearables vê um mundo onde os dispositivos portáteis serão utilizados para treinar novos funcionários, acelerar o processo de vendas, melhorar serviços ao cliente, criar orientação de mãos-livres para os trabalhadores e melhorar a precisão das informações coletadas para servir o crescente movimento de análise pelas empresas.

Jack Cullen, presidente da empresa de recursos humanos TI Modis, prevê a mudança rumo às tecnologias vestíveis poderá estimular o empreendedorismo tanto ou mais que o advento dos smartphones. “Em 2020, esses dispositivos serão tão comuns quanto o iPhone é hoje. Isso cria novas oportunidades”, comentou.

O especialista espera que organizações de todos os tipos identifiquem posições de trabalho e processos que podem se beneficiar dos wearables, o que, por sua vez, significa que os departamentos de TI vão procurar tecnólogos com a capacidade de implantar, gerenciar e manter hardware, bem como especialistas que podem desenvolver, personalizar e apoiar aplicações e programas de análise que tornarão esses vestíveis úteis dentro das organizações.

#4. Especialistas que aplique conceitos de inteligência artificial/robótica nas empresas

Inteligência artificial e robótica já passaram da ficção científica para a realidade há algum tempo. Em breve, são conceitos que chegarão em um negócios (bem) perto de você. De acordo com um relatório do Pew Research Center, essas tecnologias “irão permear várias facetas da vida diária em 2025, com enormes implicações para uma variedade de indústrias, tais como saúde, transporte e logística, atendimento ao cliente e manutenção residencial”.

Não surpreendentemente, especialistas nesta área verificarão alta demanda, comenta Justice, da KPMG. Ele observa que os profissionais de TI terão papéis a desempenhar na programação, integrando e construindo a infraestrutura para aplicações organizacionais da IA e robótica.

#5. Pesquisadores com visão sistêmica

A IDC prevê que o mercado de internet das coisas saltará de um patamar de US$ 1,9 trilhão em 2013 para US$ 7,1 trilhões em 2020. “A tecnologia está sendo construída sobre tudo que conhecemos”, cometa David Dodd, vice-presidente de TI e CIO da Stevens Institute of Technology. Isso significa um futuro brilhante para tecnólogos que compreendam os fundamentos desse tipo de conectividade. Na verdade, a IoT pode desencadear o surgimento de um novo especialista que pode combinar habilidades em hardware, engenharia, programação, análise, privacidade e segurança.

Dodd, no entanto, acredita que a habilidade mais demanda dentro do conceito será na compreensão do valor passível de se extraído de toda essa conectividade. As organizações percebem que não basta simplesmente conectar itens e coletar dados, elas precisam saber como essas conexões e os dados que eles geram podem resolver problemas ou fazer avançar os objetivos organizacionais. As empresas “querem pessoas que possam compreender e formular o futuro da Internet das coisas”, projeta o especialista.

#6. Profundos conhecedores de segurança

O Bureau of Labor Statistics prevê um crescimento de 37% em cargos de analista de segurança da informação entre 2012 e 2022. A expansão virá devido ao fato de que praticamente todas tecnologias emergentes estão exigindo, e continuarão a exigir, ainda mais atenção a partir do programa de segurança, privacidade e acesso de uma organização.

“Para todas as grandes oportunidades que nuvem, análise social e móvel, e a IoT trarão, os ganhos econômicos que serão realizados por todas essas novas tecnologias podem ser significativamente inferiores caso não existam programas robustos de segurança e protocolos em vigor”, avalia Matt Aiello, sócio no escritório Heidrick & Struggles, empresa especializada em recrutamento de CIOs.

#7. Artesãos digitais

A pressão para ser mais do que um puro técnico continuará nos próximos anos – e isso significa mais do que adicionar uma ou duas habilidades de negócios em seu currículo. Profissionais de tecnologia que navegarem com sucesso as mudanças turbulentas da indústria serão capazes de demonstrar visão de negócios em todo o espectro, avalia Ray Wang, fundador e analista da Constellation Research Inc. Ele chama esses novos especialistas de “artesãos digitais”, explicando que se trata de profissionais que equilibram características distintas dos dois hemisférios do cérebro.

Produtos, serviços e soluções medianas não são mais suficientes para sustentar as empresas em um cenário cada vez mais competitivo, enfatiza Wang. Para prosperar nos próximos 10 anos, as organizações precisam buscar talentos capazes de “pensar fora da caixa, mas executar dentro do sistema”. Para oferecer esse tipo de valor estratégico, os profissionais de TI precisam ser autênticos, relevantes, com uma mentalidade transformadora, desafiadores, rápidos, artísticos e não-conformista.

Fontes e Direitos Autorais: COMPUTERWORLD EUA

Mais de 15 empresas estão recrutando profissionais de TI


Está procurando uma boa oportunidade para alavancar a carreira na área de tecnologia? Então, dê uma olhada nestas oportunidades. Há vagas para trabalhar em diversos estados do país:

1. Google

O Google está contratando profissionais de diversas áreas em São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG). Para quem quer trabalhar com tecnologia, há oportunidades para consultores de soluções em anúncios, gerentes de tecnologia e engenharia de software.

Consulte esta página para saber mais sobre cada cargo e se inscrever.

2. Facebook

O escritório do Facebook em São Paulo está com diversas oportunidades em aberto para profissionais de todas as áreas, inclusive em TI.

Veja nesta página os requisitos para cada cargo e inscreva-se.

3. Accenture

A Accenture – empresa de consultoria em gestão, tecnologia e outsourcing – está com 295 oportunidades para profissionais em diversas cidades do país. Na página de carreira da companhia é possível consultar a descrição e os requisitos para cada cargo.

O candidato também pode filtrar a pesquisa por tipo de cargo, cidade, data de postagem, número da vaga ou relevância. Para se inscrever e concorrer a uma das posições, basta entrar na vaga desejada e clicar em Inscreva-se on-line.

4. CTIS

A CTIS está com mais de 80 oportunidades para profissionais de TI em vários estados do país. Para se candidatar é preciso realizar um cadastro na página de empregos da companhia.

5. Movile

A Movile, empresa desenvolvedora de aplicativos móveis, está procurando profissionais de TIpara trabalhar em Campinas (SP), São Paulo (SP). São seis vagas para a área de tecnologia, e outras duas para produção e marketing.

Confira os detalhes e requisitos para cada cargo na página de carreira da companhia. Para se candidatar a uma das oportunidades, clique no botão Candidatar via e-mail e anexe seu currículo na mensagem, informando a vaga desejada.

6. Capgemini

A Capgemini, empresa de tecnologia presente em mais de 40 países, está com 200 vagas para profissionais efetivos e 50 oportunidades para estagiários em várias áreas.

Os candidatos já formados podem consultar as oportunidades no site da companhia, indicando no local de busca o nome da vaga de interesse. Para se inscrever, basta enviar o currículo para o e-mail curriculoti.br@capgemini.com.

Já os interessados nas oportunidades de estágio devem responder a um questionário sobre a Capgemini em sua página do Facebook até 30 de abril.

7. BRQ (estágio)

A empresa de serviços de TI, BRQ, está recrutando estudantes da área de TI para estagiar em suas unidades de Curitiba (PR), São Paulo (SP), e Rio de Janeiro (RJ).

As oportunidades vão de Outsourcing de Aplicações e Service Desk, Desenvolvimento de Aplicações Sob Medida, Soluções de Mobilidade, Cloud Computing, Consultoria em TI e Processos Financeiros, até a Terceirização de Processos de Negócio (BPO). O programa tem previsão de início para este mês.

Os candidatos interessados devem enviar o currículo no e-mail respectivo da região:

São Paulo (Alphaville e Centro) – estagiariosp@brq.com

Curitiba – estagiarioctba@brq.com

Rio de Janeiro – estagiariorj@brq.com

8. Mega Sistemas Corporativos

A Mega Sistemas Corporativos está com 30 vagas em aberto para trabalhar em diversas áreas. Algumas das oportunidades são para cargos de consultores de vendas (áreas comercial e de processo), assistente comercial, analista de automação, analista de suporte em campo, analista contábil pleno e analista de remuneração. Confira as vagas e candidate-se no site da companhia.

9. TCS

A empresa de serviços e consultoria em TI, Tata Consultancy Services, está com 20 oportunidades em aberto para profissionais da área. As vagas são para trabalhar no Rio de Janeiro, capital e interior, como consultor SAP, consultor de ERP em geral, especialista em infraestrutura, arquiteto (de mobilidade e rede), analista de suporte de rede, analista de BI, help desk e gerente de projeto. Para se inscrever, basta enviar seu currículo para brazil.careers@tcs.com.

10. GFT

O Grupo GFT, provedor global de TI especializado no setor financeiro, está procurando 100 profissionais da área para trabalhar em suas duas unidades no país, nas cidades de Sorocaba e Alphaville, em São Paulo.

As oportunidades são para gerente de projetos, arquiteto sênior, desenvolvedores de todos os níveis e consultores.

Para concorrer a uma das oportunidades, o candidato precisa ser formado em ursos como ciência da computação, TI, engenharia, matemática, além de ter inglês com nível médio a fluente.

Veja mais detalhes sobre as vagas e inscreva-se pelo site da companhia.

11. Escriba

A Escriba, empresa especializada em software de gestão para cartórios, está com vagas abertas para executivo de negócios, analista contábil, testador de sistemas, consultor de O&M (CI), consultor de O&M (Atualização), analista de sistemas pleno, consultor de O&M (atendimento), instalador de sistemas e programador júnior e pleno.

As oportunidades são para trabalhar no Paraná, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Minas Gerais, Amazonas e Mato Grosso do Sul. Saiba mais sobre as vagas e candidate-se pelo site da empresa.

12. eWave

A empresa de soluções em TI, eWave, está com mais de 80 oportunidades em aberto para profissionais de TI nas áreas de suporte, desenvolvimento, gestão de projetos, integração de sistemas, processos, infraestrutura, BI e marketing.

Há oportunidades para estagiários e profissionais de nível júnior, pleno e sênior. Os candidatos selecionados poderão trabalhar nas cidades de Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Brasília (DF).

Além da remuneração, benefícios, programas de capacitação, incentivo à certificações e cursos de idiomas também são oferecidos pela companhia. Os interessados podem se candidatar pelo site da eWave ou entrar em contato pelo e-mail recrutamento@ewave.com.br.

13. Sensedia

A empresa de TI especializada em API (Application Programming Interface e SOA, Sensedia, está com 10 vagas abertas para profissionais da área.

As oportunidades são para trabalhar em Campinas (SP), São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ). Os cargos são para arquiteto de software, desenvolvedor, desenvolvedor Oracle SOA, desenvolvimento e sucesso de clientes e especialista em APIs.

Os interessados em se candidatar para o processo seletivo devem enviar o currículo para o e-mail rh@sensedia.com com o cargo desejado no assunto da mensagem. Veja mais detalhes sobre as vagas e seus pré-requisitos no site da Sensedia.

14. Venturus

O Centro de Inovação Tecnológica Venturus está oferecendo 36 vagas de emprego na área de TI em Campinas, no estado de São Paulo. Veja as posições em aberto na lista abaixo:

– Analista de Desenvolvimento Web Pleno

– Data Scientist

– Analista de Desenvolvimento Objective-C e C

– Analista de Desenvolvimento .NET Júnior

– Analista de Desenvolvimento .NET Pleno

– Estagiário em Desenvolvimento .NET/ C#

– Analista de Desenvolvimento C/C++ PL e SR

– Analista de Desenvolvimento Java SE JR, PL e SR

– Analista de Testes JR e PL

– Assistente Técnico C++/Java

– Estagiário de Desenvolvimento C++/ Java

– Analista de Desenvolvimento Android Júnior

– Analista de Desenvolvimento Android Pleno

– Redator Técnico

Para saber mais detalhes sobre as vagas e se candidatar a uma das oportunidades acesse osite da Venturus.

15. Avansys

A empresa Avansys está contratando um analista de teste júnior para trabalhar em Salvador, na Bahia. O candidato deve ter formação em cursos como análise de sistemas, sistemas de informação, ciência da computação ou em áreas correlatas.

Além da remuneração, o profissional selecionado terá benefícios como vale alimentação, vale transporte, plano de saúde, plano odontológico, convênio farmácia e auxílio educação. Os interessados devem enviar o currículo para o e-mail currículo@avansys.com.br, indicando o nome da vaga “Analista de Teste Júnior” como assunto.

16. ZCR

A ZCR Informática, companhia de TI instalada no Parque Tecnológico da Bahia, está recrutando profissionais para trabalhar em Salvador. As vagas são para analista de redes e infraestrutura e analista Linuxe antivírus. Para se candidatar a uma das oportunidades, é preciso enviar o currículo para o e-mail selecionatirh@gmail.com e especificar a vaga desejada no assunto da mensagem.

17. Simpress

A fornecedora de outsourcing de impressão e gestão de documentos Simpress está com mais de 40 vagas abertas para trabalhar em São Paulo e Santana do Parnaíba.

As posições em aberto são para supervisores e analistas nas áreas técnica, administrativa e financeira. Na área de TI, há cargos para supervisor de serviços, analista de projetos, analista de soluções e analista de suporte hardware. Saiba mais sobre cada vaga neste link.

Para se candidatar a uma das oportunidades é preciso enviar o currículo pelo site da Simpress.

Fonte e Direitos Autorais: Info.com –   – 23/04/2015 11h33.

18 sites e cursos em português sobre tecnologia e programação


Quase tudo grátis

Quer aprender a programar ou conhecer e se aprofundar em algum conceito de ciência da computação ou tecnologia no geral? Cursos sobre tudo isso existem aos montes, mas vários estão disponíveis apenas em inglês. Para facilitar um pouco o trabalho, então, separamos uma série de dezoito sites e aulas em português – sendo que apenas dois cobram pelas aulas. Veja mais sobre eles a seguir:

Codecademy

A versão em português da escola online de programação foi lançada há quase um ano e continua como uma boa opção. O site traz cursos gratuitos que parte do básico e vão até o avançado, começando pela linguagem de marcação HTML e chegando até PHP, Python e Ruby. As aulas são compostas de instruções (à esquerda) e de uma área para colocar os ensinamentos em prática (à direita). Há ainda opções de projetos, que podem ser concluídos em menos tempo e ajudam a colocar os conhecimentos para funcionar.

Dá para acessar por aqui.

Programaê

Iniciativa que foi reforçada no Brasil ao final do ano passado, o Programaê tem foco em jovens e não traz cursos próprios, mas sim uma coletânea de materiais de parceiros – como o já mencionado Codecademy, a KhanAcademy e o Code.org. As aulas, portanto, são mais introdutórias e ajudam a pegar os conceitos básicos de programação. O conteúdo está todo em português, o que facilita bastante.

Dá para acessar por aqui.

Microsoft Virtual Academy

Focado em produtos da Microsoft, a “escola” virtual e gratuita da empresa é cheia de tutoriais em português sobre aplicações de Windows 8 e Windows Phone. Há também informações sobre data centers, nuvem e mobilidade, entre outros assuntos que envolvem plataformas e serviços lançados pela empresa norte-americana.

O material está todo disponível aqui.

Code.org

Também voltado para crianças e parceiro do Programaê, o Code.org reúne quatro cursos de 20 horas com atividades para os pequenos a partir dos 4 anos. Há também materiais relacionados a Frozen e ao game Flappy Bird, além de uma área chamada de “Laboratório” para que os aprendizes de programador coloquem tudo que aprenderam em prática – e ainda confiram os projetos feitos por outras crianças.

Dá para saber mais por aqui.

Ciência da Computação 101

Um dos mais tradicionais cursos disponíveis no Coursera, o Ciência da Computação 101 é basicamente o que o nome sugere: uma introdução à ciência da computação. As aulas gravadas podem ser seguidas no ritmo do aluno (embora a recomendação seja fazer de 3 a 5 horas por semana), têm legendas em português e são ministradas pelo professor Nick Parlante, da conceituada Universidade Stanford. O material já está todo disponível na primeira vez que você acessar o curso.

Dá para saber mais por aqui.

Desenvolvimento de games em HTML5

Assim como o curso anterior, o de desenvolvimento de games em HTML5 pode ser feito no seu ritmo. As aulas são ministradas por dois funcionários do Google e focam nos principais pontos envolvidos na criação de um jogo. Elas não são básicas, e é bom levar consigo algum conhecimento prévio. Os vídeos estão em inglês, mas há opção de legenda em português, e o curso é grátis – mas o certificado não.

Para saber mais, clique aqui.

Introdução à Programação interativa em Python Partes 1 e 2

Divido em duas partes, este curso introdutório foca na linguagem Python e no desenvolvimento de aplicações simples – games clássicos, na verdade, como Pong, Blackjack e Asteroids. Segundo a descrição, o método de ensino é baseado nesses projetos, e as aulas seguem um cronograma. Elas começaram no último dia 13, e são recomendadas de 7 a 10 horas de estudo semanais – então ainda dá para alcançar a classe. O áudio das aulas está em inglês, mas há opções de legendas em português.

Dá para saber mais aqui e aqui.

Introdução à Lógica

Programação e computação não valem muito sem a parte lógica, e o que este curso se propõe a fazer é dar uma introdução a seus conceitos. Segundo a descrição, as aulas ensinarão a “formalizar informações e a justificar para produzir conclusões lógicas”. Haverá também análises da tecnologia lógica e de suas muitas aplicações possíveis. As classes, porém, só terão início em setembro deste ano.

Dá para saber mais por aqui.

Curso em Vídeo

Obra do professor carioca Gustavo Guanabara, o CursoEmVídeo traz aulas sobre HTML5, Algoritmos, PHP e Photoshop Creative Cloud. Todas podem ser acompanhadas de graça diretamente pelo YouTube ou no site, que exige um cadastro e oferece uma série de materiais para consultar no decorrer do curso.

Dá para saber mais aqui.


Desenvolvimento Web Mobile

Disponível no Udacity e com legendas em português, o curso foca na construção de “experiências mobile”, daquelas que se adaptam ao tamanho da tela do usuário e são feitas para o uso displays sensíveis ao toque. O curso também envolve ferramentas relacionadas ao desempenho, que ajudarão entender como as redes móveis, a bateria e outros aspectos afetam o desenvolvimento de aplicações. As aulas são dadas por dois funcionários do Google.

Dá para saber mais por aqui.

KhanAcademy: JavaScript, HTML e CSS

As aulas da KhanAcademy seguem a linha do Codecademy, mas têm bem mais vídeos. Elas focam na introdução a linguagens de programação e marcação e depois partem para partes mais avançadas, como desenvolvimento de jogos. Há também laboratórios virtuais para tirar projetos do papel e testar seus conhecimentos – que ainda podem ser discutidos com outros alunos em um fórum interno.

Dá para saber mais aqui.

KhanAcademy: Ciência da Computação

Quer algo menos focado nas linguagens? Os cursos de Ciência da Computação na KhanAcademy giram em torno de conceitos como criptografia e algoritomos, partindo da cifra de César e chegando na RSA e nos algoritmos aleatorizados. Há também lições sobre teoria da informação, que são verdadeiras aulas de história. O material, assim como o dos cursos de linguagens, está em português, assim como as legendas dos vídeos.

Para saber mais, clique aqui.

Busca na Web: Tecnologia, Sociedade e Negócios

Esta coletânea de vídeo-aulas do Veduca, acessíveis gratuitamente e com legendas em português, dão uma ideia de como engines de busca foram criadas e ainda funcionam. Já um pouco “antigas”, as palestras são ministradas por Sergey Brin, Bradley Horowitz (então diretor do Yahoo! e hoje no Google) e Peter Norvig (também do Google), entre outros nomes, que falam de suas experiências e dão algumas valiosas explicações – que vão exigir um tanto de conhecimento técnico, no entanto. O site não oferece materiais complementares.

Para saber mais, clique aqui.

TecnoHour – Coleção: Swift

Derivada do ObjC, a linguagem de programação Swift foi introduzida pela Apple para ser a padrão das aplicações de OS X e iOS. E se você quer aprender um pouco mais sobre em videoaulas, as do TecnoHour podem ser úteis. Elas estão disponíveis de graça e em português – mas vale ressaltar que o uso dos materiais de apoio, que não são grátis, é recomendável. 

Dá para saber mais por aqui.

Plugge

Outro site brasileiro, o Plugge tem uma boa variedade de cursos, do básico ao avançado, sobre design gráfico, web design, programação e motion design e games. Há aulas sobre Photoshop, InDesign, design responsivo, JavaScript, Unreal Engine e vários outros – mas nenhum gratuito. Para acessar as lições, é preciso comprar o curso ou assinar pacotes de 90, 180 ou 365 dias, cujos valores vão de 139 a 272 reais e dão acesso a todos os materiais.

Saiba mais por aqui.

Linguagem R

Com legendas em português, os vídeos do curso dão uma introdução à linguagem de programação e ambiente de software R, usados na análise de dados e seus bancos por estatísticos e “mineradores”. Pelo programa, as aulas começam abrangentes, dando um panorama e explicando conceitos, e depois passam a especificar e detalhar funções. O curso começa em 2 de março.

Para saber mais, clique aqui.

Aprendizagem Automática

O curso dá introduções aos conceitos de “machine learning” – como é chamada a aprendizagem automática em inglês – e a outros ligados a ele, como mineraração de dados e reconhecimento de padrões. As aulas giram em torno de aprendizado supervisionado ou não e às boas práticas da área, apresentando estudos de caso e mostrando como aplicar algoritmos de aprendizagem na construção de robôs. As classes começaram no mês passado, mas vão até abril – então talvez ainda dê tempo de alcançar os outros alunos. Em último caso, todo o material deve permanecer disponível. Os vídeos estão em inglês, mas há opções de legenda em português.

Dá para saber mais por aqui.

C, Java e HTML Progressivos

Em português, os três sites trazem tutoriais de C, Java e HTML. Há aulas básicas, que introduzem os conceitos, há sequências de lições sobre testes e laços, ponteiros em C e orientação a objetos em Java, mais avançadas. Os textos estão disponíveis de graça, mas alguns materiais recomendados que podem ajudar.

Para saber mais, clique aqui (C), aqui (Java) ou aqui (HTML).

Bônus: iHeadGo

O site iHeadGo fica com a menção honrosa na lista, e mais por não estar disponível em português. Ele traz uma coleção enorme de simulados para provas de certificação da Microsoft, da Cisco, da IBM e de diversas outras empresas, todos disponíveis de graça. Se você pretende tirar alguma em breve, talvez valha a pena exercitar o inglês e dar uma olhada.

Dá para saber mais aqui.

Fontes e Direitos Autorais: InfoExame.com –  – 16 de Fevereiro de 2015.

7 atitudes para começar com o pé direito num novo emprego


Executivo Executivo: nos primeiros dias, é melhor se conter e fazer uma observação silenciosa das outras pessoas, diz consultora

Crachá novo, vida nova. É natural sentir um frio na barriga nos primeiros dias de um emprego em que você acabou de ser admitido.

Para Adriana Gomes, psicóloga e consultora de carreira, “aterrissar” tranquilamente num novo ambiente de trabalho não é uma manobra simples. “É como o início das aulas numa escola nova: você precisa se adaptar a múltiplos cenários ao mesmo tempo”, explica.

Mas, se a ansiedade e o medo do desconhecido são inevitáveis, é bom se esforçar para garantir um bom começo. “Não é mentira que as primeiras impressões são as que ficam”, diz Romaly de Carvalho, professora de etiqueta no trabalho da FGV (Fundação Getúlio Vargas).

Segundo ela, a fase inicial de um emprego é o período em que o profissional é observado mais de perto. Por isso, vale redobrar a atenção para atitudes que possam contribuir para o seu marketing pessoal.

A seguir, veja algumas atitudes recomendadas para quem está atravessando as emoções do começo de uma nova aventura profissional:

1. Fale pouco, escute muito
Ninguém espera que, nos seus primeiros dias de empresa, você já saia tagarelando pelos corredores. É melhor se conter e, principalmente, fazer uma observação silenciosa das outras pessoas.

Como seus colegas se relacionam? Quais são os seus assuntos? Quais são as relações de poder mais visíveis? “Você precisa se informar sobre o seu novo ambiente”, diz Adriana. “E não existe forma melhor de fazer isso do que escutar, escutar e escutar”.

2. Economize nos “pitacos”
Você pode até já ter comentários sobre o que deve ser feito, mas normalmente é melhor guardá-los para si. “É arriscado se expor sem conhecer tão bem o seu novo trabalho”, alerta Adriana.

Se já houver reuniões para as quais você foi convidado, o melhor é agir como ouvinte. “Deixe as suas opiniões e avaliações mais veementes para o futuro”, aconselha.

3. Descubra quais são os rostos das figuras mais importantes
Para Romaly, o novato deve fazer um trabalho de “detetive” para se preparar. “Descubra quem são as figuras-chave da empresa, como o presidente e os principais diretores”, recomenda ela. “Se ninguém puder apontar quem é quem para você, vale até pesquisar fotos na internet”.

Não é bisbilhotice, garante Romaly. “Saber como eles são fisicamente evita constrangimentos ou posturas inadequadas se você encontrá-los no elevador ou pelos corredores da empresa, por exemplo”, explica.

4. Não tenha vergonha de se apresentar
Nos primeiros dias, é importante que você busque se fazer conhecer pelos seus novos colegas. “Descubra quando e onde as pessoas costumam se reunir para o café, e use esses espaços para se apresentar”, recomenda Romaly.

Se ninguém facilitar esse primeiro contato, tome a iniciativa. Segundo ela, o gesto de se apresentar a quem você não conhece demonstra autoconfiança, além de ser simpático.

5. Tome a iniciativa para acompanhar colegas em almoços e happy hours
Além de se apresentar, também é aconselhável que você busque ativamente oportunidades para socializar com os demais. De acordo com Adriana, o novato deve evitar almoçar sozinho, por exemplo.

“Perca a vergonha e se convide para acompanhá-los nos almoços, cafés e até happy hours”, diz a consultora. “Quanto antes você se integrar, melhor”.

6. Não force amizades
Embora o recém-chegado deva buscar contato social no novo ambiente, é bom não exagerar na dose. “Não é para dar uma de ‘amigão’ com pessoas que você mal conhece”, diz Adriana.

O ideal, então, é encontrar um equilíbrio delicado entre simpatia e formalidade. “Intimidade é algo que se constrói, então é melhor manter uma certa distância, que vai se encurtando aos poucos”, acrescenta Romaly.

7. Não se envergonhe das suas dúvidas
Nos primeiros dias, é natural estar um pouco perdido. “Não é demérito nenhum desconhecer o funcionamento das coisas”, afirma Romaly. As perguntas, ao contrário, são muito bem-vindas – sobretudo porque serão vistas como sinal de interesse e disposição para aprender.

As interrogações, portanto, estão liberadas – mas desde que sejam sobre trabalho. “Vale mais ser discreto e evitar perguntas sobre assuntos pessoais, como família ou política”, diz a especialista.

Fontes e Direitos Autorais: , de EXAME.com – 13/11/2014.