Arquivo da tag: Sistema Operacional

Script Challenge – 14 – A resposta….


Boa tarde, pessoal…

Tudo bem?  Seja mais uma vez muito bem vindo ao meu blog, mais especificamente ao post que apresenta a resposta para o Script Challenge – 2018 – Post 14, publicado em junho de 2018, sendo este respectivamente o segundo post após o retorno desta desafiadora sessão em meu blog denominada Script Challenge (Script Desafiador ou Desafio do Script) como queiram traduzir.

Espero que você já tenha ouvido falar desta sessão ou acessado alguns dos posts publicados na mesma, caso ainda não tenha feito, fique tranquilo você vai encontrar no final deste post uma pequena relação contendo os últimos desafios lançados e seus respostas.

Vamos então falar um pouco mais sobre o último desafio, estou me referindo ao Script Challenge 14, desta forma, seja bem vindo a mais um post da sessão Script Challenge.


Script Challenge 14

Falando do desafio de número 14, o mesmo foi publicado no mês de junho de 2018, período de data em que o mundo todo praticamente direcionou os seus olhares para a Rússia, mais especificamente para os jogos de futebol que estavam ocorrendo no país naquele momento.

Pois bem, o Script Challenge 14 não tem nenhum relação com o mundo do futebol, muito menos com o esporte, e como diria aquele apresentador do programa que passa ao domingos: “Sabe o que isso significa? Nada…..”.

Na verdade não é bem assim, para todos aqueles que trabalham com tecnologia e são responsáveis em armazenar, compartilhar, gerenciar e manter dados armazenados em banco de dados, sabe muito bem o quanto temos que nos preocupar em estabelecer boas práticas de retenção de dados afim de podermos ter uma quem sabe vida tranquila ou momentos de lazer.

Continuando nossa história, quero lhe perguntar: E ai já matou a charada? Eu acredito que sim!

Mas para te ajudar mais um pouco vou apresentar a Figura 1 que contem todo código Transact-SQL utilizado neste desafio, contendo trechos ou partes de código ocultas, procedimento que realizei no post que contempla o lançamento deste desafio como forma de aumentar o nível de dificuldade:

Figura 1 – Código Transact-SQL apresentado no Script Challenge 14.

Bom chegou a hora de revelar o que exatamente este bloco de código esta fazendo, chegou o momento de revelar e desvendar este desafio, a seguir apresento a resposta para o Script Challenge 14 e o trecho de código disponível para você utilizar em seus ambientes de trabalho ou estudos.

A resposta

Tanto no post de lançamento do desafio, bem como, neste post que a resposta para o mesmo, eu deixei algumas pequenas dicas para tentar ajudar a identificar a resposta, dentre as quais a relação do script com uma das mais tradicionais atividades desempenhadas por um Administrador de Banco de Dados ou Profissional de tabela, mais diretamente falando a execução de uma operação de backup de banco de dados.

Mas se mesmo assim, você ainda não conseguiu adivinhar ou até mesmo esta se perguntando qual a relação do Script Challenge – 14 tem haver com um momento de lazer, a resposta é muito simples, para qualquer Administrador de Banco de Dados, Administrador de Servidores, Desenvolvedor, enfim um profissional de tecnologia, tudo o que fazemos basicamente em um computador é manipular dados (Criar, Atualizar, Excluir).

Tudo o que fazemos esta relacionado com esta palavrinha pequena mas de altíssima importância e pensando neste sentido a resposta para este desafio se relaciona a estimativa de crescimento de um arquivo de backup, e o quanto esta atividade tão importante e de alta complexidade pode impactar totalmente na vida daqueles que assim como eu um dia ou por diversos momentos teve que abrir mão do seu convívio familiar para se dedicar a acompanhar esta atividade.

Então a resposta para o Script Challenge 14 se relaciona com a possibilidade que o script apresenta em nos ajudar a identificar e estimar o quanto de espaço livre em disco em megabytes ainda teremos antes da execução do backup database levando-se em consideração o tamanho do arquivo de backup a ser criado.

Isso mesmo, esta é a resposta, e o script original que apresenta esta funcionalidade apresentada abaixo:

— Script Challenge 14 – A resposta – Identificando o total de espaço livre em disco antes da realização do backup database — 

— Criando a Stored Procedure —
USE AdventureWorksDW2016
Go

CREATE PROCEDURE dbo.dbo.EstimatedDriveFreeSpaceAndDBSize (
@drvLetter VARCHAR (5),
@enoughSpaceForBackupFlag BIT OUTPUT
)
AS
BEGIN
DECLARE @estimatedBackSizeMB INT,
@estimatedDriveFreeSpaceMB INT,
@dbCheckMessage varchar(80)

SET NOCOUNT ON

SET @dbCheckMessage = Concat (‘Checking database ‘, DB_NAME ())

SELECT @estimatedBackSizeMB = round (sum (a.total_pages) * 8192 / SQUARE (1024.0), 0)
FROM sys.partitions p JOIN sys.allocation_units a
                                            ON p.partition_id = a.container_id
                                           LEFT JOIN sys.internal_tables it
                                            ON p.object_id = it.object_id

CREATE TABLE #freespace

(drive VARCHAR (5),

MBFree DECIMAL (8, 2))

INSERT INTO #freespace (Drive, MBFree)
EXEC xp_fixeddrives

SELECT @estimatedDriveFreeSpaceMB = MBFree
FROM #freespace
WHERE drive = @drvLetter

IF @estimatedBackSizeMB * 1.15 < @estimatedDriveFreeSpaceMB
 SET @enoughSpaceForBackupFlag = 1
ELSE
 SET @enoughSpaceForBackupFlag = 0

SELECT DatabaseName = db_name(),
Estimated_Back_Size_MB = @estimatedBackSizeMB,
Estimated_Drive_Free_Space_MB = @estimatedDriveFreeSpaceMB,
EnoughSpaceForBackupFlag = @enoughSpaceForBackupFlag

DROP TABLE #freespace
SET NOCOUNT OFF
END
GO

Então, agora você deve ter gostado deste desafio, não é verdade? Poder estimar o espaço livre em disco e o tamanho ocupado pelo arquivo mesmo sem executar o Backup Database é realmente uma grande funcionalidade que o Microsoft SQL Server possui. 

Observações

  1. Estamos criando uma User Stored Procedure EstimatedDriveFreeSpaceAndDBSize;
  2. A mesma possui um parâmetros de entrada de valores: @drvLetter (utilizado para informar qual a letra da unidade de disco que iremos analisar); e 
  3. Um parâmetro de saída @enoughSpaceForBackupFlag (utilizado no momento da execução da stored procedure como sinalizar responsável em apresentar uma mensagem ao usuário).

Para que você possa entender mais ainda sobre como podemos obter os resultados apresentados por este script, declaro a seguir uma possível maneira de executar o Script Challenge – 14:

— Executando o Script Challenge – 14 —

USE AdventureWorksDW2016
Go

DECLARE @enoughSpaceForBackupFlag bit

EXEC Master.dbo.EstimatedDriveFreeSpaceAndDBSize ‘S’, @enoughSpaceForBackupFlag OUTPUT

PRINT @enoughSpaceForBackupFlag
IF @enoughSpaceForBackupFlag = 1
PRINT ‘Continue to Backup…’
ELSE
PRINT ‘Drive Space Problem…’
GO

A Figura 2 apresentada abaixo, ilustra o conjunto de dados retornados após a execução do Script Challenge – 14:

Figura 2 – Informações relacionadas a estimativa de tamanho do arquivo de backup e espaço livre em disco em megabytes.

Muito bom, sensacional, conseguimos, chegamos ao final, esta é a resposta para o Script Challenge 14, fico extremamente feliz por ter conseguido compartilhar este conteúdo com vocês.

Espero que você tenha gostado deste novo post da sessão Script Challenge!


Sua Participação

No post de lançamento deste desafio, contei com a participação através de uma enquete contendo algumas opções de respostas que poderiam estar relacionadas com o Script Challenge 14. A seguir apresento o resultado desta enquete:

A opção mais votada com 77,78% dos votos é justamente a resposta correta para este desafio, o qual exibe retorna ao usuário informações relacionadas a estimativa de espaço em disco ocupado pelo arquivo de backup de banco de dados e o espaço livre disponível em disco após a conclusão do backup.

Referências

Agradecimentos

Obrigado por sua visita, espero que este conteúdo aqui apresentado como um possível “desafio” possa ser útil e ao mesmo tempo prover conhecimento, aprendizado ou mostrar recursos e problemas existentes no Microsoft SQL Server que as vezes parecem não ter uma resposta.

Um forte abraço nos encontramos em breve nas demais sessões e especialmente em fevereiro de 2019 em mais um post da sessão Script Challenge.

Até a próxima…

Anúncios

Microsoft trabalha em uma possível nova edição do Windows 10 Enterprise


Alguns websites e blogs internacionais nos últimos dias, tem publicado informações sobre a possibilidade da Microsoft estar planejando lançar uma nova edição do Windows 10 Enterprise ainda neste ano. Estes possíveis rumores destacam que esta nova edição deve ser lançada junto com a atualização “Redstone 5” do Windows 10 agora no segundo semestre de 2018.

De acordo com imagens divulgadas por Tero Alhonen nos últimos dias em seu Twitter, a nova edição aparece listada como Windows 10 Enterprise for Remote Sessions. Alhonen descobriu esta edição no build 17713 do Windows 10 Preview, que teve suas ISOs disponibilizadas para os participantes do Windows Insider Program no dia 31 de julho. O possível lançamento desta nova edição ainda não foi confirmado oficialmente pela Microsoft.

Suposta nova edição do Windows 10 Enterprise é a Windows 10 Enterprise for Remote Sessions:

Rumor: Microsoft pode lançar uma nova edição do Windows 10 Enterprise
Win10enterpriseremote 02Fontes e Direitos Autorais: Twitter – Tero Alhonen – https://twitter.com/teroalhonen/status/1024574682463449093

Material de Apoio – Fevereiro 2018


Boa tarde.

Tudo bem? E ai esta curtindo o carnaval?

Espero que sim, eu estou aqui mais uma vez procurando colaborar e compartilhar com a comunidade técnica em mais um post dedicado exclusivamente ao meu blog. Fico feliz em encontrar você aqui fazendo mais uma visita ao meu blog, neste feriado, espero que tenha gostado do conteúdo aqui encontrado.

O post de hoje

 

Seja bem-vindo a mais um post da sessão Material de Apoio, sendo o primeiro do ano de 2018 e de número 155 no total desta sessão.

Para aqueles que já acompanham o meu blog a um certo tempo, os posts dedicados a sessão Material de Apoio, possuem o objetivo de compartilhar o conhecimento de recursos, funcionalidades e procedimentos que podemos realizar no Microsoft SQL Server.

Hoje não será diferente, estou trazendo alguns dos mais recentes scripts  catalogados nos últimos meses, que atualmente estão compondo a minha galeria de códigos formada ao longo dos anos de trabalho como DBA e atualmente como Professor de Banco de Dados.

Neste post você vai encontrar arquivos relacionados com os seguintes temas:

  • Armazenamento de arquivos;
  • Cláusula Values;
  • Comando Select;
    Comando Top;
  • Endereço de e-mails;
  • Excel;
  • Grant All Permissions;
  • Impactos na Ordenação de dados;
  • Índices;
  • Ordenação de Colunas;
  • Passwords;
  • Performance;
  • Random Character;
  • Tabelas;
  • User Defined Function; e
  • Validação de dados.

Espero que este conteúdo possa lhe ajudar em seus atividades profissionais e acadêmicas. Por questões de compatibilidade com a plataforma WordPress.com, todos os arquivos estão renomeados com a extensão .doc ao final do seu respectivo nome, sendo assim, após o download torna-se necessário remover esta extensão, mantendo somente a extensão padrão .sql.

Material de Apoio

A seguir apresento a relação de arquivos  selecionados:

1 – Material de Apoio – Fevereiro 2018 – Realizando a validação de endereços de e-mail.sql

2 – Material de Apoio – Fevereiro 2018 – Impacto na Ordenação de Colunas em Índice – Comandos DML.sql

3 – Material de Apoio – Fevereiro 2018 – Generating A Password in SQL Server with T-SQL from Random Characters.sql

4 – Material de Apoio – Fevereiro 2018 – Simple SQL Server Function to Generate Random 8 Character Password.sql

5 – Material de Apoio – Fevereiro 2018 – Comando Select em conjunto com comando Top e cláusula Values.sql

6 – Material de Apoio – Fevereiro 2018 – Atribuindo Grant All para todas as tabelas.sql

7 – Material de Apoio – Fevereiro 2018 – Como armazenar arquivos do Excel diretamente no SQL Server.sql

Fique a vontade para copiar, editar, compartilhar e distribuir estes arquivos com seus contatos, aproveite se possível deixe seu comentário, críticas, sugestões e observações.

Nota: Todos os arquivos disponibilizados foram obtidos ou criados com autorização de seus autores, sendo estes, passíveis de direitos autorais.

Links

Caso você queira acessar os posts anteriores da sessão, não perca tempo utilize os links listados abaixo:

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2017/11/04/material-de-apoio-novembro-2017/

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2017/08/08/material-de-apoio-agosto-2017/

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2017/05/09/material-de-apoio-maio-2017/

Agradecimento

Quero agradecer imensamente a sua visita, ainda mais hoje neste feriadão prolongado de carnaval.

Não deixe de acessar os outros posts das demais sessões, o próximo post desta sessão será publicado no mês de abril, até lá continue curtindo sua vida e compartilhando suas experiência.

Até a próxima, sucesso….

Microsoft Virtual Academy – Novo treinamento sobre noções básicas do Windows Server 2016


Nos últimos dias a Microsoft adicionou a sua biblioteca de cursos on-line disponibilizados no Microsoft Virtual Academy, um novo curso dedicado exclusivamente ao Windows Server 2016, trata-se do curso de Noções Básicas, focado em profissionais, estudantes e entusiastas que querem conhecer um pouco mais sobre o sistema operacional da Microsoft utilizado em servidores.

A Microsoft Virtual Academy (ou MVA) oferece treinamento online da Microsoft realizado por especialistas para ajudar os tecnólogos a aprender constantemente, com centenas de cursos em múltiplos idiomas. A MVA é gratuita e o serviço inteiro é hospedado no Microsoft Azure. Além dos treinamentos, ela também oferece para download diversos ebooks gratuitos.

O treinamento é dividido em seis módulos que apresentam a versão 2016 do Windows Server, que foi lançada em setembro de 2016 durante a conferência Ignite e disponibilizada oficialmente em outubro do mesmo ano.

O Treinamento

O primeiro módulo centra-se na instalação do novo sistema operacional e na comparação da funcionalidade de diferentes versões.

No segundo módulo, são apresentadas as novas funções na área de identidade. O terceiro módulo apresenta os novos recursos da rede.

O módulo 4 fornece uma visão geral dos novos recursos e melhorias na memória. No quinto módulo, são apresentadas as novas funções no campo da virtualização. Após uma pequena introdução ao Hyper-V, também é mostrado como criar e configurar máquinas virtuais.

No último módulo, a Microsoft aborda os contêineres que fornecem uma extensão da virtualização.

Treinamento gratuito: Noções básicas sobre o Windows Server 2016
O treinamento é dividido em seis módulos que apresentam a versão 2016 do Windows Server, que foi lançada em setembro de 2016 durante a conferência Ignite e disponibilizada oficialmente em outubro do mesmo ano

Módulos do treinamento gratuito Noções básicas sobre o Windows Server 2016:

01 | Introdução ao Windows Server 2016
O primeiro módulo se concentra na instalação do novo sistema operacional e na comparação da funcionalidade de diferentes versões.

02 | Serviços de diretório do Windows Server 2016
No segundo módulo, são apresentadas as novas funções no campo da identidade.

03 | Serviços de rede no Windows Server 2016
No terceiro módulo você receberá uma introdução às novas funções na rede.

04 | Soluções de armazenamento do Windows Server 2016
Este módulo fornece uma visão geral dos novos recursos e melhorias de memória.

05 | Virtualização do Windows Server 2016
No quinto módulo são apresentadas as novas funções no campo da virtualização.

06 | Windows Server 2016 Container Basics
O último módulo tem como foco os contêineres.

Para maiores informações e acesso ao treinamento clique aqui.

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft.com – 05/02/2018.

Script desenvolvido pela Microsoft verifica se PCs estão vulneráveis aos ataques gerados pelas falhas Meltdown e Spectre


A Microsoft anunciou em seu site de suporte a disponibilidade de um script do PowerShell que pode ser utilizado por profissionais de TI para verificar se PCs são vulneráveis aos ataques Meltdown e Spectre.

O script pode ser utilizado via PowerShell no Windows 10 (1v1507, v1511, v1607, v1703 e v1709), Windows 8.1 e Windows 7 com SP1.

Ações recomendadas
Antes de começar, a Microsoft alerta que seus precisam tomar as seguintes medidas para se protegerem contra as vulnerabilidades:

– Verifique se você está executando um aplicativo antivírus com suporte antes de instalar as atualizações de SO ou firmware. Contate o fornecedor do software antivírus para obter informações de compatibilidade.

– Aplique as atualizações disponíveis do sistema operacional Windows, incluindo as atualizações de segurança do Windows de janeiro de 2018.

– Aplique a atualização de firmware fornecida pelo fabricante do dispositivo.

Nota: Máquinas baseadas no Windows (físicas ou virtuais) devem instalar as atualizações de segurança da Microsoft que foram lançadas em 3 de janeiro de 2018.

Aviso
Os clientes que só instalarem as atualizações de segurança do Windows de janeiro de 2018 não receberão o benefício de todas as proteções conhecidas contra as vulnerabilidades. Além de instalar as atualizações de segurança de janeiro, é necessária uma atualização do microcódigo do processador ou do firmware. Ele deve estar disponível pelo fabricante do seu dispositivo.

Observação: Os dispositivos da linha Surface receberão uma atualização do microcódigo através do Windows Update.

Script da Microsoft verifica se PCs são vulneráveis aos ataques Meltdown e Spectre

Verificando se o computador é vulnerável aos ataques Meltodown e Spectre

Para ajudar os clientes a confirmar se as proteções foram habilitadas e se seus sistemas estão vulneráveis, a Microsoft publicou um script PowerShell que os profissionais de TI podem executar em seus sistemas. Instale e execute o script executando os seguintes comandos:

Instale o módulo via PowerShell:

PS > Install-Module SpeculationControl

Execute o módulo no PowerShell para validar se as proteções estão habilitadas:

PS > Get-SpeculationControlSettings

A saída desse script PowerShell será semelhante à exibida abaixo. As proteções habilitadas serão exibidas na saída como “True”:

PS > Get-SpeculationControlSettings

Speculation control settings for CVE-2017-5715 [branch target injection]
Hardware support for branch target injection mitigation is present: True
Windows OS support for branch target injection mitigation is present: True
Windows OS support for branch target injection mitigation is enabled: True
Speculation control settings for CVE-2017-5754 [rogue data cache load]
Hardware requires kernel VA shadowing: True
Windows OS support for kernel VA shadow is present: True
Windows OS support for kernel VA shadow is enabled: True
Windows OS support for PCID optimization is enabled: True

Perguntas frequentes

P: Como saber se eu tenho a versão certa do microcódigo da CPU?
R: O microcódigo é fornecido através de uma atualização de firmware. Consulte o fabricante do dispositivo sobre aversão do firmware que possui a atualização apropriada para a sua CPU.

P: Meu sistema operacional (SO) não está listado. Quando posso esperar o lançamento de uma correção?
R: Abordar uma vulnerabilidade de hardware através de uma atualização de software apresenta desafios significativos, e as mitigações para sistemas operacionais mais antigos exigem extensas mudanças na arquitetura. A Microsoft está trabalhando com fabricantes de chips afetados para determinar a melhor maneira de proporcionar mitigações, que podem ser disponibilizadas em atualizações futuras.

P: Onde posso encontrar as atualizações de firmware/hardware do Surface?
A: As atualizações para dispositivos Microsoft Surface serão entregues aos clientes através do Windows Update, juntamente com as atualizações para o sistema operacional Windows. Para obter mais informações, consulte o artigo KB4073065.

Nota: Se seu dispositivo não for da Microsoft, aplique o firmware do fabricante do dispositivo. Contate o fabricante para obter mais informações.

P: Tenho um arquitetura x86, mas não vejo atualização. Vou receber uma?
R: Abordar uma vulnerabilidade de hardware através de uma atualização de software apresenta desafios significativos, e as mitigações para sistemas operacionais mais antigos exigem extensas mudanças na arquitetura. Estamos trabalhando com fabricantes de chips afetados para determinar a melhor maneira de fornecer mitigações para clientes x86, que podem ser fornecidos em uma atualização futura.

Fontes e Direitos Autorais: Suporte Microsoft – 05/01/2018 – https://support.microsoft.com/pt-br/help/4073119/protect-against-speculative-execution-side-channel-vulnerabilities-in

Versões Preview do Windows Server começarão a ser disponibilizadas em breve


A Microsoft confirmou nesta semana no Windows Server Blog que as versões Preview do Windows Server começarão a ser disponibilizadas em breve via Windows Insider Program.

O Windows Server passou a fazer parte do Windows Insider Program em 11 de maio.

Novas versões Preview do Windows Server em breve

No dia 15 de junho a Microsoft anunciou que, assim como o Windows 10 e o Office 365 ProPlus, o Windows Server passará a receber duas grandes atualizações por ano.

Com isso as atualizações serão disponibilizadas durante a primavera norte-americana (entre março e junho) e uma durante o outono norte-americano (entre setembro e dezembro).

Versões Preview do Windows Server começarão a ser disponibilizadas em breve

O novo post da Microsoft sobre a disponibilidade das novas versões Preview do Windows Server em breve indica que os testes da primeira atualização, com lançamento entre setembro e dezembro de 2017, estão para começar.

Usuários e profissionais de TI interessados podem se registrar no Windows Insider Program através do link https://insider.windows.com/ForBusiness.

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft – Windows Server Blog – 15/06/2017. https://blogs.technet.microsoft.com/windowsserver/2017/06/15/previews-for-windows-server-semi-annual-channel-releases-coming-soon/