Novas atualizações para Windows 10 disponíveis

Microsoft disponibiliza algumas atualizações pontuais para o Windows 10 neste mês.


A Microsoft começou a liberar nesta quarta-feira (13) o segundo maior update de 2019 para o sistema operacional – dessa vez, sem grandes novidades ou surpresas. Esta a atualização serviu apenas para melhorar a performance e estabilidade do Windows 10. Apesar de ser a segunda maior atualização do ano para o sistema operacional, nada muito significativo foi adicionado a ponto de impactar a utilização da plataforma. A correção de alguns bugs também faz parte do patch.

Continue Lendo “Novas atualizações para Windows 10 disponíveis”

Microsoft vai mudar a forma que o Windows Update trabalha

Esta nova mudança é outro sinal de que a empresa está mudando sua forma de conduzir negócios sob a liderança de Satya Nadella, respeitando a maneira que os usuários entendem a necessidade de se utilizar e manter o sistema operacional em pleno funcionamento.


A maioria das empresas sabe que uma guerra com as pessoas que compram e usam seus produtos é uma guerra que eles não podem vencer. A Microsoft reconheceu tardiamente isso em relação às suas políticas do Windows Update. E se você está prestando atenção às mudanças na cultura corporativa em Redmond, a entrega da empresa a seus clientes não deve ser uma surpresa.

A guerra de longo prazo tem a ver com a maneira como o Windows 10 se atualiza em PCs – especificamente, as atualizações significativas duas vezes por ano, chamadas de “atualizações de recursos”, que adicionam novos recursos ao Windows. Por anos, você teve, para todos os propósitos práticos, nenhuma escolha sobre atualizar ou não; o seu PC instalou todas as atualizações automaticamente, quer você goste ou não. (Tecnicamente, você poderia contornar isso, mas não era uma opção que a maioria dos usuários escolheria; mas mais sobre isso em breve.)

Os usuários do Windows não ficaram satisfeitos com isso e por um bom motivo. Frequentemente, as atualizações de recursos foram liberadas antes de estarem prontas para o horário nobre, às vezes até causando danos a PCs e arquivos. Por exemplo, a última, a Atualização do Windows 10 de outubro de 2018, excluiu arquivos sem avisar os usuários, e esses arquivos foram perdidos para sempre. Depois, houve o fiasco do Windows 10 de abril de 2018, quando as pessoas reclamaram que ele travou seus computadores e exibiu a notória tela azul da morte.

O que muda?

Com a próxima versão, o Windows não instalará automaticamente uma atualização com novos recursos quando ela estiver disponível. Em vez disso, o Windows irá notificá-lo que está disponível, mostrando uma mensagem “Fazer download e instalar agora” e um link no painel Configurações do Windows Update. Se você não quiser instalá-lo, basta ignorar a mensagem. Se você quiser instalá-lo, clique no link e siga as instruções. E se você quiser esperar um pouco – alguns dias, algumas semanas, alguns meses – até ter certeza de que a atualização não é problemática, vá em frente e faça isso. O controle, finalmente, está em suas mãos.

Tenha em mente que você ainda terá de instalar os pequenos patches que a Microsoft emite todos os meses. Isso é porque eles geralmente são atualizações de segurança e todos devem tê-los. No entanto, a Microsoft concordou em dar a você algum controle sobre quando eles serão instalados. Você poderá atrasá-los por até 35 dias.

Fontes e Direitos Autorais:Preston Gralla, Computerworld (EUA).
Leia na integra acessando:https://itmidia.com/microsoft-se-rende-em-sua-guerra-do-windows-update-com-usuarios/

Microsoft anuncia que Menu Iniciar do Windows será um aplicativo


Segundo o portal brasileiro WindowsTeam, a Microsoft informou recentemente uma grande mudança no Windows 10 a partir da próxima atualização 19H1, na qual o menu iniciar existente no Windows desde a versão 95, passará a ser reconhecida e adotada como um aplicativo customizado e baixado via Windows Store.


Menu Iniciar do Windows 10 agora vai ser um aplicativo

Se tem uma coisa que as pessoas não podem afirmar nos tempos de hoje é que a Microsoft não é uma empresa suscetível a mudanças. Na verdade, hoje, é bem o contrário, pois, desde que o indiano Satya Nadella assumiu a liderança da empresa anos atrás, que não paramos de ver a gigante de Redmond se jogando de cabeça no mar das inovações e das mudanças de paradigmas.

Algumas das mudanças mais íconicas foram: a transformação sofrida pelo Windows, que deixou de ser apenas um software/produto e se tornou um serviço completo; Temos ainda a grande migração dos produtos e serviços da empresa para a Nuvem, e aqui entenda que quando falamos de Nuvem da Microsoft estamos falando de Azure; assistimos de camarote a “abertura” da empresa para receber produtos antes considerados da concorrência, como por exemplo, produtos by Google, como o Android e outros. Não fique surpreso quando não falamos do iOS ou macOS, pois, acredite você ou não, Apple e Microsoft são parceiros das antigas; por fim, temos uma das mais grandiosa mudanças, que foi o forte abraço dado pela Microsoft no mundo Open Source. Eles literalmente abraçaram o mercado dos softwares de código aberto ao ponto de abrirem mão do seu motor de renderização proprietário do Microsoft Edge em prol do Blink, que veio do Projeto Chromium, que é a mesma base do Google Chrome. Tem até várias distriuições Linux dentro da Microsot Store…

Agora, a grande novidade do momento é mais uma inovação para o Windows 10. Eles anunciaram que o Menu Iniciar do sistema operacional vai se tornar um aplicativo em separado, capaz de ser atualizado diretamente pela loja. Ou seja, não será mais necessário aguardar por uma atualização completa do S.O. para ter acesso a novidades nesse Menu, nem para melhorar seu desempenho ou corrigir bugs e erros.

windows 10

O aplicativo se chamará Windows 10 Start e estará disponível a partit da compilação 19H1, que chega agora em maio. A Microsoft confirmou que o Start ainda está próximo do Shell do Windows, mas ele poderá expandir a experiência ainda mais ao se tornar mais independente.

Inclusive, sua desenvolvedora afirma que um dos principais propósitos por trás da criação deste aplicativo em separado é oferecer aos usuários vários benefícios, incluindo aumento de desempenho.

Indiretamente estamos vendo que a ideia também é “modularizar” o sistema, dando independência a aplicativos imporantes, de modo que numa possível versão mais simplificada, como por exemplo, o Windows Lite, se possa trabalhar em separada em cada item do sistema afim de torná-lo mais eficiente. Quem sabe passos como esse nos levam ao Windows CoreOS propriamente dito.

Fontes e Direitos Autorais: WindowsTeam – https://www.windowsteam.com.br/menu-iniciar-do-windows-10-agora-vai-ser-um-aplicativo/

Nova atualização para Windows 10 conhecida como RedStone 5 será lançada em outubro

Codinome Redstone 5 definido para nova atualização do Windows 10, estará disponível a partir do mês de outubro, conforme informações divulgadas pela Microsoft.


A Microsoft divulgou na feira de tecnologia IFA, em Berlim, na Alemanha a data da próxima atualização do Windows 10, da Microsoft, chegará: 28 de outubro de 2018. Entretanto, espera-se que esta seja uma grande coleção de melhorias e atualizações, em vez de quaisquer novos recursos inovadores.

A Microsoft anunciou a data na última sexta-feira (31/8) durante o evento, onde a empresa também continuou sua tradição de destacar as novidades de hardware dos seus parceiros.

O ciclo de construção de atualização de outubro de 2018, também conhecido como Redstone 5, está se encerrando. Embora não se saiba qual será a versão final, a Microsoft geralmente emite várias rodadas de correções de bugs antes de decidir por uma versão “final” para liberar aos consumidores. É nesta fase que a empresa está agora.

A data que os consumidores receberão a atualização é desconhecida. A Microsoft originalmente lançou a versão “final” da sua atualização mais recente do Windows 10 em 10 de abril de 2018. À época, descobriu bugs que levaram a eventual liberação para o último dia possível, 30 de abril.

Normalmente, os Windows Insiders recebem a compilação “final” um pouco antes. É provável que a Microsoft promova a próxima grande atualização para Insiders para testes finais em meados de setembro. Isso daria à Microsoft várias semanas para analisar seus dados de telemetria e decidir se sua versão “final” é, de fato, definitiva.

Fontes e Direitos Autorais: Mark Hachman, da PCWorld (EUA) – 03/09/2018.

Novidades no Windows 10 Creators Update


Confira neste artigo algumas novidades no Windows 10 Creators Update (ou Windows 10 v1703), que foi lançado oficialmente hoje pela Microsoft.

Novidades no Windows 10 Creators Update

Uma das novidades no Windows 10 Creators Update é o suporte para conteúdo 3D. Esta atualização do Windows 10 inclui o novo aplicativo Paint 3D.

O aplicativo é baseado na Universal Windows Platform e além dos recursos básicos de edição de imagens e desenho, ele traz o suporte para criação de formas em 3D e interface otimizada para uso com telas sensíveis ao toque.

O aplicativo também suporta recursos “tradicionais” como recorte de imagens, inserção de textos, criação e formas 2D e outros.

Novidades no Windows 10 Creators Update

Com o Windows 10 Creators Update, o suporte para conteúdo 3D também estará presente no Microsoft Edge e no PowerPoint.

Os usuários poderão inserir objetos 3D em slides do PowerPoint e também é possível usar o zoom para visualizar detalhes específicos dos objetos.

No caso do Microsoft Edge, o HoloLens poderá utilizado para navegar por conteúdo 3D no navegador. Com o HoloLens, os objetos poderão ser “movidos” para fora do navegador para facilitar a interação.

Objetos em 3D também poderão ser obtidos em sites como o remix3d.com e através do próprio aplicativo Paint 3D.

Já que falamos em conteúdo 3D e HoloLens, o Windows 10 Creators Update traz a plataforma Windows Mixed Reality (ex-Windows Holographic). Com ela o sistema operacional suportará realidade aumentada com dispositivos como o HoloLens e realidade virtual com dispositivos que custarão a partir de US$ 299.

Isto significa que os fabricantes interessados em criar experiências de realidade virtual agora poderão usar o Windows 10 como plataforma para seus dispositivos.

Usuários com dispositivos compatíveis poderão usar o aplicativo Mixed Reality Portal como ponto de partida para a plataforma Windows Mixed Reality.

O Windows 10 Creators Update também traz diversas melhorias na experiência de instalação e atualização do sistema operacional. Durante a instalação “limpa” do Windows 10 com o Creators Update, a assistente pessoal Cortana poderá guiar o usuário durante algumas etapas do processo. Ela também suportará comandos de voz nesta etapa.

No caso da experiência de atualização, as novidades no Windows 10 creators Update incluem diversas novas opções para o agendamento da instalação das atualizações.

Por exemplo, você poderá reiniciar e instalar a atualização imediatamente, especificar exatamente quando a atualização será instalada e o PC reinicializado ou poderá clicar no botão Snooze, que interromperá o processo de atualização completamente por três dias caso você precise usar o PC de forma ininterrupta neste período:

Além disso, a seção Horário ativo foi melhorada para que o Windows não instale a atualização durante um horário que o usuário precisa do PC pronto para uso:

As atualizações precisarão de menos reinicializações do que no Windows 10 atual e os download das atualizações não causará mais um grande impacto na performance do PC.

As opções avançadas do Windows Update na edição Pro do sistema operacional também foram atualizadas e agora trazem mais opções:

Para quem usa o PC durante a noite, o Windows 10 inclui a nova opção Luz noturna. Esta opção ajuda a reduzir a emissão de luz azul quando o usuário utiliza o PC.

O usuário também pode definir quando a opção Luz noturna será ativada automaticamente (do início da noite ao início da manhã ou em um horário específico):


Sobre o Microsoft Edge, uma das novidades no Windows 10 Creators Update é o suporte nativo para ebooks no formato ePUB. O navegador suporta tanto livros protegidos, como os comprados através da Windows Store*, como os obtidos através de outras fontes:

*Disponibilidade pode variar dependendo da região.

O Microsoft Edge também traz diversas melhorias na navegação, como o suporte para visualização de abas abertas sem sair da atual e o suporte para “reserva de guias”.

Os usuários podem acessar as guias abertas clicando no botão “Mostrar visualizações de guias” :


Já a “reserva de guias” permite que você separe um conjunto de sites para visualização posterior. Para fazer isso, abra os sites que você quer separar e clique no botão “Reservar estas guias”:

Os sites que você separou poderão ser acessados clicando no botão “Guias que você reservou” e depois em “Restaurar guias”:


Na parte de segurança, o navegador traz o Windows Defender Application Guard, que ajuda a proteger o PC contra sites maliciosos e certos tipos de ataques na Web.

As empresas podem ativar este recurso, que utiliza tecnologia de virtualização, com Editor de Política de Grupo Local no Windows 10 Enterprise:

Para os gamers, o Windows 10 Creators Update traz a nova categoria Jogos no aplicativo Configurações:

Nela eles podem encontrar todas configurações relacionadas a jogos, incluindo DVR (para captura de imagens e gravações de vídeos de jogos), Barra de jogo, Streaming de jogos e o Modo de Jogo, que otimiza o Windows 10 para oferecer melhor performance durante as partidas:

O Windows 10 Creators Update introduziu a Central de Segurança do Windows Defender, que basicamente reúne as opções de segurança e outros recursos relacionados em um só lugar.

Se o usuário tiver uma solução antivírus de terceiros, a Central oferecerá acesso rápido e também oferecerá a opção para habilitar a verificação periódica do Windows Defender, que oferecerá uma camada extra de proteção:

Para as empresas, o Windows 10 Creators Update introduz diversas novidades no Windows Defender Advanced Threat Protection. Confira algumas delas aqui.

Sobre as melhorias com foco na privacidade,� confira este post da Microsoft.

Os usuários da plataforma de virtualização Hyper-V agora poderão utilizar o novo assistente para criação rápida de máquinas virtuais, o que agilizará o processo caso seja necessário criar múltiplas máquinas virtuais rapidamente.

Para abrir o assistente basta clicar em “Criação Rápida” no Gerenciador do Hyper-V:

Outras novidades no Windows 10 Creators Update incluem:

– Barra de endereços no Editor do Registro:

– Touchpad virtual:

– Mais opções de cores para personalização da interface:

– Suporte para download de temas na Windows Store:

– Suporte para pastas de aplicativos no menu Iniciar:

– Mais opções de personalização para o menu Iniciar:

– Bloqueio dinâmico:

– Sensor de armazenamento:

Estas são apenas algumas das novidades no Windows 10 Creators Update. A Microsoft já começou os trabalhos na próxima grande atualização do Windows 10, que é conhecida pelo codinome Redstone 3 e deve ser lançada até o final deste ano.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com  –

Microsoft lança o Windows 10 Creators Update


A Microsoft lançou hoje, 11 de abril, o Windows 10 Creators Update, terceira grande atualização para o novo sistema operacional da empresa.

A primeira, conhecida pelo codinome Threshold 2 (ou Windows 10 v1511), foi lançada em novembro de 2015. Já a segunda, conhecida como Windows 10 Anniversary Update (ou Windows 10 v1607) foi lançada em agosto de 2016.

Lançamento do Windows 10 Creators Update

O Windows 10 Creators Update, conhecido oficialmente como Windows 10 v1703, poderá ser obtido gratuitamente via Windows Update a partir desta terça-feira.

Ele também está disponível desde o dia 5 através do novo Assistente de Atualização e da Media Creation Tool, uma ferramenta que pode ser utilizada para a criação de uma nova mídia de instalação (ISO, DVD ou pendrive) e para atualização de uma instalação existente do Windows 10.

Microsoft lança o Windows 10 Creators Update

As ISOs do Windows 10 Creators Update também já estão disponíveis para os assinantes da MSDN e uma versão de avaliação do Windows 10 Enterprise v1703 pode ser obtida no TechNet Evaluation Center.

Sobre o Windows Update, é importante destacar que nem todos receberão a atualização imediatamente com este método. A disponibilidade terá início globalmente hoje para PCs, mas algumas regiões devem receber a atualização antes de outras. Já o Windows 10 Mobile Creators Update será lançado no dia 25 de abril.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com  –

Microsoft disponibiliza Service Pack 1 para o Microsoft SQL Server 2016


A Microsoft lançou nesta semana o SQL Server 2016 SP1 (Service Pack 1), primeira grande atualização para a nova versão do SQL Server. A versão 2016 foi lançada em 1 de junho.

SQL Server 2016

O SQL Server 2016 traz recursos críticos inovadores com desempenho em memória e análise operacional integrada. Os recursos de segurança abrangentes, como a tecnologia de criptografia ininterrupta (Always Encrypted), ajudam a proteger seus dados fixos e em movimento, e uma solução avançada de alta disponibilidade e recuperação de desastres acrescenta novos aprimoramentos à tecnologia AlwaysOn.

As organizações terão visões mais aprofundadas de todos os seus dados com novos recursos que vão além da business intelligence, executando a análise avançada diretamente dentro de seus bancos de dados e apresentando visualizações avançadas para oferecer visões de negócios de qualquer dispositivo.

Microsoft lança o SQL Server 2016 SP1

Você também pode se beneficiar da nuvem em hiperescala, com novos cenários híbridos habilitados pela nova tecnologia de banco de dados elástico (Stretch Database), que permite expandir dinamicamente seus dados transacionais a quente e a frio até o Microsoft Azure de forma segura, para que seus dados estejam sempre à disposição para consultas, independentemente do tamanho.

O SQL Server 2016 também oferece uma plataforma de banco de dados completa para a nuvem híbrida, permitindo criar, implantar e gerenciar facilmente soluções que abrangem instalações locais e na nuvem.

Saiba mais sobre ele aqui.

SQL Server 2016 SP1

De acordo com a Microsoft, os service packs do SQL Server 2016 são atualizações cumulativas e atualizam todas as edições e todos os níveis de serviços desta versão. Este service pack contém até e inclusive a atualização cumulativa 3 do SQL Server 2016.

Entre os bugs corrigidos pelo SQL Server 2016 SP1 que faz com que operações INSERT.. SELECT são executadas com baixa performance, um que faz com que o SQL Server pare de responder quando um banco de dados contendo tabelas otimizadas é restaurado e um que faz com que o diretório FileTable pare de responder quando você cria múltiplos arquivos.

A lista completa com todos os bugs corrigidos pode ser vista no artigo KB3182545 publicado no site de suporte da Microsoft.

O SQL Server 2016 SP1 está disponível para download aqui e seu Feature Pack pode ser encontrado aqui. O SP1 para a versão Express está disponível aqui.

Fonte e Direitos Autorais: Microsoft.com – https://support.microsoft.com/pt-br/kb/3182545