UX a estratégia para um novo produto ou solução

Segundo Guilherme Sesterheim – Portal ITForum365. O UX trata de entender como o cliente se comporta e quais são as suas necessidades, para resolver os problemas o mais rápido possível.


Image result for imagens UX DesignersAnualmente, o Gartner IT Symposium/Xpo reúne, em Orlando, uma comunidade de líderes e especialistas em TI, para discutirem e terem acesso a todas as recentes descobertas do setor de tecnologia. Durante um painel financeiro na edição deste ano, o que mais me impactou foi a forma natural de como o tópico de UX foi discutido – o questionamento era simples: “o que você está fazendo no mercado financeiro se não tem UX como base em sua estratégia?”,  – e a mensagem mais clara e fácil ainda: estamos entrando em 2020 e apenas alguns bancos ao redor do mundo realmente investem e têm UX como ponto principal de sua estratégia. Embora o foco fosse financeiro, é uma constatação para todas as demais indústrias.

Quando falamos em serviços, todas as pessoas desejam uma boa experiência (UX), querem se sentir especiais. E isto só é atingido através da personalização do serviço para cada pessoa individualmente. Porém para atingir este ponto, geralmente mais custos são envolvidos. Mais pessoas dedicadas e especializadas são necessárias para entregar a personalização, o atendimento/serviço/produto, de forma única. É isto que o investimento em UX gera nos clientes, e sua fidelidade é o resultado para a marca que investiu.

Continue Lendo “UX a estratégia para um novo produto ou solução”

Cibersegurança aplicada a banco de dados e seus desafios

Segundo Fernando A. S. F. Junior, colunista do Portal ITForum365, o aumento da conectividade da internet e da economia digital, alimenta um crescimento exponencial de dados acumulados por organizações.


Image result for imagens bancos de dados
Com o aumento da conectividade da internet e da economia digital, alimenta-se um crescimento exponencial de dados acumulados por organizações. Segundo a Forbes, em 2015, o volume de dados criado nos dois anos anteriores foi maior que a quantidade produzida por em toda história da humanidade.

Esse crescimento, aumentou muito o interesse dos cibercriminosos por promoverem invasões – e o fato de haver grande quantidade de informações em um só lugar favorece isso – e também o números de ferramentas e recursos de proteção contra ataques. Como os dados se tornaram protagonistas nas empresas, o vazamento de informações estratégicas pode resultar em processos milionários e até mesmo na quebra do negócio.

Continue Lendo “Cibersegurança aplicada a banco de dados e seus desafios”

As principais tendências de cibersegurança para 2020 na visão da Microsoft

A Microsoft divulgou quais são as principais tendências que acredita que demandarão muita atenção das organizações durante o ano de 2020.


Image result for imagens microsoft

 

“A segurança cibernética é a questão central do nosso tempo – e, na Microsoft, acreditamos ter a responsabilidade de proteger nossos clientes. É uma obrigação que adotamos”, disse Glaucia Faria Young, diretora de Engenharia e Parceiros de Software da Microsoft.

Ao redor do mundo, são gastos US$ 1 trilhão anualmente para combater o cibercrime – três vezes mais do que se gasta para reparar os estragos feitos por desastres naturais. A Microsoft, por sua vez, investe cerca de US$ 1 bilhão anualmente para combater o cibercrime e analisa mais de 8,2 trilhões de sinais todos os dias para proteger emails, identidades, aplicativos, infraestruturas, entre outros focos de ataques.

Continue Lendo “As principais tendências de cibersegurança para 2020 na visão da Microsoft”

Lista de possíveis novidades a serem lançadas em 2020 para Windows 10

Estas podem ser algumas das milhares de novidades a serem adicionadas no Windows 10 em 2020.


Segundo o WebSite Windows Central, a Microsoft que atualmente esta trabalhando no Build 20H1, codinome da próxima grande atualização do Windows, destaca algumas informações sobre as possíveis novidades a serem adicionadas ao Windows 10 em 2020.

Aparência do Windows

  • O Explorador de Arquivos ganhará uma nova interface de pesquisa e agora é alimentado por um novo sistema, o “ELF64 Linux”.
  • O Teclado Virtual ganhou mais 39 idiomas adicionais baseados nas tecnologias SwiftKey.
  • O Input Method Editor (IME) ganhou melhorias para japonês, bem como chinês simplificado e tradicional.
  • O Ditador agora suporta 12 idiomas adicionais.
  • A lista de Wi-Fi foi atualizada com uma interface do usuário aprimorada e melhor iconografia.
  • O Windows Ink Workspace agora é menor e fornece acesso direto ao Microsoft Whiteboard e ao Snip & Sketch.
  • Uma nova experiência da Cortana está presente e apresenta uma nova interface do usuário de conversação, modo claro e escuro e muito mais.
  • Os Desktops Virtuais agora podem ser renomeados e salvos entre as reinicializações.
  • Novas opções de notificação estão presentes e permitem que o usuário controle quais aplicativos podem emitir notificações. Também ficou mais fácil ocultar o conteúdo das notificações.
  • Agora, os usuários podem adicionar eventos ao calendário diretamente no menu desdobrável de hora e data na barra de tarefas.

Configurações

  • Vai ser possível remover todas senhas tradicionais do sistema, isso condicionado apenas ao uso exclusivo dos mecanismos de autenticação do Windows Hello.
  • Uma nova seção de visualização geral para a área Idiomas nas Configurações permitirá saber rapidamente quais idiomas estão selecionados como padrão para sua exibição do Windows, aplicativos e sites, formato regional, teclado e fala.
  • A nova opção de “Cloud Download” permitirá restaurar o Windows a partir de um back-up feito na Nuvem.

Continue Lendo “Lista de possíveis novidades a serem lançadas em 2020 para Windows 10”

#26 – Para que serve

Conheça uma pequena introdução sobre os Níveis de Isolamento, destacando de forma prática o Read Uncommitted.


Olá, pessoal, bom dia.

Como vocês estão? Já fazem alguns meses que não nos encontramos nesta sessão em meu blog, fico feliz em te encontrar novamente. Seja bem-vindo a mais um post da sessão Para que Serve, post de número 26, em mais um dia de muitas atividades, afazeres e compromissos profissionais, domésticos (sim, eu adoro ajudar a minha esposa, cuidar da nossa casa…..) e claro acadêmicos.

Neste post quero destacar uma parte de um dos recursos mais importantes, impactantes e tradicionais do Microsoft SQL Server existente deste sua primeira versão, o qual esta totalmente relacionamento com o comportamento de nossas transações, querys e processamentos que possam estar sendo realizados neste momento em nossos servidores ou instâncias.

Sendo direto e reto no assunto, você que esta neste momento lendo este post e trabalhando com seus dados, tabelas e bancos no SQL Server esta fazendo uso dele sem talvez saber que ele exista, me refiro ao tradicionais Níveis de Isolamento de Transações ou Transaction Isolation Levels.

Você se lembra da existência deste recurso e o quanto ele é importante? Pois bem, caso não se lembra, a partir deste post e provavelmente os próximos 2 ou 3 futuros serão dedicados nesta sessão a apresentar de forma simples, prática e muito didática como podemos fazer uso deste recurso em nossas transações, seus comportamentos, vantagens e desvantagens (isso se elas existirem) e principalmente os riscos ao fazer uso talvez de uma forma não muito indicada.

Sendo assim, chegou a hora de conhecer um pouco mais sobre o post de número 25 da sessão Para que serve. Mas uma vez, bem vindo ao #26 – Para que serve – Apresentando os nível de isolamento Read Uncommitted.

Espero que você esteja animado para conhecer um pouco mais sobre este recurso, caso já conheça, continue lendo este post, sempre podemos aprender algo novo….

Continue Lendo “#26 – Para que serve”

Em testes realizados pelo instituto AV-Test Windows Defender obtem nota máxima

Durantes os meses de Maio e Junho o instituto internacional AVTest realizou uma nova bateria de avaliações em diversos antivírus existentes.


Entres os meses de maio e junho deste ano, o instituto internacional AV-Test avaliou continuamente 20 produtos de segurança para usuários domésticos que utilizam o sistema operacional Windows, dos seguintes fornecedores:

Os quais foram submetidos a testes com base em suas configurações padrões, nas versões atuais publicamente disponível de cada produto, todos foram autorizados a atualizar-se a qualquer momento e consultar seus serviços na nuvem, estes produtos tiveram que demonstrar suas capacidades usando todos os componentes e camadas de proteção.

O WINDOWS DEFENDER “FUTURAMENTE CONHECIDO COMO MICROSOFT DEFENDER”

A solução antivírus da Microsoft recebeu 6/6 pontos na categoria Proteção, 6/6 pontos na categoria Facilidade de uso e 6/6 pontos na categoria Performance nos testes conduzidos entre maio e junho deste ano.

Os testes aplicados na categoria Proteção visam determinar como as soluções antivírus se comportam contra malwares 0-day, o Windows Defender bloqueou 100% das 307 amostras, superando a média da indústria que é de 97,1%.

Além disso, o AV-TEST tentou determinar como as soluções antivírus se saem na detecção de malwares descobertos nas últimas quatro semanas, mais uma vez antivírus da Microsoft se detectou e bloqueou 100% das 2.408 amostras, a média da indústria é de 99,8%.

Nos testes da categoria Performance, a AV-TEST avaliou o impacto de cada antivírus testado no desempenho do computador. Em primeiro lugar, o Windows Defender obteve destaque quando se trata da lentidão que ele gera ao abrir sites populares no chamado hardware de baixa e alta (computadores lentos e rápidos) com uma pontuação de 13% e 14%, respectivamente. Isso significa que ele se saiu melhor do que a média da indústria, que é de 19% e 16%, respectivamente.

O Windows Defender não causa lentidão no dispositivo ao baixar aplicativos usados com frequência, mas em vez disso, ele gera uma desaceleração de 8% ao iniciar um software padrão em ambos os tipos de computadores, ressaltando que a média da indústria é de 10% e 9%, respectivamente.

Continue Lendo “Em testes realizados pelo instituto AV-Test Windows Defender obtem nota máxima”

Microsoft Defender o novo Windows Defender

Windows Defender será conhecida a partir das próximas atualizações e versões do Windows como Microsoft Defender


A Microsoft esta trabalhando forte para transformar o Windows Defender em um dos principais recursos de segurança para ser utilizado inicialmente em sistemas operacionais Windows, mas brevemente estará disponível em diversas plataformas.

Pensando nisso, a gigante de Redmond está renomeando o seu software de proteção que passará a se chamar Microsoft Defender ATP.

Para começar esta caminhada e transformação do Windows Defender, o Microsoft Defender ATP será disponibilizado para Mac e pode ser executado em dispositivos que estejam rodando o macOS Mojave, macOS High Sierra ou macOS Sierra. Durante o período de testes, o Microsoft Defender ATP para Mac permitirá que os utilizadores revisem e executem configurações de proteção, incluindo:

  • Verificações de ameaças, incluindo verificações completas, rápidas e personalizadas (Recomendamos verificações rápidas em quase todos os cenários);
  • Revisão de ameaças detectadas;
  • Tomar decisões sobre ameaças detectadas, incluindo quarentena, remover ou permitir.

A Microsoft pretende introduzir o Microsoft Defender na versão 20H1 do Windows 10, que está programada para liberação em abril 2020, mas o processo de comutação do Windows para a Microsoft já começou.

Em um recém-lançamento da Build 18941 do Windows 10 20H1, o nome de alguns componentes do Windows Defender já foram alterados, por exemplo, o Windows Defender Exploit Guard foi renomeado para Microsoft Defender Exploit Guard, mas suas funções permanecem as mesmas.

Se você utiliza um Mac e tem interesse em testar o Microsoft Defender, a Microsoft esta disponibilizando uma versão para teste, disponível através deste lik.

Outros pontos importantes destacado pela Microsoft, se relaciona ao avanço em como o produto poderá se tornar uma solução de segurança unificada para outras plataformas, também estamos atualizando nosso nome para refletir a amplitude dessa cobertura expandida: Microsoft defender ATP.

Há duas partes principais para suporte multi-plataforma para o Microsoft defender ATP no Mac:

1 – Uma nova interface de usuário em clientes Mac chamado Microsoft defender ATP. A interface do usuário traz uma experiência semelhante ao que os clientes têm hoje em dispositivos Windows 10; e

2 – Relatórios para dispositivos Mac no portal do Microsoft defender ATP.

Em vídeo publicado pela empresa, podemos ter uma visão mais próxima de como o Microsoft Defender terá um papel importante na segurança de nossos dispositivos:


Fontes e Direitos Autorais: Microsoft Defender ATPEric Avena – 24/07/2019.
Leia na integra acessando: https://techcommunity.microsoft.com/t5/Microsoft-Defender-ATP/Announcing-Microsoft-Defender-ATP-for-Mac/ba-p/378010