Microsoft disponibiliza PWA Builder 2.0


Está no ar a versão 2.0 do PWA Builder, a ferramenta criada pela Microsoft que facilita e muito a criação de um Progressive Web App (PWA).

PWA Builder

A v2.0 possui um novo design e “snippits” para integração de interfaces de programação web, tem ainda a adição de uma plataforma de desktop Mac e Webkit com base em Webkit.

Outra novidade é que os desenvolvedores agora podem visualizar sua “pontuação” e adicionar recursos de plataforma cruzada (cross plataform), como autenticação, integração de sistemas e interfaces de usuário por meio de interfaces de programação do Microsoft Graph.

Não tenha dúvida que uma das principais ideias por trás dessa ferramenta é a geração de novos aplicativo compatíveis com o Windows 10, assim como tem ainda o interesse da MS em estimular desenvolvedores a migrarem seus aplicativos mais antigos para novos formatos, entre os quais estão os PWA.

Já falamos aqui que os PWA serão muito importantes no futuro de toda plataforma e de todo sistema operacional. O futuro que nos aguarda tem a Nuvem como centro de tudo e é lá que os PWA reinam e operam boa parte das aplicações web.

Sendo assim, se você é desenvolvedores, estudante, programador ou entusiastas, vale a pena explorar as possibilidades ofertadas pelo PWA Builder. Tem muita coisas simples de usar, então, vale a pena dar uma fuçada.

Para saber sobre esta nova ferramenta da Microsoft, acesse: https://www.pwabuilder.com/

Fontes e Direitos Autorais: WindowsTeam – https://www.windowsteam.com.br/microsoft-libera-versao-2-0-da-sua-ferramenta-para-criacao-de-pwa/

Microsoft anuncia modo escuro no OneNote e melhorias na navegação

Nossas retinas estão finalmente seguras.


O OneNote é um programa de anotações incrivelmente popular da Microsoft que é usado por milhões de clientes em todo o mundo. Enquanto o OneNote apresenta uma variedade de ferramentas como a capacidade de desenhar, o mesmo ainda não se sente uma ferramenta  unificada ou até mesmo integrado com o sistema operacional de um certo modo.

Repare no seguinte cenário, observe que sempre ao acessar o OneNote, o mesmo apresenta um ambiente totalmente brilhante, isso ao longo do seu uso, pode tornar seu usabilidade um pouco cansativa, e não só isso, este brilho pode gerar possível danos as nossas retinas.

Desta maneira, o aplicativo é sempre incrivelmente brilhante, não importa se o seu sistema operacional é personalizado para ir fácil sobre os olhos. Felizmente, isso está prestes a mudar muito em breve.

De acordo com um relatório da aggiornamenti Lumia, a Microsoft está adicionando um tema escuro para o OneNote em seus próximas atualizações. Não é claro quando esse recurso será liberado, mas parece que ele já está rolando para um seleto grupo de insiders do Windows na atual fase de testes.

A Figura 1 abaixo ilustre o OneNote em modo escuro (Dark Mode):Figura 1 – Visual do OneNote em uso apresentando o Dark Mode.

Além do modo escuro, o OneNote parece estar recebendo navegação melhorada. Segundo o Vice-Presidente da Microsoft Laura Buttler informou em uma nota: “um novo conjunto de aprimoramentos foram adicionados, permitindo assim estabelecer a navegação melhorada”,  outros indícios destes possíveis aprimoramentos também foi encontrar em imagens recentes publicadas no Twitter.

Esperemos que as alterações irão tornar o OneNote ainda mais fácil de usar,  o qual está disponível em uma variedade de plataformas do Windows para o Mac, por isso é uma ferramenta bastante versátil.

Fonte e Direitos Autorais: Windows Central – Asher Madan  – 06/02/2019.
Leia na integra acessando: https://www.windowscentral.com/onenote-gets-dark-mode-and-improved-navigation-soon

O que é o Microsoft ‘ Windows Lite ‘ OS?

Uma nova versão leve do Windows está em funcionamento. Mas quem esta preparado para utilizá-lo?


Falar de uma nova versão, leve do Windows tem sido cada vez mais comum desde o final do ano passado, principalmente após algumas referências ao  “Windows Lite ” terem aparecido dentro de um dos muitos Windows Insider Preview liberados regularmente.

Não demorou muito para o primeiro relatório surgir e apresentar alguns detalhes sobre o Windows Lite. A partir daí, entendemos que o Windows Lite vai ser o concorrente da Microsoft Chrome OS… assim como o Windows 10 S supostamente foi.

Windows Lite será ideal para você?

Isso levanta a questão, o que exatamente será esse “Windows Lite”? Esforços anteriores da Microsoft em tentar fazer uma versão do Windows 10 para o mercado do Chrome OS tem se aumentado ainda mais.

Um cliente querendo comprar um dispositivo Windows provavelmente está esperando que ele seja capaz de executar programas como Google Chrome e muitas outras aplicações Win32 que não estão Microsoft Store. Para a Microsoft ter a hipótese de fazer um sistema operacional que está equilibrado como o Chrome OS ou mais leve que o iOS , precisa cortar os laços com a marca Windows.

A diferença com Windows Lite, é que ele corta todos os laços com o que vamos esperar de um produto de “Windows”, muito que os rumores sugerem que Microsoft nem venha a fazer referência ao nome “Windows” quando provavelmente realizar seu anunciado oficial. 

Fazendo isso abre a Microsoft esta abrindo as portas em relação a capacidade do seu novo sistema operacional, ela estará na verdade evitando expectativas de disponibilidade do app, como também permitindo a própria empresa experimentar e se aventurar em um novo território, quando se trata de experiência do usuário.

Usuários do Windows vem para esperar uma barra de tarefas familiar e começar a combinação de botão e se afastar muito longe de que experiência causa problemas para os usuários. Caso no ponto: Windows 8. Não ligar para a nova versão do Windows deve ajudar a Microsoft a afastar isso.

Voltando à nossa pergunta inicial, que é de Lite para Windows? Simplificando, é para pessoas que não precisam de dispositivos com um Windows completo. É para as mesmas pessoas que estão olhando para o iPad com iOS e pensamento Sim, eu faço o que eu preciso fazer com algo assim. Mesmo para as pessoas que compram dispositivos de Chrome OS.

A Microsoft vai direto para esse mercado, o que eu gosto de chamar o mercado de “computação de luz”. Computação de luz é um dispositivo e experiência de sistema operacional que foi projetado para sair do modo e atender as necessidades básicas da maioria das pessoas usando um laptop ou tablet.

O que mais pode significar Windows Lite ?

Neste sentido, o Windows Lite muito provavelmente vai para ser um grande jogador na estratégia de educação da Microsoft, que também tem visto Chrome OS com este potencial.

A Microsoft não pode perder o mercado de educação para o Chrome OS e iOS, mas 10 Windows em si não é suficiente para competir mais nesta indústria, uuitas escolas querem uma plataforma que é simples e fácil de manter.

A web também é uma parte enorme do Windows Lite. Me disseram que muito esta sendo priorizar a web com suas experiências nos laços profundos neste novo sistema operacional. Eu não ficaria surpreso se a Microsoft anunciar um Windows Lite PCs como dispositivos que vêm com o gabinete de graça, ou Office web apps.

Windows Lite é tanto um competidor ao lado do Chrome OS como ele também está competindo com o Google Docs. Chrome OS e Google Docs estão amarrados juntos muito bem, e eu espero ver o mesmo com Lite Windows e Office Online. O Windows Lite é para usuários casuais, pessoas em educação e a multidão de computação luz.

Se você é alguém que verifica e-mail, escreve documentos, elabora planilhas, faz apresentações, ouve música, assiste a Netflix e navega Reddit, então Windows Lite, assim como o Chrome OS e o iPad, é para você.

É uma versão do Windows que está se esforçando muito para não ser Windows, e estou interessado em ver até onde a Microsoft leva essa ideia.

Fontes e Direitos Autorais: Zac Bowden – Editor Sênior no Windows Central – 30/01/2019.
Leia na integra acessando: https://www.windowscentral.com/who-windows-lite-going-be

Microsoft confirma desativação dos protocolos TLS 1.0 e 1.1 para Microsoft Edge e Internet Explorer em 2020


A Microsoft anunciou no último dia 15 de outubro em seu blog que os protocolos TLS 1.0 e 1.1 no Microsoft Edge e Internet Explorer serão desativados por padrão a partir do primeiro semestre de 2020.

Estas versões do protocolo Transport Layer Security serão desativadas nas versões suportadas dos dois navegadores da empresa, conforme notificação da Microsoft, que também ressalta que 19 de janeiro de 2019 marca o 20º aniversário do TLS 1.0 – versão inaugural do protocolo para criptografia e autenticação de conexões seguras na Web

Nos últimos 20 anos, outras versões do TLS mais avançadas e seguras foram lançadas e o suporte para o TLS 1.3 em uma futura versão do Microsoft Edge já está em desenvolvimento.

Como as versões 1.0 e 1.1 deverão ser depreciadas formalmente pela IETF (Internet Engineering Task Force) no final deste ano, a recomendação é que sites migrem para as versões mais recentes do protocolo o mais rápido possível.

Preparando seus sites e organizações

Dados da SSL Labs mostram que 94% dos sites hoje já suportam o TLS 1.2 e menos de 1% das conexões feitas diariamente no Microsoft Edge usam o TLS 1.0 ou 1.1:

Microsoft desativará o TLS 1.0 e 1.1 no Microsoft Edge e Internet Explorer em 2020A Microsoft optou por anunciar bem antes que desativará o TLS 1.0 e 1.1 no Microsoft Edge e Internet Explorer para que os sites que ainda fazem uso destas versões tenham tempo suficiente para se preparar e fazer o upgrade para a versão 1.2 ou 1.3.

Esta mudança segue os semelhantes anúncios feitos pela Apple, Google e Mozilla, suporte mais seguro, suporte com melhor performance, conexões seguras, ajudando a avançar uma experiência de navegação mais segura para todos.

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft – Windows.blog – 15/10/2018 –  https://blogs.windows.com/msedgedev/2018/10/15/modernizing-tls-edge-ie11/#yItMJIZHSkMwOiY3.97

Microsoft apresenta o Windows Desktop Application Program, sua nova ferramenta de análise para desenvolvedores


A Microsoft apresentou no último dia 23 o Windows Desktop Application Program, uma nova ferramenta online de análise voltada para desenvolvedores. Com ela os desenvolvedores podem visualizar e analisar detalhes sobre a performance de seus aplicativos, ocorrência de falhas, popularidade com os usuários e mais.

De posse dos dados obtidos pela ferramenta os desenvolvedores também podem monitorar e priorizar correções e monitorar a distribuição dos aplicativos. Os desenvolvedores interessados no Windows Desktop Application Program podem fazer o login com uma conta da Microsoft e registar seus certificados.

Desenvolvedores que já possuem uma conta no Windows Dev Center podem optar pelo acesso ao programa acessando a página Programs nas configurações da conta.

Mais detalhes, incluindo um vídeo que oferece uma visão geral da ferramenta, podem ser encontrados no post com o anúncio da Microsoft:

Microsoft anuncia o Windows Desktop Application Program, sua nova ferramenta para desenvolvedores


Fontes e Direitos Autorais: 23/01/2018 – Windows Blog –
https://blogs.windows.com/buildingapps/2018/01/23/introducing-windows-desktop-program-desktop-application-analytics/#KQ6MPa29QL8XEJsx.97

Microsoft Visual Studio 2017 v15.6 Preview 2 e Visual Studio for Mac Version 7.4 Preview disponíveis


A Microsoft anunciou a disponibilidade do Visual Studio 2017 v15.6 Preview 2. A versão Preview 1 original foi disponibilizada no dia 7 de dezembro de 2017.

De acordo com o changelog publicado aqui pela Microsoft, o Visual Studio 2017 v15.6 Preview 2 traz correções para múltiplos bugs, opções de depuração agora estão disponíveis para Embedded ARM GCC.

Esta nova versão Preview também traz uma extensa lista de melhorias no suporte para Visual C++, o instalador do Visual Studio foi melhorado e agora quando você instalá-lo pela primeira vez ou atualizá-lo via Web você verá um processo de instalação mais transparente:

Microsoft Visual Studio 2017 v15.6 Preview 2

O Preview 2 também inclui o suporte parta navegação por fontes descompiladas. Habilite isto acessando Tools > Options > Text Editor > C# > Advanced > Enable navigation to decompiled sources:

A lista completa com todas as novidades nesta versão Preview pode ser vista no link acima.

Desenvolvedores interessados podem fazer o download do Visual Studio 2017 v15.6 Preview 2 aqui ou podem utilizar o link fornecido na página com o changelog.

Fontes e Direitos Autorais: The Visual Studio Blog – 10/01/2018.

Microsoft anuncia o programa Visual Studio Dev Essentials

A Microsoft anunciou hoje a disponibilidade do programa Visual Studio Dev Essentials. Através deste programa gratuito os desenvolvedores podem obter tudo que precisam para criação de aplicações para diferentes plataformas


Programa Visual Studio Dev Essentials

O programa Visual Studio Dev Essentials oferece acesso fácil a diferentes serviços e ferramentas da Microsoft e também inclui diversos benefícios.

Microsoft anuncia o programa Visual Studio Dev Essentials

O programa oferece:

Ferramentas de desenvolvimento
Editores, designers e depuradores para desenvolvimento para qualquer plataforma.

Softwares
Avaliações e downloads, de sistemas operacionais a aplicativos do Office.

Serviços de nuvem
Computação, análise, celular, Web, colaboração em equipe e mais.

Treinamento e suporte
Treinamento técnico e suporte à prioridade de nível mundial.

Acesse a página do programa clicando aqui e saiba mais.

Baboo.com – Sid Vicious @ 18 nov 2015 | 2:52 pm