Sobre….

Olá, seja bem vindo ao meu blog no WordPress.com.

Gostaria de contar um pouco sobre a minha vida, leia o texto abaixo:

Profissional com vasta experiência na área de Tecnologia da Informação e soluções Microsoft. Graduado no Curso Superior em Gestão da Tecnologia de Sistemas de Informação pela Uninove – Campus São Roque.

Pós-Graduado no Curso de Gestão e Engenharia de Processos para Desenvolvimento de Software com RUP na Faculdade FIAP – Faculdade de Informática e Administração Paulista de São Paulo. Pós-Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação Faculdade – ESAMC Sorocaba.

Formação MCDBA Microsoft,  autor de artigos acadêmicos e profissionais postados em Revistas, Instituições de Ensino e WebSistes.

Meu primeiro contato com tecnologia ocorreu em 1995 após meus pais comprarem nosso primeiro computador, ano em que as portas para este fantástico mundo se abriram. Neste mesmo ano, comecei o de Processamento de Dados, naquele momento a palavra TI não existia, na verdade a Tecnologia da Informação era conhecida como Computação ou Informática, foi assim que tudo começou e desde então não parei mais, continuando nesta longa estrada até hoje.

Desde 2001 tenho atuado como Database Administrator – Administrador de Banco de Dados – SQL Server em tarefas de Administração, Gerenciamento, Migração de Servidores e Bancos de Dados, Estratégias de Backup/Restauração, Replicação, LogShipping, Implantação de ERPs que utilizam bancos SQL Server, Desenvolvimento de Funções, Stored Procedure, Triggers.

Desde 2008 exerço a função de Professor Universitário, para as disciplinas de Banco de Dados, Administração, Modelagem de Banco de Dados, Programação em Banco de Dados, Sistemas Operacionais, Análise e Projetos de Sistemas, entre outras.

Experiência na Coordenação de Projetos de Alta Disponibilidade de Dados, utilizando Database Mirroring, Replicação Transacional e Merge, Log Shipping, para versões: 2000, 2005, 2008, 2008 R2, 2012 e 2014.

Atualmente trabalho como Administrador de Banco de Dados no FIT – Instituto de Tecnologia da Flextronics, como também, Professor Universitário na FATEC São Roque. Diretor da Jr – Softwares, consultoria especializada em Administração de Servidores, Virtualização, Computação em Nuvem e Banco de Dados.

Possuo titulação Oficial Microsoft MVP – SQL Server renovada desde 2007.

29 comentários em “Sobre….”

  1. Olá.
    Eu gostaria de comprar alguns serviços na sua mão, pela sua experiência será fácil de executar.
    É um site em aspx ou em php com conexão com SQL SERVER 2005.
    Por favor, me mande respostas.
    Muito obrigado e bom trabalho.

    Curtir

      1. Boa tarde Junior,

        Gostaria de saber se você ministra treinamento para empresas?

        Tenho uma equipe de seis pessoas, duas delas como DBA.

        Aguardo respostas.

        Obrigado!

        Curtir

      1. Meu problema foi detalhado no link em que mandei no link anterior. Você tem alguma experiência no assunto informado? Caso sim, poderia me ajudar de alguma forma?

        Realmente estou em desespero aqui, não sei mais o que fazer.

        Curtir

  2. Criei um ETL onde extrai informações de um banco Oracle e em nosso servidor de homologação as informações vem todas corretas, no que tange a acentuação. Quando executo o mesmo ETL em nosso servidor de produção, os registros vem com acentuação errada, onde dados como “Requisição” vem como “Requisi??o”. Sei que deve haver alguma configuração no servidor para resolver isto, mas ainda não sei onde.

    Já verifiquei o COLLATE dos dois servidores e é o mesmo. A única diferença entre os dois servidores é que o de homologação é Windows Server 2003 e o de produção é Windows Server 2008. Nesse mesmo post você falou algo sobre componente de acesso a dados. O que eu uso é o OLEDB.

    Curtir

  3. Junior Galvão boa noite!!!

    Gostaria de uma ajuda sua numa trigger para exibir mensagem e de acordo com a logica se a mensagem for exibida não deixar a aplicação do sistema gravar os dados

    minha trigger hj exibe a mensagem porem não impede de os dados serem gravados

    a logica é a data de smm_dthr_coleta não pode ser maior que a de osm_dthr
    as chaves primarias da tabela smm e de osm são :
    smm:
    smm_osm_serie
    smm_osm
    smm_pac_reg

    osm:
    osm_serie
    osm_num
    osm_pac

    CREATE TRIGGER tg_smm_dthr_coleta ON osm
    AFTER INSERT , UPDATE
    AS
    BEGIN

    IF EXISTS( SELECT 1 FROM smm As C
    INNER JOIN INSERTED as I ON c.smm_osm_serie = I.osm_serie and c.smm_osm = I.osm_num and c.smm_pac_reg = I.osm_pac
    WHERE convert(varchar(10),c.smm_dthr_coleta , 103) > convert(varchar(10),i.osm_dthr, 103))

    BEGIN

    RAISERROR(‘A Data da Coleta da Amostra não pode ser maior que a data da OS’,16,1)
    ROLLBACK TRANSACTION
    RETURN

    END

    END

    desde já agradeço pela atenção

    Curtir

  4. ok. obrigado pela presteza e atenção.

    o ambiente lá é o seguinte
    host_a windows 2003 com sql 2005
    host_b windows 2008 com sql 2008 rs

    é para o caso de cair um servidor e termos como manter a empresa “funcionando”

    outra coisa seria o seguinte:
    no host_a consigo acessar o BD no host_a. eu consigo configurar o espelhamento ou replicação direto dele ou tenho que configurar host_a e depois host_b?

    Curtir

  5. Pedro esta consegui resolver , porem tem como vc me ajudar a desenvolver uma outra trigger para bloquear a inserção dos dados numa tabela?

    CREATE TRIGGER trg_smm_item_duplicado
    ON smm
    AFTER INSERT, UPDATE
    AS
    BEGIN
    SET NOCOUNT ON;
    Declare @COUNT INT
    Set @COUNT = 0

    Select @COUNT = IsNull(Count(*), 0)
    From smm t
    Inner Join Inserted I on t.smm_cod = I.smm_cod
    WHERE i.smm_exec = ‘P’ and i.smm_amo_cod = t.smm_amo_cod

    If @COUNT > 1 Begin
    RAISERROR (‘Já existe um Serviço’, 16, 1)
    ROLLBACK TRANSACTION
    end
    END

    a logica é se o serviço for o mesmo e o status de execução for = ‘P’ so deixa gravar se as amostras forem diferentes

    codigo do serviço t.smm_cod = I.smm_cod
    codigo da amostra t.smm_amo_cod = i.smm_amo_cod
    status de execução do serviço smm_exec = ‘P’

    muito obrigado pela atenção

    Curtir

    1. William, boa tarde.

      Obrigado pela visita ao meu blog e acesso ao post.

      Sim, dentro do próprio Management Studio, você pode utilizar a ferramenta gráfica para analisar cada índice e fazer o processo de Reindex ou Rebuild. Além disso, você pode utilizar alguns scripts que podem fazer isso.

      Veja este exemplo:

      — Identificando índices com mais de 50% de Fragmentação —
      SELECT object_name(i.object_id) as object_name ,i.name as IndexName
      ,ps.avg_fragmentation_in_percent
      ,avg_page_space_used_in_percent
      FROM sys.dm_db_index_physical_stats(db_id(), NULL, NULL, NULL , ‘DETAILED’) as ps
      INNER JOIN sys.indexes as i
      ON i.object_id = ps.object_id
      AND i.index_id = ps.index_id
      WHERE ps.avg_fragmentation_in_percent > 50
      AND ps.index_id > 0
      ORDER BY 1

      — Desfragmentando o índice —

      ALTER INDEX PK_Employee_EmployeeID
      ON HumanResources.Employee
      REBUILD
      WITH (ONLINE = ON)

      Caso você precisa de mais alguma ajuda, fico a disposição.

      Curtir

  6. Olá, Pedro.

    Tudo bem?

    Primeiramente parabéns pelo excelente blog.

    Eu estou super motivado em realizar a prova de certificação 70-461 neste ano.

    Você teria dicas de materiais para mim estudar?

    Acredito que o ideal seria o trainning kit, mas não encontrei a versão em português.

    Desde já, muito obrigado.

    Um abraço,

    Curtir

  7. Olá Pedro,

    Estou com uma criptografando uma coluna de CPF. O Processo que envolve essa tabela irá fazer pesquisa desse CPF criptografado. Percebi que o resultado da criptografia de um mesmo CPF não é a mesma. Descriptografar o campo no where da pesquisa não tem performace. Como fazer para fazer a busca desse dado criptografado ?

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s