Microsoft anuncia teclado com leitor de impressão digital


A Microsoft anunciou nesta semana um teclado com leitor de impressão digital integrado, o “Microsoft Modern Keyboard with Fingerprint ID“.

Compatível com o sistema de autenticação biométrica Windows Hello, o teclado suporta Bluetooth 4.0/4.1 e wireless com frequência de 2.4GHz e alcance de até 15 metros em local aberto e até 7 metros em escritórios.

O leitor de impressão digital no teclado é a tecla posicionada ao lado da tecla Alt.

De acordo com a Microsoft, o teclado é compatível com o Windows 8/8.1, Windows 10, Windows 10 Mobile, Android, macOS e iOS. El também vem com duas pilhas AAA recarregáveis.

O novo teclado com leitor de impressão digital já está em pré-venda na Microsoft Store por US$ 129,99 nos Estados Unidos. Ainda não foi confirmado se ele também será lançado por aqui.

Microsoft anuncia teclado com leitor de impressão digital

Vídeo apresentando o teclado com leitor de impressão digital:

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com – 16/06/2017 – 8:36 am.

Versões Preview do Windows Server começarão a ser disponibilizadas em breve


A Microsoft confirmou nesta semana no Windows Server Blog que as versões Preview do Windows Server começarão a ser disponibilizadas em breve via Windows Insider Program.

O Windows Server passou a fazer parte do Windows Insider Program em 11 de maio.

Novas versões Preview do Windows Server em breve

No dia 15 de junho a Microsoft anunciou que, assim como o Windows 10 e o Office 365 ProPlus, o Windows Server passará a receber duas grandes atualizações por ano.

Com isso as atualizações serão disponibilizadas durante a primavera norte-americana (entre março e junho) e uma durante o outono norte-americano (entre setembro e dezembro).

Versões Preview do Windows Server começarão a ser disponibilizadas em breve

O novo post da Microsoft sobre a disponibilidade das novas versões Preview do Windows Server em breve indica que os testes da primeira atualização, com lançamento entre setembro e dezembro de 2017, estão para começar.

Usuários e profissionais de TI interessados podem se registrar no Windows Insider Program através do link https://insider.windows.com/ForBusiness.

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft – Windows Server Blog – 15/06/2017. https://blogs.technet.microsoft.com/windowsserver/2017/06/15/previews-for-windows-server-semi-annual-channel-releases-coming-soon/

 

Windows Server receberá duas grandes atualizações por ano


Assim como já ocorre com o Windows 10 e com o Office 365 ProPlus, o Windows Server passará a receber duas grandes atualizações por ano.

Com o lançamento de cada uma destas atualizações, o System Center Configuration Manager também será atualizado para oferecer suporte. No caso do Windows 10, a Microsoft informou em abril deste ano que ele receberá uma atualização em março e outra em setembro.

Já sobre o Windows Server, o novo ciclo de atualizações do sistema operacional agora indica que ele receberá uma grande atualização durante a primavera norte-americana (entre março e junho) e uma durante o outono norte-americano (entre setembro e dezembro).

A primeira grande atualização do Windows Server, que será lançada entre setembro e dezembro de 2017, não deve receber um nome específico como as do Windows 10, como Creators Update, por exemplo. Ao invés disso ela deverá ser conhecida apenas pelo seu número de versão – possivelmente 1709.

Também foi confirmado que o Server Core receberá duas grandes atualizações por ano.

Fontes e Direitos Autorais: ZDNet – 15/06/2017 – 16:04 GMT. http://www.zdnet.com/article/microsoft-to-deliver-two-windows-server-feature-updates-per-year-starting-this-fall/#ftag=RSSbaffb68

TechNet Virtual Lab: Office 365 Advanced Threat Protection


A Microsoft disponibilizou recentemente em sua página Laboratórios Virtuais TechNet o laboratório virtual Office 365 Advanced Threat Protection – Guia Interativo.

Os laboratórios virtuais permitem que usuários e profissionais de TI testem recursos dos sistemas operacionais e de outros produtos da Microsoft via nuvem como se estivessem usando seus próprios PCs.

Isto é útil para quem não quer perder tempo criando uma máquina virtual apenas para testar um recurso específico.

TechNet Virtual Lab: Office 365 Advanced Threat Protection – Guia Interativo

Para quem não sabe, o Office 365 Advanced Threat Protection oferece proteção em tempo real para email em ambientes corporativos. O serviço foi atualizado no início deste ano e ganhou novos recursos como URL Detonation e Dynamic Delivery.

De acordo com a Microsoft, o recurso URL Detonation ajuda a impedir que os usuários sejam comprometidos por arquivos oferecidos através de URLs maliciosas.

Quando o usuário recebe um email, o Advanced Threat Protection analisa as URLs na mensagem procurando por comportamento malicioso.

Se o usuário clicar no link durante a verificação, ele verá o alerta falando que a mensagem está sendo verificada. Se o link for detectado como malicioso, um novo alerta será exibido recomendando que o usuário não clique no link.

Os administradores podem configurar a política SafeLink para monitorar os cliques dos usuários. Isto é útil para casos onde eles burlam os alertas para acessar sites bloqueados pelo Advanced Threat Protection.

TechNet Virtual Lab: Office 365 Advanced Threat Protection
Já o recurso Dynamic Delivery do Office 365 Advanced Threat Protection permite que os usuários leiam as mensagens de email enquanto os anexos são verificados.

Durante a verificação, o anexo é substituído por um “placeholder” com a notificação indicando que a verificação do verdadeiro anexo está em andamento.

Se o usuário clicar neste “placeholder”, ele verá uma mensagem mostrando o progresso da verificação. Se o anexo for malicioso, o Office 365 Advanced Threat Protection notificará o usuário.

Neste laboratório virtual você verá como o Office 365 Office 365 Advanced Threat Protection pode ajudar a impedir que anexos maliciosos cheguem aos destinatários, proteger usuários contra links maliciosos e mais com recursos como os mencionados acima.

Confira o laboratório virtual clicando aqui e saiba mais sobre o serviço aqui.

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft.com  https://products.office.com/en/exchange/online-email-threat-protection

Mais informações sobre o CShell do Windows 10


O site Windows Central divulgou nesta segunda-feira mais algumas informações sobre o CShell do Windows 10. Um vídeo mostrando uma versão preliminar também está disponível.

CShell do Windows 10

No início deste ano surgiram informações de que a Microsoft estava trabalhando em um novo “shell adaptável” para o Windows 10 que funcionará em PCs, tablet, smartphones, HoloLens e até mesmo no Xbox One.

O Shell do Windows 10 atual ainda não é um elemento completamente universal, ao contrário do subsistema OneCore e dos aplicativos baseados na Universal Windows Platform.

Os PCs e tablets compartilham o mesmo Shell graças ao Continuum, mas smartphones, HoloLens e Xbox One possuem versões individuais próprias que são mantidas e atualizadas separadamente.

Com futuras atualizações do Windows 10, a Microsoft pretende implementar um Shell único que se adaptará a diferentes plataformas e assim transformá-lo em um sistema completamente universal.

Conhecido internamente na empresa como “Composable Shell” ou “CShell”, este novo Shell do Windows poderá se adaptar a diferentes tipos de dispositivos de forma similar ao modo como o Continuum alterna entre o modo padrão e o modo tablet.

Embora não tenha sido mencionado pelo nome, o Composable Shell já apareceu publicamente em uma demonstração da Microsoft no ano passado. Nesta demonstração foi possível ver o modo Continuum do Windows 10 Mobile com um ambiente mais parecido com o do Windows 10 para PCs, ou seja, nela foi possível ver uma versão inicial do Composable Shell:

Mais informações sobre o CShell do Windows 10

Mais informações sobre o CShell do Windows 10

Uma versão preliminar do CShell do Windows 10 foi encontrada em um build interno da Microsoft que foi disponibilizado por engano por alguns minutos via Windows Insider Program.

No Windows 10 Mobile atual, a experiência do usuário com a tela inicial é diferente da oferecida na versão para desktops. Por exemplo, a versão para desktops incluir mais tamanhos para os blocos dinâmicos, menus de contexto e outras opções não presentes no Windows 10 Mobile.

Com o CShell do Windows 10, a situação é um pouco diferente. Com ele o usuário tem a mesma experiência no smartphone e no desktop, incluindo os menus de contexto e as outras opções:

A Central de Ações também é a mesma no PC e no smartphone com o CShell. Quando você desliza o dedo da parte superior para a inferior da telado smartphone, o design da Central de Ações é praticamente o mesmo da versão para desktop:

Outra mudança nesta versão preliminar do CShell do Windows 10 é o modo de visualização da tela inicial mostrado abaixo em um smartphone. Vale lembrar que nada disso é final e muita coisa ainda pode mudar:

Esta versão preliminar do CShell também introduz algumas melhorias no modo Continuum. Por exemplo, já é possível utilizar aplicativos em janelas que podem ser organizadas via Snap ou em diferentes áreas de trabalho virtuais como se o usuário estivesse no Windows 10 para desktops:

Fontes e Direitos Autorais:  Baboo.com –

Microsoft pode lançar novas versões do Windows 10 e do Windows Server 2016


De acordo com rumores recentes, a Microsoft pode estar planejando lançar novas versões do Windows 10 e do Windows Server 2016 ainda este ano.

Novas versões do Windows 10 e do Windows Server 2016

Referências ao Windows 10 Pro for Advanced PCs e Windows 10 Pro N for Advanced PCs e ao Windows Server 2016 ServerRdsh foram supostamente encontradas no 16212 do Windows 10, um build interno que foi liberado por engano por alguns minutos via Windows Insider Program.

Segundo os rumores, a Windows 10 Pro for Advanced PCs pode vir a se chamar Windows 10 Pro for Workstations. Um suposto documento vazado com o nome também apareceu na Web. Já a versão N seria voltada para o mercado europeu.

Rumor: Microsoft pode lançar novas versões do Windows 10 e do Windows Server 2016

De acordo com a suposta documentação, o novo Windows 10 deve ser voltado para o mercado corporativo e deverá suportar até quatro processadores e 6TB de memória RAM.

Pouco se sabe sobre a nova versão do Windows Server 2016, mas o ServerRdsh no nome é Remote Desktop Session Host.

É importante destacar que a Microsoft ainda não confirmou oficialmente as informações acima.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com – 

Microsoft disponibiliza o SQL Server 2017 CTP 2.1


A Microsoft anunciou nesta semana em seu blog a disponibilidade no TechNet Evaluation Center do SQL Server 2017 CTP 2.1, a versão de testes pública mais recente do novo SQL Server.

Performance inigualável
Faça consultas até 100 vezes mais rápido do que o disco com columnstore in-memory e transações até 30 vezes mais rápido com OLTP in-memory.

Menos vulnerável
Melhore a segurança com criptografia em repouso e em movimento. O SQL Server é o banco de dados menos vulnerável nos últimos sete anos no banco de dados de vulnerabilidades do NIST.

Inteligência em tempo real
Obtenha insights transformadores com até 1 milhão de previsões por segundo usando o Python interno e a integração da linguagem R e obtenha o BI móvel completo em qualquer plataforma.

Qualquer aplicativo, em qualquer lugar
Crie aplicativos modernos usando quaisquer dados e qualquer linguagem, na infraestrutura local e na nuvem.

Microsoft disponibiliza o SQL Server 2017 CTP 2.1

Faça o download do SQL Server 2017 CTP 2.1

O SQL Server 2017 CTP 2.0 para Windows (64 bits) está disponível para download aqui como uma imagem ISO e como um arquivo CAB nos seguintes idiomas: Inglês, alemão, espanhol, japonês, italiano, francês, russo, chinês simplificado, chinês tradicional, português (Brasil) e coreano.

A lista com as novidades no CTP 2.1 para Windows pode ser vista aqui. As versões para Linux, Docker, Azure e Mac OS estão disponíveis aqui.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com – .