@04 – O que Acontece?

No 4º post da sessão O que Acontece. Você vai conhecer um breve resumo sobre as 7 características existentes nos Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados, em especial no Microsoft SQL Server.


Olá, bom dia. Feliz 2022!

Estou lentamente retornando minhas atividades relacionadas a comunidade Microsoft e principalmente ao mundo do Microsoft SQL Server, após um período dedicado a conclusão do meu curso de Mestrado na área de Geoprocessamento e Modelagem Matemática.

Seja bem-vindo ao @04 – O que Acontece? 

Seguindo as tradição, antes de apresentar o terceiro post, quero destacar alguns pontos sobre esta sessão, em especial o tipo de conteúdo que você leitor vai encontrar em cada post relacionado a ela:

1 – Os posts publicados nesta sessão envolvem um pouco do Micrososft SQL Server, na verdade o objetivo dela é tentar mostrar como ele SQL Server, o qual aqui eu vou denominar como caixa, pensa exclusivamente fora dela, ou seja, como este grandioso SGBD (Sistema Gerenciador de Banco de Dados) faz para que tenhamos nossos dados armazenados e apresentados em tela, em adicional como podemos de uma forma simples aprender, conhecer, desvendar os comportamentos realizados por ele além do uso das habituais ferramentas de administração: SQL Server Management Studio ou Azure Data Studio.

2 – Os posts, não apresentam o objetivo de demonstrar recursos, comandos, funcionalidades ou ensinar algo novo, na verdade eu quero tentar mostrar o que acontece muitas vezes quando por exemplo você esta processando um simples comando Select buscando milhões de dados em uma tabela, e o SQL Server Management Studio vai apresentando aos poucos os registros. Serão exclusivamente estes cenários, comportamentos e formas de atuação envolvendo o SQL Server e o ambiente que ele se encontra;

3 – Os posts, não terão uma estrutura padrão, na verdade, O que Acontece, foi idealizado da mesma forma que inicialmente começamos a pensar. Vamos reunindo conhecimentos, ideias, possibilidades, hipóteses, analisando alternativas, mensurando teorias, até tentar construir algo mais concreto;

4 – Não será estabelecido um calendário de publicação, ao contrário, sempre que algum pensamento fora da caixa pairar sobre a minha cabeça, ou coisas do meu dia-a-dia relacionados as minhas experiências profissionais ou acadêmicas, novos posts serão publicados, bem como, os atuais atualizados e corrigidos;

5 – Não vou me ater ao certo ou errado, melhor ou pior, tecnicamente perfeito ou melhor tecnicamente, o que eu quero é tentar como eu já destaquei ilustrar o que acontece do lado de fora do SQL Server, o que ele muitas vezes esta realizando e não temos ideia do que está acontecendo; e

6 – Vou tentar em cada post trazer uma ferramenta, aplicativo ou utilitário existente no próprio sistema operacional que possa nos ajudar a observar e entender o que está acontecendo de preferência em tempo real, em adicional, se possível utilizarei vídeos para elucidar de forma mais didática o objetivo do post.

Continue Lendo “@04 – O que Acontece?”

Como o chamado “atraso tecnológico” afeta operação de setores críticos à infraestrutura do país

Crescimento das ameaças e sucesso dos ataques ultrapassam capacidades de contenção, expondo gap tecnológico


Bancos e fundos de investimentos efetuaram transações recordes em volumes financeiros em novas empresas de segurança cibernética e/ou promoveram fusões entre os grandes players e tecnologias emergentes.

No entanto jamais houve um ano com praticamente diários registros de ocorrências de ataques, indisponibilidades de sistemas de empresas de médio a grande porte afetando incontáveis cadeias produtivas, milhões de usuários/consumidores e os resgates através de ransomwares atingindo valores crescentes e sempre pagos em criptomoedas, apenas para citar os mais relevantes.

Continue Lendo “Como o chamado “atraso tecnológico” afeta operação de setores críticos à infraestrutura do país”

Profissionais com habilidades em Python, Java, Linux e SQL entram na mira das empresas

Linguagens de programação dominam as especificações de empregos.


De acordo com o último Tech Jobs Report, da agência de recrutamento Dice, essa demanda se concentra, principalmente, em profissionais com conhecimento técnico em Linux, SQL, Java Python.

As linguagens de programação continuam a guiar as contratações de empregos na área. Segundo o último relatório da Tech Jobs Report, no terceiro trimestre, as listas de empregos na indústria de tecnologia sugerem que as organizações estão em busca de profissionais de tecnologia “que entendam os conceitos básicos de desenvolvimento de software e gestão de projetos” e possuam conhecimentos técnicos em Linux, Java, Python e SQL.

Continue Lendo “Profissionais com habilidades em Python, Java, Linux e SQL entram na mira das empresas”

MVPConf Latam 2021

O maior evento de profissionais da Microsoft já realizado na América Latina.


Salve galera, bom dia!

Tudo bem? Espero que sim! Como você deve estar sabendo entre os dias 9, 10 e 11 de Dezembro mais uma edição do maior evento de MVPs da Microsoft aqui no Brasil estará sendo realizado.

E com imenso prazer vou estar participando e palestrando no dia 11/12, às 17hr. Gostaria de contar com a sua presença, participação e ajuda.

Caso você ainda não tenha feito a sua inscrição não perca tempo, aproveita ainda hoje e faça.

Neste ano estaremos ajudando as seguintes instituções:

Como também o plantio de árvores em regiões do Brasil afetadas pelo desmatamento.

Espero te encontrar lá.

Alguns mitos sobre chatbots e assistentes virtuais

Com o avanço da tecnologia, os chatbot e do assistente virtual evoluem, identificar as diferenças entre ambos se torna cada vez mais difícil.


A história do desenvolvimento tecnológico está repleta de exemplos de vários formatos que lutam pelo domínio do mercado. O VHS e o Betamax, o Blu-ray e o HD DVD ou, mais recentemente, a atual batalha dos fones de ouvido virtuais entre o HTC Vive e o Oculus Rift.

Essas guerras de formato ditarão o que chamamos de nova invenção. À medida que a inteligência artificial se populariza, estamos nos deparando com outras confusões, como é o caso do que é um assistente virtual e um chatbot. Os robôs vêm se tornando parte do nosso dia a dia, mas qual é exatamente a diferença entre um chatbot e um assistente virtual.

Continue Lendo “Alguns mitos sobre chatbots e assistentes virtuais”

Encarregado de Dados, novo cargo responsável pela regulamentação da LGPD

Profissional deverá ter habilidades e competências multidisciplinares, como da área jurídica, compliance, segurança, tecnologia e comunicação.


Há nove meses a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entrava em vigor no Brasil, depois de dois anos de vacância, período no qual a sociedade têm para se adequar à uma nova lei. Desde então, isso continua ocorrendo. Para gerenciar tudo isso, surge nas empresas um novo cargo, ainda em construção no Brasil, o Encarregado de Dados. 

Embora o cidadão já possa questionar o tratamento dos seus dados pessoais, as ações judiciais relacionadas e as sanções só terão vigência em agosto deste ano. O tempo agora é curto e as empresas precisam alocar ou contratar gestores capazes de auxiliar nessa adaptação.

Continue Lendo “Encarregado de Dados, novo cargo responsável pela regulamentação da LGPD”

Dica do Mês – Elaborando um rodízio de alunos para volta as aulas na pandemia através do Microsoft SQL Server 2019

Conheça como através do Microsoft SQL Server 2019 ou versões anteriores podemos criar um rodízio de alunos nas salas de aula.


Olá, muito bom dia, em especial a você amante de banco de dados relacional, principalmente ao Microsoft SQL Server.

Que bom lhe encontrar aqui em mais um post da sessão Dica do Mês, a qual está passando por algumas mudanças de layout e dinâmica no seu conteúdo para tentar neste momento em que estamos todos em casa oferecer algo mais simples, prático e direto as suas necessidades, tornando a leitura mais direta.

Você já deve ter notado em posts de outras sessões, algumas novidades, como o uso de imagens que se relacionam com o tema, a possibilidade de download do conteúdo do post em arquivo .PDF, o acréscimo da sessão links relacionados ao tema, enfim, alguns ajustes e melhorias que vão sendo realizados ao longo do tempo, de acordo com as sugestões, críticas e observações enviadas diariamente pelos mais de 1200 seguidores aqui presentes neste momento.

Para os posts da sessão Dica do Mês, você vai observar outras novidades, além do conteúdo compartilhado em arquivo .PDF, em adicional uma versão do código fonte compartilhada no formato .TXT, em paralelo a este conteúdo disponibilizado para que você possa trabalhar offline, os códigos fontes aqui presentes no post, serão publicados no formato de imagens (no post versão web, já o arquivo no formato .PDF terá todo o conteúdo do código fonte adicionado no formato original), contendo números de linhas de forma sequência, ao invés de postados de forma separada em blocos de código que as vezes se tornam ilegíveis ou de difícil compreensão, por fim, o uso das imagens é uma forma de lhe proporcionar uma navegação mais limpa, colorida e organizada.

Entretanto, o post continuará sendo dividido com pequenas subdivisões, mas com novas nomenclaturas, dentre elas destaco: Introdução, Materiais e Métodos, Resultados e Conclusões, etc… Enfatizo também o surgimento da subdivisão Código Fonte que vai contemplar a apresentar de todo código fonte em uma única área do post.

Outra mudança já implementada foi a remoção das costumeiras enquetes que antes eram sempre adicionadas ao post como uma forma de contar com a sua participação.

Então vamos em frente! Seja bem-vindo ao post – Elaborando um rodízio de alunos para volta as aulas na pandemia através do Microsoft SQL Server 2019.


Introdução

Estamos vivendo um momento em que toda população mundial está tendo que se adaptar devido as mudanças provocadas pelo já tão falado e temido COVID-19, eu mesmo venho em vários posts debatendo sobre este assunto.

O post de hoje surgiu da necessidade da minha esposa Fernanda Galvão, a qual neste momento está exercendo a função de Diretora Pedagógica na escola em que trabalha aqui na cidade de São Roque, interior do Estado de São Paulo. Dentre o conjunto de responsabilidades, a criação do Rodízio de Alunos é uma das atividades mais importantes para este momento.

De acordo com o conhecimento que ela possui, limitando-se as regras da Secretaria de Educação, Secretaria de Saúde e principalmente respeitando os protocolos criados para se combater e prevenir o Covid-19.

Começamos a criar diretamente no Microsoft Excel toda estrutura base, levando-se ao pé da letra, questões como o número de alunos que devem ir presencialmente a escola, em conjunto com os demais que estão em casa.

Olhando um para o outro, tivemos a real sensação que o buraco começou a ficar mais profundo, complexo e até mesmo cansativo para ser construído manualmente, devido a quantidade de alunos existentes na Escola, ainda mais a forma de se estabelecer a quantidade de dias presentes, foi então que ela com o seu jeitinho me falou: “Pe você não poderia me ajudar, será que não seria possível criar algo que já montasse o rodízio mensal e depois eu somente deixava ela bonitinho….”. E pra variar não tem como falar não!

Não é mesmo…. kkkkkkkkkk

Desta forma, pensei em porque não elaborar algum tipo de código, algoritmo ou até mesmo função que fosse possível definir os alunos e seus respectivos dias da semana, de acordo a regra:

  • Semanas 1, 3 e 5 – Dias da Semana: Segundas, Quartas e Sextas-Feiras;
  • Semanas 2 e 4 – Dias da Semana: Terças e Quintas-Feiras.

Em adicional, para se estabelecer de forma mensal um rodízio justo para todos, estabelecemos outra regra condicional:

  • Semanas 1, 3 e 5 – Alunos com números impares de acordo com a lista de presença; e
  • Semanas 2 e 4 – Alunos com números pares de acordo com a lista de presença.

De posse destas definições e outras considerações foi definida a elaboração do Rodízio, implementado basicamente como:

  1. Mensal, considerado somente os dias úteis da semana;
  2. O dia base da semana sendo sempre a segunda-feira, independente da data;
  3. Consideração o período de cinco semanas para todo mês; e
  4. A demarcação do dia em que o aluno vai para escola informado através da letra “X” e o dia em que se encontra em cada em branco.

 

No que se refere aos resultados e forma de apresentação, estarei abordando posteriormente.

             

Rodízio de Alunos

Pelo menos até o final do mês de fevereiro, as escolas da rede municipal de São Paulo vão continuar funcionando com apenas 35% da capacidade de alunos. Segundo o Estadão apurou, o poder municipal vai reavaliar esse porcentual apenas no início de março. Até lá, vale a regra dos 35%.

De acordo com decreto do governador João Doria (PSDB-SP), as escolas podem receber até 70% de alunos quando as cidades estiverem na fase amarela do plano de flexibilização da quarentena. A partir de segunda-feira, dia 8, a capital paulista ingressa exatamente nesta fase. Os municípios que discordam do avanço na flexibilização precisam publicar decretos informando uma eventual restrição. No dia 27 de janeiro, decreto municipal fixa em 35% a capacidade máxima de alunos.

Em nota ao Estadão, o poder municipal informa que “a cidade permite, neste momento, capacidade máxima de 35% até que as autoridades de saúde permitam a ampliação”. A intenção da prefeitura de São Paulo é “segurar” o porcentual de 35%, mesmo diante da pressão de representantes das instituições particulares.

A volta às aulas ocorre em meio à segunda onda da pandemia de covid-19 no Brasil. O Estado de São Paulo registra nesta sexta-feira, dia 5, o total de 54.324 óbitos e 1.833.163 casos confirmados durante toda a pandemia. Por isso, o posicionamento da Secretaria de Saúde será fundamental na decisão da prefeitura. “As diretrizes para abertura das escolas da rede municipal estão sendo pautadas por estudos realizados pelas autoridades de saúde, como os inquéritos sorológicos”, diz outro trecho da nota da prefeitura.

Rede estadual

As aulas presenciais nas escolas da rede estadual paulista começam nesta segunda-feira, em sistema de rodízio. Cada unidade poderá definir como vai realizar o rodízio e a presença dos estudantes será opcional. Mas o sindicato dos professores aprovou na sexta-feira uma greve contra o retorno. Segundo a Apeoesp, a decisão teve apoio de 81,8% dos professores.

O retorno foi adiado em uma semana. Segundo o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, o adiamento foi definido para facilitar o planejamento das escolas. Rossieli também retirou a obrigatoriedade de os alunos frequentarem as aulas na escola. O retorno passou a ser facultativo nas fases laranja e vermelha.

Vamos avançar mais um pouco em nosso post, conhecer os Materiais e Métodos vamos utilizar para construção do nosso cenário de testes e aplicação do Rodízio de Alunos.


 

Materiais e Métodos

Como de costume em todas as dicas do mês tenho sempre o cuidado em elaborar um cenário de uso simples e específico para demonstrar como podemos fazer uso de determinadas funcionalidades e características existentes no Microsoft SQL Server sem provocar qualquer tipo de impacto ao seu atual ambiente, este foi e sempre será o meu compromisso.

Destaco a seguir, todos os recursos e configurações necessárias para a construção e execução do post, com uma abordagem, simples e enxuta.

Materiais:

  • Instância ou        Servidor          SQL      Server instalado         Localmente, Virtualizado       ou  Cloud;
  • Utilização do SQL Server Management Studio ou Azure Data Studio;
  • Utilização do Microsoft Excel 2016 ou 2019;
  • Acesso ao banco de dados Master;
  • Permissão para criação de tabelas; e
  • Permissão para alteração do idioma do usuário em tempo de execução.

Métodos:

  • Criação do banco de dados Aulas;
  • Criação da Tabela Alunos;
  • Inserção de dez linhas de registros lógicos na tabela Alunos;
  • Atualização dos dados armazenados na coluna NomeAluno existente na Tabela Alunos;
  • Definição das CTEs:
    • CTECalendarioMensal;
    • CTEDiasDaSemana;
    • CTESemana1;
    • CTESemana2;
    • CTESemana3;
    • CTESemana4; e
    • CTESemana5.

Código Fonte

A seguir apresento todo código fonte elaborado diretamente no Microsoft SQL Server 2019 através do uso do SQL Server Management Studio 18.7.1 e testado também no Azure Data Studio release de Janeiro 2021:

Observação: Aqui estão os trechos de código fonte elaborados para este post, os quais como eu já destaquei também serão compartilhados em sua integra e formato original no arquivo em .PDF e .TXT.

Estamos caminhando para o término do nosso post, agora vamos conhecer os resultados obtidos após a execução do código fonte aqui compartilhado.

 

Resultados

Seguindo neste novo formato que estou adotando deste o post anterior, você vai poder observar os resultados obtidos após o processamento do código fonte compartilhado acima.

Para ilustrar e elucidar o que o Microsoft SQL Server nos apresentou de resultado, estarei fazendo uso do Microsoft Excel como recurso adicional de exportação do resultado gerado pelo Management Studio, conforme apresentam as Figuras 1 e 2 respectivamente abaixo:

Figura 1 – Rodízio de alunos elaborado e exportado para o Microsoft  Excel.

Figura 2 – Rodízio de alunos apresentado no Microsoft SQL Server Management Studio.

Importante: Gostaria de destacar que a  forma de apresentação dos dados, em adicional as nomenclaturas adotadas, estão respeitando as regras utilizadas pela Escola a qual minha esposa trabalha.

Como já abordado anteriormente, a escolha de quais os alunos devem inicialmente ir para Escola e quais devem ficar em casa, foram tratados como requisitos obrigatórios neste momento para elaboração desta primeira versão do rodízio, sabendo-se que a cada nova deliberação do Governo do Estado de São Paulo, teremos da necessidade de se adotar outras regras e definições para criação de um novo rodízio.

Para este momento foi aplicado a chamada regra: 3 por 2, três dias presencialmente na escola e dois de forma remota. No mais, todo código aqui implementado poderá ser adaptado as outras estratégias de rodízio, dentre elas: 2 por 3, 4 por 1 ou 2 por 2.


Em suma, chegamos ao final deste post, espero para que você tenha gostado, do que foi compartilhado. Ressalto que o mesmo surgiu da necessidade de se tentar de forma rápida estabelecer um recurso computacional capaz de automatizar esta necessidade.

Todavia, esta é a primeira versão considerada usual, todo ambiente para alimentar o banco de dados com os dados de alunos, turmas, horários, professores, enfim todo ambiente Escolar está sendo criado, que posteriormente será incorporado a este código.

 

Versão em PDF e TXT

Agora você vai poder também baixar este post diretamente para seu device, fazer uso do mesmo no momento em que desejar, o qual poderá ser compartilhado livremente ou impresso.

Basta clicar nas opções de imagens abaixo para escolher o formato do arquivo desejado:

 

 

Por questões de compatibilidade com a plataforma WordPress, o arquivo .txt foi renomeado, também o acréscimo da extensão .docx, sendo assim, após a realização do download a mesma deve ser removida.

Referências

  1. https://docs.microsoft.com/pt-br/sql/t-sql/queries/with-common-table-expression-transact-sql
  2. https://docs.microsoft.com/en-us/sql/t-sql/functions/dateadd-transact-sql?view=sql-server-ver15
  3. https://docs.microsoft.com/en-us/sql/t-sql/functions/datename-transact-sql?view=sql-server-ver15
  4. https://docs.microsoft.com/en-us/sql/t-sql/functions/datepart-transact-sql?view=sql-server-ver15
  5. https://docs.microsoft.com/en-us/sql/t-sql/functions/getdate-transact-sql?view=sql-server-ver15
  6. https://docs.microsoft.com/en-us/sql/t-sql/functions/month-transact-sql?view=sql-server-ver15
  7. https://docs.microsoft.com/en-us/sql/t-sql/functions/year-transact-sql?view=sql-server-ver15
  8. https://docs.microsoft.com/en-us/sql/t-sql/functions/concat-transact-sql?view=sql-server-ver15
  9. https://docs.microsoft.com/en-us/sql/t-sql/functions/replace-transact-sql?view=sql-server-ver15

             

Posts Anteriores

  1.  Dica do Mês – Conhecendo o Intelligent Query Processing através da Scalar User Defined Function Inlining no Microsoft SQL Server 2019 – Junior Galvão – MVP – Data Platform (wordpress.com)
  2. https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2020/01/30/dicadomesconcatenandoarelacaodemunicipiosporestadosatravesdousodafuncaostuff/
  3. https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2019/09/29/dicadomesidentificandoosnumerosausentesemumasequencianumerica/
  4. https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2019/05/28/dicadomesanalisando-ocomportamentodocomandodbcccleantable/
  5. https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2019/03/27/dicadomesaplicandoanalisecombinatorianomicrosoftsqlserver/

Conclusão

Mais uma vez fico surpreendido com toda a capacidade de processamento, flexibilidade e principalmente o potencial existente na linguagem Transact-SQL, a qual nos permite implementar as mais diversas formas se encontrar possíveis soluções ou adaptações as necessidades do dia-a-dia.

Este é o fantástico Microsoft SQL Server, produto tão fascinante que a cada dia eu não consigo deixar de querer estudar, que nos possibilita aprender sempre, transformando conceitos e conhecimentos bem difundidos em fontes de sabedoria e alternativas modernas para a solução de problemas.

 

Agradecimentos

Agradeço a você por sua atenção e visita ao meu blog. Fique à vontade para enviar suas críticas, sugestões, observações e comentários.

Nos encontramos no próximo post da sessão Dica do Mês a ser publicado em breve.

Um forte abraço.

Até mais.

@03 – O que Acontece?

No 3º post da sessão O que Acontece. Você vai conhecer um pouco sobre Storage Engine, Armazenamento e Lazy Writer, componentes e tarefas existentes no Microsoft SQL Server, envolvidos diretamente na leitura e acesso a dados.


Bom dia!

Feliz 2021, estamos abrindo os trabalhos deste ano em meu blog, como mais um novo post da sessão O que acontece.

Seja bem-vindo ao @03 – O que Acontece? 

Seguindo as tradição, antes de apresentar o terceiro post, quero destacar alguns pontos sobre esta sessão, em especial o tipo de conteúdo que você leitor vai encontrar em cada post relacionado a ela:

1 – Os posts publicados nesta sessão envolvem um pouco do Micrososft SQL Server, na verdade o objetivo dela é tentar mostrar como ele SQL Server, o qual aqui eu vou denominar como caixa, pensa exclusivamente fora dela, ou seja, como este grandioso SGBD (Sistema Gerenciador de Banco de Dados) faz para que tenhamos nossos dados armazenados e apresentados em tela, em adicional como podemos de uma forma simples aprender, conhecer, desvendar os comportamentos realizados por ele além do uso das habituais ferramentas de administração: SQL Server Management Studio ou Azure Data Studio.

2 – Os posts, não apresentam o objetivo de demonstrar recursos, comandos, funcionalidades ou ensinar algo novo, na verdade eu quero tentar mostrar o que acontece muitas vezes quando por exemplo você esta processando um simples comando Select buscando milhões de dados em uma tabela, e o SQL Server Management Studio vai apresentando aos poucos os registros. Serão exclusivamente estes cenários, comportamentos e formas de atuação envolvendo o SQL Server e o ambiente que ele se encontra;

3 – Os posts, não terão uma estrutura padrão, na verdade, O que Acontece, foi idealizado da mesma forma que inicialmente começamos a pensar. Vamos reunindo conhecimentos, ideias, possibilidades, hipóteses, analisando alternativas, mensurando teorias, até tentar construir algo mais concreto;

4 – Não será estabelecido um calendário de publicação, ao contrário, sempre que algum pensamento fora da caixa pairar sobre a minha cabeça, ou coisas do meu dia-a-dia relacionados as minhas experiências profissionais ou acadêmicas, novos posts serão publicados, bem como, os atuais atualizados e corrigidos;

5 – Não vou me ater ao certo ou errado, melhor ou pior, tecnicamente perfeito ou melhor tecnicamente, o que eu quero é tentar como eu já destaquei ilustrar o que acontece do lado de fora do SQL Server, o que ele muitas vezes esta realizando e não temos ideia do que está acontecendo; e

6 – Vou tentar em cada post trazer uma ferramenta, aplicativo ou utilitário existente no próprio sistema operacional que possa nos ajudar a observar e entender o que está acontecendo de preferência em tempo real, em adicional, se possível utilizarei vídeos para elucidar de forma mais didática o objetivo do post.

Continue Lendo “@03 – O que Acontece?”

Script Challenge – 17 – A resposta

Obtendo o histórico de consumo de CPU durante um intervalo de tempo em minutos….


Salve comunidade e amantes do Microsoft SQL Server.

Tudo bem? Que bom te encontrar por aqui.

Seja mais uma vez muito bem vindo ao meu blog, mais especificamente ao post que apresenta a resposta para o Script Challenge – Post 17, sendo este respectivamente o sexto post após o retorno desta desafiadora sessão denominada Script Challenge (Script Desafiador ou Desafio do Script) como queiram traduzir.

Espero que você já tenha ouvido falar desta sessão ou acessado alguns dos posts publicados anteriormente. Caso ainda não tenha feito, fique tranquilo você vai encontrar no final deste post uma pequena relação contendo os últimos desafios lançados e seus respostas.

Vamos então falar um pouco mais sobre o último desafio, estou me referindo ao Script Challenge 17….

Continue Lendo “Script Challenge – 17 – A resposta”

Quais habilidades são necessárias para se tornar um Arquiteto de Dados.

Segundo Thor Olavsrud (CIO – IDG), os Arquitetos de dados visualizam e projetam a estrutura de gerenciamento de dados corporativos de uma organização, alinhada com a estratégia corporativa.


O arquiteto de dados é responsável por visualizar e projetar a estrutura de gerenciamento de dados corporativos de uma organização. Esta estrutura descreve os processos usados para planejar, especificar, habilitar, criar, adquirir, manter, usar, arquivar, recuperar, controlar e eliminar dados.

Em adicional, este profissional da área de dados também “fornece um vocabulário de negócios comum padrão, expressa requisitos estratégicos, descreve projetos integrados de alto nível para atender a esses requisitos e se alinha com a estratégia corporativa e arquitetura de negócios relacionada”, de acordo com o Data Management Body of Knowledge da DAMA International.

Continue Lendo “Quais habilidades são necessárias para se tornar um Arquiteto de Dados.”

Short Scripts – Setembro 2020

Neste terceiro post de 2020 da sessão Short Scripts, você vai encontrar exemplos de códigos elaborados para criação e desenvolvimento de User Defined Functions – Funções Definidas pelo Usuário no Microsoft SQL Server.


Olá boa tarde, como vai?

Seja bem-vindo, em mais um post da sessão Short Scripts, o terceio post desta sessão em 2020 e o de número 42 em seu total.

Que bom poder te encontrar aqui neste feriado….. Espero que você e seus familiares se encontrem bem neste momento terrível que estamos vivendo em todo Mundo.

Mantendo a tradição estou retornando com mais um conjunto dos “curtos ou pequenos” scripts catalogados e armazenados em minha biblioteca pessoal de códigos relacionados ao Microsoft SQL Server e sua fantástica linguagem de desenvolvimento Transact-SQL.

Como promessa é dívida e deve ser cumprida “ou melhor” compartilhada, vou pagar a minha mais uma vez hoje, feita no encerramento do post anterior publicado no mês de Maio, se por acaso você ainda não acessou o mesmo, calma, fique tranquilo, tudo vai dar certo, no encerramento deste post você terá a sua disposição a relação das últimas cinco publicações relacionadas aos Short Scripts.

Vamos caminhar mais um pouco então……..

Continue Lendo “Short Scripts – Setembro 2020”

@02 – O que Acontece?

No 2º post da sessão O que Acontece. Vou apresentar através da ferramenta SQL Server Profiler o que acontece quando clicamos no botão New Query existente no SQL Server Management Studio.


Bom dia!

Seja bem-vindo ao @02 – O que Acontece? Post da nova sessão lançada no início de 2020 no meu blog.

Antes de apresentar o segundo post, quero destacar alguns pontos sobre esta sessão, em especial o tipo de conteúdo que você leitor vai encontrar em cada post relacionado a ela:

1 – Os posts publicados nesta sessão envolvem um pouco do Micrososft SQL Server, na verdade o objetivo dela é tentar mostrar como ele SQL Server, o qual aqui eu vou denominar como caixa, pensa exclusivamente fora dela, ou seja, como este grandioso SGBD (Sistema Gerenciador de Banco de Dados) faz para que tenhamos nossos dados armazenados e apresentados em tela, em adicional como podemos de uma forma simples aprender, conhecer, desvendar os comportamentos realizados por ele além do uso das habituais ferramentas de administração: SQL Server Management Studio ou Azure Data Studio.

2 – Os posts, não apresentam o objetivo de demonstrar recursos, comandos, funcionalidades ou ensinar algo novo, na verdade eu quero tentar mostrar o que acontece muitas vezes quando por exemplo você esta processando um simples comando Select buscando milhões de dados em uma tabela, e o SQL Server Management Studio vai apresentando aos poucos os registros. Serão exclusivamente estes cenários, comportamentos e formas de atuação envolvendo o SQL Server e o ambiente que ele se encontra;

3 – Os posts, não terão uma estrutura padrão, na verdade, O que Acontece, foi idealizado da mesma forma que inicialmente começamos a pensar. Vamos reunindo conhecimentos, ideias, possibilidades, hipóteses, analisando alternativas, mensurando teorias, até tentar construir algo mais concreto;

4 – Não será estabelecido um calendário de publicação, ao contrário, sempre que algum pensamento fora da caixa pairar sobre a minha cabeça, ou coisas do meu dia-a-dia relacionados as minhas experiências profissionais ou acadêmicas, novos posts serão publicados, bem como, os atuais atualizados e corrigidos;

5 – Não vou me ater ao certo ou errado, melhor ou pior, tecnicamente perfeito ou melhor tecnicamente, o que eu quero é tentar como eu já destaquei ilustrar o que acontece do lado de fora do SQL Server, o que ele muitas vezes esta realizando e não temos ideia do que está acontecendo; e

6 – Vou tentar em cada post trazer uma ferramenta, aplicativo ou utilitário existente no próprio sistema operacional que possa nos ajudar a observar e entender o que está acontecendo de preferência em tempo real, em adicional, se possível utilizarei vídeos para elucidar de forma mais didática o objetivo do post.

Continue Lendo “@02 – O que Acontece?”

SQL Server Management Studio 18.6 liberado para download


Você conhece o SQL Server Management Studio?

SQL Server Management Studio é um ambiente integrado para o gerenciamento de qualquer infra-estrutura SQL do SQL Server banco de dados SQL. SQL Server Management Studio fornece ferramentas para configurar, monitorar e administrar as instâncias de SQL.

Use o SQL Server Management Studio para implantar, monitorar e atualizar os componentes de camada de dados usados por suas aplicações, bem como construir consultas e scripts, bem como, para consultar, projetar e gerenciar seus bancos de dados e data warehouses, onde quer que estejam – no computador local ou na nuvem.

SQL Server Management Studio é grátis!

Baixar o SQL Server Management Studio 18.6

A instalação de 18 SSMS não atualiza ou substitui as versões do SQL Server Management Studio 17.x ou anterior. Você pode utilizar o SSMS 18 lado a lado com as versões anteriores para que ambas as versões estão disponíveis para uso. Se o computador contiver instalações lado a lado de SQL Server Management Studio, verifique se que a versão mais indicada correta para suas necessidades específicas.

Informações de versão

      • Release number: 18.6
      • Build number: 15.0.18338.0
      • Release date: 22 de Julho de 2020

Novidades

A geração de 18 do SQL Server Management Studio fornece suporte para quase todas as áreas de recurso no SQL Server 2008 através de SQL Server de 2019. A seguir algumas das novidades adicionadas nesta nova versão:

New item

Details

Analysis Services Updated to latest release of AS client libraries.
Auditing Added support for SENSITIVE_BATCH_COMPLETED_GROUP action ID (string instead of a number).
Auditing Added the following fields to the audit viewer: affected_rows, response_rows, connection_id, duration_milliseconds, and data_sensitivity_information.
Data Classification Update SSMS to support the import/export of policy exported via PowerShell cmdlets.
Import Flat File Added support for Fixed Width files and file type detection for .csv/.tsv files to ensure they are parsed as csv/tsv files respectively.

Para obter uma lista completa de alterações, consulte SQL Server Management Studio – Changelog (SSMS).

Principais bugs corrigidos

New item Details
Database Diagrams Fixed long outstanding issue with Database Diagrams, causing both the corruption of existing diagrams and SSMS to crash. If you created or saved a diagram using SSMS 18.0 through 18.5.1, and that diagram includes a Text Annotation, you won’t be able to open that diagram in any version of SSMS. With this fix, SSMS 18.6 can open and save a diagram created by SSMS 17.9.1 and prior. SSMS 17.9.1 and previous releases can also open the diagram after being saved by SSMS 18.6. See SQL Server user feedback.
General SSMS Fixed an issue on the Statistic Properties dialog where selecting the Update statistics for these columns checkbox and selecting OK yields no effect. Statistics are not updated, and trying to script the action yields a There is no action to be scripted message). See SQL Server user feedback.
Integration Services Fixed a bug where the Use 32-bit runtime option is missing in the Execution options tab to execute an SSIS package in a SQL agent job step for an on-premises SQL Server.

Suporte para versões

    • Esta versão do SQL Server Management Studio funciona com todas as versões suportadas do SQL Server 2008 – 2019 de SQL Server e fornece o maior nível de suporte para trabalhar com as mais recentes características de nuvem no banco de dados SQL Azure e SQL Azure Data Warehouse.
    • Além disso, o SSMS 18 pode ser instalado lado a lado com o SQL Server Management Studio 16.x ou SQL Server 2014 SSMS e versões anteriores.

Sistemas operacionais com suporte

Esta versão do SQL Server Management Studio suporta as seguintes plataformas de 64 bits quando usado com o mais recente disponível service pack:

    • 10 Windows (64 bits) versão 1607 (10.0.14393) ou superior
    • Windows 8.1 (64 bits)
    • Windows 8 (64 bits)
    • Windows Server 2019 (64 bits)
    • Windows Server 2016 (64 bits)
    • Windows Server 2012 R2 (64 bits)
    • Windows Server 2012 (64 bits)
    • Windows Server 2008 R2 (64 bits) 

Idiomas disponíveis

Esta versão do SQL Server Management Studio pode ser instalado nos seguintes idiomas:

SQL Server Management Studio 18.6:
Chinês (República Popular da China) | Chinês (Taiwan) | Inglês (Estados Unidos) | Francês | Alemão | Italiano | Japonês | Korean | Português (Brasil) | Russas | Espanhol

Download de versões anteriores

Versões anteriores do SQL Server Management Studio

Links adicionais

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft – https://docs.microsoft.com/en-us/sql/ssms/download-sql-server-management-studio-ssms?view=sql-server-ver15

Dica do Mês – Conhecendo o Intelligent Query Processing através da Scalar User Defined Function Inlining no Microsoft SQL Server 2019

Conheça o Intelligent Query Processing uma nova abordagem de reconhecimento e processamento de recursos adicionada ao SQL Server a partir da versão 2019, em especial neste post a Scalar UDF Inlining.


Boa tarde, boa tarde a todos, em especial a você amante de banco de dados relacional, principalmente ao Microsoft SQL Server.

Que bom lhe encontrar aqui em mais um post da sessão Dica do Mês, a qual também está passando por algumas mudanças de layout e dinâmica no seu conteúdo para tentar neste momento em que estamos todos em casa oferecer algo mais simples, prático e direto as suas necessidades, bem como, tornando a leitura mais direta ao assunto sem mais enrolações.

Você já deve ter notado em posts de outras sessões, algumas novidades, como o uso de imagens que se relacionam com o tema, a possibilidade de download do conteúdo do post em arquivo .PDF, o acréscimo da sessão links relacionados ao tema, enfim, alguns ajustes e melhorias que vão sendo realizados ao longo do tempo, de acordo com as sugestões, críticas e observações enviadas diariamente pelos mais de 1200 seguidores aqui presentes neste momento.

Para os posts da sessão Dica do Mês, você vai poder observar também algumas novidades, além do conteúdo compartilhado em arquivo .PDF, teremos adicionalmente uma versão do código fonte compartilhada no formato .TXT, em paralelo a este conteúdo disponibilizado para que você possa trabalhar offline, os códigos fontes aqui presentes no post, serão publicados no formato de imagens (no post versão web, já o arquivo no formato .PDF terá todo o conteúdo do código fonte adicionado no formato original), contendo números de linhas de forma sequência, ao invés de postados de forma separada em blocos de código que as vezes se tornam ilegíveis ou de difícil compreensão, por fim, o uso das imagens é uma forma de lhe proporcionar uma navegação mais limpa, colorida e organizada.

Continue Lendo “Dica do Mês – Conhecendo o Intelligent Query Processing através da Scalar User Defined Function Inlining no Microsoft SQL Server 2019”

Short Scripts – Maio 2020

Neste segundo post de 2020 da sessão Short Scripts, você vai encontrar 7 exemplos diferentes de como podemos utilizar as Extended Stored Procedures (XPs), algumas não documentadas no Microsoft SQL Server.


Olá boa tarde, como vai?

Seja bem-vindo, em mais um post da sessão Short Scripts, o segundo post desta sessão em 2020 e o de número 41 em seu total.

Espero que você e seus familiares se encontrem bem neste momento terrível que estamos vivendo em todo Mundo.

Mantendo a tradição estou retornando com mais um conjunto dos “curtos ou pequenos” scripts catalogados e armazenados em minha biblioteca pessoal de códigos relacionados ao Microsoft SQL Server e sua fantástica linguagem de desenvolvimento Transact-SQL.

Como promessa é dívida e deve ser cumprida “ou melhor” compartilhada, vou pagar a minha mais uma vez hoje, feita no encerramento do post anterior publicado no mês de Fevereiro, se por acaso você ainda não acessou o mesmo, calma, fique tranquilo, tudo vai dar certo, no encerramento deste post você terá a sua disposição a relação das últimas cinco publicações relacionadas aos Short Scripts.

Vamos caminhar mais um pouco então……..

Continue Lendo “Short Scripts – Maio 2020”

%d blogueiros gostam disto: