Versões Preview do Windows Server começarão a ser disponibilizadas em breve


A Microsoft confirmou nesta semana no Windows Server Blog que as versões Preview do Windows Server começarão a ser disponibilizadas em breve via Windows Insider Program.

O Windows Server passou a fazer parte do Windows Insider Program em 11 de maio.

Novas versões Preview do Windows Server em breve

No dia 15 de junho a Microsoft anunciou que, assim como o Windows 10 e o Office 365 ProPlus, o Windows Server passará a receber duas grandes atualizações por ano.

Com isso as atualizações serão disponibilizadas durante a primavera norte-americana (entre março e junho) e uma durante o outono norte-americano (entre setembro e dezembro).

Versões Preview do Windows Server começarão a ser disponibilizadas em breve

O novo post da Microsoft sobre a disponibilidade das novas versões Preview do Windows Server em breve indica que os testes da primeira atualização, com lançamento entre setembro e dezembro de 2017, estão para começar.

Usuários e profissionais de TI interessados podem se registrar no Windows Insider Program através do link https://insider.windows.com/ForBusiness.

Fontes e Direitos Autorais: Microsoft – Windows Server Blog – 15/06/2017. https://blogs.technet.microsoft.com/windowsserver/2017/06/15/previews-for-windows-server-semi-annual-channel-releases-coming-soon/

 

Material de Apoio – Julho 2016


Hoje é sexta – feira, sexta – feira….. Graças a deus.

Salve galera, bom dia, Tudo bem?

E ai, mês de Julho, férias para boa parte dos estudantes, professores e demais profissionais relacionados a área de educação, assim como eu também. Espero que todos estejam aproveitando este justo e necessário período de descanso, pois muitos pensam que a vida acadêmica é fácil, tranquila e estável, mas posso dizer que não é bem assim.

Pois bem, como você deve ter percebido este é mais um post da sessão Material de Apoio, que a partir deste ano esta sendo publicada a cada três meses. Para você que ainda não conhece esta sessão, ela é uma das mais antigas do meu blog, tendo atualmente mais de 140 posts exclusivos, tendo como objetivo principal compartilhar os códigos de exemplo e scripts existentes em minha biblioteca pessoal de scripts dedicados ao SQL Server desde a versão 7 isso lá nos anos 2000.

Caso você queira acessar os últimos posts, utilize os links apresentados abaixo:

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2016/04/20/material-de-apoio-abril-2016

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2016/01/18/material-de-apoio-janeiro-2016/

Seguindo em frente, no post de hoje vou compartilhar com vocês alguns scripts que utilizei recentemente com os meus alunos da Fatec São Roque na Disciplina de Banco de Dados II, dentre os quais destaco:

  • Comando Merge;
  • Comando Begin Catch;
  • Comando Begin Try;
  • Comando Begin Transaction;
  • Comando Commit;
  • Comando Rollback;
  • Comando Print;
  • Common Table Expression;
  • Função de Ranking – Dense_Rank();
  • Função de Ranking – NTile()
  • Função de Ranking – Rank();
  • Função de Ranking – Row_Number();
  • Ordenação de Dados;
  • Operador And;
  • Operador Between; e
  • Operador Is Not Null.

    Como de costume gosto de destacar que todos estes arquivos são fruto do trabalho realizado como DBA desde 2000, bem como, a pesquisa e coleta de informações através da internet, onde grande parte do conhecimento aqui compartilhado também é obtido através da  colaboração de seus autores, grande profissionais nacionais e internacionais como reconhecidos especialistas nas áreas de:

    • Modelagem de Dados;
    • Engenharia de Banco de Dados;
    • Engenharia de Softwares e Processos;
    • Banco de Dados;
    • Servidores;
    • Alta Disponibilidade;
    • Desenvolvimento; e
    • Migração e Contingência de Dados.

      Obseravação: Toda e qualquer informação, código, exemplo e lógica utilizada nestes scripts foi aplicada em um determinado cenário, situação ou necessidade, o que em muitos casos talvez não se aplica a sua necessidade mas pode ser útil como material de consulta ou aprendizado.

      Além disso, todos os arquivos estão renomeados tendo ao final do seu nome a extensão .doc acrescido, isto se torna necessário para garantir a compatibilidade com a plataforma do WordPress.com.

      Vale ressaltar que após o seu download será necessário remover esta extensão mantendo a extensão .sql padrão para arquivos do script do SQL Server.

A seguir a relação de scripts:

Exemplo 1 – Utilizando a função Raiserror.sql

Exemplo 2 – Utilizando o Comando Merge.sql

Exemplo 3 – Utilizando o comando Merge + Insert + Update.sql

Exemplo 4 – Utilizando o comando Begin Try.. Begin Catch + Transaction + Print para apresentar mensagem.sql

Exemplo 5 – Trabalhando com função de Ranking.sql

Exemplo 6 – Trabalhando com função de Ranking-2.sql


Legal, chegamos ao final de mais um post, fique a vontade para compartilhar com seus contatos, não deixe de enviar seus comentários, críticas, dicas ou sugestões.

Mais uma vez obrigado por sua visita, por seu interesse e participação.

Uma ótima sexta – feira e bom final de semana.

Abraços.

Cloud Roadshow: cursos gratuitos de computação em nuvem em São Paulo


A Microsoft realizará nos dias 19 e 20 de janeiro de 2016, o Cloud Roadshow, em São Paulo. O evento é gratuito e oferecerá cerca de 90 palestras ministradas por especialistas internacionais da companhia.

O objetivo é compartilhar, com aqueles que desejam aperfeiçoar suas habilidades em nuvem, as melhores práticas, visões, dicas e técnicas para quem cria e executa serviços na nuvem por meio das plataformas Office 365, Microsoft Azure e Windows 10.

Cloud Roadshow: cursos gratuitos de computação em nuvem em São Paulo

A Microsoft realizará nos dias 19 e 20 de janeiro de 2016, o Cloud Roadshow, em São Paulo. O evento é gratuito e oferecerá cerca de 90 palestras ministradas por especialistas internacionais da companhia

Cloud Roadshow: cursos gratuitos de computação em nuvem em São Paulo

Entre os demais temas que as sessões irão abranger figuram: segurança, open source, armazenamento, containers, DevOps, networking, Internet das Coisas, comunicações unificadas, identidade, web, colaboração, gestão, nuvem híbrida e muito mais.

Os participantes poderão optar por assistir às sessões específicas, como: comunicações, dados, desktop, ferramentas e processos, TI e infraestrutura em nuvem, aplicação da plataforma, mobilidade e segurança. Assim, poderão se especializar e aprofundar a aprendizagem em áreas de produtos e serviços específicos.

No final do primeiro dia do evento, também será possível interagir com os engenheiros e especialistas da Microsoft e com a comunidade técnica de especialistas MVPs (Most Valuable Professional).

As palestras serão realizadas todas em inglês e contarão com tradução simultânea.

O Brasil é o único país da América Latina que vai receber o Cloud Roadshow da Microsoft. Participarão, ao todo, 12 cidades no mundo, onde mais de 20 mil pessoas terão acesso às melhores práticas e treinamentos para o cenário da nuvem.

Saiba mais aqui.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com – Sid Vicious @ 3 dez 2015 | 7:42 am

Servidores da Nintendo nos EUA sofrem invasão, diz empresa

Servidores da Nintendo nos Estados Unidos foram invadidos várias semanas atrás, mas nenhuma informação de cliente dos videogames da empresa foi furtada, afirmou a companhia.


Servidores da Nintendo nos Estados Unidos foram invadidos várias semanas atrás, mas nenhuma informação de cliente dos videogames da empresa foi furtada, afirmou a companhia.

A Nintendo é a mais recente empresa a ser alvo de invasão de hackers. Em abril, uma invasão a servidores da Sony expôs dados pessoais de mais de 100 milhões de usuários da PlayStation Network. Nenhum grupo assumiu autoria pela invasão.

A invasão aos computadores da Nintendo não afetou informações de consumidores, informou a empresa.

Fontes e Direitos Autorais:

“O servidor não continha informação de consumidores. A proteção das informações de nossos clientes é nossa maior prioridade”, afirmou a Nintendo of America. “Constantemente monitoramos nossa segurança”, disse a empresa.

No domingo, o grupo hacker Lulzsec informou, via mensagem no Twitter, que atacou a Nintendo. O grupo é o mesmo que invadiu servidores de sites da Sony Pictures Entertainment na semana passada e que reclamou ataques contra o canal de televisão norte-americano PBS e contra a Fox.com.

O Lulzsec afirmou que acessou um arquivo, mas que “não queríamos mal nenhum. A Nintendo já consertou (a brecha de segurança)”.

A Nintendo deve divulgar um novo console de videogames para suceder o Wii na terça-feira. A máquina será o primeiro console doméstico a chegar ao mercado em cinco anos.

Fontes e Dirietos Autorais: Folha.com – Tec – REUTERS, EM LOS ANGELES, 06/06/2011 – 12h25.

Servidores da Amazon falham e ficam 36h offline

Os sites que utilizam o serviço de hospedagem e de computação em nuvem da Amazon voltaram ao ar após a pane que afetou os servidores da empresa durante o fim de semana prolongado.


Servidores da Amazon falham e ficam 36h offline

Os sites que utilizam o serviço de hospedagem e de computação em nuvem da Amazon voltaram ao ar após a pane que afetou os servidores da empresa durante o fim de semana prolongado.

Entre as cerca de 70 grandes empresas que mantêm suas bases na Amazon e que foram atigindidas pela falha estão o Foursquare, New York Times, Reddit, Quora, Instagr.am, entre outros.

De acordo com o paínel do Amazon Web Services, todos os serviços operam normalmente nesta segunda, porém, nem todos os dados dos clientes foram restaurados. A empresa afirmou que trabalha para resolver casos individuais.

Considerado o Titanic dos serviços em nuvem, com uma série de backups alinhados em fila, os servidores da Amazon estão distribuídos em cinco bases físicas diferentes, localizadas no Estado da Virgínia, na Carolina do Norte, na Irlanda, em Tóquio e em Cingapura. Segundo a empresa, esse sistema garante uma permanência do serviço no ar 99,95% do tempo. No período de um ano, em média, os serviços da Amazon falham 4,4 horas. Nessa última pane, alguns sites ficaram do ar por até 36 horas. As falhas começaram na quinta-feira.

Serviços como o Reddit e o Quora, após voltarem ao ar, ficaram disponíveis apenas em modo de leitura, sem permitir a postagem de novos conteúdos pelos usuários.

Em nota, a Amazon informou que somente vai se pronunciar sobre o problema após apurar as causas da pane.

Fonte e Direitos Autorais: Vinicius Aguiari, de INFO Online Segunda-feira, 25 de abril de 2011 – 10h55

Mundo consome 9.57 zetabytes de dados por ano

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, em San Diego, nos Estados Unidos, estimaram que o mundo consome mais de 9.57 Zetabytes (ZB) de informação anualmente.

Os zetabytes correspondem a 9,570,000,000,000,000,000,000 de bytes (milhões e milhões de gigabytes) processados pelos mais de 27 milhões de servidores espalhados pelo mundo.


Mundo consome 9.57 zetabytes de dados por ano

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, em San Diego, nos Estados Unidos, estimaram que o mundo consome mais de 9.57 Zetabytes (ZB) de informação anualmente.

Os zetabytes correspondem a 9,570,000,000,000,000,000,000 de bytes (milhões e milhões de gigabytes) processados pelos mais de 27 milhões de servidores espalhados pelo mundo.
Se fossemos transformar esses dados em uma pilha de livros, ela mediria 9 bilhões de quilômetros, considerando cada livro com 4.8 centímetros de espessura contendo 2.5 megabytes de informação.
“A maioria dessas informações tem vida útil extremamente breve: são criadas, usadas e descartadas em poucos segundos antes mesmo de serem vistas por uma pessoa”, cita a pesquisa.
Porém, os pesquisadores afirmam que a quantidade de dados pode ser ainda maior, uma vez que não incluíram no cálculo estimativas de grandes empresas como Google, Microsoft e Yahoo!, que possuem servidores internos próprios.
Os dados coletados pelos pesquisadores é de 2008 e eles afirmam que o carregamento nos servidores aumenta o dobro a cada dois anos.
Fonte e Direitos Autorais: Monica Campi, de INFO OnlineQuinta-feira, 07 de abril de 2011 – 14h05.