Microsoft SQL Server 2016 – Lista de Novidades – Parte II

Bom dia, quinta – feira, começando!!!

Salve comunidade, estou retornando com a segunda parte da Lista de Novidades do Microsoft SQL Server 2016, nova versão do SQL Server que neste momento apresenta muitas especulações, comentários e informações nas Internet, principalmente nas redes sociais.

Por este motivo também não poderia ficar de fora, como já realizado na semana passada com a primeira parte desta lista de novidades, caso você não tenha acessado este é o link:
https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2015/07/10/microsoft-sql-server-2016-lista-de-novidades-parte-i/

Nesta segunda parte, vou destacar mais algumas das principais novidades que a Microsoft esta divulgado em seus Blogs e parceiros, hoje darei destaque para:

  • Multiple TempDB Files;
  • For JSON;
  • Always Encripted; e
  • Polybase.

A seguir destaco estas novidades, através de uma breve descrição:

  • Multiple TempDB Files – Funcionalidade muito aguardada a anos pelos profissionais da área de banco de dados, mais especificamente aqueles que trabalham com o SQL Server, onde a partir da versão 2016, teremos a possibilidade de durante a instalação do SQL Server configurar e definir a quantidade arquivos de dados que devem formar a estrutura do banco de sistema TempDB, onde o número de arquivos é definido com base no seu número de processadores que a instância 2016 estará sendo executada. Para saber mais sobre esta nova feature acesse: http://www.sqlservergeeks.com/tempdb-configuration-sql-server-2016-setup/

 

  • FOR JSON – Uma novidade bastante interessante que mostra o quanto a Microsoft esta se dedicando a acompnhar a evolução das tecnologias de Computação em Nuvem e BigData. A FOR JSON, consiste em uma claúsula da linguagem Transact-SQL criada para ajudar o SQL Server a possibilitar a apresentação e saída de dados no formata JSON de forma nativa, algo que vai muito além de apresentar os dados, mas sim ter a capacidade de formatar estes dados interpretados pelo JSON no formato desejado pelo usuário. Para saber mais sobre esta nova feature acesse: https://msdn.microsoft.com/en-us/library/bb510411%28v=sql.130%29.aspx#ForJson

 

  • Always Encrypted – Este é um recurso bastante interessante na minha opinião e algo que pode complementar o TDE(Transparent Data Encryption) recurso introduzido no Microsoft SQL Server 2008, com a finalidade de permitir criptografia nativa no nível de banco de dados. O Always Encrypted garantir ainda mais que seus dados estão armazenados de forma segura através deste recurso de criptografia, como também, durante os processos de manipulação dos mesmo. Sua principal característica é permitir que a possibilidade de criptografar dados dentro das aplicações que estão fazendo acesso ao SQL Server, tendo a capacidade de utilizar chaves de criptografia nunca reveladas dentro do processo que realização da criptografia do dado. Como resultado, o Always Encrypted fornece uma separação entre aqueles que possuem os dados (e pode visualizálo) e aqueles que gerenciar os dados (mas deve não têm acesso). Para saber mais sobre esta nova funcionalidade, acesse: https://msdn.microsoft.com/en-us/library/mt163865(v=sql.130).aspx e https://channel9.msdn.com/Shows/Data-Exposed/SQL-Server-2016-Always-Encrypted

 

  • Polybase – Na minha opinião uma baita novidade, sinceramente algo que vai muito além de uma novo recurso, mas sim um novo horizonte para os profissionais, desenvolvedores e administradores de banco de dados, funcionalidade que vai permitir um avanço enorme no que se diz respeito a Interoperabilidade do SQL Server com outras tecnologias Non-SQL, como também, tecnologias de acesso e armazenamento de dados dentre elas o Hadoop. O PolyBase é uma nova tecnologia que integra o produto o Microsoft SQL Server Parallel Data Warehouse (PDW), com Hadoop. Ele é projetado para permitir consultas através de dados relacionais armazenados no PDW e dados não-relacionais armazenados no Hadoop de forma distribuída através do sistema arquivos Hadoop (HDFS), ignorando MapReduce distribuído, reconhecido como motor do Hadoop que normalmente é usado para ler dados do HDFS. Você pode criar uma tabela externa em PDW que referencia o Hadoop dados (como um servidor vinculado) e você pode consultar isso com SQL, em essência, adicionando estrutura para dados não-estruturados.

Untitled picturePara maiores informações sobre o Polybase e alguns cenários de uso, acesse: Books Online – Polybase, Polybase Explained, SQL Server 2016 and Polybase, Using Polybase in SQL Server 2016, Polybase in SQL Server 2016 CTP2

Muito bem pessoal, chegamos ao final desta segunda parte da lista de novidades do Microsoft SQL Server 2016, espero que você tenha gostado, na próxima semana chegaremos ao final desta lista, destacando as últimas novidades que Microsoft esta introduzindo no novo SQL Server 2016, dentre as quais chamo sua atenção para: Strech Database e Row-Level Security.

Mais uma vez obrigado por sua visita, fique a vontade para postar suas dúvidas, sugestões, críticas e comentários, sobre este ou qualquer outro post.

Boa semana e até mais.

Autor: Junior Galvão - MVP

Profissional com vasta experiência na área de Tecnologia da Informação e soluções Microsoft. Graduado no Curso Superior em Gestão da Tecnologia de Sistemas de Informação pela Uninove - Campus São Roque. Pós-Graduado no Curso de Gestão e Engenharia de Processos para Desenvolvimento de Software com RUP na Faculdade FIAP - Faculdade de Informática e Administração Paulista de São Paulo. Pós-Graduado em Gestão da Tecnologia da Informação Faculdade - ESAMC Sorocaba. Cursando Mestrado em Ciências da Computação - UFSCar - Campus - Sorocaba. Formação MCDBA Microsoft, autor de artigos acadêmicos e profissionais postados em Revistas, Instituições de Ensino e WebSistes. Meu primeiro contato com tecnologia ocorreu em 1995 após meus pais comprarem nosso primeiro computador, ano em que as portas para este fantástico mundo se abriram. Neste mesmo ano, comecei o de Processamento de Dados, naquele momento a palavra TI não existia, na verdade a Tecnologia da Informação era conhecida como Computação ou Informática, foi assim que tudo começou e desde então não parei mais, continuando nesta longa estrada até hoje. Desde 2001 tenho atuado como Database Administrator - Administrador de Banco de Dados - SQL Server em tarefas de Administração, Gerenciamento, Migração de Servidores e Bancos de Dados, Estratégias de Backup/Restauração, Replicação, LogShipping, Implantação de ERPs que utilizam bancos SQL Server, Desenvolvimento de Funções, Stored Procedure, Triggers. Experiência na Coordenação de Projetos de Alta Disponibilidade de Dados, utilizando Database Mirroring, Replicação Transacional e Merge, Log Shipping, para versões: 2000, 2005, 2008, 2008 R2, 2012 e 2014. Atualmente trabalho como Administrador de Banco de Dados no FIT - Instituto de Tecnologia da Flextronics, como também, Consultor em Projetos de Tunnig e Performance para clientes. Desde 2008 exerço a função de Professor Universitário, para as disciplinas de Banco de Dados, Administração, Modelagem de Banco de Dados, Programação em Banco de Dados, Sistemas Operacionais, Análise e Projetos de Sistemas, entre outras. Possuo titulação Oficial Microsoft MVP - SQL Server renovada desde 2007.

4 comentários em “Microsoft SQL Server 2016 – Lista de Novidades – Parte II”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s