Microsoft SQL Server 2017 Cumulative Update 9 disponível


A Microsoft informou ontem dia 19/07 no blog SQL Server Release Services a disponibilidade da Atualização Cumulativa(Cumulative Update) 9 para o Microsoft SQL Server 2017.

Atualizações Cumulativas disponíveis para o Microsoft SQL Server 2017:

O artigo KB4341265 publicado no site de suporte da Microsoft, esta nova atualização do SQL Server 2017 traz todas as correções disponibilizadas desde o lançamento do novo SQL Server, incluindo também correções para problemas encontrados após o lançamento das atualizações cumulativas anteriores.

Hotfixes que estão incluídos neste pacote de atualização cumulativa:
Número do bug VSTS Número do artigo KB Descrição Área fixa Plataforma
12144190 4340069 CORREÇÃO: SQL Server 2017 no Linux é desligado inesperadamente durante a recuperação de um banco de dados OLTP de memória OLTP in-memory Linux
12041154 4340134 CORREÇÃO: Erro quando uma função é definida com uma coluna restrita é usada para executar uma consulta drill-through no SSAS Analysis Services Windows
12128861 4340747 CORRIGIR: SQLDUMPER. Despejos EXE iniciada podem levar muito tempo para concluir o processo de geração de despejo para 2017 do SQL Server no Linux Mecanismo SQL Linux
12168709 4010460 CORREÇÃO: Um erro do.NET Framework ocorreu quando você atualiza a tabela de referência de uma transformação Fuzzy Lookup no SSIS Integration Services Windows
12138685 4339613 CORREÇÃO: “Unclosed aspas após a sequência de caracteres” erro ocorre no explorer MDS quando você tentar adicionar um novo membro para uma entidade no SQL Server Data Quality Services (DQS) Windows
12107546 4338890 CORREÇÃO: Uma instância do SQL Server pode parecer não responder e em seguida, pode ocorrer um erro de “não respondendo no Agendador” no SQL Server 2016 Mecanismo SQL Windows
11922902 4316858 CORREÇÃO: “índice corrompido” mensagem e servidor desconexão quando uma consulta de estatísticas de atualização usa hash agregação no SQL Server Desempenho do SQL Todas
12149855 4341219 CORREÇÃO: Um cenário de cérebro divisão ocorre após um failover ao usar grupos de disponibilidade do AlwaysOn com a tecnologia de cluster externo no SQL Server 2017 Alta disponibilidade Todas
12111717 4340837 CORREÇÃO: Erro 3906 quando for aplicado um hotfix em um SQL Server que possui um banco de dados em um banco de dados de inscrição de recepção de instantâneo Mecanismo SQL Windows
11983925 4133164 CORREÇÃO: Erro quando um trabalho do SQL Server Agent executa um comando PowerShell enumere permissões do banco de dados Ferramentas de gerenciamento Windows
12121216 4339664 CORREÇÃO: O erro de exceção ocorre quando você tenta atualizar dados de uma tabela dinâmica no Excel no SSAS 2017 Analysis Services Windows
12123248 4340742 CORREÇÃO: Acesso ao SSAS usando HTTP falha no SQL Server Analysis Services Windows
12162067 4341264 Aperfeiçoamento: Permitir trabalhos do SQL Server Agent iniciar sem esperar que todos os bancos de dados obter recuperado no SQL Server 2017 no Linux Mecanismo SQL Linux
12186129 4101502 CORREÇÃO: Backup de banco de dados TDE habilitada com compactação causa corrupção de banco de dados no SQL Server Mecanismo SQL Todas
12129434 4134601 CORREÇÃO: “não foi possível carregar arquivo ou assembly ‘ Microsoft.AnalysisServices.AdomdClientUI” erro quando uma operação de “Processo total” é executada no SQL Server Analysis Services Windows
12162425 4341221 CORREÇÃO: Backup VSS Falha na réplica secundária de grupos básicos de disponibilidade no SQL Server 2016 e 2017 Mecanismo SQL Windows
12108225 4339858 CORREÇÃO: Redo paralelo não funciona após você desativar 3459 de sinalizador de rastreamento em uma instância do SQL Server Alta disponibilidade Todas
12061383 4341253 CORREÇÃO: Sys.dm_db_log_info e sys.dm_db_log_stats DMVs podem retornar valores incorretos para o último banco de dados da instância do SQL Server 2016 Mecanismo SQL Windows

Dentre os erros e falhas corrigidas neste cumulative update, as informações apresentadas no KB4341265 destacam uma correção relacionada comportamento apresentado por uma instância do SQL Server 2017 que aparentemente encontra-se travada e exibindo o erro “Non-yielding Scheduler“. 

Outra correção destacada no artigo, se relaciona ao erro “Could not load file or assembly ‘Microsoft.AnalysisServices.AdomdClientUI”.

Vale ressaltar que além de correções relacionadas a erros apresentados por comportamentos apresentadas pelas instância SQL Server 2017, a CU9 também possui correções para os bugs relacionados as DMVs sys.dm_db_log_stats e sys.dm_db_log_info may retornem valores incorretos em determinados momentos de consulta de dados relacionados aos arquivos de log existentes em bancos de dados.

Vale ressaltar que após a atualização desta nova atualização cumulativa, o número do build utilizado pelo Microsoft SQL Server 2017 RTM será alterado para compilação: 14.0.3030.27.

Para realizar o download clique na imagem abaixo:

Fontes e Direitos Autorais: SQL Server Release Services – 19/07/2018.

Microsoft SQL Server 2016 SP2 – Atualização Cumulativa 1 disponível


A Microsoft disponibilizou para download hoje dia 30/05/2018 a Atualização Cumulativa 1 para SQL Server 2016 SP2.

As informações obtidas através do artigo KB4135048 publicado no site de suporte da Microsoft, esta atualização traz correções decorrentes dos problemas apresentados e identificados após o lançamento do SP2, sendo esta a primeira atualização cumulativa para este service pack.

Hotfixes que estão incluídos neste pacote de atualização cumulativa


Número de bug do VSTS Número de artigo do KB Descrição Corrigir a área
11983391 4131193 Problemas de desempenho ocorrem sob a forma de PAGELATCH_EX e PAGELATCH_SH espera em TempDB quando você usar o SQL Server 2016 Serviço do SQL
11983323 4133164 CORREÇÃO: Erro quando um trabalho do SQL Server Agent executa um comando do PowerShell para enumerar as permissões do banco de dados Ferramentas de gerenciamento
11516235 4087406 CORREÇÃO: Erro 9002 quando não houver nenhum espaço em disco suficiente para crescimento de crítica de log no SQL Server 2014, 2016 e 2017 Serviço do SQL
11695337 4092554 CORREÇÃO: “não é possível usar salvar transação dentro de uma transação distribuída” erro quando você executar um procedimento armazenado no SQL Server Serviço do SQL
11983395 4086173 CORREÇÃO: Violação de acesso ocorre ao executar uma consulta DAX em um modelo tabular no SQL Server Analysis Services Serviços de análise
11983390 4099472 PFS página melhoria de algoritmo round robin no SQL Server 2016 Serviço do SQL
11983376 3028216 CORREÇÃO: Ocorre uma falha quando o cache pró-ativo é desencadeada por uma dimensão no SSAS Serviços de análise
11971819 4230516 CORREÇÃO: Uma falha de asserção de memória ocorre e o servidor é incapaz de fazer qualquer novas conexões no SQL Server Serviço do SQL
11684529 4164562 CORREÇÃO: Nome de usuário errado aparece quando dois usuários acesse a MDS em momentos diferentes no SQL Server Serviços de qualidade de dados (DQS)
11578522 4089718 Melhoria: Problema de desempenho ao atualizar o MDS do SQL Server 2012 para 2016 Serviços de qualidade de dados (DQS)
11983367 4134541 CORREÇÃO: Erro do MDS Add-in para o Excel quando você usar a versão alemã do Excel no SQL Server Serviços de qualidade de dados (DQS)
11983360 4094858 CORREÇÃO: “ocorreu um erro inesperado” quando você usa o DAX medidas em visualizações de mesa poder BI no SQL Server Serviços de análise
11983362 4094706 FIX: Um thread de trabalho parece ficar depois que outro thread de trabalho é abortado quando você executa uma consulta paralela no SQL Server Serviço do SQL
11983392 4101502 CORREÇÃO: Backup de banco de dados habilitada a TDE com a compactação causa corrupção de banco de dados no SQL Server 2016 Serviço do SQL
11983382 4230306 CORREÇÃO: Restauração de um backup compactado TDE é vencida quando usando o cliente VDI Serviço do SQL
11983383 4163087 CORREÇÃO: Desempenho é lento para um sempre na AG quando você processa uma leitura consulta no SQL Server Serviço do SQL
11983373 4162814 CORREÇÃO: Ocorre uma violação de acesso de exceção interna e o servidor SSAS para de responder Serviços de análise
11922532 4157948 CORREÇÃO: Erro de estouro de ponto flutuante ocorre quando você executar um módulo compilado nativamente aninhado que usa EXP funções no SQL Server Na memória OLTP
11983358 4094893 CORREÇÃO: Banco de dados não pode ser descartado após seu armazenamento é desconectado e reconectado no SQL Server Serviço do SQL
11983381 4058175 CORREÇÃO: Backup banco de dados habilitado para TDE e as operações de restauração são lentas quando a chave de criptografia é armazenada em um provedor de EKM no SQL Server Segurança do SQL
11983369 4134175 FIX: Um cubo com várias partições de processamento gera muitas conexões de fonte de dados simultâneos no SSAS Serviços de análise
11983357 4091245 CORREÇÃO: Violação de acesso ocorre quando você consulta uma tabela com uma coluna de inteiro em 2017 de SQL Server e SQL Server 2016 Desempenho de SQL
11983366 4101554 CORREÇÃO: Paralelo refazer em uma réplica do secundária de um grupo de disponibilidade que contém tabelas heap gera um despejo de declaração de tempo de execução ou o servidor de SQL falha com um erro de violação de acesso Alta disponibilidade
11983379 4131960 CORREÇÃO: Um erro de declaração ocorre quando você executar uma consulta select aninhada contra um índice de columnstore no SQL Server Desempenho de SQL
11983359 4132267 CORREÇÃO: Implantar um projeto SSAS em SSDT é frequentemente mal sucedido no SQL Server Analysis Services no modo Tabular Serviços de análise
11057341 4052135 CORREÇÃO: Instrução RESTORE HEADERONLY para um TDE compactado backup leva muito tempo para concluir no SQL Server Serviço do SQL
11750742 4098762 CORREÇÃO: Parâmetros ocultos são incluídos nos relatórios quando o papel do navegador é usado em 2016 SSRS O Reporting Services
11983394 4163478 CORREÇÃO: Uma violação de acesso ocorre quando incrementais estatísticas são atualizadas automaticamente em uma tabela no SQL Server Desempenho de SQL

Dentre os mais diversos bugs identificados e corrigidos destaco um relacionado ao bug de número: 11983332, artigo KB: 4133164, relacionada a um erro apresentado quando um trabalho do SQL Server Agent executa um comando do PowerShell para enumerar as permissões do banco de dados.

Vale ressaltar que após a atualização desta nova atualização cumulativa, o número do build utilizado pelo Microsoft SQL Server 2016 SP2 será alterado para compilação: 13.0.5149.0.

Para realizar o download clique na imagem abaixo:

Fontes e Direitos Autorais: Suporte da Microsoft -https://support.microsoft.com/pt-br/help/4135048/cumulative-update-1-for-sql-server-2016-sp2 – 30/05/2018.

Microsoft SQL Server 2016 SP1 – Atualização Cumulativa 9 disponível


A Microsoft disponibilizou para download hoje dia 30/05/2018 a Atualização Cumulativa 9 para SQL Server 2016 SP1.

As informações obtidas através do artigo KB4100997 publicado no site de suporte da Microsoft, esta atualização traz correções decorrentes dos problemas apresentados e identificados após o lançamento do SP1 e das atualizações cumulativas anteriores.

Relação de Atualizações Cumulativas disponíveis para o Microsoft SQL Server 2016 Service Pack 1:

SQL Server 2016 SP1 CU8
SQL Server 2016 SP1 CU7
SQL Server 2016 SP1 CU6
SQL Server 2016 SP1 CU5
SQL Server 2016 SP1 CU4
SQL Server 2016 SP1 CU3
SQL Server 2016 SP1 CU2
SQL Server 2016 SP1 CU1
SQL Server 2016 SP1
SQL Server 2016 all builds

Hotfixes que estão incluídos neste pacote de atualização cumulativa


Número de bug do VSTS Número de artigo do KB Descrição Corrigir a área
11814294 4099472 PFS página melhoria de algoritmo round robin no SQL Server 2016 Serviço do SQL
11231756 4133164 CORREÇÃO: Erro quando um trabalho do SQL Server Agent executa um comando do PowerShell para enumerar as permissões do banco de dados Ferramentas de gerenciamento
11701139 4086173 CORREÇÃO: Violação de acesso ocorre ao executar uma consulta DAX em um modelo tabular no SQL Server Analysis Services Serviços de análise
11814333 4131193 Problemas de desempenho ocorrem sob a forma de PAGELATCH_EX e PAGELATCH_SH espera em TempDB quando você usar o SQL Server 2016 Serviço do SQL
11829791 3028216 CORREÇÃO: Ocorre uma falha quando o cache pró-ativo é desencadeada por uma dimensão no SSAS Serviços de análise
11829056 4135113 CORREÇÃO: Registro de controle de alterações é inconsistente durante uma atualização em uma tabela que tem um índice cluster/exclusivo no SQL Server Serviço do SQL
11918578 4293839 CORREÇÃO: Banco de dados TDE fica offline durante operações de descarga de log quando problemas de conectividade com o provedor EKM tornar-se inacessível no SQL Server Segurança do SQL
11810404 4230730 CORREÇÃO: Uma condição de morto trava ocorre quando você executar uma reconstrução de índice online ou executa um comando de mesclagem no SQL Server Serviço do SQL
11793118 4163478 CORREÇÃO: Uma violação de acesso ocorre quando incrementais estatísticas são atualizadas automaticamente em uma tabela no SQL Server Desempenho de SQL
11923632 4230306 CORREÇÃO: Restauração de um backup compactado TDE é vencida quando usando o cliente VDI Serviço do SQL
11924460 4163087 CORREÇÃO: Desempenho é lento para um sempre na AG quando você processa uma leitura consulta no SQL Server Serviço do SQL
11684528 4164562 CORREÇÃO: Nome de usuário errado aparece quando dois usuários acesse a MDS em momentos diferentes no SQL Server Serviços de qualidade de dados (DQS)
11634113 4094893 CORREÇÃO: Banco de dados não pode ser descartado após seu armazenamento é desconectado e reconectado no SQL Server Serviço do SQL
11708639 4162814 CORREÇÃO: Ocorre uma violação de acesso de exceção interna e o servidor SSAS para de responder Serviços de análise
11801446 4134541 CORREÇÃO: Erro do MDS Add-in para o Excel quando você usar a versão alemã do Excel no SQL Server Serviços de qualidade de dados (DQS)
11637501 4132267 CORREÇÃO: Implantar um projeto SSAS em SSDT é frequentemente mal sucedido no SQL Server Analysis Services no modo Tabular Serviços de análise
11797887 4101554 CORREÇÃO: Paralelo refazer em uma réplica do secundária de um grupo de disponibilidade que contém tabelas heap gera um despejo de declaração de tempo de execução ou o servidor de SQL falha com um erro de violação de acesso Alta disponibilidade
11750742 4098762 CORREÇÃO: Parâmetros ocultos são incluídos nos relatórios quando o papel do navegador é usado em 2016 SSRS O Reporting Services
11830380 4134175 FIX: Um cubo com várias partições de processamento gera muitas conexões de fonte de dados simultâneos no SSAS Serviços de análise
11591371 4091245 CORREÇÃO: Violação de acesso ocorre quando você consulta uma tabela com uma coluna de inteiro em 2017 de SQL Server e SQL Server 2016 Desempenho de SQL
11714686 4094706 FIX: Um thread de trabalho parece ficar depois que outro thread de trabalho é abortado quando você executa uma consulta paralela no SQL Server Serviço do SQL
11953725 4058175 CORREÇÃO: Backup banco de dados habilitado para TDE e as operações de restauração são lentas quando a chave de criptografia é armazenada em um provedor de EKM no SQL Server Serviço do SQL
11833599 4131960 CORREÇÃO: Uma violação de acesso ocorre quando você executar uma consulta select aninhada contra um índice de columnstore no SQL Server Mecanismo do SQL
11676935 4094858 CORREÇÃO: “ocorreu um erro inesperado” quando você usa o DAX medidas em visualizações de mesa poder BI no SQL Server Serviços de análise
11791348 4101502 CORREÇÃO: Backup de banco de dados habilitada a TDE com a compactação causa corrupção de banco de dados no SQL Server 2016 Serviço do SQL

Dentre os mais diversos bugs identificados e corrigidos destaco um relacionado ao bug de número: 11923632, artigo KB: 4230306, que corresponde um erro apresentado durante a restauração de um backup de banco de dados compactado que utiliza criptografia transparente de dados TDE.

Vale ressaltar que após a atualização desta nova atualização cumulativa, o número do build utilizado pelo Microsoft SQL Server 2016 SP1 será alterado para compilação: 13.0.4502.0.

Para realizar o download clique na imagem abaixo:

Fontes e Direitos Autorais: Suporte da Microsoft – https://support.microsoft.com/pt-br/help/4100997/cumulative-update-9-for-sql-server-2016-sp1 – 30/05/2018.

Material de Apoio – Julho 2016


Hoje é sexta – feira, sexta – feira….. Graças a deus.

Salve galera, bom dia, Tudo bem?

E ai, mês de Julho, férias para boa parte dos estudantes, professores e demais profissionais relacionados a área de educação, assim como eu também. Espero que todos estejam aproveitando este justo e necessário período de descanso, pois muitos pensam que a vida acadêmica é fácil, tranquila e estável, mas posso dizer que não é bem assim.

Pois bem, como você deve ter percebido este é mais um post da sessão Material de Apoio, que a partir deste ano esta sendo publicada a cada três meses. Para você que ainda não conhece esta sessão, ela é uma das mais antigas do meu blog, tendo atualmente mais de 140 posts exclusivos, tendo como objetivo principal compartilhar os códigos de exemplo e scripts existentes em minha biblioteca pessoal de scripts dedicados ao SQL Server desde a versão 7 isso lá nos anos 2000.

Caso você queira acessar os últimos posts, utilize os links apresentados abaixo:

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2016/04/20/material-de-apoio-abril-2016

https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2016/01/18/material-de-apoio-janeiro-2016/

Seguindo em frente, no post de hoje vou compartilhar com vocês alguns scripts que utilizei recentemente com os meus alunos da Fatec São Roque na Disciplina de Banco de Dados II, dentre os quais destaco:

  • Comando Merge;
  • Comando Begin Catch;
  • Comando Begin Try;
  • Comando Begin Transaction;
  • Comando Commit;
  • Comando Rollback;
  • Comando Print;
  • Common Table Expression;
  • Função de Ranking – Dense_Rank();
  • Função de Ranking – NTile()
  • Função de Ranking – Rank();
  • Função de Ranking – Row_Number();
  • Ordenação de Dados;
  • Operador And;
  • Operador Between; e
  • Operador Is Not Null.

    Como de costume gosto de destacar que todos estes arquivos são fruto do trabalho realizado como DBA desde 2000, bem como, a pesquisa e coleta de informações através da internet, onde grande parte do conhecimento aqui compartilhado também é obtido através da  colaboração de seus autores, grande profissionais nacionais e internacionais como reconhecidos especialistas nas áreas de:

    • Modelagem de Dados;
    • Engenharia de Banco de Dados;
    • Engenharia de Softwares e Processos;
    • Banco de Dados;
    • Servidores;
    • Alta Disponibilidade;
    • Desenvolvimento; e
    • Migração e Contingência de Dados.

      Obseravação: Toda e qualquer informação, código, exemplo e lógica utilizada nestes scripts foi aplicada em um determinado cenário, situação ou necessidade, o que em muitos casos talvez não se aplica a sua necessidade mas pode ser útil como material de consulta ou aprendizado.

      Além disso, todos os arquivos estão renomeados tendo ao final do seu nome a extensão .doc acrescido, isto se torna necessário para garantir a compatibilidade com a plataforma do WordPress.com.

      Vale ressaltar que após o seu download será necessário remover esta extensão mantendo a extensão .sql padrão para arquivos do script do SQL Server.

A seguir a relação de scripts:

Exemplo 1 – Utilizando a função Raiserror.sql

Exemplo 2 – Utilizando o Comando Merge.sql

Exemplo 3 – Utilizando o comando Merge + Insert + Update.sql

Exemplo 4 – Utilizando o comando Begin Try.. Begin Catch + Transaction + Print para apresentar mensagem.sql

Exemplo 5 – Trabalhando com função de Ranking.sql

Exemplo 6 – Trabalhando com função de Ranking-2.sql


Legal, chegamos ao final de mais um post, fique a vontade para compartilhar com seus contatos, não deixe de enviar seus comentários, críticas, dicas ou sugestões.

Mais uma vez obrigado por sua visita, por seu interesse e participação.

Uma ótima sexta – feira e bom final de semana.

Abraços.

Microsoft disponibiliza o SQL Server 2016 CTP 3.1


A Microsoft anunciou no SQL Server Blog a disponibilidade do SQL Server 2016 CTP 3.1, versão de testes mais recente do novo SQL Server.

Microsoft disponibiliza o SQL Server 2016 CTP 3.1

Benefícios do SQL Server 2016

• O desempenho aprimorado in-memory fornece transações 30 vezes mais rápidas, consultas 100 vezes mais rápidas do que bancos de dados relacionais baseados em disco e análises operacionais em tempo real.

• A nova tecnologia Always Encrypted ajuda a proteger seus dados parados e em movimento, no local e na nuvem, com chaves mestras no aplicativo, sem alterações no aplicativo.

• A tecnologia Stretch Database mantém mais dados históricos de seus clientes ao seu alcance ao ampliar de forma transparente seus dados OLTP quentes e frios ao Microsoft Azure de maneira segura sem alterações no aplicativo.

• Análises avançadas internas fornecem a escalabilidade e os benefícios de desempenho de criar e executar seus algoritmos de análise avançados diretamente no principal banco de dados transacional do SQL Server.

• Insights comerciais por meio de visualizações sofisticadas em dispositivos móveis com aplicativos nativos para Windows, iOS e Android.

• Simplifica o gerenciamento de dados relacionais e não relacionais ao consultar ambos com T-SQL usando o PolyBase.

• Backups híbridos mais rápidos, alta disponibilidade e cenários de recuperação de desastres para armazenar em backup e restaurar seus bancos de dados locais no Microsoft Azure e colocar secundários do SQL Server AlwaysOn no Azure.

Novidades no SQL Server 2016 CTP 3.1

De acordo com o anúncio da Microsoft, este novo Community Technology Preview (ou CTP) do SQL Server 2016 traz novidades como melhorias no recurso In-Memory OLTP e melhorias no SQL Server Analysis Services (SSAS).

O SQL Server 2016 CTP 3.1 está disponível para download no Centro de Avaliação TechNet como um arquivo ISO e como um arquivo CAB nos seguintes idiomas: chinês (simplificado), chinês (tradicional), inglês, francês, alemão, italiano, japonês, coreano, português (Brasil), russo e espanhol.

Principais observações sobre o SQL Server 2016 CTP 3.1

O Microsoft SQL Server 2016 CTP 3.1 NÃO é suportado pela área de Serviços e Suporte ao Cliente da Microsoft.

O Microsoft SQL Server 2016 CTP 3.1 está disponível apenas para fins de teste e NÃO deve ser instalado nem utilizado em ambientes de produção.

A instalação lado a lado com instâncias de nível inferior do SQL Server em produção, bem como atualizações locais de instâncias de nível inferior do SQL Server em produção são suportadas para o SQL Server 2008 e versões posteriores.

Saiba mais sobre o SQL Server 2016 clicando aqui.

Fontes e Direitos Autorais: Baboo.com

Microsoft SQL Server 2016 – Lista de Novidades – Final


Bom dia, bom dia, bom dia!!!!!

Meu deus que friooooo, neste momento 4.5º graus de temperatura em São Roque e região, para começar o dia esquentando nada como tentar escrever mais um post no meu blog, posso dizer que não é uma missão fácil, pois a chuva de conteúdo que esta na internet sobre o novo Microsoft SQL Server 2016 é algo fora do comum, isso sem falar do lançamento do Microsoft Windows 10 que esta bombando no mundo todo.

Mas deixando esta friozinho de lado e seguindo em frente, vou finalizar esta série de posts relacionados as principais novidades do SQL Server 2016, caso você não tenha acessado os outros dois, segue abaixo os links para sua diversão:

Para finalizar esta série, vou destacar na lista de principais novidades liberadas pela Microsoft as seguintes features:

  • Strech Database;
  • Row-Level Security; e
  • Dynamic Data Masking.

Analisando os nomes das features parece que esta se referindo a algo de outro mundo, mas na verdade não é bem assim, todas elas fazem parte de uma lista de solicitações de profissionais da área de banco de dados, que constantemente estão solicitando aos times dos mais diversos níveis de relacionamento com o SQL Server: http://blogs.technet.com/b/sqlserverbrasil/, http://blogs.msdn.com/b/pfebrasilsql/a introdução destes recursos.

Vamos lá:

Strech Database: Outra nova funcionalidade bastante esperada principalmente para os usuários do Azure, através do Strech Database, será possível armazenar porções (partes) de uma tabela no Azure SQL Database, você pode estar se perguntando, como assim partes de uma tabela em outro local e não no meu banco de dados, posso dizer que também fiquei surpreso, mas tudo tem uma explicação.

Através deste recurso, temos a capacidade de armazenar dados históricos contidos em uma tabela de forma segura e transparente diretamente na nuvem, ou melhor dizendo no Microsoft Azure. A partir do momento que este recurso é habilitado, de forma silenciosa os dados considerados históricos são migrados para um banco SQL Azure, tudo isso é feito pelo SQL Server sem exigir qualquer alteração de código em sua query ou aplicação.

Para saber mais sobre este recurso acesse:

 

Row-Level Security: Esta nova funcionalidade poderá ser considerada algo bastante revolucionário no que se dizer respeito a visibilidade e acesso aos dados de uma tabela. A Row-Level Security vai permitir aos DBAs e profissionais da área de banco de dados, realizar um controle de acesso aos dados que estão armazenados em determinadas tabelas, através do uso de funções conhecidas como Predicate, limitando assim que uma possível coluna e seu respectivo valor seja consultado.

Veja um exemplo abaixo que pode ser aplicado já na versão CTP 2.1 e CTP 2.2 do SQL Server 2016:

— Criando novas contas de usuários –

CREATE USER Manager WITHOUT LOGIN;

CREATE USER Sales1 WITHOUT LOGIN;

CREATE USER Sales2 WITHOUT LOGIN;

Go

 

— Criando a Tabela Sales —

CREATE TABLE Sales

(

OrderID int,

SalesRep sysname, — Este é um dos segredos para o RSL funcionar.

Product varchar(10),

Qty int);

Go

— Inserindo dados na tabela –

INSERT Sales VALUES

(1, ‘Sales1’, ‘Valve’, 5),

(2, ‘Sales1’, ‘Wheel’, 2),

(3, ‘Sales1’, ‘Valve’, 4),

(4, ‘Sales2’, ‘Bracket’, 2),

(5, ‘Sales2’, ‘Wheel’, 5),

(6, ‘Sales2’, ‘Seat’, 5);

Go

 

— Consultando os dados —

SELECT * FROM Sales;

Go

 

— Atribuíndo a permissão de Grant para cada usuários na tabela Sales –

GRANT SELECT ON Sales TO Manager;

GRANT SELECT ON Sales TO Sales1;

GRANT SELECT ON Sales TO Sales2;

Go

 

— Criando o Schema Security –

CREATE SCHEMA Security;

GO

 

— Criando a Função Predicate – Security.fn_securitypredicate –

CREATE FUNCTION Security.fn_securitypredicate(@SalesRep AS sysname)

RETURNS TABLE

WITH SCHEMABINDING

AS

RETURN SELECT 1 AS fn_securitypredicate_result

WHERE @SalesRep = USER_NAME() OR USER_NAME() = ‘Manager’;

 

— Criando a Política de Segurança para filtrar e controlar o acesso aos Dados –

CREATE SECURITY POLICY SalesFilter

ADD FILTER PREDICATE Security.fn_securitypredicate(SalesRep)

ON dbo.Sales

WITH (STATE = ON);

 

— Realizando o teste de acesso aos dados –

EXECUTE AS USER = ‘Sales1’;

SELECT * FROM Sales;

REVERT;

 

EXECUTE AS USER = ‘Sales2’;

SELECT * FROM Sales;

REVERT;

 

EXECUTE AS USER = ‘Manager’;

SELECT * FROM Sales;

REVERT;

 

Após executar este bloco de código você vai poder observar que o usuário Manager deverá ter conseguido consultar todos os dados da Tabela Sales, já os usuários Sales1 e Sales2 devem ter visto somente 3 cada respectivamente.

 

— Agora vamos desativar a política de segurança –

ALTER SECURITY POLICY SalesFilter

WITH (STATE = OFF);

Go

 

Com isso todos os usuários vão conseguir obter todos os dados da tabela Sales.

Dynamic Data Masking: Traduzindo ao pé da letra – Mascaramento de dados dinâmicos, poxa vida, dizer que o SQL Server é mascarado é brincadeir(kkkkk), na verdade este recurso possibilita que seja aplicado diretamente ao dado um máscara, isso mesmo, definir uma máscara para personalizar as informações que serão apresentadas para o usuário em colunas com dados sensitivos.

O Dynamic Data Masking, limita a exposição de dados confidenciais mascarandoo para usuários não-privilegiados. Mascaramento de dados dinâmico ajuda a evitar o acesso não autorizado a dados confidenciais, permitindo aos clientes designar o quanto os dados confidenciais para revelar com impacto mínimo na camada de aplicação. É uma característica de segurança que esconde os dados no conjunto de resultados de uma consulta sobre campos de banco de dados designado, enquanto os dados no banco de dados não são alterados. Considerado de fácil de utilização com aplicativos existentes, desde que as regras de mascaramento sejam aplicadas nos resultados da consulta. Muitos aplicativos podem mascarar dados confidenciais sem modificar consultas existentes.

Mascaramento de dados dinâmicos é complementar a outras características de segurança do SQL Server (auditoria, criptografia, segurança de nível de linha…) e é altamente recomendável usar esse recurso em conjunto com eles, além disso, a fim de melhor proteger os dados confidenciais no banco de dados.

Para conhecer mais sobre este novo recurso acesse:

Ufa, chegamos ao final, mais uma jornada vencida!!!

Agradeço a sua visita ao meu blog, espero que tenho gostado, nos próximos posts tentarei apresentar e exemplificar um pouco mais sobre algumas destas novas funcionalidades.

Um grande abraço.

Microsoft SQL Server 2016 – Lista de Novidades – Parte II


Bom dia, quinta – feira, começando!!!

Salve comunidade, estou retornando com a segunda parte da Lista de Novidades do Microsoft SQL Server 2016, nova versão do SQL Server que neste momento apresenta muitas especulações, comentários e informações nas Internet, principalmente nas redes sociais.

Por este motivo também não poderia ficar de fora, como já realizado na semana passada com a primeira parte desta lista de novidades, caso você não tenha acessado este é o link:
https://pedrogalvaojunior.wordpress.com/2015/07/10/microsoft-sql-server-2016-lista-de-novidades-parte-i/

Nesta segunda parte, vou destacar mais algumas das principais novidades que a Microsoft esta divulgado em seus Blogs e parceiros, hoje darei destaque para:

  • Multiple TempDB Files;
  • For JSON;
  • Always Encripted; e
  • Polybase.

A seguir destaco estas novidades, através de uma breve descrição:

  • Multiple TempDB Files – Funcionalidade muito aguardada a anos pelos profissionais da área de banco de dados, mais especificamente aqueles que trabalham com o SQL Server, onde a partir da versão 2016, teremos a possibilidade de durante a instalação do SQL Server configurar e definir a quantidade arquivos de dados que devem formar a estrutura do banco de sistema TempDB, onde o número de arquivos é definido com base no seu número de processadores que a instância 2016 estará sendo executada. Para saber mais sobre esta nova feature acesse: http://www.sqlservergeeks.com/tempdb-configuration-sql-server-2016-setup/

 

  • FOR JSON – Uma novidade bastante interessante que mostra o quanto a Microsoft esta se dedicando a acompnhar a evolução das tecnologias de Computação em Nuvem e BigData. A FOR JSON, consiste em uma claúsula da linguagem Transact-SQL criada para ajudar o SQL Server a possibilitar a apresentação e saída de dados no formata JSON de forma nativa, algo que vai muito além de apresentar os dados, mas sim ter a capacidade de formatar estes dados interpretados pelo JSON no formato desejado pelo usuário. Para saber mais sobre esta nova feature acesse: https://msdn.microsoft.com/en-us/library/bb510411%28v=sql.130%29.aspx#ForJson

 

  • Always Encrypted – Este é um recurso bastante interessante na minha opinião e algo que pode complementar o TDE(Transparent Data Encryption) recurso introduzido no Microsoft SQL Server 2008, com a finalidade de permitir criptografia nativa no nível de banco de dados. O Always Encrypted garantir ainda mais que seus dados estão armazenados de forma segura através deste recurso de criptografia, como também, durante os processos de manipulação dos mesmo. Sua principal característica é permitir que a possibilidade de criptografar dados dentro das aplicações que estão fazendo acesso ao SQL Server, tendo a capacidade de utilizar chaves de criptografia nunca reveladas dentro do processo que realização da criptografia do dado. Como resultado, o Always Encrypted fornece uma separação entre aqueles que possuem os dados (e pode visualizálo) e aqueles que gerenciar os dados (mas deve não têm acesso). Para saber mais sobre esta nova funcionalidade, acesse: https://msdn.microsoft.com/en-us/library/mt163865(v=sql.130).aspx e https://channel9.msdn.com/Shows/Data-Exposed/SQL-Server-2016-Always-Encrypted

 

  • Polybase – Na minha opinião uma baita novidade, sinceramente algo que vai muito além de uma novo recurso, mas sim um novo horizonte para os profissionais, desenvolvedores e administradores de banco de dados, funcionalidade que vai permitir um avanço enorme no que se diz respeito a Interoperabilidade do SQL Server com outras tecnologias Non-SQL, como também, tecnologias de acesso e armazenamento de dados dentre elas o Hadoop. O PolyBase é uma nova tecnologia que integra o produto o Microsoft SQL Server Parallel Data Warehouse (PDW), com Hadoop. Ele é projetado para permitir consultas através de dados relacionais armazenados no PDW e dados não-relacionais armazenados no Hadoop de forma distribuída através do sistema arquivos Hadoop (HDFS), ignorando MapReduce distribuído, reconhecido como motor do Hadoop que normalmente é usado para ler dados do HDFS. Você pode criar uma tabela externa em PDW que referencia o Hadoop dados (como um servidor vinculado) e você pode consultar isso com SQL, em essência, adicionando estrutura para dados não-estruturados.

Untitled picturePara maiores informações sobre o Polybase e alguns cenários de uso, acesse: Books Online – Polybase, Polybase Explained, SQL Server 2016 and Polybase, Using Polybase in SQL Server 2016, Polybase in SQL Server 2016 CTP2

Muito bem pessoal, chegamos ao final desta segunda parte da lista de novidades do Microsoft SQL Server 2016, espero que você tenha gostado, na próxima semana chegaremos ao final desta lista, destacando as últimas novidades que Microsoft esta introduzindo no novo SQL Server 2016, dentre as quais chamo sua atenção para: Strech Database e Row-Level Security.

Mais uma vez obrigado por sua visita, fique a vontade para postar suas dúvidas, sugestões, críticas e comentários, sobre este ou qualquer outro post.

Boa semana e até mais.